Inovação Educacional
385.2K views | +1 today
Follow
Inovação Educacional
Noticias, publicacoes e artigos de opiniao que abram caminhos para a inovacao educacional.
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

5 áreas para avaliar a maturidade digital das escolas

5 áreas para avaliar a maturidade digital das escolas | Inovação Educacional | Scoop.it

Por Luciano Sathler
Diante do desafio de implementar a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) – e, especialmente, as múltiplas possibilidades de itinerários formativos no ensino médio –, apresentamos uma experiência realizada pela Unesco que pode servir como inspiração para educadores e gestores educacionais brasileiros.
A Unesco publicou, recentemente, um relatório sobre o Projeto e-Schools, conduzido na Croácia em 2015. O projeto alcançou 151 escolas que ofertam ensino fundamental e ensino médio naquele país, e contou com a participação de mais de 7.000 professores e 23.000 estudantes.
O objetivo da iniciativa foi propiciar o desenvolvimento de “escolas digitalmente maduras”, capazes de adotar metodologias e tecnologias digitais tanto nas atividades didático-pedagógicas quanto em seus processos de gestão.
As 151 escolas selecionadas para o projeto-piloto foram equipadas com infraestrutura de rede, conectadas com banda larga, e tiveram adaptações arquitetônicas para contar com dois tipos de sala de aula – interativas e de apresentação. Foram disponibilizados materiais didáticos digitais que podiam ser acessados, modificados e novamente liberados para reutilização. Os currículos foram alterados.
Professores, gestores e funcionários técnico-administrativos receberam tablets e computadores portáteis, com acesso a conteúdo digital – inclusive material didático – e a um sistema integrado de gestão da unidade. Foi desenvolvido um extenso programa de formação do pessoal, com encontros e cursos presenciais e online, sendo a articulação realizada por meio de cinco centros regionais de capacitação.
Uma das atividades obrigatórias do projeto foi formar comunidades online de aprendizagem, onde professores, gestores e funcionários técnico-administrativos se comunicavam e partilhavam exemplos das melhores práticas no uso das tecnologias no cotidiano escolar.
O resultado foi o aumento da eficiência e da transparência na gestão escolar. Também foi verificado o fortalecimento das competências digitais dos professores e estudantes, ao se promover e facilitar a aplicação de novas metodologias de ensino.
A Matriz da Maturidade Digital das Escolas foi adotada para permitir a autoavaliação e a avaliação externa, como parte do projeto-piloto de um programa da União Europeia denominado DigCompEdu – Matriz de Competências Digitais para Professores.
São cinco áreas e cinco níveis da maturidade digital das escolas que são avaliados:
A seguir, confira descrições de cada nível de maturidade. Elas indicam as características de uma escola típica em um nível particular de maturidade digital. Uma escola específica pode diferir em alguns aspectos do típico exemplo representativo para um nível específico. No processo de autoavaliação e avaliação externa, uma escola recebe um diagnóstico sobre o nível que está mais próxima, de acordo com suas características.

Nível 1: digitalmente desavisados
A escola não tem conhecimento da possibilidade de usar as tecnologias no ensino e aprendizagem ou nas suas atividades de gestão. Não leva em consideração as tecnologias no planejamento de seu crescimento e desenvolvimento. As tecnologias não são usadas nas relações de ensino-aprendizagem e a equipe educacional não desenvolve suas competências digitais. A comunicação online com a escola geralmente não é possível. A infraestrutura de tecnologias ainda não foi fornecida e os computadores são usados apenas em algumas salas de aula.
Nível 2: iniciantes digitais
Existe a consciência da possibilidade de utilizar as tecnologias na aprendizagem e no ensino e nas atividades de gestão da escola, mas ainda não foram postas em prática. Um pequeno número de docentes utiliza as tecnologias nas relações de ensino-aprendizagem. Há consciência da necessidade de desenvolver as competências digitais da equipe educacional e dos estudantes, mas a prática do desenvolvimento profissional nessa seara ainda não existe.
A escola ainda está inativa no ambiente online e o acesso aos seus próprios recursos tecnologias é muito limitado. A infraestrutura de tecnologias não é desenvolvida e os computadores com acesso à Internet estão disponíveis apenas em algumas salas de aula.
Nível 3: digitalmente competentes
A escola está consciente da possibilidade de utilizar as tecnologias em todos os aspectos das suas atividades e dirige o desenvolvimento dos seus documentos estratégicos e trabalhos práticos em conformidade com esse alinhamento. As tecnologias também são usadas para trabalhar com alunos com necessidades educacionais especiais.
A equipe desenvolve suas competências digitais, material didático e interação digital, e começa a introduzir metodologias ativas de ensino. A escola participa de pequenos projetos focados em tecnologias . O acesso a diferentes recursos de tecnologias é fornecido na maioria das salas de aula. É tomado cuidado para preservar o equipamento e controlar o licenciamento de software. A escola é ativa online, em termos de apresentação de conteúdo e comunicação.
Nível 4: digitalmente avançados
A escola reconhece muito claramente as vantagens das tecnologias em todos os aspectos das suas atividades e, a esse respeito, integra as tecnologias em todos os seus documentos e planos estratégicos, bem como nos seus trabalhos práticos. O pessoal utiliza as tecnologias para metodologias ativas de ensino e avaliação da aprendizagem, bem como desenvolve o seu próprio conteúdo e protege-o por direitos autorais.
Existem repositórios compartilhados de conteúdo que podem ser usados pela equipe e pelos alunos. A formação profissional contínua dos professores para fins de desenvolvimento de competências digitais é planejada e executada, assim como se promove o mesmo pelas competências dos alunos. O acesso a diferentes recursos de tecnologias é fornecido na maioria das salas de aula, enquanto a aquisição e manutenção de recursos de tecnologias é planejada.
A escola é ativa no que diz respeito a projetos de tecnologias e presença online, em termos de apresentação de conteúdo e comunicação. O licenciamento de software é controlado e os aspectos de segurança do uso de recursos de tecnologias são levados em consideração.
Nível 5: digitalmente maduros
Nos seus documentos estratégicos, no planejamento e programa de desenvolvimento escolar, a escola reconhece e exige muito claramente o uso das tecnologias em todos os aspectos das suas atividades. A prática de gestão depende da integração e obtenção de dados de todos os sistemas de informação da escola. A abordagem para o desenvolvimento das competências digitais da equipe educacional e dos estudantes é sistemática, a formação profissional para a equipe e atividades adicionais para os alunos estão disponíveis.
A equipe educacional usa as tecnologias nas metodologias ativas de ensino, o desenvolvimento de novos conteúdos e a avaliação das realizações dos alunos. O conteúdo digital é regularmente protegido por direitos autorais pela equipe educacional e pelos alunos. Há repositórios compartilhados de conteúdos disponíveis para uso da equipe e dos alunos. O acesso a recursos de tecnologias a partir de dispositivos próprios é fornecido em todas as salas da escola.
A escola planeja e adquire, de forma independente, recursos de tecnologias que estão disponíveis em quase todas as salas de aula e toda a escola tem uma infraestrutura de rede desenvolvida. Um sistema de segurança da informação baseado nas melhores práticas foi desenvolvido e o licenciamento de software é sistematicamente controlado e planejado.
A escola é caracterizada por uma variada atividade de projeto de tecnologias, cooperação entre a equipe e os estudantes, bem como entre a escola e outras partes interessadas, por meio do uso de ferramentas de comunicação online e dos serviços eletrônicos da escola.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Fatia de universidades públicas com nota máxima é 4 vezes a de particulares

Fatia de universidades públicas com nota máxima é 4 vezes a de particulares | Inovação Educacional | Scoop.it

A parcela de instituições públicas de ensino superior com nota máxima no IGC (Índice Geral de Cursos), indicador de qualidade do MEC (Ministério da Educação), é quatro vezes a de instituições particulares com o mesmo desempenho.
Enquanto 6,1% das instituições municipais, estaduais e federais avaliadas pelo MEC atingiram o conceito máximo, esse percentual foi de 1,5% para as instituições privadas (com e sem fins lucrativos). O IGC tem uma escala que vai de 1 a 5, sendo 1 e 2 considerados desempenhos "insuficientes".

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

As lições de Sobral sobre educação de excelência para todos 

As lições de Sobral sobre educação de excelência para todos  | Inovação Educacional | Scoop.it
É consensual que a epopeia educacional de Sobral está fortemente correlacionada e é causa eficiente da melhoria dos indicadores sociais de desenvolvimento locais'
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Faculdade fecha curso e alunas ficam sem opção compatível

Faculdade fecha curso e alunas ficam sem opção compatível | Inovação Educacional | Scoop.it

A FAC (Faculdade Anhanguera) fechou um curso no período matutino, quebrou o contrato com diversos alunos e não ofereceu alternativa compatível. O grupo de alunas já contratou um advogado para tentar reverter a situação.
As alunas são estudantes do curso superior de pedagogia, no modo presencial, no período matutino, sendo que já cursaram mais da metade da grade curricular. O período de estudo, inclusive, consta em contrato assinado com a instituição.
De acordo com o informado por uma das estudantes, que prefere não se identificar por medo de retaliação, a faculdade propôs a modificação do contrato de prestação de serviços, suspendendo o oferecimento do curso no período matutino.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Rio de Janeiro recebe Fórum Mundial de Educação Não Formal

Rio de Janeiro recebe Fórum Mundial de Educação Não Formal | Inovação Educacional | Scoop.it

Começou hoje (9) e vai até quarta-feira (11) o Fórum Mundial de Educação Não Formal, no Museu do Amanhã, na Praça Mauá, região central do Rio de Janeiro. Mais de 30 organizações internacionais da sociedade civil discutirão os desafios e o papel do modelo não formal na agenda da educação em todo o mundo.
O evento é uma iniciativa da Organização Mundial do Movimento Escoteiro em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA), o Escritório do Enviado da Juventude do Secretário-Geral da ONU e os Escoteiros do Brasil.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

A evolução dos ecossistemas e o fortalecimento da cultura de inovação e empreendedorismo

Quando começamos a falar sobre inovação, isso me faz lembrar que durante muitos anos, esse tema já vem sendo foco dos debates por diversas organizações no Brasil e no mundo. Comecei a atuar nesse cenário em 2007, quando estive envolvido em projetos de consultoria de inovação e de empreendedorismo para empresas, universidades e instituições do governo, podendo assim, começar a acompanhar um pouco mais de perto as suas dificuldades e evoluções. Um ponto sempre intrigante e que chama atenção até hoje, é o fato de as organizações, embora compreenderem a importância da inovação e do empreendedorismo para sua competitividade, ainda terem grandes desafios para colocar o tema, de fato, em prática.
Obviamente, há diversos fatores que favorecem ou limitam a exploração desses temas nas organizações. Entretanto, gostaria de ressaltar aqui alguns deles que me chamaram mais atenção. Para isso, primeiro, gostaria de relembrar a interessante abordagem apresentada por um dos primeiros livros que li sobre o assunto: “Dilema da Inovação”, do autor Clayton Christensen. É uma importante referência para lideranças e gestores que atuam com inovação e vale muito a pena a sua leitura. Nessa obra, destacam-se elementos essenciais no atual modelo e na lógica de tomada de decisão das organizações, que precisam ser compreendidos e transformados, para que o processo de inovação de fato se estabeleça, principalmente, para quem busca por inovações de caráter mais radical.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

MEC lança Diploma Digital

MEC lança Diploma Digital | Inovação Educacional | Scoop.it
O secretario de educação superior do Mec, Arnaldo Barbosa de Lima Junior, participa da cerimônia de lançamento do Diploma Digital
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Conheça 30 plataformas com cursos gratuitos online e direito a certificado

Conheça 30 plataformas com cursos gratuitos online e direito a certificado | Inovação Educacional | Scoop.it

Muita gente ainda pode ter dúvidas quanto à eficácia dos cursos de ensino a distância, os chamados EAD. Mas a verdade é que muitos sites e instituições possuem o mesmo calibre de aulas que até então só estavam disponíveis em universidades presenciais.
Pensando nisso, separamos abaixo 30 plataformas online para quem quer começar a pesquisar opções de cursos EAD. E com algumas características excelentes: a maioria dos serviços são de entidades de renome, como Microsoft, Senai, FGV e Sebrae. Além disso, quase todos os sites oferecem seus cursos de maneira totalmente gratuita e com possibilidade de impressão de certificado mediante o pagamento de uma pequena taxa.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Melhorar a taxa de conclusão do ensino superior é uma das prioridades do Governo Federal

Melhorar a taxa de conclusão do ensino superior é uma das prioridades do Governo Federal | Inovação Educacional | Scoop.it

O número de estudantes brasileiros que concluem os cursos de graduação subiu 5,4% em 2018. O dado confirma a tendência verificada no Censo da Educação Superior nos últimos seis anos. Em 2018, 1.264.288 estudantes se formaram; destes, mais de um milhão (1.004.986) eram de instituições privadas e quase 260 mil (259.302) de instituições públicas.
A expansão do número de estudantes que concluem o ensino superior acompanha a tendência de ampliação de ingressantes. O número de novos alunos na graduação foi 6,8% maior em 2018 do que no ano anterior. O crescimento foi sustentado pelo significativo aumento de 27,9% na abertura de cursos na modalidade a distância, enquanto o número de cursos presenciais caiu 3,7% no período. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realiza e divulga o censo anualmente.
Taxa de conclusão – Dos estudantes que ingressaram na educação superior em 2010, 33% concluíram o curso no tempo regular. Essa estatística faz parte das informações compartilhadas pela Diretoria de Estatísticas Educacionais (Deed), no âmbito do programa Indicators of Education Systems (INES) da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que figuram na publicação Education at a Glance 2019.
O Brasil, com taxa de conclusão de 33%, está à frente de Portugal (29%), Holanda (28%) e Áustria (26%). Com números próximos, encontram-se Estados Unidos (38%) e Austrália (34%), enquanto Reino Unido (72%) e Irlanda (63%) apresentam as maiores taxas de conclusão.
Quando se adicionam três anos ao período regular, a taxa de graduação no Brasil sobe de 33% para 50%, o que coloca o país na pior posição entre os participantes da publicação. “Embora o Brasil esteja ampliando o acesso à educação superior, é importante criar mecanismos para aumentar a permanência dos estudantes e a taxa de conclusão”, observa o diretor de Estatísticas Educacionais do Inep, Carlos Moreno.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

O que querem as mulheres

O que querem as mulheres | Inovação Educacional | Scoop.it
No caso das mulheres, e principalmente no Brasil, a igualdade plena envolve o acesso a serviços específicos de saúde, a representação política na tomada de decisões e a participação no mercado de trabalho, dimensões que se retroalimentam e que, por óbvio, não podem ser consideradas de forma estanque no combate às desigualdades de gênero. Não é possível falar em inserção produtiva das mulheres no mercado de trabalho sem abordar questões de planejamento familiar e políticas públicas compensatórias relacionadas à maternidade.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Prática mesmo antes de se formar: voluntariado ajuda o mundo e o currículo

Prática mesmo antes de se formar: voluntariado ajuda o mundo e o currículo | Inovação Educacional | Scoop.it
sso tudo em paralelo ao seu trabalho na Secretaria Municipal de Saúde de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, a outros projetos de voluntariado e à recém-concluída especialização em saúde coletiva e saúde da família. Tamanha dedicação e o envolvimento com a gestão chamou a atenção dos seus chefes, que a convidaram a ocupar o cargo de coordenadora de Saúde Bucal do município.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Apenas 17,7% das cidades brasileiras têm livrarias, aponta estudo do IBGE

Apenas 17,7% das cidades brasileiras têm livrarias, aponta estudo do IBGE | Inovação Educacional | Scoop.it
Pesquisa também mostra que negros têm menos acesso a museus e cinemas do que brancos
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Crises de pânico passam e não deixam sequelas, mas é preciso tratar a causa

Crises de pânico passam e não deixam sequelas, mas é preciso tratar a causa | Inovação Educacional | Scoop.it

Do ponto de vista neuropsiquiátrico existe um jogo entre duas regiões do cérebro. O córtex pré-frontal e a amídala. Essa amídala cerebral é o centro que dispara essas reações primitivas, de ansiedade extrema, que por sinal são muito adequadas a situações de fato extremas. Não confundir com a amídala que existe na nossa garganta e não serve para muita coisa além de proporcionar amidalites e fazer sofrer.
Já o córtex pré-frontal serve, entre outras coisas, para controlar essas respostas exageradas e conseguir planejar soluções menos radicais. Ou seja, durante uma crise de pânico temos uma diminuição da atividade pré-frontal e um aumento da atividade da amídala.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

As universidades com melhor desempenho em indicador de qualidade do MEC

As universidades com melhor desempenho em indicador de qualidade do MEC | Inovação Educacional | Scoop.it

Apenas 42 entre 2.052 instituições de ensino superior de todo o país —o que corresponde a um percentual de 2%— atingiram em 2018 o conceito máximo do IGC (Índice Geral de Cursos), indicador de qualidade do MEC (Ministério da Educação).
Os dados foram divulgados hoje pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), autarquia do MEC que, entre outras tarefas, é responsável pelas avaliações e indicadores da educação superior.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

A necessidade de (re)inventar a educação em tempos digitais

A necessidade de (re)inventar a educação em tempos digitais | Inovação Educacional | Scoop.it

Não existe uma receita pronta, mas, alguns caminhos necessários. O primeiro é compreender que é necessário realizar o básico na educação, pautando-se em assuntos relevantes, como alfabetização na idade certa, princípios integrais e tornar o aprendizado significativo para o estudante. E todos temos responsabilidades nessas ações.
O lúdico, por exemplo, não precisa estar presente somente na educação infantil e/ou nos anos iniciais no ensino fundamental I. Ele pode e deve estar presente também em todo o processo de escolarização.
Outro ponto é garantir uma restruturação na carreira docente em condições de trabalho e remuneração, além da formação inicial e formação continuada que dialogue com a necessidade desses novos tempos.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Por uma avaliação qualitativa e humanista da educação básica

Por uma avaliação qualitativa e humanista da educação básica | Inovação Educacional | Scoop.it
Educação inclusiva, trabalho com múltiplas inteligências, acolhimento aos que tem distúrbios cognitivos? Nem pensar. Formação em competências socioemocionais para superar situações de indisciplina e criar comportamentos mais produtivos? Dá trabalho e o resultado é incerto. Também não é possível medir qualidade na educação básica mensurando apenas resultados em testes de múltipla escolha sobre conteúdos enciclopédicos. Ética nas relações pessoais, resiliência, criatividade, comunicação oral, capacidade de trabalhar em equipe, de liderar, empreender e resolver problemas práticos, habilidades artísticas e destreza motora são marginalizados nesse contexto. Nada disso é mensurado no Pisa, por exemplo.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Educação Financeira #67: Como se planejar para ter um negócio próprio

Educação Financeira #67: Como se planejar para ter um negócio próprio | Inovação Educacional | Scoop.it
Para trabalhar por conta própria, é preciso ter muita organização financeira, disciplina e preparação.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Igreja defende educação em escolas católicas

Igreja defende educação em escolas católicas | Inovação Educacional | Scoop.it
Dom Angelo Vincenzo Zani, secretário da Congregação para a Educação Católica da Santa Sé, falou sobre a visão do papa Franscisco para o assunto
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

EAD torna o nível superior acessível

Vídeos legendados e tradução em Libras ou narrações são estratégias inclusivas
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Comissão externa que acompanha trabalhos do MEC aprova relatório final 

Comissão externa que acompanha trabalhos do MEC aprova relatório final  | Inovação Educacional | Scoop.it
Relator diz que próximos passos devem incluir apresentação do parecer ao ministro da Educação e equipe, se assim o desejarem
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

76,3% dos adultos preferem cursos totalmente a distância no Brasil

76,3% dos adultos preferem cursos totalmente a distância no Brasil | Inovação Educacional | Scoop.it
Este dado é apresentado pelo Censo EAD.BR, realizado pela Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), que de acordo com registro mais atual (lançado recentemente) soma mais de 9 milhões de alunos.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Universidades devem garantir diploma digital até o final de 2021

Universidades devem garantir diploma digital até o final de 2021 | Inovação Educacional | Scoop.it

As instituições de ensino superior do país terão até o fim de 2021 para se adequar ao processo de emissão de diplomas digitais. Os documentos físicos poderão continuar a ser fornecidos.
O MEC (Ministério da Educação) trabalha nas adequações das regras desde 2018, ainda no governo Michel Temer (MDB). 
Em março deste ano, já sob o governo Jair Bolsonaro, a pasta regulamentou a medida em portaria. Nesta terça-feira (10), anunciou uma nova portaria, ainda não publicada, que trará padrões de segurança e requisitos de informação. 
A adequação seria contada a partir de março, mas, agora, ganhou novo prazo, que se encerra em dezembro de 2021.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

O que é interface cérebro-computador?

O que é interface cérebro-computador? | Inovação Educacional | Scoop.it
Nossa primeira reação costuma ser a de pensar que o celular está nos ouvindo. Essa hipótese é veementemente negada pelas empresas de tecnologia, e testes independentes não conseguiram detectar nenhum tipo de espionagem de som por parte dos aparelhos enquanto seu microfone está desativado. Apesar disso, denúncias já mostraram que as Big Techs armazenavam falas de usuários para treinar suas inteligências artificiais (sem processar esses registros, justificam as empresas). Resta uma pergunta: será que as empresas de tecnologia estão lendo nossas mentes?
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Startups levam inovação aos canteiros de obras

Startups levam inovação aos canteiros de obras | Inovação Educacional | Scoop.it
Construtechs criam ferramentas que ajudam a reduzir custos, controlar prazos e acompanhar projetos
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Curso de graduação testa formato pioneiro, sem grade curricular fixa

Curso de graduação testa formato pioneiro, sem grade curricular fixa | Inovação Educacional | Scoop.it

No lugar de uma grade curricular fixa, o aluno se inscreverá em projetos, com duração média de um semestre. As avaliações também serão diferentes das provas tradicionais, que costumam dar frio na barriga nos estudantes. Por meio do Canvas, ambiente virtual de aprendizagem utilizado pela PUC Minas, os professores e coordenadores poderão acompanhar cada detalhe do desempenho dos alunos ao longo do semestre.
A escolha de um curso online para testar esse modelo de educação se deveu justamente à possibilidade de fazer um monitoramento da performance dos alunos através da coleta de dados no ambiente virtual de aprendizagem. Estarão registrados na base de dados do Canvas informações como o nível de participação dos estudantes, a retenção de conteúdo, e a conclusão das tarefas.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Sonhos podem ajudar cérebro a esquecer memórias inúteis, diz estudo

Sonhos podem ajudar cérebro a esquecer memórias inúteis, diz estudo | Inovação Educacional | Scoop.it
Quando dormimos o cérebro faz uma limpeza das memórias que fizemos enquanto estamos acordados, escolhendo o que é importante e o que é dispensável. O esquecimento é um processo ativo, mas ainda não há muitas informações sobre esse processo durante os estágios de sono.
more...
No comment yet.