BOCA NO TROMBONE!
154.6K views | +0 today
Follow
BOCA NO TROMBONE!
Uma tribuna livre. Ninguém é obrigado a concordar com tudo. DISCORDE!
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Rescooped by anisio luiz nogueira from I Shall Sing 2013
Scoop.it!

Elis Regina ~ March 17, 1945 - January 19, 1982 ~ "Águas de Março" (Elis Regina & Tom Jobim)

Elis Regina Carvalho Costa, known simply as Elis Regina (Porto Alegre, March 17, 1945 – São Paulo, January 19, 1982) was an important singer of Brazilian popular music. She became nationally renowned in 1965, after singing "Arrastão" (composed by Edu Lobo and Vinícius de Moraes) in the first edition of TV Excelsior festival song contest, and soon joined O Fino da Bossa, a television program on TV Record. Elis was noted for her perfect vocalization, as well as for her personal interpretation and outstanding performances in shows. She recorded several successful compositions, such as "Como nossos pais" (Belchior), "Upa Neguinho" (E. Lobo and Gianfrancesco Guarnieri), "Madalena" (Ivan Lins), "Casa no Campo" (Zé Rodrix and Tavito), "Águas de Março" (Tom Jobim), "Atrás da porta" (Chico Buarque and Francis Hime), "O bêbado e a equilibrista" (Aldir Blanc and João Bosco), "Conversando no bar" (Milton Nascimento), etc. Her premature death, at the age of 36, shocked Brazil. Elis Regina is widely regarded as the best Brazilian singer of all times by many critics, musicians, and commentators.

 

Elis Regina was born in Porto Alegre, where she began her career as a singer at age 11 on a children's radio show, O Clube Do Guri on Rádio Farroupilha. In 1959, she was contracted by Rádio Gaúcha and in the next year she travelled to Rio de Janeiro where she recorded her first LP, Viva a Brotolândia (Long Live Teenage Land).

 

She won her first festival song contest in 1965 singing Arrastão (Pull The Trawling Net) by Edu Lobo and Vinícius de Moraes, which, when released as a single, made her the biggest selling Brazilian recording artist since Carmen Miranda. The second LP with Jair Rodrigues, Dois na Bossa, set a national sales record and became the first Brazilian LP to sell over one million copies. Arrastão by Elis also launched her career for a national audience, since that festival was broadcast via TV and radio. For the history of Brazilian music, the record represented the beginning of a new musical style that would be known as MPB (Música Popular Brasileira or Brazilian Popular Music), distinguished from the previous bossa nova.

 

In the late 1960s and early 1970s, along with Gal Costa, Caetano Veloso and Gilberto Gil, Elis Regina helped to popularize the work of the tropicalismo (Tropicália) movement, recording songs by musicians such as Gilberto Gil. Her 1974 collaboration with Antonio Carlos Jobim, Elis & Tom, is often cited as one of the greatest bossa nova albums of all time, which also includes what many consider the all-time best Brazilian song, "Águas de Março". She also recorded songs by Milton Nascimento, João Bosco, Aldir Blanc, Chico Buarque,Guinga, Jorge Ben, Baden Powell, Caetano Veloso and Rita Lee. Her nicknames were "furacão" ("hurricane") and "pimentinha" ("little pepper"). __ http://en.wikipedia.org/wiki/Elis_Regina

 

__ http://www.connectbrazil.com/elis/main/chronology.html

__ http://en.wikipedia.org/wiki/Waters_of_March


Via Rob McCausland
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from Inovação Educacional
Scoop.it!

A nova cultura brasileira é produzida na internet

O novo Tom Jobim não vai sair do trio elétrico

Eu havia acabado de reabastecer meu copo de caju amigo quando me conectei à internet. Era segunda de carnaval e estava longe da rede, num canto do litoral paulista em que o celular só pega na praia. Estava pronto para fotografar uma rara manhã de sol deste verão quando a notícia chegou, nem lembro se por Twitter, Facebook, e-mail ou Instagram.

Em poucos minutos, todos estes ambientes falavam do mesmo assunto: o papa tinha renunciado. Comentei com a minha mulher e sua primeira pergunta foi a mesma que tive: “E pode?”. Li algumas manchetes para ela, conversamos preguiçosamente sobre o tema e voltamos a lagartear sob o sol.

Só quando voltei do feriado me deparei com a avalanche de piadas, paródias, remixes, mashups, montagens, memes e todo tipo de gracinha que a internet nos premia diariamente. Segundo o site Know Your Meme, melhor catálogo dessas manifestações, a primeira piada visual sobre a renúncia do papa foi uma foto de Bento XVI acompanhada da legenda: “Escolhido por Deus. Desiste”.

Mas em pouco tempo as piadas saíam do âmbito religioso, político e sexual (afinal é inevitável associar a notícia aos casos pedofilia envolvendo integrantes da igreja), até chegar ao puro nonsense típico deste humor da internet.

Entre as brincadeiras, estavam os inevitáveis mashups de outros memes. O cartaz de Keep Calm & Carry On virou Keep Calm & Resign. O “Hope” – esperança, em inglês – com a cara de Barack Obama foi substituído por “Pope” – papa – ou “Flop” – fracasso, – com a cara de Joseph Ratzinger.

Outra piada aproveitava a semelhança física do papa com o Imperador da trilogia original de Guerra nas Estrelas para rir de uma “coincidência” entre a renúncia e o anúncio sobre os três novos filmes da grife de George Lucas. Já o usuário do Twitter Six Form Poet escreveu: “o papa dificilmente é a primeira pessoa a perder o interesse em seu trabalho depois que entrou no Twitter


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from Egypt's New Dawn
Scoop.it!

UK Response to Violence at Home - Independent travel and accommodation at Mara House Luxor

UK Response to Violence at Home - Independent travel and accommodation at Mara House Luxor | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it
So far UK has been quiet in response to what is happening in Egypt and rightly so, with the exception of William Hague’s bit of non-specific waffle deploring deaths etc.

Via Marie Mara Vaughan
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from Saif al Islam
Scoop.it!

Colaborador de Gadafi: "Nosotros vamos a recuperar Libia, no tengan dudas" | CONTRAINJERENCIA

Colaborador de Gadafi: "Nosotros vamos a recuperar Libia, no tengan dudas" | CONTRAINJERENCIA | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it
CARLOS AZNÁREZ / Resumen Latinoamericano – El caso de la invasión de los países de la OTAN a Libia ha dado mucho que hablar, sobre todo por generar una matriz que ahora intenta ser repetida en Siria, aunque en este último país las cosas no están...

Via Quociente Cultural
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from The Art of Literature
Scoop.it!

Pesquisadores comemoram os 190 anos do poeta Gonçalves Dias

Pesquisadores comemoram os 190 anos do poeta Gonçalves Dias | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it
Maranhense é um dos maiores nomes do romantismo brasileiro.
Memorial será criado para preservar trabalho do poeta.

Via Sandra V. Barbosa
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from CULINÁRIA SEM DESPERDÍCIO
Scoop.it!

nossareceita100: COCADA DA ENTRECASCA DA MELANCIA

nossareceita100: COCADA DA ENTRECASCA DA MELANCIA | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it

Via Maria Dirce Vilela Alves
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from Ancient Egypt and Nubia
Scoop.it!

All About The World's Pyramids (INFOGRAPHIC) -

All About The World's Pyramids (INFOGRAPHIC) - | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it

Find out what all pyramids around the world have in common, what their purpose was and much more surprising pyramid facts.

 

http://www.shondabrock.com/#/blog/4559736266/All-About-The-World's-Pyramids-(INFOGRAPHIC)/6218409

 


Via Shonda Brock
more...
Aladin Fazel's curator insight, July 27, 2013 3:22 AM

just fascinating!!

Rowena ButedHIST1014's curator insight, February 8, 2014 1:22 AM

This article is actually an image of a brief description about the pyramids and how they were built. I am sure that i am not the only person with the impression that slaves or some type of prisoners were used to build the pyramids I actually learned that pyramids were used to ascend the dead to heaven when mummified in the tombs within the pyramids!. 

Rescooped by anisio luiz nogueira from The Art of Literature
Scoop.it!

Autor por Autor: Milton Hatoum

O programa destaca a vida do escritor Milton Hatoum e sua incursão na carreira literária, desde o lançamento de seu livro de poesias até a publicação do prim...

Via Sandra V. Barbosa
more...
Raíssa Pereira's curator insight, October 2, 2015 8:17 PM

O autor Milton Hatoum fala sobre sua relação com a literatura, sua iniciação como leitor e também sobre suas experiências como autor.

Scooped by anisio luiz nogueira
Scoop.it!

28% dos apps mais populares omitem política de privacidade - Vida ...

28% dos apps mais populares omitem política de privacidade - Vida ... | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it
28% dos aplicativos mais populares não oferecem política de privacidade.
more...
No comment yet.
Scooped by anisio luiz nogueira
Scoop.it!

'Amélie Poulain' terá versão musical na Broadway

'Amélie Poulain' terá versão musical na Broadway | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it
Filme que consagrou a atriz Audrey Tatou teve cinco indicações ao Oscar.
Notícia foi dada pelo compositor Dan Messe em sua página no Facebook.
more...
No comment yet.
Scooped by anisio luiz nogueira
Scoop.it!

Sem assinaturas suficientes, Senado aborta CPI da Copa do Mundo - esportes - Estadao.com.br

Sem assinaturas suficientes, Senado aborta CPI da Copa do Mundo - esportes - Estadao.com.br | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it
BRASÍLIA - A retirada de assinaturas por quatro senadores enterrou a proposta de uma CPI mista sobre a Copa do Mundo. O requerimento acabou não atingindo (Na verdade não é instalada por uma questão política.
more...
No comment yet.
Scooped by anisio luiz nogueira
Scoop.it!

“Eu não me considero um grande artista”: a arte de ser Woody Allen ...

“Eu não me considero um grande artista”: a arte de ser Woody Allen ... | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it
Com filme novo na praça, 'Blue Jasmine', o gênio do cinema abre o coração com exclusividade para o Diário. Woody Allen está de volta com Blue.
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from Bussolando...
Scoop.it!

Capixaba aprovado em Harvard diz não ser fanático por estudos e que muitos se limitam ao "arroz com feijão".

20/05/2013 - Aos 19 anos, Gabriel Guimarães nega o rótulo de superinteligente e garante que, no dia a dia, é igual a qualquer rapaz da sua geração

A última quarta-feira foi especial para o estudante Gabriel Guimarães, morador de Fradinhos, em Vitória. Aos 19 anos, o jovem pegou o documento de conclusão do ensino médio profissionalizante pelo Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). Foi o último passo em sua trajetória de estudos no Brasil. No próximo mês, ele segue para a Alemanha, onde passará por um estágio de dois meses em uma indústria automotiva. Gabriel volta ao país em agosto para um "pit-stop" de três semanas; tempo suficiente para respirar, despedir-se da família e ir para os Estados Unidos, onde foi aprovado na Universidade de Harvard, uma das instituições mais respeitadas do mundo. 

Nunca antes um capixaba alcançou tal aprovação. Apesar do ineditismo e do "sim" recebido em outras duas tradicionais instituições norte-americanas – o Massachusetts Institute of Technology (MIT) e a Universidade de Yale –, Gabriel garante: não precisou sacrificar a juventude. "Sempre tive facilidade de aprender e não sou fanático por estudar o dia inteiro", diz o rapaz.

A seguir, Gabriel conta que nunca fez curso de inglês, aponta dificuldades no sistema educacional do Brasil e dá uma dica para os jovens que, como ele, sonham em ir além dos próprios limites.

Você se considera inteligente?

Sempre tive muita facilidade de aprender. Por exemplo, no ano passado tive que fazer provas de biologia e química para as universidades dos Estados Unidos. Eu tinha que comprovar que sabia disciplinas do ensino superior. O problema é que eu não sabia essas matérias! Tinha estudado muito pouco de biologia e química no ensino médio, porque o foco do Ifes são mais as exatas e matérias técnicas. Tive duas semanas para aprender química e duas para aprender biologia. Matérias de alguns anos eu aprendi em um mês.

Para conseguir tantas aprovações, qual ritmo de estudos você adotou?

Estudava cinco horas por dia, mais ou menos. Foi o período em que mais estudei na minha vida. Fazia um simulado por dia, fora o período de aulas do Ifes. Mas isso durou só dois meses, não o ano todo.

E seus amigos, como encaram isso? Ou eles lhe pediam "cola" na prova?

Já ajudei muitos amigos, mas os amigos também me ajudavam. Eu não sei tudo (risos). Eles encaram de forma bem natural.

Havia algo em que você não tirava as melhores notas?

Não sou fanático por estudar o dia inteiro. Achava horríveis as matérias que tinha que decorar. Isso também depende muito do professor; às vezes ele consegue expor o conteúdo te fazendo pensar, seja em Língua Portuguesa, História, Geografia. É possível fazer o aluno pensar. Eu gosto do que me faz me desafiar. Do que não me desafia eu não gosto.

Acha que o método brasileiro não incentiva o aluno?

Com certeza não. Lá nos Estados Unidos há uma valorização de atividades extracurriculares que não existe aqui. Para entrar na faculdade lá fora, além do histórico de notas, você tem que mandar redações sobre coisas que foram importantes para você e as atividades que desempenhou. Isso pesa muito, mas aqui não vale absolutamente nada. Os Estados Unidos valorizam quem quer sair do básico, enquanto aqui o que vale é só a nota do vestibular.

E quando foi que você decidiu que queria ir para Harvard?

Há uns cinco anos, aconteceu que um aluno da minha sala chegou para mim e disse "Gabriel, sai daqui, você é muito inteligente. Vai para Harvard". Eu disse "cara, nunca tinha pensado nisso". Quando cheguei em casa, entrei no site e comecei a olhar tudo. Vi que era muito caro, mas que eles dão bolsas.

Quão caro?

Muito, muito, muito caro. O custo é de, em média, R$ 10 mil por mês. Nessa conta estão incluídas alimentação, moradia, uma passagem de ida e volta ao Brasil uma vez por ano. É um custo para estudar, morar e fazer tudo. Desse total, R$ 7 mil vão para a faculdade e R$ 3 mil é para custeio, para comer, viver.

E as bolsas de estudo que você mencionou? Como é isso?

O critério é bem interessante: a bolsa não é dada por mérito. Depois que um aluno passa em Harvard, no MIT, em Yale, nessas universidades top, eles têm a noção de que todo mundo é igual. Se você passou, você merece estar lá. Então eles analisam seu imposto de renda e te dizem de quanto será a bolsa com base no que a família pode pagar. Consegui uma bolsa bem condizente com o perfil da minha família. E lá também é fácil trabalhar no Google e na Microsoft nos meses de verão. Elas pagam muito bem. Pode-se dizer que meus pais não terão que pagar nada.

Tem algum segredo para tantas aprovações? Porque, convenhamos, o que se imagina é que você seja superinteligente...

Esse negócio de ser superinteligente é relativo. Conheço muita gente, muitos amigos, que têm potencial tão grande ou maior que o meu, só que muitas vezes não tentam sair do feijão com arroz e fazer coisas a mais. Então acabam não se sobressaindo. Creio que um dos diferenciais nesse meu processo foi o fato de sempre tentar criar oportunidades diferentes, sair da escola. As pessoas, por falta de formação ou de vontade, acabam não tendo esse intuito.

Você lê muito?

Adoro ler, desde pequenininho. Sempre li romances, ficção, qualquer coisa de literatura. Quando era pequeno, lia Harry Potter. Em certo momento percebi que estava lendo as traduções e que isso não era bom. Eu queria ler os originais, para saber o que os autores de fato escreveram. Isso também ajudou a melhorar meu inglês. Em um verão, quando tenho bastante tempo livre, consigo ler uns 30 livros.

Você fez cursos de idioma?

Nunca estudei inglês fora da escola. Só tive as aulinhas básicas. Aprendi lendo em inglês, conversando com minha irmã, vendo filmes na internet. 

Ah, você tem uma irmã...

A Carolina, de 16 anos. Ela também está fazendo Eletrotécnica, como eu, no Ifes. Ela sabe mais Física que eu, está se preparando para ir para a Olimpíada Mundial. A Carolina foi muito importante para a minha decisão, porque há cinco anos, quando eu decidi que queria ir para os Estados Unidos, ela era bem menor, tinha só 11 anos, mas decidiu a mesma coisa. Desde então, começamos a só falar em inglês entre nós; em casa, na rua, em qualquer lugar. Isso nos ajudou a aprender mais.

Quando passou em Harvard, você revelou que toca violão. Música é uma de suas paixões?

Com certeza. Há vários anos eu toco violão, recentemente comecei a tocar piano. Adoro jazz, blues, MPB, bossa-nova... músicas "velhas". Gosto de Chico Buarque, Tom Jobim, João Gilberto. Esses caras são demais.

Entre letra e música, o que pesa mais para definir sua preferência?

Gosto de música. Melodia e harmonia são bastante importantes. Mas há letras maravilhosas. Chico tem letras apaixonantes. "João e Maria" é uma música linda, assim como "Construção".

E esportes o atraem?

Nunca fui muito fã, mas gosto de correr. Também tenho frequentado academia. Gosto também de jogar baralho com meus amigos. Em casa faço coisas bastante normais. Saio com os amigos para ver filmes, tocar instrumentos, ler... faço tudo que o pessoal da minha idade faz.

Com tanta coisa ao mesmo tempo, há tempo de namorar?

Se eu namoro? (risos) Já tive duas namoradas, uma no Brasil e outra na Alemanha. Mas desde o ano passado, não me envolvo com ninguém.

Depois da graduação, pretende voltar para o Brasil?

É difícil responder, porque é uma decisão muito futura. Estou aberto às oportunidades, mas provavelmente eu vou querer fazer especialização e mestrado por lá. Falta muito tempo ainda.

No Brasil a gente vê que poucos jovens se interessam por política. E você?

Lá em Harvard política é uma das áreas que mais pesam. Os alunos são obrigados a saber de política; as faculdades de mais renome levam em conta que "um homem sábio sabe um pouco de tudo e uma coisa muito bem". A frase é de um ex-presidente americano, se não me engano. Eles dizem que você tem que estudar um pouco de tudo. Aqui no Brasil, se você estuda Engenharia, só vai saber as coisas ligadas à Engenharia, mesmo que em alguns casos possa pegar matérias de outras áreas. O desinteresse político é um reflexo do sistema educacional. Isso é explícito.

 


Via Adriane Lobão
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from Didactics and Technology in Education
Scoop.it!

Acesse gratuitamente o acervo digital de Tom Jobim

Acesse gratuitamente o acervo digital de Tom Jobim | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it
Página criada pelo Instituto Antônio Carlos Jobim possui diferentes materiais divididos por categorias, entre elas "Textos", "Áudio" e "vídeo".

Via Rogério Rocha, Luciana Viter, Rui Guimarães Lima
more...
Rogério Rocha's curator insight, March 22, 2013 7:28 AM

A preciosa produção do nosso Maestro Soberano.

Rescooped by anisio luiz nogueira from Egyptian History Resources
Scoop.it!

'Fakebook'! Create a Fake Facebook Profile Wall using this generator

'Fakebook'! Create a Fake Facebook Profile Wall using this generator | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it

A generator to create a fake Facebook profile for a literary/historical figure or even a concept/theme.


Via Toni Smid, LRasheed
more...
Ainsley Ballinger's curator insight, May 21, 2016 1:32 AM
Looks like a great sight for students and teachers to use safely. Rather than using Facebook that is a social media domain, students can create profiles using "Fakebook". Definitely something to consider especially for historical figures. It can show who their allies (friends) were, who they were enemies with (blocked), etc.
Rescooped by anisio luiz nogueira from Glossarissimo!
Scoop.it!

(IT) - Glossario olio d'oliva | Tius.it

(IT) - Glossario olio d'oliva | Tius.it | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it

"Le origini dell'olivo si confondono con quelle della civiltà del Mediterraneo; i primi uliveti furono coltivati in Siria e in Palestina, intorno al 1000 a.C. vennero diffusi anche in Italia. La pianta dell'ulivo ha bisogno, per svilupparsi, di acqua, sole e terreni non molto profondi.

E' particolarmente importante sapere che l'olio di oliva:

• è l'unico alimento fondamentale che derivi da un frutto, mentre tutti gli altri oli derivano da semi;
• è estratto dalle olive con mezzi meccanici, al contrario degli altri oli che vengono estratti tramite l'uso di prodotti chimici (normalmente solventi);
• è immediatamente commestibile in quanto non ha bisogno di alcun processo di rettificazione chimica;
• conserva integro tutto il suo patrimonio nutrizionale che possedeva all'interno del frutto stesso;

ed è da 5000 anni che si ottiene dalla spremitura di olive macinate, separando l'olio dall'acqua di vegetazione.

L'olio di oliva per chiamarsi vergine deve essere ottenuto dal frutto dell'ulivo soltanto mediante processi meccanici, in condizioni, soprattutto di temperatura, che non causino alterazioni dell'olio. L'olio non deve aver subito processi diversi dal lavaggio, decantazione, centrifugazione e filtrazione. Gli oli di oliva ottenuti con ..."


Via Stefano KaliFire
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from São Tomé e Príncipe
Scoop.it!

Mandioca de mais de 16 kg apanhada em Ôbô-Izaquente

Mandioca de mais de 16 kg apanhada em Ôbô-Izaquente | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it

A natureza continua a fazer das suas, como é este caso de uma mandioca de 16 quilos e 650 gramas que surpreendeu um Agricultor, quando arrancava há dias um pé da mandioqueira na sua lavra em Ôbô-Izaquente, distrito de Mé-Zóchi em SãoTomé.

 

Joaquim Vaz, agricultor há 12 anos, pai de 3 filhos que faz da agricultura o seu sustento, disse à imprensa que nunca imaginou arrancar uma mandioca desse tamanho. Admite ter sido uma dádiva divina. Ficou mais surpreendido, conforme disse, porque “não uso fertilizante na agricultura para produzir tubérculo de tamanho peso”. Diz ainda que não se trata de apenas uma mandioca, mas sim, duas. A outra menor, que o agricultor considera de fêmea, pesa 16 e 200 gramas.

 

Joaquim Vaz, 45 anos, reside em Ponte Graça, bairro da cidade de São Tomé, é filho do agricultor Gemino Vaz que reside em Changra, distrito de Lobata.
Além de mandioca que vende para fábricas de farinha no país, Joaquim Vaz também cultiva outras plantas, como bananeiras, mamoeiros e outras espécies agrícolas.

 

 Lúcio Santos


Via saotomeprincipe
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from Gastronomia Brasileira
Scoop.it!

Como comer comidas saudaveis no dia a dia

Como comer comidas saudaveis no dia a dia | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it
Ter uma alimentação saudável é a chave para uma boa saúde: evita hipertensão, diabetes, ajuda a perder e manter o peso, melhora a aparência da pele, dos…...

Via Maria Aparecida de Alcântara Rodrigues Oliveira
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from Beautiful Egypt Pyramids
Scoop.it!

Things you need to know about Egypt culture

Things you need to know about Egypt culture | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it

Egypt is a fabulous country and is one of the most visited holiday destinations in the world. You may explore the whole of the world, but if you haven't visited Egypt, then you cannot call yourself a true backpacker. The beauty of the pyramids and other historical buildings of this country are simply intriguing. There is a sense of getting goose bumps when you stand before the might of Giza's Great Pyramid or when you try to look for the nose of the Great Sphinx!


Via Egypt Travel Experts
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from Beautiful Egypt Pyramids
Scoop.it!

Things You Need To Know About Egypt Culture

Things You Need To Know About Egypt Culture | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it

Egypt is a fabulous country and is one of the most visited holiday destinations in the world. You may explore the whole of the world, but if you haven’t visited Egypt, then you cannot call yourself a true backpacker. The beauty of the pyramids and other historical buildings of this country are simply intriguing. There is a sense of getting goose bumps when you stand before the might of Giza’s Great Pyramid or when you try to look for the nose of the Great Sphinx! However, though traveling to this country is easy and cost-effective, you need to conduct yourself in accordance with the local Egypt culture. .


Via Egypt Travel Experts
more...
Andreina Ruiz's curator insight, January 28, 2014 11:17 PM

Egypt is one of the most visited country in the world. The popular sites are the Pyramids of Giza, Abu Simbel or the west bank of Luxor and few others. I have not traveled to Egypt, but it is one of the countries listed for me to visit soon. I was actually not aware about Egypt Culture restrictions in how you should not show any love affection to your partner in public and for a woman not to show a lot of skin.

Rescooped by anisio luiz nogueira from The Art of Literature
Scoop.it!

Opinião: Livros que são paixão de jovens são os que mais têm memória vilipendiada

Opinião: Livros que são paixão de jovens são os que mais têm memória vilipendiada | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it
A medida da rejeição de um livro amado na juventude é a mesma desse amor, só que ao contrário. Nós, que amávamos tanto "O Jogo da Amarelinha", hoje sabemos disso.

Via Sandra V. Barbosa
more...
No comment yet.
Scooped by anisio luiz nogueira
Scoop.it!

Por respiro na articulação, PMDB impõe lista de cargos ao Planalto ...

Por respiro na articulação, PMDB impõe lista de cargos ao Planalto ... | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it
Depois de garantir posições no Ministério da Agricultura e na Infraero, sigla aliada tenta assegurar “joia da coroa”: a diretoria de Abastecimento da Petrobras.
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from The Art of Literature
Scoop.it!

20 curiosidades literárias que você provavelmente não sabia

20 curiosidades literárias que você provavelmente não sabia | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it

Todos nós estamos cansados de ouvir que ler é bom. Durante a vida, do vovô ao professor de português, diversas pessoas pregam, insistentemente, que se deve ler de bulas de remédio à revistas científicas. Sem se esquecer dos clássicos.

Pois estão todos cobertos de razão.

Mas o objetivo no momento é um pouco diferente. Se você, que chegou até aqui, não tem por costume a literatura, talvez fique um pouco perdido. No entanto, se é familiarizado ou, como muitos, aficionado pelo tema, fará bom proveito, certamente.


Via Sandra V. Barbosa
more...
No comment yet.
Rescooped by anisio luiz nogueira from The Art of Literature
Scoop.it!

Crítica: Flores Raras, com Glória Pires

Crítica: Flores Raras, com Glória Pires | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it

Lá, seria difícil imaginar uma cena como aquela envolvendo um bebê, uma realidade tão brasileira e praticamente alienígena para um estrangeiro.


Via Sandra V. Barbosa
more...
No comment yet.