The Power in a Collaborative Society
2 views | +0 today
Follow
The Power in a Collaborative Society
O poder é um sistema, não uma entidade, mesmo que possa se usar uma pessoa como símbolo ou msm uma idéia, o poder é relacional, e necessita de um comprometimento e ligações sistemicas, pois, basicamente, o poder está claro no "poder", uma ação capaz de passar os limites pré estabelecidos, e para isso é necessário uma intensificação de fluxo e uma auto sustentação nesse sistema, para se impor nos limites externos à esse sistema. Fluxo em rede já estimula certas concentrações de http://powernetwork.wordpress.com/
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Vanessa Aires Gomes
Scoop.it!

ai wei wei: absent

ai wei wei: absent | The Power in a Collaborative Society | Scoop.it
minimal exposition - a contemporary art daily: painting, sculpture, photography, performance, installation, earth, abstract, conceptual, music, video
Vanessa Aires Gomes's insight:
Ai Weiwei é o artista que melhor trabalha a estrutura de poder e como ela se constroi na relação.
more...
No comment yet.
Scooped by Vanessa Aires Gomes
Scoop.it!

House-shaped void cuts through school of architecture by Aires Mateus

House-shaped void cuts through school of architecture by Aires Mateus | The Power in a Collaborative Society | Scoop.it
Aires Mateus has completed a new architecture facility at a university in western Belgium, featuring a huge gabled opening and a double helical staircase.
Vanessa Aires Gomes's insight:
As estruturas que se impôe nos espaços, também são relações de poder, contudo em potencial se a estrutura não é apropriada por fluxos...
more...
No comment yet.
Scooped by Vanessa Aires Gomes
Scoop.it!

Head On | Cai Guo-Qiang

Head On | Cai Guo-Qiang | The Power in a Collaborative Society | Scoop.it
Cai Guo-Qiang
Vanessa Aires Gomes's insight:
Acho essa obra de Cai Guo-Qiang muito representativa do que seria o sistema de poder, tanto no trajeto que se repete para todos os lobos, e por seu enredo de cairem e se levantarem, e, ainda, assim continuarem o processo, gerando uma grande intensidade e fluxo de um movimento automatizado e continuo, que possibilita a expansão de seu desejo instintivo.
more...
No comment yet.