Deve ser concebido por forma a permitir que todos tenham acesso às diferentes oportunidades existentes: isto é, à cultura, aos espaços, aos edifícios, às comunicações, aos serviços, à economia, à participação, etc..

Um meio edificado acessível constitui elemento chave para o funcionamento de uma sociedade assente em direitos iguais, dotando os seus cidadãos de autonomia e de meios para a prossecução de uma vida social e economicamente activa.

Constitui o fundamento de uma sociedade inclusiva, baseada na não discriminação.

A nossa sociedade assenta na diversidade, que exige a construção de um meio físico sem barreiras e que não crie deficiências e incapacidades.

Todos nós, como cidadãos do mundo, devíamos parar para pensar que nos pode acontecer algo de repente: ficar paralisado, cego, Surdo, e depois… onde estão as condições acessíveis? Só depois do acontecimento é que a pessoa acidentada sente as verdadeiras barreiras, os derradeiros obstáculos, que por muito pequenos que sejam tornam-se num verdadeiro inferno!

Nesse sentido, devemos sensibilizar todos os seres-humanos para pensarem um pouco, porque, como muita gente diz, “mais vale prevenir do que remediar…” e não podemos voltar atrás pois a vida só tem um sentido! Por isso a acessibilidade deve ser obrigatória em todas as áreas."/>
O que é a Acessibilidade?
1 view | +0 today
Follow
O que é a Acessibilidade?
Por vezes, nas nossas vidas, deparamo-nos com obstáculos que nos parecem insignificantes, e muitas vezes basta um pequeno gesto, um pouco de cimento para construir a rampa que poderá fazer toda a diferença.
Acessibilidade significa não apenas permitir que pessoas com necessidades especiais participem em múltiplas actividades, mas sim que todas as pessoas devem ser inclusivas. Esta flexibilidade permite a sua utilização por pessoas com necessidades especiais, bem como a utilização em diferentes ambientes e situações, e através de vários equipamentos ou navegadores.

Neste sentido, entendemos inclusão como uma área em que é negado o acesso a um grupo social, perdendo-se o direito a oportunidades iguais capazes de tornar a sociedade mais justa.

A "acessibilidade" definida no dicionário é uma palavra que mostra a qualidade de ser acessível; a palavra "acessível", é um termo que indica aquilo a que se pode chegar facilmente. Na área da Deficiência, quando este termo começou a ser utilizado, designava a eliminação de barreiras arquitectónicas. Na verdade, a expressão mais frequentemente usada era "eliminação de barreiras", pois ficava subentendido que a pessoa se referia às barreiras arquitectónicas. A sensação que as pessoas tinham (tanto as pessoas com necessidades especiais, quanto familiares, amigos e profissionais) era muito negativa: a palavra era usada para demonstrar que a cidade era vista como um lugar perigoso, cheio de armadilhas e obstáculos a serem enfrentados, que requeriam disposição e paciência, todo dia. Nada era fácil, nada era possível. O meu físico edificado deve permitir que todos os indivíduos se desenvolvam como pessoas que são. Assim, o design tem de ter em conta a diversidade da população e a necessidade que todos têm de ser independentes.

Deve ser concebido por forma a permitir que todos tenham acesso às diferentes oportunidades existentes: isto é, à cultura, aos espaços, aos edifícios, às comunicações, aos serviços, à economia, à participação, etc..

Um meio edificado acessível constitui elemento chave para o funcionamento de uma sociedade assente em direitos iguais, dotando os seus cidadãos de autonomia e de meios para a prossecução de uma vida social e economicamente activa.

Constitui o fundamento de uma sociedade inclusiva, baseada na não discriminação.

A nossa sociedade assenta na diversidade, que exige a construção de um meio físico sem barreiras e que não crie deficiências e incapacidades.

Todos nós, como cidadãos do mundo, devíamos parar para pensar que nos pode acontecer algo de repente: ficar paralisado, cego, Surdo, e depois… onde estão as condições acessíveis? Só depois do acontecimento é que a pessoa acidentada sente as verdadeiras barreiras, os derradeiros obstáculos, que por muito pequenos que sejam tornam-se num verdadeiro inferno!

Nesse sentido, devemos sensibilizar todos os seres-humanos para pensarem um pouco, porque, como muita gente diz, “mais vale prevenir do que remediar…” e não podemos voltar atrás pois a vida só tem um sentido! Por isso a acessibilidade deve ser obrigatória em todas as áreas.
No scoops have been published yet. Suggest content to its curator!