Existe uma opinião generalizada entre os professores de que o uso constante da tecnologia digital pelos estudantes está prejudicando seus períodos de atenção e a capacidade de perseverar diante de tarefas desafiadoras, segundo duas pesquisas com professores que foram divulgadas nesta quinta-feira

Os pesquisadores notam que suas conclusões representam opiniões subjetivas de professores e não devem ser consideradas uma prova definitiva de que o uso generalizado de computadores, celulares e videogames afeta a capacidade de concentração dos estudantes.

Mesmo assim, os pesquisadores que realizaram os estudos, assim como acadêmicos que analisam o impacto da tecnologia sobre o comportamento e o cérebro, dizem que os resultados são importantes por causa da visão privilegiada dos professores, que passam horas por dia observando os alunos.

O momento de divulgação dos estudos, feitos por duas renomadas organizações de pesquisa, parece ser coincidência.

Uma foi conduzida pelo Projeto Pew Internet, uma divisão do Centro de Pesquisas Pew que se concentra em estudos ligados à tecnologia. A outra vem da Common Sense Media, organização sem fins lucrativos em San Francisco, Califórnia, que aconselha os pais sobre o uso de mídia por crianças. Ela foi realizada por Vicky Rideout, uma pesquisadora que antes demonstrou que o uso da mídia entre crianças e adolescentes de 8 a 18 anos cresceu tão rapidamente que elas gastam em média o dobro do tempo com telas do que gastam na escola por ano.


Via Luciano Sathler