Inovação em Educação
2.6K views | +0 today
Follow
 
Scooped by Julci Rocha
onto Inovação em Educação
Scoop.it!

Diferenciar, individualizar e personalizar o ensino | PORVIR

Diferenciar, individualizar e personalizar o ensino | PORVIR | Inovação em Educação | Scoop.it
Pesquisadoras norte-americanas definem os três conceitos que, apesar de parecerem ser a mesma coisa, não são
more...
No comment yet.
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Personalização do ensino: como colocar o aluno no centro da educação – PORVIR

Personalização do ensino: como colocar o aluno no centro da educação – PORVIR | Inovação em Educação | Scoop.it
Entenda o conceito e veja vídeos, infográficos e reportagens de experiências nacionais e internacionais de uma educação que considera interesses e ritmos de cada um.
Julci Rocha's insight:

Material de referência no Brasil sobre personalização do ensino. Vale a pena conhecer 

more...
No comment yet.
Rescooped by Julci Rocha from EdTech
Scoop.it!

Three Pillars of Educational Technology: Learning Management Systems, Social Media, and Personal Learning Environments 

Three Pillars of Educational Technology: Learning Management Systems, Social Media, and Personal Learning Environments  | Inovação em Educação | Scoop.it

Via Ana Cristina Pratas, Carla Arena
more...
No comment yet.
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Os quatro estilos de aprendizagem − ou por que alguns leem os manuais e outros não

Os quatro estilos de aprendizagem − ou por que alguns leem os manuais e outros não | Inovação em Educação | Scoop.it
Aprendemos em função de como percebemos e processamos a realidade
more...
No comment yet.
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Robôs, naves espaciais e semáforos feitos por alunos reforçam ensino da ciência em escolas públicas - BBC Brasil

Robôs, naves espaciais e semáforos feitos por alunos reforçam ensino da ciência em escolas públicas - BBC Brasil | Inovação em Educação | Scoop.it
Aulas de robótica em Cascavel (PR) estimulam alunos de 9 a 11 anos a resolver problemas e a usar pequenas peças e programação de informática para simular funcionamento de objetos do dia a dia.
more...
No comment yet.
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

“O ambiente virtual de aprendizagem vai desaparecer” | Notícia | Ache seu Curso a Distância

“O ambiente virtual de aprendizagem vai desaparecer” | Notícia | Ache seu Curso a Distância | Inovação em Educação | Scoop.it
A previsão é do criador do Moodle, o LMS mais utilizado no mundo. Martin Dougiamas fala também da força que o sistema tem no Brasil, da resistência do brasileir
more...
No comment yet.
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Volta ao mundo em 50 escolas inovadoras

Volta ao mundo em 50 escolas inovadoras | Inovação em Educação | Scoop.it
O psicólogo Alfredo Hernando viajou da Espanha ao Japão para descobrir quais são os melhores projetos educativos
more...
No comment yet.
Rescooped by Julci Rocha from Educação Humanista Inovadora
Scoop.it!

Destino Educação Final

Destino Educação Final | Inovação em Educação | Scoop.it

Por uma Educação vo ltada ao século 2 1 O desenvolvimento social e econômico de um país está diretamente relacionado à oferta de Educação de qualidade, adequada às ne cessidades da sociedade do século 21 e do mund


Via Jose Moran
more...
Jose Moran's curator insight, August 29, 2016 8:49 AM
Recomendo este livro digital sobre Escolas inovadoras, com reflexões avançadas de especialistas brasileiros e exemplos concretos e uma nova série do Canal Futura, começando pelo Projeto Âncora. Excelente.
Abraço. Moran.
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Design Thinking: É possível inovar na formação de professores

Design Thinking: É possível inovar na formação de professores | Inovação em Educação | Scoop.it
Um verdadeiro guia de aplicação de novos conceitos de ensino e aprendizagem aliados à tecnologia para professores, educadores e gestores
more...
No comment yet.
Rescooped by Julci Rocha from Inovação Educacional
Scoop.it!

Professores elaboram método de educação superior flexível ao aluno

Professores elaboram método de educação superior flexível ao aluno | Inovação em Educação | Scoop.it
Em entrevista ao G1, a professora Roberta Moreira afirma que o ensino é autorizado e dentro das normas do Ministério da Educação (MEC), e o período dos cursos é diferente do que o brasileiro é acostumado, já que é dividido por capacitações voltadas ao mercado de trabalho.
As atividades do novo método de ensino começaram neste semestre e uma das novidades é a divisão de competências que teve toda sua concepção baseada em uma dinâmica de jogos. Para colocar em prática a nova ideia, os professores tiveram que passar por um treinamento intensivo.
“Passamos por uma preparação para atender 1,1 mil alunos de quatro cursos: Processos Gerenciais, Marketing, Recursos Humanos e Administração, que ingressaram em nosso ensino. O nosso objetivo é fazer uma preparação completa para o mercado de trabalho”, explica a professora.
Troca de experiências
Willian Felipe Figueiredo cursa administração e para ele, o projeto dá a sensação de autonomia ao aluno, além de liberdade de escola. "O diferencial do projeto é direcionar o curso para uma área mais interessante para o momento da carreira. Além disso, promove a troca de experiências e de conhecimento entre alunos. A sensação é de autonomia de escolha e construção de um futuro profissional”, afirma o estudante.
O Blox permite que o aluno escolha até dez matérias por semestre para preencher a grade semanal. Só no período noturno será possíveis realizar mais de 322 mil combinações. “O nosso novo método de ensino não organiza mais os alunos em ‘turmas divididas por semestre’. Eles são agrupados por interesses, o que significa que o nível de atenção e dedicação à aula será muito maior, uma vez que ninguém estará lá por obrigação”, ressalta a coordenadora do projeto, Vanessa Dohme.

Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Rescooped by Julci Rocha from Educação Humanista Inovadora
Scoop.it!

O movimento brasileiro de renovação educacional no início do século XXI

O movimento brasileiro de renovação educacional no início do século XXI | Inovação em Educação | Scoop.it
By Tathyana Gouvea in Inovação and Escolas. Diante das provocações de alguns autores quanto ao futuro da escola no século XXI, buscou-se, por meio de uma pesquisa teórica e empírica, identificar, compreender e analisar a rede das organizações

Via Jose Moran
Julci Rocha's insight:
Share your insight
more...
Jose Moran's curator insight, June 24, 2016 5:11 PM
Relato e análise dos projetos educacionais mais inovadores nos últimos anos. Tese de doutorado da Tathiana Gouvea. Recomendo. Abraço. Moran.

Rescooped by Julci Rocha from Inovação Educacional
Scoop.it!

Educação e tecnologias no Brasil: um estudo de caso longitudinal sobre o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação em 12 escolas públicas

Educação e tecnologias no Brasil: um estudo de caso longitudinal sobre o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação em 12 escolas públicas | Inovação em Educação | Scoop.it
Educação e tecnologias no Brasil: um estudo de caso longitudinal sobre o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação em 12 escolas públicas

Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Como ensinar uma geração que vive conectada

Como ensinar uma geração que vive conectada | Inovação em Educação | Scoop.it
Seminário do Instituto Brasileiro de Formação de Educadores discute tendências e aponta caminhos para ampliar o engajamento dos nativos digitais
more...
No comment yet.
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

TEDx reúne 10 especialistas para falar sobre novas formas de educar

TEDx reúne 10 especialistas para falar sobre novas formas de educar | Inovação em Educação | Scoop.it
Um dos idealizadores da Escola da Ponte, José Pacheco, será um dos palestrantes do evento que acontecerá no dia 5 de março em Curitiba (PR).
more...
No comment yet.
Rescooped by Julci Rocha from EdTech
Scoop.it!

Cetic.br publica estudo qualitativo sobre uso de tecnologia em escolas públicas brasileiras

Cetic.br publica estudo qualitativo sobre uso de tecnologia em escolas públicas brasileiras | Inovação em Educação | Scoop.it

Realizada ao longo de quatro anos, a pesquisa sobre educação e tecnologias inaugura a série “Estudos Setoriais”
Durante quatro anos, o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), por meio do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) acompanhou a adoção das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) em 12 escolas públicas pelo país. A partir da observação de pesquisadores e de entrevistas com diretores, professores, alunos e outros atores da comunidade escolar, o estudo apresenta resultados inéditos a respeito da implementação de políticas educacionais, sobre as formas de uso das TIC na gestão escolar, nas práticas pedagógicas e, ainda, acerca das mudanças na rotina das instituições decorrentes do uso dessas tecnologias.
O resultado desta investigação foi documentado no livro “Educação e tecnologias no Brasil: um estudo de caso longitudinal sobre o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação em 12 escolas públicas”, que inaugura a série “Estudos Setoriais” do NIC.br e está disponível gratuitamente para download. Esta é a primeira publicação da coleção dedicada à discussão de temas emergentes acerca da interface entre as TIC e a sociedade. O estudo qualitativo sobre TIC na educação surgiu em 2010, em paralelo ao levantamento quantitativo realizado por meio da pesquisa anual TIC Educação, lançado anualmente desde então.
“Trata-se de um olhar longitudinal e contextualizado, por meio do qual temos a oportunidade de aprofundar as informações reveladas pela pesquisa quantitativa. Em vez de um retrato do momento, o estudo traz um filme sobre o que acontece no ambiente escolar no que se refere ao uso da tecnologia”, explica Alexandre Barbosa, gerente do Cetic.br. “Nessa medida, a experiência concreta das doze escolas investigadas constitui-se em uma referência para se pensar situações vivenciadas em outros estabelecimentos de ensino de todo o País e para o aprimoramento das políticas públicas do setor”, complementa. A diversidade regional orientou a escolha dos Estados dos quais seriam selecionadas as escolas: Paraná (região Sul), São Paulo (região Sudeste) e Pernambuco (região Nordeste).


Via Luciano Sathler, Carla Arena
more...
No comment yet.
Rescooped by Julci Rocha from EdTech
Scoop.it!

Learning theories and online learning | Tony Bates

Learning theories and online learning | Tony Bates | Inovação em Educação | Scoop.it
With a knowledge of alternative theoretical approaches, teachers and instructors are in a better position to make choices about how to approach their teaching in ways that will best fit the perceived needs of their students, within the very many different learning contexts that teachers and instructors face

Via Nik Peachey, Carla Arena
more...
Juanita Amiel Townsend's curator insight, September 18, 2017 10:19 PM

Some useful summaries.

Paquita Diego Olite's curator insight, September 20, 2017 11:01 AM
Share your insight
Patti Patrick's curator insight, September 22, 2017 1:31 PM
Share your insight
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Neurociência: como ela ajuda a entender a aprendizagem – Instituto Singularidades

Neurociência: como ela ajuda a entender a aprendizagem – Instituto Singularidades | Inovação em Educação | Scoop.it
A emoção interfere no processo de retenção de informação. É preciso motivação para aprender. A atenção é fundamental na aprendizagem. O cérebro se modifica
more...
No comment yet.
Rescooped by Julci Rocha from iPads, MakerEd and More in Education
Scoop.it!

Design Thinking in Schools: Building a Generation of Innovators

Design Thinking in Schools: Building a Generation of Innovators | Inovação em Educação | Scoop.it
Observing today’s world can tell us much about tomorrow and what human beings need to meet future challenges. Along with the increasing challenges that we face everyday from economical challenges and climate change to extremism and the increasing language of hate between nations, we should raise a generation that is able to meet these challenges and find innovative solutions for tomorrow’s problems. In a previous article, Can we Apply Design Thinking in Education, we discussed how the current education systems still depend on the some core education pedagogy since decades. Although there is a sustaining innovation in some education systems, these future challenges seek a disruptive innovative that can contribute to building a generation programmed to solve problems rather than dealing with them.

When investigating the different routes to achieve this goal, one route seems to be appealing, as it aims to change how we thinking, which aligns with Albert Einstein’s quote: “You cannot solve a problem with the same mind that created it.” This route is based on design thinking, a methodology that aims to solve problems with a creative approach while putting the user in the center of the process to achieve a user-centered approach. Design thinking processes are not only applied to design business but extend to become a method that can be applied in daily life situation in order to solve our everyday problems or make our lives easier through innovation and creativity.

Via John Evans
more...
Terry Yelmene's curator insight, September 15, 2016 6:23 AM
Likely a fundamental building block approach to knowledge development we should adopt as professionals.
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Publicação Inova Escola

Publicação Inova Escola | Inovação em Educação | Scoop.it
A Fundação Telefônica Brasil, o Instituto Natura e o LABi apresentam o Inova Escola, uma publicação que apresenta sugestões, orientações, dicas e referências de transformações em escolas nacionais e internacionais. Fizemos uma pesquisa bem aprofundada para criar esta publicação e o resultado está incrível. O livro impresso é ainda mais lindo, mas você já pode baixar a versão digital no link abaixo. Não perca!!! 

Julci Rocha's insight:
Share your insight
more...
No comment yet.
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Dinamarca leva empatia às escolas e ganha em adultos mais felizes

Dinamarca leva empatia às escolas e ganha em adultos mais felizes | Inovação em Educação | Scoop.it
No sistema dinamarquês de ensino, "aprender" empatia é algo tão importante quanto aprender matemática ou literatura.
more...
No comment yet.
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Curiouser Lab

Curiouser Lab | Inovação em Educação | Scoop.it
Empty description
Julci Rocha's insight:
Um programa de formação continuada de professores realizado no formato de um laboratório de experimentações para educadores, o Curiouser Lab. O projeto foi desenvolvido em pesquisa de doutorado em Ciência da Informação, linha de Comunicação e Mediação da Informação na Universidade de Brasília (UnB). O foco do Curiouser Lab foi o Letramento Informacional e Midiático com os educadores para o desenvolvimento de práticas pedagógicas mais contemporâneas.
more...
Vivianne Amaral's curator insight, September 5, 2016 11:40 PM
Laboratório para professores: grande sacada! Como vão mudar se a formação de professores não muda?
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Educação no futuro será portátil, personalizada e onipresente

Educação no futuro será portátil, personalizada e onipresente | Inovação em Educação | Scoop.it
Enquanto o aluno caminha para a escola, recebe textos sobre a aula do dia. Softwares identificam, com base nas suas atividades, as necessidades individuais para que, a partir daí, o professor possa escolher exercícios customizados para ele.
more...
Rafael Valin's curator insight, August 26, 2016 7:36 PM

E a Educação a Distância continua vários passos à frente rumo ao futuro!!!

Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Aprenda a construir personagens baseados nos arquétipos de Carl Jung - Literatortura

Aprenda a construir personagens baseados nos arquétipos de Carl Jung - Literatortura | Inovação em Educação | Scoop.it
“Sua visão clareará apenas quando você conseguir olhar para seu próprio coração. Aquele que vê o lado de fora, sonha; aquele que vê o lado de dentro, desperta.” Carl Gustav Jung A psicologia teve seu grande auge no fim do século XIX e início do século XX, quando nomes como Sigmund Freud e Carl Jung eram [...]
more...
No comment yet.
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Livro didático aberto: o pioneirismo polonês que pode nos inspirar — #Conexão Educadigital

Livro didático aberto: o pioneirismo polonês que pode nos inspirar — #Conexão Educadigital | Inovação em Educação | Scoop.it
País da Europa Central é o primeiro no mundo a criar uma política pública em que materiais educacionais financiados com …
Julci Rocha's insight:
Um ponto bacana para pensar, trazido pela Priscila Gonsales!
more...
No comment yet.
Scooped by Julci Rocha
Scoop.it!

Fab Lab, Faça Você Mesmo: projeto produz prótese de mão para garoto

Fab Lab, Faça Você Mesmo: projeto produz prótese de mão para garoto | Inovação em Educação | Scoop.it
Ítalo, 7 anos, nasceu com uma malformação congênita na mão esquerda, que só tem o polegar. Será que o Fab Lab consegue criar uma prótese para ele?
more...
No comment yet.
Rescooped by Julci Rocha from Inovação Educacional
Scoop.it!

Nossa sociedade da era industrial é o problema

Nossa sociedade da era industrial é o problema | Inovação em Educação | Scoop.it

Professor da Sloan School of Management, do MIT, uma das escolas de negócios mais inovadoras do mundo, Peter Senge é conhecido desde os anos 1990 por suas teorias de aprendizagem organizacional e sistemas dinâmicos. Fundador da Society for Organizational Learning (SoL), comunidade global que estuda a interdependência entre pessoas e instituições e os impactos do pensamento sistêmico sobre o mundo corporativo, Senge lança no Brasil o livro "O Foco Triplo - Uma Nova Abordagem para a Educação" (Companhia das Letras), em coautoria com o best-seller Daniel Goleman. Ambos defendem um modelo de ensino que estimule o desenvolvimento de três habilidades nas crianças: a autoconsciência, a empatia e a capacidade de entender a interdependência entre ações e consequências.
Valor: Por que decidiram escrever um livro unindo conceitos da psicologia, como aprendizagem social e emocional, a um tema duro como a dinâmica de sistemas, que usa modelos matemáticos como ferramenta?
Peter Senge: Daniel Goleman e eu percebemos que os estudos de aprendizado emocional e social e de aprendizado sistêmico eram movimentos separados, mas funcionavam bem juntos. O aprendizado social e emocional é uma tendência forte ao redor do mundo. As pessoas vêm percebendo que o desempenho acadêmico não ajuda a desenvolver seres humanos - e podemos ver isso claramente nas empresas e na política. O que me uniu a Daniel é o fato de que mesmo os aspectos sociais e emocionais são uma espécie de sistema. As pessoas tendem a pensar em sistemas profundos, como economia ou ecologia, mas uma família ou qualquer grupo de pessoas funciona como sistema. O elemento comum de tudo é a interdependência.
Valor: Como o senhor descreveria o pensamento sistêmico?
Senge: Trata-se de algo fácil para as crianças. Elas crescem em playgrounds, nas famílias, vivenciando a interdependência do mundo à sua volta. É uma habilidade natural que é quebrada em pedaços quando as colocamos em um sistema que especializa e divide por séries. Um dos exemplos do livro é um grupo de garotos de 6 anos que analisaram sozinhos um sistema dinâmico de como começa uma briga e identificaram um círculo vicioso: ele começa com palavras ofensivas, o que leva a sentimentos feridos, mais palavras ofensivas e ao início da briga. Ninguém pediu a eles para fazer isso, e eles ainda desenharam, o que é uma expressão natural. O que precisamos nos questionar é o porquê de termos modelo educacional que fragmenta o conhecimento. E a resposta é: a educação não é focada nos alunos, mas nos professores, porque são treinados como especialistas.
Valor: Como professor e autor de desenvolvimento organizacional, o senhor vem escrevendo sobre as mudanças nas demandas por competências nos profissionais. De que forma a educação pode se preparar para esse novo mundo do trabalho?
Senge: O sistema educacional é baseado no modelo industrial, no qual tudo é pensado de forma fragmentada. O modelo de divisão por séries funciona muito como uma linha de produção. Mas hoje muitos jovens não querem mais trabalhar em grandes empresas. Eles querem abrir negócios e, para fazer isso, precisam entender e construir sistemas. A educação precisa cultivar senso de propósito, habilidade de criar e organizar coisas novas e de reconhecer os sistemas dos quais fazemos parte. As empresas e indústrias mais inovadoras já têm esses novos valores e são menos preocupadas com regras e mais com as pessoas. Nossa sociedade da "era industrial" é o problema. A solução para companhias e escolas passa por uma mudança cultural profunda, que, no entanto, só vai acontecer a longo prazo.
Valor: O livro usa a história do último navegador astronômico, que se orientava no mar pelos sinais da natureza, sem usar tecnologia. Nossa educação nos tornou cegos para detectar dinâmicas como a da natureza?
Senge: O mundo está cada vez mais conectado de forma global. Para onde quer que olhemos, o mercado de energia, a produção de alimentos, sistemas maiores como a economia e a ecologia, existe essa interdependência. Mas a educação se moveu na direção oposta. Quanto maior a interconexão do mundo, menor a consciência dessa dinâmica. Esse abismo é um dos maiores problemas do mundo. No passado, quando vivíamos em um universo agrário, as crianças eram educadas para observar os sinais da natureza. Hoje, não prestamos atenção nesses sinais, não os entendemos e por isso não somos bons em viver com eles de forma harmônica. As mudanças climáticas são só uma das consequências disso.
Valor: Quais são as principais dificuldades para criar um modelo educacional que ajude as crianças a desenvolver a sua inteligência sistêmica?
Senge: Os professores são o primeiro desafio, porque nosso sistema é centrado neles. Muitos gostam da ideia da educação sistêmica, mas aplicar o modelo requer mudança e novos aprendizados para eles. Algumas escolas têm usado métodos baseados em projetos, em que o professor é um conselheiro, que trabalha junto e aprende com os alunos, em vez de ficar falando para um grupo. Além disso, é preciso engajar outros atores, como políticos, administradores e até os pais, para que a mudança aconteça. A escola também é um sistema e, em muitos sentidos, mais complexa do que uma organização. Os alunos devem ter um papel de liderança nesse processo, por ser atores mais abertos que entendem a desconexão entre o sistema educacional e a vida.
Valor: O livro menciona exemplos de escolas de bairros pobres, o que pode remeter ao Brasil. Nosso sistema educacional é desigual, com estrutura curricular rígida e muitos professores desmotivados e mal pagos. Por onde devemos começar?
Senge: Não faz sentido trabalhar de forma isolada com currículos ou professores. É preciso começar pela liderança, com o ambiente de trabalho e cultural das escolas. A maioria dos professores se importa com as crianças. Podem estar frustrados com a falta de autonomia e com a burocracia do sistema. Muitos não sentem que são apoiados pela sociedade. É um trabalho importante que tem grande senso de propósito, mas eles não se sentem reconhecidos e isso pode torná-los cínicos e desmotivados.


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.