Educação - Sistema de Cotas
29 views | +0 today
Follow
Educação - Sistema de Cotas
Discute a nova Lei que aprova 50% de cotas nas Universidades Públicas destinadas a alunos que estudaram todos os anos em escolas públicas
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Carla Cíntia Luz M. Cipriano
Scoop.it!

Para combater a desigualdade, o caminho é a educação básica, não a reserva de vagas em universidades

Para combater a desigualdade, o caminho é a educação básica, não a reserva de vagas em universidades | Educação - Sistema de Cotas | Scoop.it

"...O critério racial fere a isonomia ...", declara Gustavo Ioschpe que em seu artigo publicado na Revista Veja elenca mais pontos em ser contra do que pró - cotista.

Compartilho de algumas ideias do colunista e concordo com o fato de que os 50% de cotas referente às vagas para ingresso nas Universidades Públicas não tem razão de ser em detrimento ao fator racial. Apoio a ideia de que o acesso às Universidades, Públicas ou Privadas devem ir de encontro a uma política meritocrática e não baseadas em assistencialismo, pois de que adianta ter vaga garantida em uma Universidade Pública se não se tem a formação mínima necessária para ter êxito nos estudos?

As Universidades estão tendo que dar aulas de "reforço" nos anos iniciais a seus alunos ingressantes para que não tenham que fazer uma mudança curricular, que geraria uma forte defasagem no Ensino Superior.

 

Concordo também quando Gustavo Ioschpe menciona o fato de que o problema está na raíz, ou seja, as Políticas Públicas devem se preocupar em melhorar os Ensinos Fundamental e Médio para que os alunos que se formam em Escolas Públicas construam, ao longo de sua vida escolar, uma forte estrutura que lhes permitam adentrar os portões do Ensino Superior Público por seu próprio mérito, sem fazer uso de nenhum privilégio, como o fator racial.

 

Carla Cíntia Luz M. Cipriano.

more...
Cátia Maria Pachá Castilho Botaro's comment, October 20, 2012 8:41 PM
Carla, também concordo com Gustavo Ioschpe, quando cuidarmos das mazelas da Educação Básica, e já temos muitas leis para isso, o aluno da escola pública poderá entrar pela porta da frente das universidades.
Rescooped by Carla Cíntia Luz M. Cipriano from Polêmica das cotas universitárias: qual sua opinião?
Scoop.it!

Por Que Ser a Favor Das Cotas Raciais e Sociais

Por Que Ser a Favor Das Cotas Raciais e Sociais | Educação - Sistema de Cotas | Scoop.it
Como se fosse uma sequência de novelas globais, nós brasileiros sempre temos a polêmica da vez. Algumas com alto grau de importância.

Via Cátia Maria Pachá Castilho Botaro
more...
Carla Cíntia Luz M. Cipriano's comment, October 20, 2012 6:11 PM
Ainda com todos os argumentos que compõe este e tantos outros artigos me mantenhp contra esta decisão, pois acredito que as oportunidades devem vir por mérito e me parece um pouco de compadecimento exagerado. Defendo a ideia de que devemos sim, enquanto membros de uma sociedade tornarmos - na mais igualitária e justa, mas acredito que a melhor saída é proporcionar mecanismos para que os cidadãos possam caminhar com suas próprias pernas. Se o Poder Público, juntamente com a participação e cobrança da sociedade, oferecessem condições qualitativas em relação ao Ensino Fundamental e posterior oportunidades de emprego para os jovens ingressantes no mercado de trabalho, aqueles que realmente almejassem um futuro melhor para si, não teriam do que se queixar, colocando-se como marginalizados pela sociedade, e quanto à questão racial, acredito que os preconceitos existem sim, mas a cada dia vemos mais e mais exemplos de superação e a boa Educação também proporcionada na escola, juntamente com a família, nos anos iniciais de estudo e em todo o processo da Educação Básica, poderiam sanar, minimizar esses efeitos que vem desde a época da conquista das terras pelos europeus, passou pela senzala e chega aos dias atuais perdurando por meio de uma sociedade hipócrita e preconceituosa, ainda mais quando se fala em Brasil, o país do pode tudo, todo mundo é amigo de todo mundo, futebol, samba...etc.
Cátia Maria Pachá Castilho Botaro's comment, October 20, 2012 8:29 PM
Carla, gostei muito de sua publicação.Outra preocupação é com a excelência acadêmica nas universidades e para tal,está previsto trabalhos de tutoria, nivelamento e acompanhamento do aluno egresso da escola pública. Então porque não implantar tais medidas para a educação básica? Assim agiremos de forma preventiva e a qualidade educacional estará presente nas escolas brasileiras. Sonho de todos nós na busca de uma sociedade igualitária e com oportunidades.
Scooped by Carla Cíntia Luz M. Cipriano
Scoop.it!

O drama de estudantes – e famílias – afetados pelas cotas

O drama de estudantes – e famílias – afetados pelas cotas | Educação - Sistema de Cotas | Scoop.it

"Jovens de diferentes classes relatam a como a reserva de vagas para estudantes na federais transformou os planos de ingressar na universidade."

 

E o que me dizem disso? Será justo em uma sociedade que busca ser iqualitária que as ofertas em Universidades Públicas que já eram desleais em relação ao número de candidatos por vaga, que pessoas como a aluna de 15 anos a que se refere a reportagem acima, virem seus sonhos e esforços caírem por terra por conta da Lei das Cotas?

Famílias como esta que investiram esforços ao longo de uma vida para prover a seus filhos um ensino de qualidade, que, apesar de garantido pelas diretrizes educacionais vigentes não se realizou, forçando famílias a terem que custear os estudos de seus filhos visando um futuro melhor, e agora, às vésperas da concretização de um sonho, terem que ceder metade de suas chances a muitos que talvez nunca se esforçaram de verdade (quando digo 'de verdade' me refiro ao mérito individual que faz com que façamos a diferença, o interesse pelos estudos que é inerente ao indivíduo independentemente de sua classe econômica e social). A que se pensar e refletir sobre o tema. Só espero que não sejamos, mais uma vez, vítimas de erros políticos.

 

Carla Cíntia Luz M. Cipriano.

more...
No comment yet.
Rescooped by Carla Cíntia Luz M. Cipriano from Polêmica das cotas universitárias: qual sua opinião?
Scoop.it!

Em coletiva, ministro explica decreto que regulamenta Lei de Cotas nas universidades federais

ATIVIDADES DO GOVERNO - 15.10.12: As universidades federais e institutos federais de educação, ciência e tecnologia terão que implementar o sistema de cotas,...

Via Cátia Maria Pachá Castilho Botaro
more...
No comment yet.
Scooped by Carla Cíntia Luz M. Cipriano
Scoop.it!

O drama de estudantes – e famílias – afetados pelas cotas

O drama de estudantes – e famílias – afetados pelas cotas | Educação - Sistema de Cotas | Scoop.it

Investir na educação dos filhos sempre foi prioridade para a funcionária pública Vivian Seabra, de 48 anos, e ela não poupou esforços nesse projeto. Colocou os gêmeos Lucas e Felipe, ambos de 20 anos, em um conceituado colégio de São Paulo. Em valores atuais, os doze anos do ensino básico saem por cerca de 250.000 reais por aluno. Lucas, disputa pela terceira vez uma vaga no curso de medicina. Ele já chegou a ser aprovado em uma faculdade particular, mas recusou-se a ingressar na instituição porque preferiu realizar novo vestibular para a faculdade federal, sinônimo de qualidade. A chegada da lei de cotas deixou o jovem revoltado. "Empenhei anos da minha formação estudando duro. A lei desequilibra a competição", diz. Vivian conta que toda a família tem acompanhado os esforços do garoto – e sofrido com ele. "Com esse novo sistema, parece que todo o sacrifício que fizemos não será reconhecido."

more...
No comment yet.
Scooped by Carla Cíntia Luz M. Cipriano
Scoop.it!

Dilma assina decreto que regulamenta a lei das cotas

Dilma assina decreto que regulamenta a lei das cotas | Educação - Sistema de Cotas | Scoop.it

"Decreto será publicado na segunda-feira no Diário Oficial da União com detalhes sobre as regras e o cronograma de implementação do sistema..."

 

more...
Carla Cíntia Luz M. Cipriano's comment, October 19, 2012 4:47 PM
Resta - nos saber quais serão os reais critérios de seleção de acordo com o regulamento, pois dentro dos 50% garantidos pela lei, teremos alunos que cursaram todos os anos escolares no Ensino Público, e a parcela de alunos garantida pelas questões raciais (negros e indígenas). O governo prevê um período de adaptação das Universidades à nova Lei e também reconhece o déficit de aprendizagem que esses alunos carregam consigo provenientes de um Ensino de qualidade inferior à média do Ensino Privado comprovadas por meio das avaliações externas.