Inovação Educacional
365.0K views | +164 today
Follow
 
Scooped by Luciano Sathler
onto Inovação Educacional
Scoop.it!

Hotel em São Paulo terá primeiro 'robô concierge' do Brasil

Hotel em São Paulo terá primeiro 'robô concierge' do Brasil | Inovação Educacional | Scoop.it
Ir ao estádio do Morumbi ou ao teatro Santander são algumas das sugestões de passeio dadas por Rebeca, robô que será "recepcionista" do novo Ramada Encore Hotel, na zona sul de São Paulo, que será inaugurado no dia 13 de novembro .
more...
No comment yet.
Inovação Educacional
Noticias, publicacoes e artigos de opiniao que abram caminhos para a inovacao educacional.
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Uma matriz de competências digitais para a cidadania

Uma matriz de competências digitais para a cidadania | Inovação Educacional | Scoop.it

Os países ricos têm empreendido grandes esforços para garantir que os cidadãos participem e se beneficiem da economia digital. O objetivo é torná-los aptos a ocupar profissões inesperadas, com ênfase na formação para competências genéricas, especializadas e complementares relacionadas às tecnologias de informação e comunicação (TIC).
As competências genéricas TIC são aquelas necessárias no cotidiano do trabalho, na escola e na vida em geral, tais como acessar informações online ou usar softwares.
Já a programação e o desenvolvimento de recursos e serviços como softwares, páginas da web, comércio eletrônico, armazenamento em nuvem e big data requerem competências especializadas TIC.
Por fim, a convergência digital tem mudado a forma como o trabalho é realizado e como as pessoas se relacionam entre si, requerendo competências complementares TIC como a capacidade de processar informações, comunicar-se com outros, resolver problemas, planejar e ajustar-se rapidamente.
As bases para essas competências são conhecidas: educação matemática, compreensão e produção de textos, alfabetização científica, alfabetização digital, pensamento crítico e competências socioemocionais. Todas essas áreas podem ter maior abrangência e velocidade para melhorias com a utilização criativa e crítica das TIC.
No Brasil, chegamos ao ponto em que nossas deficiências no campo da educação estão razoavelmente diagnosticadas. Estamos “adoecidos” e identificamos as causas do que nos acomete enquanto nação. Confirma-se, por dados estatísticos e pesquisas, a visão de grandes educadores, tal como expresso no Manifesto da Educação Nova, de 1932, que se mantém atual na sua maior parte.
Parte do desafio urgente e para os próximos anos é definir planos de ação com objetivos educacionais claros, metas por nível dos sistemas de ensino e garantir sua boa execução, com fiscalização e participação democrática da sociedade. As tecnologias digitais abrem novas oportunidades para permitir maior velocidade e acuidade na implementação de políticas públicas para a educação, que ajudem a enfrentar a tragédia hoje verificada no país.
No sentido de definir seus objetivos estratégicos nessa área, a União Europeia definiu uma matriz de competências digitais para cidadãos:
A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) faz avançar essa temática ao definir como uma das competências gerais a serem desenvolvidas nos sistemas de ensino a Cultura Digital, definida como compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de forma crítica, significativa e ética para comunicar-se, acessar e produzir informações e conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e autoria. As dimensões a serem trabalhadas, de acordo com a BNCC, são: computação e programação, pensamento computacional, cultura e mundo digital.
Uma parte do proposto pela União Europeia aos seus cidadãos está contemplada na BNCC. Será importante ampliar essa discussão para buscar a maior inclusão socioeconômica, a justiça social e o combate à desigualdade pelo desenvolvimento dessas novas competências para a cidadania.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Quem é quem no grupo de transição da Educação no governo Bolsonaro

Quem é quem no grupo de transição da Educação no governo Bolsonaro | Inovação Educacional | Scoop.it
O grupo técnico de Educação do Gabinete de Transição Governamental tem trabalhado nas últimas semanas para entender os meandros do funcionamento do Ministério da Educação (MEC). À parte o futuro ministro Ricardo Véles Rodríguez, que teve seu perfil analisado pela imprensa, os demais nomes ainda são pouco conhecidos até mesmo dentro da área. O grupo inclui militares, assessores de gabinete e candidatos do PSL à Câmara dos Deputados que não conseguiram se eleger. Conheça um pouco mais sobre eles:
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

'A educação transformou minha vida e vai transformar a deles': conheça os brasileiros entre os 50 melhores professores do mundo 

'A educação transformou minha vida e vai transformar a deles': conheça os brasileiros entre os 50 melhores professores do mundo  | Inovação Educacional | Scoop.it

Os dois brasileiros que estão entre os 50 melhores educadores do mundo têm uma coisa em comum: acreditam que ensinar não é algo que fica restrito à sala de aula.
Jayse Ferreira, que dá aulas de Educação Artística no interior de Pernambuco, e Débora Garofalo, professora de Língua Portuguesa e regente que ensina tecnologia e robótica numa área carente de São Paulo, encontraram formas de empoderar seus alunos, venceram as barreiras da “tradição” e hoje colhem os frutos.Além de ter mudado a vida de centenas de jovens, concorrem ao “Prêmio Nobel da Educação”, que paga US$ 1 milhão ao vencedor, anunciado em março, nos Emirados Árabes. 
O “Global Teacher Prize”, criado em 2015 pela Varkey Foundation, já teve dois brasileiros no top 10, mas nas duas vezes o prêmio escapou. Para a edição 2019, foram mais de 10 mil inscritos, de 179 países – por isso, ter dois brasileiros na lista de top 50 já é um enorme motivo de orgulho.
O G1 conversou com Débora e Jayse para saber quais foram suas iniciativas, suas trajetórias e qual o recado que eles têm para os educadores brasileiros – que ocupam o lugar mais baixo no ranking mundial de professores.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Screen time kids study: Groundbreaking study examines effects of screen time on kids - 60 Minutes - CBS News

Screen time kids study: Groundbreaking study examines effects of screen time on kids - 60 Minutes - CBS News | Inovação Educacional | Scoop.it
60 Minutes goes inside a landmark government study of young minds to see if phones, tablets and other screens are impacting adolescent brain development
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Guia ensina professores sobre uso responsável da internet dentro e fora da sala de aula

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) disponibilizou gratuitamente online o guia #Internet com Responsa na sua Sala de Aula. A cartilha orienta sobre como os educadores podem utilizar a web de forma consciente e responsável no seu dia a dia, além de recomendações sobre seu uso em atividades pedagógicas.
“Nosso objetivo é que os professores reflitam sobre como estão usando as redes sociais, os grupos de mensagens instantâneas, para ter consciência das consequências e responsabilidades. E que eles possam servir de modelo aos alunos”, explica a gerente da assessoria jurídica do núcleo e autora do documento, Kelli Angelini.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

10 dicas para orientar o uso da tecnologia por crianças

Nancy Carlsson-Paige é professora da Universidade Lesley, nos Estados Unidos, e há 30 anos leciona sobre o desenvolvimento infantil. Visando orientar os adultos sobre o uso saudável da tecnologia pelas crianças, ela desenvolveu o manual “Young Children in the Digital Age: A Parent’s Guide”, Crianças pequenas na era digital – um guia dos pais, na tradução em português.
Na publicação, a especialista trabalha seis ideias principais: os pequenos utilizam todo o seu corpo e todos os seus sentidos para aprender sobre o mundo; aprendem pela experiência direta no mundo real; aprendem inventando ideias; dão sentido ao seu mundo por meio da brincadeira; constroem habilidades de resiliência e resistência por meio do brincar e do lúdico e aprendem em um contexto de relações sociais.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Publicação da USP apresenta diagnósticos e propostas para a educação básica

O Grupo de Estudos sobre a Educação Básica Brasileira é uma iniciativa do Instituto de Estudos Avançados (IEA), da Universidade de São Paulo (USP). Durante os anos de 2017 e 2018, os pesquisadores do projeto promoveram cinco seminários com profissionais atuantes na área para discutir os problemas da educação no país. A síntese das discussões foi publicada no documento “Diagnósticos e Propostas para a Educação Básica Brasileira”, disponibilizado gratuitamente na internet.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Site reunirá ações e estratégias para fomentar educação democrática

A Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped) lançou o site do movimento Ação Educação Democrática. O objetivo será reunir e divulgar estudos e estratégias para um ensino público, gratuito, laico e comprometido com a liberdade de cátedra.
“Levar o debate sobre educação democrática é defender a liberdade de expressão e de ensinar em sala de aula, reforçar a luta pela garantia de condições dignas para o exercício da carreira docente nos vários níveis, como também exercitar o diálogo entre os valores da escola republicana e os valores das culturas juvenis”, resume a professora e pesquisadora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) e segunda secretária da Anped, Maria Luiza Süssekind.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

O EFEITO DA FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR SOBRE O DESEMPENHO ESCOLAR EM MATEMÁTICA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL -  INEP

O EFEITO DA FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR SOBRE O DESEMPENHO ESCOLAR EM MATEMÁTICA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL -  INEP | Inovação Educacional | Scoop.it
Este artigo utiliza métodos quase-experimentais para estimar os efeitos da formação inicial dos professores de matemática de 4º e 5º anos do ensino fundamental em escolas públicas brasileiras sobre o desempenho dos alunos, por meio de um modelo de valor adicionado. Foram adotados procedimentos para contornar o problema de endogeneidade existente em relação à formação dos professores, que poderia tornar os estimadores de mínimos quadrados ordinários inconsistentes.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Educação, pobreza e desigualdade social - INEP

Educação, pobreza e desigualdade social - INEP | Inovação Educacional | Scoop.it
Este número da revista Em Aberto é resultado da consolidação de parcerias construídas ao longo do Projeto Política Educacional e Pobreza – realizado pelo Grupo de Pesquisa Trabalho, Educação e Discriminação (TEDis), da Universidade de Brasília, no contexto do Edital 038/2010 do Programa Observatório da Educação –, e da caminhada da Iniciativa Educação, Pobreza e Desigualdade Social, em execução por 15 universidades nacionais. Agradecemos aos parceiros e parceiras e convidamos você a realizar uma leitura crítica desta publicação, pensando-a como uma construção coletiva.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Relatório Saeb Aneb e Anresc 2005-2015 Panorama da década - INEP

Relatório Saeb Aneb e Anresc 2005-2015 Panorama da década - INEP | Inovação Educacional | Scoop.it
O presente Relatório tem por objetivo apresentar aos gestores educacionais e demais públicos de interesse um panorama da última década sobre o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). O SAEB, instituído na década de 1990, ao longo dos mais de 25 anos de sua existência passou por diversos aprimoramentos, adaptações e alterações metodológicas. Nos anos 2000, uma das mais significativas mudanças foi a ampliação da população-alvo da avaliação, com a criação, no ano de 2005, de um estrato censitário para aplicação de instrumentos em escolas publicas de 5º ano e no 9º ano do Ensino Fundamental. Esse aprimoramento permitiu a geração de resultados de desempenho por escolas e municípios.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Educação, espaço, tempo - INEP

Educação, espaço, tempo - INEP | Inovação Educacional | Scoop.it
Ensaio sobre as relações entre os significados espaço-temporais e as concepções educacionais, com foco na escola. Na primeira seção do artigo, mostrase como as transformações espaço-temporais que ocorreram na passagem do Medievo para a Modernidade serviram de condição de possibilidade para o surgimento da escola moderna. Na segunda, destaca-se como, na passagem do século 19 para o 20, diversos acontecimentos apontam para uma flexibilização dos significados espaço-temporais modernos, entre eles, a emergência da Escola Nova. Na terceira, apresenta-se a relação das lutas contradisciplinares dos anos 1960 com as novas transformações espaço-temporais e sua articulação com as discussões nessa década no campo da Sociologia da Educação, como a possibilidade de desescolarização. Na última seção, problematiza-se a configuração contemporânea dos significados espaçotemporais e estabelecem-se algumas conexões com os acontecimentos educacionais da atualidade.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS PEDAGÓGICOS (RBEP) - NUM 252 - INEP

REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS PEDAGÓGICOS (RBEP) - NUM 252 - INEP | Inovação Educacional | Scoop.it
O número 252 é aberto com dois artigos sobre inclusão de pessoas com deficiência na educação básica, com relatos de resultados de investigações que abordam os docentes e gestores da educação especial envolvidos. Os artigos trazem grandes eixos temáticos revisitados: o pensamento pedagógico contemporâneo; as políticas que redefinem, a cada conjuntura particular, os contornos do sistema educacional; as relações sociais que permeiam as interações nos centros educativos; as características dos estudantes, dos educadores e sua formação; os processos de ensino e aprendizagem, entre outros.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Novas perspectivas para o Ensino Médio

Novas perspectivas para o Ensino Médio | Inovação Educacional | Scoop.it

Isso pode ser um alento para esta última etapa da Educação Básica, cujo drama, em termos de aprendizagem e de abandono escolar, se arrasta por mais de vinte anos. De cada 100 alunos que concluem o Ensino Médio, apenas 7 aprenderam o que seria esperado em Matemática. Outro triste exemplo são os números relativos ao abandono escolar – por ano, cerca de 550 mil alunos deixam a escola de Ensino Médio, ao custo de R$ 6,3 mil por aluno, o que representa uma perda da ordem de R$ 3,5 bilhões – sem falar no custo social, que é bem maior. No Brasil, cerca de 1 milhão de jovens de 15 a 17 anos estão fora da escola e do mundo do trabalho: a chamada geração “nem-nem”. Se considerarmos a faixa de 15 a 29 anos, são cerca de 11 milhões nessa condição, o que equivale a três países do tamanho do Uruguai.
O que nos faz ter esperanças de que a BNCC reverta o atual quadro do Ensino Médio é o fato de ela dialogar diretamente com pelo menos dois aspectos importantes da escola que os jovens almejam: flexibilidade e foco no projeto de vida.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Plano Nacional de Educação é celebrado com avanços

Por meio de um conjunto de 20 metas e mais de 250 estratégias do plano atual, vigente desde 25 de junho de 2014, são contemplados todos os níveis, modalidades e etapas educacionais, desde a Educação Infantil à Pós-Graduação.
Há também diretrizes para incentivar e apoiar a formação docente e a gestão democrática nas instituições de ensino superior. De acordo com a lei vigente, o plano envolve responsabilidades compartilhadas entre União, estados e municípios, com metas que precisam ser cumpridas até 2024.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Curso online fora do expediente conta como hora extra, decide TST

Para 1ª e 2ª instâncias, pagamento não era necessário porque treinamento era facultativo. Turma do TST entendeu que tempo deve ser compensado porque curso era obrigatório para promoção.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Cresce participação da iniciativa privada na rede estadual, segundo levantamento da Unicamp

O Grupo de Estudos e Pesquisas em Políticas Educacionais (Greppe), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), realizou um mapeamento sobre a participação de organizações privadas na educação pública estadual entre os anos de 2005 e 2015. Foram averiguadas ações empresariais voltadas à definição e implantação das políticas e programas educacionais, fornecimento de material didático, políticas de gestão e oferta de vagas. É necessário criar um cadastro e efetuar o login para acessar o mapeamento.
A pesquisa revelou um avanço na atuação da iniciativa privada sobre a rede pública na última década. Segundo o documento, nos estados mais pobres, a ampliação da presença do setor privado é financiada por empréstimos de bancos internacionais ou agências multilaterais. Já no Sudeste, as empresas se “associam” aos governos. São Paulo é o estado com mais programas (44), seguido pelo Rio de Janeiro (30).

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Educação para a democracia é tema de minidocumentário desenvolvido pela UFMG

O projeto Pensar a Educação Pensar o Brasil traz, em seu canal do YouTube, o minidocumentário Escola Cidadã: educando para a democracia. No vídeo, professores, gestores e alunos da Escola Municipal Maria das Mercês Aguiar, de Ibirité (MG), discutem a relação entre educação e política, práticas e experiências no ambiente escolar, e como a vivência democrática pode impactar a todos, dentro e fora da escola.
“Não dá para fugir da cultura que o aluno vem, que ele tem, da história de vida dele”, defende a diretora da escola, Ana Paula Lemos de Souza, no vídeo. “Todo o conflito acaba promovendo um espaço central para uma vivência coletiva de cultura de paz, a partir da mediação”, complementa o professor João Nanô.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Unesp disponibiliza livros gratuitos das áreas de educação e artes

A Universidade Estadual Paulista (Unesp) disponibilizou gratuitamente novos livros digitais nas áreas de ciências humanas, ciências sociais e aplicadas e linguística, letras e artes. Os títulos estão disponíveis na internet no formato Creative Commons (licença para uso não comercial, vedada a criação de obras derivadas) e podem ser acessados no site do selo Cultura Acadêmica.

A iniciativa faz parte do Programa de Publicações Digitais da Unesp, que visa difundir publicações universitárias e já teve mais de 20 milhões de downloads. Com as novas obras, a coleção contabiliza mais de 300 títulos.

Confira alguns lançamentos:
Artes
Um encontro com a mediação cultural: 40 museus em 40 semanas
Priscila Leonel de Medeiros Pereira | IA – São Paulo

Ciências Sociais
Competência informacional e o uso ético na produção científica
Ana Paula Meneses Alves | FFC – Marília

Educação
Sutilezas da naturalização/reconhecimento da violência – violências na família, violências em espaço escolar
Marilda da Silva e Adriele Gonçalves da Silva | IB – Rio Claro

Dança e desenvolvimento de crianças com Síndrome de Down: uma experiência de inclusão
Ariana Aparecida Nascimento dos Santos e Irineu Aliprando Tuim Viotto Filho | FCT – Presidente Prudente
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Secretarias de educação possuem experiências em recursos digitais, mas uso ainda é desafio

As secretarias de educação estaduais já possuem experiência no uso de sistemas digitais para gestão e administração escolar. Contudo, seus gestores apontaram carência na formação dos agentes educacionais para o uso das tecnologias da informação e comunicação (TICs), curadoria ineficiente dos recursos digitais para a aprendizagem e falta de políticas integradas e de longa duração – prejudicadas pela rotatividade das equipes, em virtude das mudanças de governo.
Os dados foram publicados no levantamento “Gestão da educação pública com uso de tecnologia digital características e tendências”, realizado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) entre julho de 2017 a março de 2018.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Interpretação e comparabilidade do desempenho médio do Brasil no PISA - 2000 a 2015 - INEP

Interpretação e comparabilidade do desempenho médio do Brasil no PISA - 2000 a 2015 - INEP | Inovação Educacional | Scoop.it
Este artigo aborda dois temas metodológicos de suma importância para o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa): a interpretação e a comparabilidade do desempenho médio dos países e das economias participantes dessa avaliação em larga escala. Quanto à interpretação, mostramos, com base em sugestão da O rganização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que a média X no Pisa pode ser interpretada pedagogicamente em níveis de proficiência entre os pontos X -σ e X +σ nas respectivas escalas de leitura, matemática e ciências (σ é o desvio-padrão calculado empiricamente para cada valor médio X ). Tal interpretação estabelece um critério pedagógico de comparabilidade do desempenho médio X ±σ em um determinado ano, bem como ao longo do tempo. Com base nessa interpretação pedagógica, em faixas de níveis de proficiência, analisamos o desempenho médio dos estudantes brasileiros mediante desagregações por ano escolar, sexo, unidades federativas, tipo de escola (pública ou particular) e por dependência administrativa (particular, federal, estadual ou municipal). Por fim, criticamos e sugerimos uma alternativa à Estratégia 7.11 do Plano Nacional de Educação (PNE).
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Políticas públicas para formação de professores - INEP

Políticas públicas para formação de professores - INEP | Inovação Educacional | Scoop.it
As ações voltadas para a formação de professores estão inseridas nas políticas educacionais – este é um conceito amplo e engloba tudo aquilo que um governo faz ou deixa de fazer em e para a educação. Considerando educação como algo vasto, que acontece em diferentes espaços (família, igreja, comunidade, dentre outros), cabe destacar que as políticas educacionais abrangem também (e não só) a educação escolar que se procura oferecer para uma população de modo geral. Por isso, a formação de professores é um ponto fundamental no escopo das ações que um governo promove em busca das mudanças e/ou melhorias na educação escolar.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Pedagogia do Cotidiano na (e da) Educação Infantil - INEP

Pedagogia do Cotidiano na (e da) Educação Infantil - INEP | Inovação Educacional | Scoop.it
Com base nas contribuições da pedagogia da infância, discutem-se indicativos que possam estruturar a reflexão sobre a formação de professores para a educação infantil, tendo em vista a invenção e a operacionalização de uma pedagogia do cotidiano. Para tanto, metodologicamente, analisa-se um conjunto de relatórios de estágios curriculares, por meio dos quais se evidencia a maneira como as professoras em formação inicial consideram o cotidiano enquanto catalizador das experiências das crianças no que diz respeito à construção do currículo. Segundo as análises realizadas, conclui-se que a formação inicial de professores pode ser um potente modo de promover a construção de uma pedagogia do cotidiano que acolha as crianças com seus peculiares jeitos de ser, de viver e de habitar o mundo.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Resumo Técnico Censo da Educação Superior 2015 - INEP

Resumo Técnico Censo da Educação Superior 2015 - INEP | Inovação Educacional | Scoop.it
Em sua nova versão, o Resumo Técnico objetiva propiciar um alinhamento da estrutura de divulgação dos censos educacionais, tanto no que se refere aos tópicos mencionados quanto à abordagem e à abrangência geográfico-temporal das correspondentes informações. Os resumos técnicos relativos aos dois censos educacionais mantêm-se distintos enquanto publicações, contudo, ganham o alinhamento esboçado, tendo em vista privilegiar um olhar não fragmentado por parte do leitor, propiciando, assim, um maior intercâmbio na leitura das informações educacionais, independentemente do nível de ensino.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Perfil do Professor da Educação Básica -  INEP

Perfil do Professor da Educação Básica -  INEP | Inovação Educacional | Scoop.it
Apresenta um perfil do professor da educação básica no Brasil, com dados extraídos do Censo da Educação Básica dos anos 2009, 2013 e 2017. São analisadas características demográficas, do contexto de trabalho e da formação do docente. O estudo demonstrou que os professores típicos brasileiros em 2017 são mulheres (81%), de raça/cor branca (42%) ou parda (25,2%), com idade média de 41 anos, alocadas, prioritariamente, nas etapas iniciais da educação básica. Uma minoria declarou ser portadora de necessidades especiais (0,31% em 2017). A escolaridade do professor é predominantemente de nível superior em todas as etapas de ensino – sendo que a maior parte é em licenciatura. Dos graduados, 36% são portadores de títulos de pós-graduação lato ou stricto sensu. A maior parte dos professores é concursada e leciona em apenas uma escola, 38% em uma única turma e 40% ministra uma única disciplina. Espera-se que este trabalho possa subsidiar discussões a respeito do corpo docente do País, que contribuam para o processo decisório das políticas públicas, de forma a superar os problemas relacionados ao trabalho docente e à valorização dessa categoria profissional.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Ludicidade, conhecimento e corpo - INEP

Ludicidade, conhecimento e corpo - INEP | Inovação Educacional | Scoop.it
Iniciando as reflexões sobre o tema ludicidade, conhecimento e corpo, afirmamos, como provocação, que ainda persiste na contemporaneidade pouca clareza teórica e prática nas escolas sobre qual seja “o lugar” do lúdico e do corpo no processo de construção do conhecimento. Constata-se, também, que grande parte dos educadores se esforça para afirmar a importância do lúdico e do corpo nesse processo. Assim, este número da revista Em Aberto é provocativo por duas razões: a primeira, por ampliar a discussão para aqueles que pensam o contrário, pois não encontram no lúdico, no corpo e no movimento possibilidade de transmissão dos conhecimentos sistematizados na cultura escolar. A segunda, por ampliar a discussão teórica para aqueles que, ao contrário, consideram relevantes tais elementos nesse processo.
more...
No comment yet.