Inovação Educacional
338.2K views | +23 today
Follow
Inovação Educacional
Noticias, publicacoes e artigos de opiniao que abram caminhos para a inovacao educacional.
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

O Brasil deve eleger a capacitação em Ciência, Tecnologia e Inovação como uma de suas prioridades 

O Brasil deve eleger a capacitação em Ciência, Tecnologia e Inovação como uma de suas prioridades  | Inovação Educacional | Scoop.it

Por Luciano Sathler

O desenvolvimento de competências para ciência, tecnologia e inovação (CTI) é algo fundamental. Mais: é urgente e deve ser priorizado para a transformação da realidade socioeconômica brasileira.

Durante meus estudos de mestrado e doutorado, tive o privilégio de conviver com pesquisadores que, à sua profunda erudição e elevado rigor científico, somavam uma visão instigante de mundo, que mobilizava estudantes a refletirem sobre si mesmos e sobre a sociedade.

Um desses mestres foi o economista Ladislau Dowbor, cuja história de vida se soma a uma vastidão de conhecimentos e profícua produção científica – características que o permitem ser reconhecido internacionalmente. Seu foco principal? Enfrentar a pobreza e combater a desigualdade. Via de regra, Ladislau não é considerado simpatizante das políticas defendidas pelo Banco Mundial e outros órgãos multilaterais. Mas sempre teve abertura intelectual o suficiente para analisar os dados publicados por essas instituições – seja para refutar, criticar ou demonstrar fatos que saltavam aos olhos.

Na mesma linha crítica do mestre Ladislau, quero refletir sobre uma de 2008, escrita por autores designados pelo Banco Mundial, com o título “Science, technology, and innovation: capacity building for sustainable growth and poverty reduction”. Na data em escrevo está disponível para download aqui.

O trabalho advém do Fórum Global de Ciência, Tecnologia e Inovação, realizado em fevereiro de 2007, nos Estados Unidos. O objetivo foi discutir estratégias, programas e políticas para ampliar a capacidade científica, tecnológica e de inovação nos países empobrecidos, para promover o crescimento sustentável e, consequentemente, a redução da pobreza. Vejamos alguns tópicos:

  • Redução de pobreza e caminhos para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis promulgados pela ONU – Para que consigam aplicar Ciência, Tecnologia e Inovação na resolução de seus problemas, as comunidades locais devem ser participantes ativas no processo de desenvolvimento – e não meramente destinatários passivos da tecnologia desenvolvida por outros povos. O empreendedorismo e as habilidades de marketing também são importantes. Mas sem a capacidade de desenvolver soluções tecnologicamente superiores ou inovadoras, ambas serão competências que não garantirão sucesso na construção das capacidades produtivas dos países.
  • Ampliação do valor agregado aos recursos naturais exportados – Embora possa parecer paradoxal num primeiro momento, muitos economistas consideram a oferta abundante recursos naturais como um potencial problema. O raciocínio sugere que a abundância desacelera o crescimento e dificulta a diversificação econômica. É preciso escapar desse ciclo vicioso. Para isso, os países têm que desenvolver competências adequadas de CTI para que as organizações locais tenham a capacidade de produzir e exportar mais bens e serviços de maior intensidade tecnológica. Fundamental é que cientistas, empreendedores e demais trabalhadores estejam aptos para executar tarefas mais complexas, que pedem melhor formação e espaço para a criatividade.
  • Atualização tecnológica e captura da vantagem do retardatário – Os países empobrecidos são, atualmente, os retardatários tecnológicos – uma desvantagem frente aos países ricos no que diz respeito à capacidade em CTI. Porém, isso não significa uma condenação permanente que empurre as nações pobres para trás. É possível diminuir o fosso e recuperar terreno se houver aprendizagem, convertendo o atraso em vantagem. Por exemplo: os retardatários não têm que inventar a maioria das tecnologias de produção ou processos a serem adotados. Nem precisam começar com a tecnologia mais antiga e trilhar o mesmo histórico de progressão que os países mais ricos seguiram. É possível saltar e mover-se diretamente para as tecnologias mais avançadas. Essa rápida progressão tecnológica pede o desenvolvimento interno da capacidade de encontrar tecnologias existentes, adaptá-las para uso local e incorporá-las ao processo produtivo. É o que a China tem feito nas últimas décadas.
  • O papel da Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) – Já existem muitas tecnologias que podem colaborar para reduzir a pobreza, agregar valor às exportações e atualizar a proficiência tecnológica da população em nações empobrecidas. É comum que muitas estejam com seu uso difundido nos países ricos. Portanto, uma das primeiras tarefas no desenvolvimento da CTI deve ser voltada ao uso e adaptação das tecnologias existentes. Para a maioria, isso requer o desenvolvimento de competências técnicas e profissionais no campo das ciências, tecnologias, engenharias, artes e matemática – conhecido pela sigla em inglês Steam. Não significa a ideia de que nenhum papel há para P&D nas fronteiras do conhecimento. Mas somente que os dois tipos de esforços devem estar previstos nas políticas públicas e iniciativas privadas de inovação.

Dentre as conclusões principais do Fórum, destaco:

O Ensino Fundamental de boa qualidade é essencial, mas não suficiente. Nenhum país terá condição de melhorar suas condições socioeconômicas se não cuidar da qualidade e inclusão no Ensino Médio e na Educação Superior. O pensamento que defende serem os salários baixos um diferencial competitivo não se sustenta diante da crescente automação dos trabalhos manuais e repetitivos.

A centralidade das mulheres para a redução da pobreza exige que o combate à Desigualdade de Gênero seja priorizado nas estratégias para o desenvolvimento das competências para CTI.

Desenvolver competências para CTI é muito mais do que focar apenas em tecnologias de ponta. As necessidades locais em países empobrecidos pedem um olhar também para as questões mais básicas, tais como saneamento básico, economia ambiental, doenças tropicais, desnutrição e combate à violência. Soluções intensivas de tecnologia concebidas ou adaptadas para temas como esses têm elevado potencial de gerar maior prosperidade e competitividade.

DIMENSÕES DA CAPACITAÇÃO EM CTI

O infográfico a seguir apresenta quatro dimensões necessárias à capacidade para a CTI: pessoas competentes; empreendedorismo, organizações e ecossistema de inovação. Confira no infográfico acima.

Mesmo que um país empobrecido aumente drasticamente o tamanho, a qualidade e seu esforço de pesquisa, é improvável que o sistema local de P&D gere mais do que uma pequena fração do total de conhecimento necessário para mudar a matriz socioeconômica. Portanto, a maioria do conhecimento que qualquer nação vai precisar será produzido por outros.

Como resultado, o desenvolvimento da capacidade de identificar, localizar, adquirir, adaptar e adotar esse conhecimento existente deve ser um componente indispensável da capacidade em CTI.

E a capacidade de produzir e usar novos conhecimentos por meio de P&D? Bem, ela implica na capacidade de conduzir a pesquisa básica de alto nível, sozinhos ou em parceria com os principais institutos globais de P&D. Ou ser capaz de encontrar novas maneiras de resolver problemas locais como, por exemplo, sistemas de filtragem de nanotecnologia para fornecer água potável ou biogás como alternativa energética.

O Brasil deve eleger a capacitação em CTI como uma de suas prioridades. Não há outro caminho, a não ser mudar a forma como são administrados os sistemas de educação, para incorporar também nestes a inovação – na gestão, nas parcerias, nas metodologias, nos conteúdos, nos espaços e nas relações.

Publicado originalmente por Desafios da Educação, em 28 de março de 2018.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Mittelstand, a espinha dorsal da economia alemã

Mittelstand, a espinha dorsal da economia alemã | Inovação Educacional | Scoop.it
Muito além de nomes como Volkswagen e Bayer estão empresas de médio porte que respondem por boa parte da atividade econômica alemã. O que as distingue é uma série de características únicas.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Notas Técnicas: “Avaliação de projetos e políticas de TICs educacionais"

Notas Técnicas: “Avaliação de projetos e políticas de TICs educacionais" | Inovação Educacional | Scoop.it

Um dos grandes desafios desse processo é o desenvolvimento de indicadores (Sander, 1997) capazes de monitorar e avaliar os reais impactos das políticas públicas de tecnologia educacional. De acordo com estudos do Banco Mundial (2014 apud Infodev, 2005), a avaliação e o monitoramento de práticas proporcionam ao governo, aos gestores públicos e à sociedade civil melhores meios para aprender com experiências anteriores, para qualificar a prestação de serviços e a tomada de decisão, além de apoiar a prestação de contas para os principais atores envolvidos.
Assim, a partir desta Nota Técnica #13, o CIEB busca contribuir com o preenchimento dessa lacuna, descrevendo uma análise crítica de diversas referências para monitoramento e avaliação de políticas públicas de TICs para a  educação. Espera-se que este material possa subsidiar o processo de definição de indicadores que permitam qualificar o monitoramento de políticas nessa área.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Nova lei francesa restringe celular na escola, mas passa a permitir o uso pedagógico do dispositivo, antes proibido

Nova lei francesa restringe celular na escola, mas passa a permitir o uso pedagógico do dispositivo, antes proibido | Inovação Educacional | Scoop.it

A notícia de que a França proibiu o uso de telefones celulares em todos os espaços escolares do ensino básico público deve ser vista com cautela e atenção. A lei diz  que, quando começar o novo ano escolar, em setembro, todos os estudantes entre 6 e 15 anos serão privados de acesso a seus dispositivos conectados à internet dentro das escolas públicas. O texto determina ainda que, no nível secundário, poderá ser adotada igual restrição, dependendo da direção de cada escola.
É preciso ficar claro, no entanto, que a nova lei estabelece exceções à proibição. Uma exceção diz respeito aos alunos com deficiências e a outra se refere exatamente ao uso pedagógico dos equipamentos – que passa a ser permitido, inclusive em atividades de estudos fora da escola. Hoje, os celulares são proibidos em todas as salas de aula, de todos os níveis, para qualquer tipo de uso.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Escola ribeirinha tem aulas por satélite e aprendizagem com recursos digitais

Escola ribeirinha tem aulas por satélite e aprendizagem com recursos digitais | Inovação Educacional | Scoop.it

Localizada em uma região ribeirinha, na área rural, a Escola Estadual Vital de Andrade Brandão oferece ensino fundamental e ensino médio para crianças e jovens da comunidade Curari Grande, em Careiro da Várzea, a 20 quilômetros de Manaus. O único acesso é por barco. Os cerca de 200 alunos estão entre os 40 mil estudantes atendidos pelo Centro de Mídias da Secretaria de Educação do Amazonas (Seduc) com aulas a distância, transmitidas via satélite.
Os professores apresentam suas matérias, ao vivo, a partir do Centro de Mídias, localizado na sede da Secretaria de Educação. “Todo conteúdo transmitido é produzido por especialistas nas diversas áreas do conhecimento, com o apoio de uma equipe que tem como missão enriquecer a apresentação dos cursos, de modo que sejam atrativos para as crianças e jovens”, conta Mairum Andrade, gerente de Tecnologias do CIEB que visitou a escola em agosto.
Nessa modalidade, que a Seduc chama de aprendizagem presencial mediada por tecnologia, as escolas participantes do projeto são equipadas com antena e infraestrutura para acesso às transmissões. Cada sala de aula recebe um kit de equipamentos para recepção em tempo real e interação com os professores que estão no Centro de Mídias. O projeto conta também com a plataforma Saber Mais, que disponibiliza diversos recursos educacionais digitais.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Para mineiros, educação tem que ocorrer na escola

Para mineiros, educação tem que ocorrer na escola | Inovação Educacional | Scoop.it
Seis em cada dez pessoas dizem que ensinar os filhos em casa não deve ser opção
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

A study finds nearly half of jobs are vulnerable to automation 

A study finds nearly half of jobs are vulnerable to automation  | Inovação Educacional | Scoop.it

A WAVE of automation anxiety has hit the West. Just try typing “Will machines…” into Google. An algorithm offers to complete the sentence with differing degrees of disquiet: “...take my job?”; “...take all jobs?”; “...replace humans?”; “...take over the world?” 
Job-grabbing robots are no longer science fiction. In 2013 Carl Benedikt Frey and Michael Osborne of Oxford University used—what else?—a machine-learning algorithm to assess how easily 702 different kinds of job in America could be automated. They concluded that fully 47% could be done by machines “over the next decade or two”.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Camila Farani fala exclusivamente ao SIMI sobre investimento-anjo

Camila Farani fala exclusivamente ao SIMI sobre investimento-anjo | Inovação Educacional | Scoop.it
A investidora falou do cenário nacional, sobre o que investidores buscam em startups e ainda deu uma dica a empreendedores; assista!
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Programa vai investir U$150 mil na sua startup

Programa vai investir U$150 mil na sua startup | Inovação Educacional | Scoop.it

O programa Batch 24, do fundo de investimento em capital semente 500 Startups, está selecionando startups de todo o mundo para passar por um processo de aceleração que será realizado em São Francisco, na Califórnia. As inscrições vão até o dia 17 de agosto.
Cada startup selecionada receberá U$150 mil de investimento em troca de 6% do negócio, com uma taxa de participação de U$37,5 mil, além de terem a oportunidade de contato com fundadores, mentores, investidores e o time 500, apto a dar a assistência necessária durante o processo, trabalhando em conjunto a estratégia do produto e do negócio, crescimento, métrica e pitches para investidores.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Brasil vive nova década perdida, diz secretário do Tesouro

Brasil vive nova década perdida, diz secretário do Tesouro | Inovação Educacional | Scoop.it

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto de Almeida, disse nesta terça-feira (7) que, a exemplo dos anos 1980, o Brasil vive mais uma década perdida em virtude de erros cometidos por governos passados.
Ao abrir um congresso realizado na capital paulista pela Apimec, Mansueto observou que o país terá de crescer a um ritmo anual de 3% para anular completamente os efeitos da última recessão.
"A década de 1980 ficou conhecida como a 'década perdida' porque o PIB per capita cresceu pouco. Nós estamos numa década perdida. Se o Brasil crescer 3% até 2020, vamos recuperar o que produzimos em 2011 e 2012", disse o secretário do Tesouro.
A boa notícia, ponderou o secretário, é que a economia tem condições de crescer entre 3% e 4% ao ano, dado o cenário de juros mais baixos, com inflação controlada e uma ociosidade que abre uma "avenida" para o crescimento nos próximos anos sem grande pressão inflacionária.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Blockchain impede a exclusão de qualquer dado transacionado na rede

Blockchain impede a exclusão de qualquer dado transacionado na rede | Inovação Educacional | Scoop.it

O blockchain deve ser regulado? Como ficam as questões da conformidade de blockchain com o direito ao esquecimento e com as leis de proteção de dados, como a GDPR aprovada pela União Europeia e a do Brasil, cujo texto aguarda sanção presidencial? Para as empresas e entidades públicas e privadas, em quais situações e para atender a quais soluções faz sentido implantar blockchain? Essas questões tiveram no centro das discussões do seminário "Blockchain: seu uso na gestão pública, na governança digital, no desenvolvimento econômico, como nova economia digital, suas aplicações, vantagens e riscos", que ocorreu, nesta quinta-feira 9/8, em São Paulo.   
O seminário foi realizado pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços, da Câmara dos Deputados, a pedido dos deputados Vitor Lippi (PSDB/SP) e Otavio Leite (PSDB/RJ), com objetivo de debater as aplicações e entender o impacto da tecnologia. "Tudo está mudando rapidamente e é um desafio para o País entender quais são as regras que serão aplicadas. Estamos falando em trabalhar em rede; e isto vai ser uma transformação profunda. O blockchain é uma ferramenta estratégica para que transformações possam acontecer. Então, estamos ouvindo até para saber se tem de regular", afirmou Lippi.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

A política precisa de cientistas, diz astro da matemática e deputado 

A política precisa de cientistas, diz astro da matemática e deputado  | Inovação Educacional | Scoop.it

Apesar disso, o pesquisador afirma estar convencido de que “a política precisa de cientistas, seja para trazer a ciência para dentro das discussões técnicas, como as que envolvem o combate ao aquecimento global e a preservação do meio ambiente, seja para ajudar na comunicação entre esses dois campos”.
Em pouco mais de um ano dentro do Parlamento francês, Villani se envolveu na preparação de um relatório com propostas para reformar o ensino de matemática nas escolas públicas francesas e elaborou os alicerces de uma nova estratégia de seu país no campo da inteligência artificial.
A política consome hoje todo o seu tempo. “Tive de deixar a pesquisa de lado. No máximo consigo dar algumas aulas.” O matemático mantém seu vínculo com a Universidade de Lyon, embora não tenha obrigações nem receba salário. “Ainda a frequento quando preciso discutir algum assunto ou dar uma palestra.”

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

O básico do ensino

O básico do ensino | Inovação Educacional | Scoop.it

O caso ilustra bem como o debate sobre educação e sobre ciência, tecnologia e inovação tende a ser focalizado por um prisma único —verbas estatais— e, com isso, pouco avança. Embora obviamente danosa, a grave restrição orçamentária que o país enfrenta impõe agora que se aprofunde, igualmente, a discussão quanto a sua eficiência.
Começando pelo ensino: o gasto público no Brasil fica entre 5% e 6% do Produto Interno Bruto, sem destoar da média dos mais desenvolvidos. E tem evoluído no sentido de dotar melhor a educação básica (níveis fundamental e médio) na comparação com o nível superior, antes muito mais privilegiado —uma antiga distorção.
A transição demográfica contribuirá para encorpar o desembolso por aluno, uma vez que, pelo IBGE, a população até 19 anos vai cair dos atuais 60,9 milhões para 57,2 milhões em 2030. Ainda assim, o dispêndio per capita demorará a alcançar os de sociedades mais ricas, ainda mais com o ritmo claudicante da economia brasileira.
Deve-se considerar, contudo, que nações com gastos inferiores ou similares por estudante —como México, Colômbia, Turquia, Chile e Argentina— obtêm notas superiores às de brasileiros no exame padronizado global Pisa.
A educação pública só deixará de ser medíocre com ampla reforma gerencial e pedagógica. Ela começa com a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), uma carta de compromisso social com o que cada aluno tem direito de aprender e o professor tem dever de ensinar.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Pesquisa revela os principais impactos do blockchain na manufatura

Pesquisa revela os principais impactos do blockchain na manufatura | Inovação Educacional | Scoop.it
A Cognizant, uma das empresas líderes mundiais em tecnologia e negócios, apresenta pesquisa global, feita com 281 profissionais de empresas de manufatura, que buscou entender suas expectativas de qual será o impacto do blockchain em seu negócio e como eles vêm evoluindo nesse aspecto. Dos pesquisados, 87% citam que o blockchain será crítico ou importante para o futuro de sua organização, e 75% entendem que será importante para o futuro da indústria em sua jornada de transformação. Entretanto, somente 16% revelam ser conhecedores do tema.

As áreas em que são esperados maiores impactos com a adoção do blockchain são: operações, com 59%; e gestão/operação de supply chain, com 41%. Entre os benefícios mais citados, estão habilidade em prover confiabilidade de informações da matéria-prima sobre produção e produtos (63%) e eliminação de intermediários que não agreguem valor ao supply chain (53%).
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Seminário reúne articuladores do Programa de Inovação Educação Conectada

Seminário reúne articuladores do Programa de Inovação Educação Conectada | Inovação Educacional | Scoop.it

O MEC promoveu, dias 6 e 7 de junho, o II Seminário Nacional Educação Conectada, que reuniu 90 representantes de secretarias de Educação de estados e municípios de todo o país. “Esse momento foi muito importante para fortalecermos a atuação dos coordenadores e articuladores do Programa de Inovação Educação Conectada. A partir da troca de experiências entre os participantes, foi possível identificar desafios e oportunidades, traçando estratégias conjuntas para superá-los”, avalia Gabriela Gambi, gerente-executiva do CIEB.
O encontro, realizado em Fortaleza (CE), teve como objetivo engajar e preparar os articuladores e coordenadores que participarão da elaboração e da implementação dos Planos Locais de Inovação. Os trabalhos foram abertos pela secretária de Educação Básica do MEC, Renilda Peres de Lima, que apresentou uma avaliação do primeiro semestre de implantação do Educação Conectada. Ao longo da jornada, os articuladores participaram de uma oficina coordenada pelo CIEB sobre a construção dos Planos Locais.
– Plano Local de Inovação
– Evidências sobre Políticas de Inovação e Tecnologia para Educação

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Prêmio educacional Unesco King Hamad Bin Isa Al-Khalifa abre inscrições

Prêmio educacional Unesco King Hamad Bin Isa Al-Khalifa abre inscrições | Inovação Educacional | Scoop.it

Estão abertas as inscrições para a edição 2018 do prêmio Unesco King Hamad Bin Isa Al-Khalifa, voltado a iniciativas que usam Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs) em Educação. A premiação tem como foco identificar e valorizar, em todo o mundo, projetos e programas apoiados por tecnologias inovadoras, utilizadas em benefício de grupos de alta vulnerabilidade.
Criado pelo Reino do Barém, em 2005, o prêmio tem estimulado o uso de novas tecnologias para expandir as oportunidades de acesso à escola e promover a melhoria da qualidade de ensino em comunidades de baixa renda. Podem concorrer iniciativas que mesclam uso de tecnologia tradicional com aplicações de ponta, como soluções inovadoras para superar barreiras de infraestrutura ou para reduzir custo de acesso; inovações para aprendizagem on-line; sistemas de aprendizagem inteligente; big data, tecnologias de imagens, entre outras.
Serão premiados dois projetos. Cada um receberá um prêmio em dinheiro no valor de 25 mil dólares. Os projetos deverão ser submetidos em inglês ou francês, por meio da plataforma virtual do prêmio. Para conhecer o regulamento, critérios de seleção e obter outras informações, consulte o site https://en.unesco.org/themes/ict-education/ict-education-prize/nomination ou mande e-mail para ictprize@unesco.org. O prazo de inscrições vai até dia 31 de outubro.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Seminário internacional debate computação na educação básica

Seminário internacional debate computação na educação básica | Inovação Educacional | Scoop.it

O Conselho Nacional de Educação (CNE), em parceria com a Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e o Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB), promoveu o Seminário Internacional sobre Computação na Educação Básica. O encontro, realizado em Brasília (DF), nos dias 30 e 31 de julho, teve participação de diversos atores – educadores, representantes de empresas de tecnologia e gestores públicos de educação –, que assistiram a exposições de especialistas e debateram sobre o tema. O intuito foi contribuir com o CNE para a elaboração de normas específicas sobre ensino de computação.
Entre os palestrantes, Janice Cuny, diretora da National Science Foundation; Leila Ribeiro, da SBC; Lúcia Dellagnelo, do CIEB; Sérgio Sgobbi, da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e da Comunicação (Brasscom), Rubem Saldanha, da Fundação Telefônica e Nelson Pretto, da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação (Anped), entre outros.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Por que faltam mulheres negras no mercado de tecnologia?

Por que faltam mulheres negras no mercado de tecnologia? | Inovação Educacional | Scoop.it
O setor de Tecnologia e Inovação se torna mais relevante a cada dia, no entanto, a diversidade segue sendo um problema na área. A Sputnik Brasil conversou com Silvana Bahia, que coordenou o Pretalab, uma pesquisa que mapeou e discutiu a presença de mulheres negras e indígenas no mercado de tecnologia brasileiro.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Já é possível cursar Gastronomia e Engenharia na modalidade EAD

Com acesso à internet, instruir-se é acessível para infinitos conteúdos. Aprender mais sobre aquela disciplina que tem maior dificuldade, dicas de maquiagem, montar móveis, costurar, são apenas algumas das opções. Aproveitando a tendência mundial, cresce também a oferta de cursos online, entre eles alguns inusitados, que antes não eram ofertados, a exemplo de Gastronomia e até Engenharia. 
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

everis cria fundação para promover empreendedorismo e inovação no Brasil

everis cria fundação para promover empreendedorismo e inovação no Brasil | Inovação Educacional | Scoop.it

A everis, multinacional de consultoria integrante do Grupo NTT DATA, e uma das dez maiores empresas mundiais de serviços de TI, anuncia o lançamento da fundação everis Brasil. A instituição, que terá à frente Antonio Carlos Valente, tem por objetivo apoiar e promover o talento, o empreendedorismo e a inovação, e colocar em prática as capacidades da companhia em projetos de educação, ciência, inovação e empreendedorismo.
Também incentivará o trabalho voluntário, a fim de transformar projetos em proposições de valor para a sociedade e diminuir barreiras sociais, geográficas e econômicas, que impedem seu desenvolvimento.
No Brasil, a Fundação já inicia suas atividades com três projetos em andamento, consolidados e encabeçados pela própria everis Brasil: o Prêmio Empreenda Saúde, o Programa Púlsar e as Oficinas de Programação e Robótica para Crianças. O Prêmio Empreenda Saúde, que incentiva o empreendedorismo, a inovação e o desenvolvimento de talentos e negócios com grande potencial no setor de saúde, está em sua quarta edição este ano. Em 2017, a premiação avaliou mais de 200 projetos inscritos.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

SENAI levará cultura maker para 14 municípios mineiros

SENAI levará cultura maker para 14 municípios mineiros | Inovação Educacional | Scoop.it
Lab Truck Tour tem foco na eficiência energética e na disseminação das técnicas de prototipagem digital
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Minas Gerais se destaca em eficiência na geração de startups

Minas Gerais se destaca em eficiência na geração de startups | Inovação Educacional | Scoop.it

Estudo da ABStartups e Accenture analisou o momento atual do ecossistema brasileiro de inovação; comunidades mineiras também são destaque

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

A sombra das revistas predatórias no Brasil : Revista Pesquisa Fapesp

Estudo mostra quantos pesquisadores do país publicam em periódicos com práticas suspeitas
more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Os novos governos e a educação, gerando propostas para melhorar o ensino

Os novos governos e a educação, gerando propostas para melhorar o ensino | Inovação Educacional | Scoop.it

Nesta semana, tivemos dois eventos que podem ter importante papel na política educacional dos novos governos: um grande congresso dos jornalistas que cobrem educação no país e o encerramento de um curso, oferecido para funcionários de carreira de cada uma das 27 secretarias estaduais de educação, sobre a reestruturação do ensino médio.
Há neles uma agenda comum: assegurar que o ainda insuficiente esforço para melhorar a qualidade da educação seja mantido e acelerado nos próximos governos. 
Isso inclui não destruir iniciativas promissoras que não tiveram tempo para dar frutos em cada estado. Entre elas, o aperfeiçoamento e a implementação da Base Nacional Comum Curricular, que o Brasil tanto demorou em preparar.
O congresso de jornalistas incluiu painéis com gestores públicos, jornalistas, pesquisadores em diferentes tópicos da política educacional —do país e do exterior—, professores, estudantes e inovadores em educação. A ideia é influenciar a opinião pública na direção de excelência e equidade para todos.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Robôs, sensores e automação chegam às pequenas empresas 

Robôs, sensores e automação chegam às pequenas empresas  | Inovação Educacional | Scoop.it

Uma das grandes barreiras para a chegada da revolução digital para essas empresas ainda é o desconhecimento.
Pesquisa da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) com 227 empresas indicou que 40% das pequenas não conhecem o tema da indústria 4.0. Entre as grandes, o percentual é de 3%.
O maior desafio a ser enfrentado para quem quer aderir a esse novo método de produção, especialmente para as menores, é a falta de recursos, indicada como maior barreira por 32% das empresas.
José Ricardo Roriz, presidente em exercício da Fiesp, diz que a falta de atualização tecnológica das pequenas empresas afeta todo o mercado.
“Se não há modernização na cadeia de suprimentos das empresas maiores, elas também têm dificuldades.”

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Os candidatos e a tecnologia no governo

Os candidatos e a tecnologia no governo | Inovação Educacional | Scoop.it

A premissa é que governo e tecnologia serão uma coisa só. A atividade de governar passará necessariamente pelo uso da tecnologia. Especialmente porque nossas vidas são cada vez mais mediadas por ela.
A consequência disso é que um governo que não evolui tecnologicamente deixa de ser governo. Torna-se obsoleto e ineficaz. No evento, foram analisados casos de países que já perceberam essa mudança.

more...
No comment yet.