Crônicas
4.1K views | +13 today
Follow
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Driblando a vida

Driblando a vida | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

(...)

Para que sonhos aponta a seta do homem-seta? O alvo será o destino de algum passante? Indicará o rumo seguro do dinheiro de quem passa? Da vida que passa? Do caminho a seguir? No que pensa o homem-seta, olhar perdido, ele, que só tem de certa aquela seta? O que mira o homem-seta, com sua mirada vazia que aprendeu a desprender-se das coisas, ele mesmo não mais que paisagem? Por que esse olhar que não vê? A quem se dirige a indiferença do homem-seta: a nós? Como explicá-lo neste século cibernético?...

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Dia de Santa Zita

Dia de Santa Zita | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

"O 27 de abril é o Dia de Santa Zita, já ouviram falar? Ela trabalhou durante quarenta anos na casa de um rico negociante de Lucca, Itália, oito séculos atrás. Contam-se dela histórias de bondades e encantamentos, inclusive a de que dois anjos desciam do céu para fazer suas tarefas enquanto ela cuidava dos pobres lá fora. É a padroeira das empregadas domésticas, e sua data é dedicada a elas. Já imaginou, leitor, o privilégio daquele negociante de Lucca por ter uma santa trabalhando em casa durante quarenta anos, e ainda com eventuais ajudantes celestes?"...

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Águas de Março

Águas de Março | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

"Chuva em apartamento é diferente de chuva em casa. Quem nunca morou lá e cá não saberá do que falo. Em apartamento ela é paisagem, às vezes perturbadora, com seus vapores encurtando o visível; às vezes assustadora, raios exibindo-se como nas óperas. Numa casa ela te pega, está ali, junto.Te pega no sentido de ser mais pessoal, a umidade dela te toca como um fantasma, sem corpo, sem molhar. Está ali."

...

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Ivan Angelo faz balanço de 2013

Ivan Angelo faz balanço de 2013 | Crônicas | Scoop.it
Brigas em estádios, manifestações, desvios de verbas, desabamentos de prédios e outros fatos que marcaram o ano 
Patricia Oliveira's insight:

Retrospectiva 2013

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Primeiras letras

Primeiras letras | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

"Como é que se renova uma safra de escritores? O começo, comecinho de tudo, qual é? Quando? Na infância? Se for, o que faz germinar a semente em uma cabecinha aqui, outra ali? Onde? Quando? No colo da mãe, no berço, nos enredos sonhados, na interpretação de sinais que adultos nem percebem? Nasce ao ver adultos debruçados sobre livros? — objetos cuja atração gozosa não se compreende quando se toca, pega, revira, rasga, mas que intrigam pelo mistério de ver alguém ficar olhando, olhando, olhando para aquilo, virando páginas..."

...

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

O peruano do centro

O peruano do centro | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

"O boteco ferve. A animação é palpável. Como o paulistano gosta de um restaurante, reflito. Mas o que me comove mesmo ali são os imigrantes. Esses peruanos acharam um jeito de reanimar um trecho particularmente decadente do centro da nossa cidade."

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Notícias da vizinhança

Notícias da vizinhança | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

Primeira. Não se ouve mais o choro do cãozinho de que falei na crônica passada. À minha inquietação com os lamentos dele sucede-se a apreensão com seu silêncio. Terá sido expulso da casa, das colinas de Perdizes? O dono ou dona desistiu dele? Ou — melhor — arrumou-lhe companhia humana, canina? Compartilho com os leitores a ilusão otimista de que minha crônica ajudou a pessoa a se tocar.

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Carta

Carta | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

Desculpe me intrometer na sua vida, senhora, senhor, mas... a sua rotina com o cão vai ser essa? Ou é uma fase, falta de empregada, filhos ausentes?... Pergunto porque, se o senhor ou a senhora não precisa de companhia durante o dia,ele precisa de alguma. O cão de companhia é assim: um carente que supre a carência do dono. É como um casamento: quando um não comparece, está na hora de discutir a relação. É o que ele está fazendo

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Bem-viver

Bem-viver | Crônicas | Scoop.it

"

Patricia Oliveira's insight:

"— Trabalhar demais não se harmoniza com viver bem. É bom evitar que o trabalho que você faz para viver o impeça de viver. Dê-se tempo para fazer o que você gosta de fazer, coisas que as pessoas apreciam que você faça. Pode ser até um molho de macarrão."

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

A graça do footing

A graça do footing | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

As mulheres não mais se prestariam a ser avaliadas pelo olhar de um corredor de homens, e voltar, e passar de novo, sabendo qual era o jogo. Ou será que acreditavam, as caminhantes pelo corredor, que elas, sim, é que avaliavam e escolhiam os artigos da vitrine?

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

O jeito do Eça

O jeito do Eça | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

Mais tarde, abrandaria o seu ímpeto destruidor: “Na arte só têm importância os que criam almas, e não os que reproduzem costumes”.

 

Pois não era o que fazia Machado de Assis, caro amigo português?

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Trocadinho

Trocadinho | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

... "Observa o liquidificador que custa 79,99 reais:

— Por que não diz logo que é 80? Esperteza. Minha amiga me disse que custa 79, e eu vim comprar. É 79? É mais 80 do que 79. A intenção deles é iludir os bobos, fazer achar que é 79."...

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Silêncio

Silêncio | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

"Ai de vós, barulhentos de todos os quadrantes e ruidosos de todos os tipos, que elevais acima da paciência, da educação e da convivência os ruídos de vossos lazeres, prazeres, pregações, trabalhos, máquinas, motores, veículos, que não respeitais a saúde nem as leis e perturbais o sossego, a tranquilidade, o estudo, a meditação, a confidência, a oração, a leitura, o amor e o sono, especialmente o sono."...

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

A Invasão Americana

A Invasão Americana | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

“Quando é que os gringos passaram a gostar de futebol?”, questionam-me. “Como se explica essa transformação? Eles acreditam que podem ganhar a Copa? Onde vão ficar? Passarão por São Paulo?”...

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Ninguém É Normal

Ninguém É Normal | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

(...)"De perto ninguém é normal, diz-se. E tanta gente passa por normal no ambiente externo..."

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Surpresas nas colinas

Surpresas nas colinas | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

"Um bairro, seu bairro, é o pedaço da cidade que você recorta e acomoda no peito, onde guarda as coisas afetivas. Pouco tem a ver com o espaço largo que a prefeitura delimitou e nomeou. Embora atenda pelo mesmo nome, é mais íntimo, pessoal, é onde seus pés o levam com segurança, conhecimento e deleite. ...

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

A próxima onda

A próxima onda | Crônicas | Scoop.it

"

Patricia Oliveira's insight:

...

"Digo sempre aos gringos que São Paulo faz parte de um país distinto. Mas, como frisa Antônio Carlos Jobim, “o Brasil não é para principiantes”."

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Desmanche na garagem

Desmanche na garagem | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

"Não entrou. Ele ligou e, estranhamente, seu motor havia desaparecido. Uma quadrilha havia assaltado a caminhonete da seguradora; a polícia acha que a peça foi parar num desmanche. Brasil."

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

De menor

Patricia Oliveira's insight:

"Se um adolescente pôde governar bem o Brasil, por que as capacidades dos garotos de hoje são menosprezadas? Por que se cobram tão poucos dos seus deveres, por que se aproveitam tão poucas das suas habilidades e se punem tão levianamente suas infrações? Empurramos cada vez para mais tarde as responsabilidades dos maiores de 14, as obrigações, o trabalho... Quando o Brasil precisou, o juvenil Pedro II estava pronto, instruído, com discernimento."...

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Romance paulistano

Romance paulistano | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

Quem lê romances policiais está acostumado com um subgênero conhecido em inglês como procedural. Os enredos avançam através dos procedimentos investigativos utilizados pelos policiais. É o tipo de ficção mais comum nos dias de hoje: o seriado de televisão CSI é um bom exemplo. O livro lembra esse gênero de prosa, mas substitui os detetives por um terapeuta. Acompanhamos o raciocínio psicanalítico de Carlo Antonini em sua busca pelos fatos. É uma maneira instigante de contar uma história.

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

Onde canta o sabiá?

Onde canta o sabiá? | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

O canto é individual. Nenhum é igual a outro. Uma música de sabiá costuma ter até dois minutos de duração e de dez a quinze notas, como acontecia com os Beatles no início. A fêmea também canta, mas, de acordo com os especialistas, numa frequência menor. Elas são mais discretas.

more...
No comment yet.
Scooped by Patricia Oliveira
Scoop.it!

O Japão é aqui

O Japão é aqui | Crônicas | Scoop.it
Patricia Oliveira's insight:

Uma placa na porta do estabelecimento define a Daiso como “útil, econômica e original”. Um dos seus temas é o asseio pessoal. Vendem-se palitos para limpar os ouvidos (em cores fosforescentes!), pequenas tesouras com pentes minúsculos para cuidar das sobrancelhas, outras para cortar as unhas dos bebês, leques em dezenas de formatos, tradicionais e modernos, e ventiladores pessoais pequenos, com ventoinhas de 3 centímetros. Ouço um freguês comentar: “Só tranqueira”. É uma interpretação possível. Mas de alguém incapaz de reconhecer a beleza das pequenas coisas.

more...
No comment yet.