Comentário hoje
8 views | +0 today
Follow
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Rescooped by Alessandro Wagner Pigossi from Inovação Educacional
Scoop.it!

Novas tecnologias, novas formas de aprender

Novas tecnologias, novas formas de aprender | Comentário hoje | Scoop.it

A utilização das TICs em sala de aula vem, pouco a pouco, mudando a cara da educação no Brasil e a maneira como professores, gestores, alunos e pais se relacionam com o mundo digital dentro da escola. Com o objetivo de apresentar um registro da trajetória das tecnologias digitais na educação nas últimas décadas, o Portal do Instituto Claro apresenta a série de reportagens Gerações Digitais, convidando especialistas e pesquisadores com diferentes bagagens e de diversas regiões do país para comentar cinco temas que têm sido determinantes neste processo de transformação.
Na primeira reportagem da série, convidamos dois dos maiores pesquisadores da área de games para discutir a adoção destes recursos por parte de professores e entender se a comunidade escolar já percebe os jogos como um bem cultural. Também conversamos com um professor idealizador de um projeto inovador que coloca os alunos para produzir seus próprios jogos. Boa leitura!


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Rescooped by Alessandro Wagner Pigossi from Inovação Educacional
Scoop.it!

Escolas do País entram no mercado da preparação para o Enem

Com um maior número de instituições públicas aceitando o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como parte do seu processo de seleção, a prova vem recebendo uma atenção das escolas que vai além da sala de aula. Mesmo com as aulas de revisão que entraram na grade normal de muitas instituições de ensino médio nos últimos anos, colégios como o Anglo de Artur Nogueira (SP) e o Jardim São Paulo, na capital paulista, oferecem aulas preparatórias pagas em horário extra. Assim ganha força o mercado da preparação para o exame.

Oferecido dentro de uma parceria do grupo Anglo com a Abril Educação, o curso, chamado de Pré-Enem, é organizado pela Escola Satélite, do ramo de educação a distância. O curso, que começou em agosto deste ano, revisa os conteúdos cobrados no Enem e deve terminar em 31 de outubro. O coordenador de organização do colégio, Marcel Sgorlon, destaca que o serviço, que tem um custo de R$ 444, é oferecido para alunos do colégio e estudantes do ensino médio de outras escolas ou mesmo municípios vizinhos.

Segundo o gerente de relacionamento da Escola Satélite, Júlio Almeida, o Pré-Enem já está presente em 200 escolas e estabelecimentos de ensino fora do Grupo Anglo, em diversos estados brasileiros, desde São Paulo até Rondônia e Paraná, e tem foco exclusivo no exame, sem o compromisso de aprofundar o ensino de conteúdos não vistos de forma detalhada pelos alunos no colégio. "Poucos colégios trabalham com essa metodologia hoje, pois geralmente preparam seus alunos para o vestibular, e não para o Enem. O objetivo do curso é que o aluno desenvolva habilidades para se preparar para a prova, e não suprir falhas do ensino dos colégios", destaca.


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Rescooped by Alessandro Wagner Pigossi from Inovação Educacional
Scoop.it!

Projeto reúne iniciativas para a educação ao redor do mundo

Alunos e professores morando na mesma casa, estudantes que abrem uma empresa na primeira semana de aula, crianças e jovens que participam da limpeza da escola. De uma ponta a outra do globo, há diversas iniciativas em educação. Reunir esses projetos é um sonho antigo do educador Eduardo Shimahara que está se concretizando desde o início deste ano.

Em fevereiro, Shimahara, pai de uma menina e apaixonado por temas ligados à sustentabilidade, convocou amigos para conversar sobre sua proposta. "Quando ouvi a ideia do Shima, me conectei de imediato", conta André Gravatá, jornalista e um dos engajados no Educ-ação, projeto do livro que vai reunir 12 iniciativas de diferentes culturas e continentes que inspirem pais, jovens e educadores a ter um outro olhar sobre educação.

Shimahara e Gravatá, junto a Camila Piza, psicóloga e pesquisadora de processos criativos, e Carla Mayumi, uma das participantes do "Sonho Brasileiro", projeto da Box1824, empresa da qual é sócia, começaram a delinear como seria a jornada: os lugares que visitariam, quais os tipos de iniciativas abordariam e como fariam para angariar fundos.

Partiram para a pesquisa minuciosa de maneiras diferentes de se educar no planeta todo. "A ideia é mostrar como funcionam essas inovações educativas em lugares muito diferentes daqui e instigar as pessoas a colocá-las em prática. O nosso propósito não é mostrar para as pessoas que as iniciativas devem ser copiadas, mas que existem outros modos que funcionam bem em outros países e que é possível repensar e praticar um outro tipo de educação", afirma Gravatá.


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Rescooped by Alessandro Wagner Pigossi from Inovação Educacional
Scoop.it!

“Professores devem reaprender a aprender”

“Professores devem reaprender a aprender” | Comentário hoje | Scoop.it

O professor americano Will Richardson percebeu, em sua rotina de sala de aula, que havia alguma coisa mudando naquele espaço de aprendizagem. O ano era 2001 e ele dava aula de inglês para o ensino médio em escolas norte-americanas. Nessa década que se passou, as tecnologias foram entrando no universo educacional, ele começou a escrever sobre o assunto e, entre idas e vindas de conversas com professores pelo país, sua suspeita só se confirmou: essa aflição não era só sua. Foi aí que percebeu que o primeiro passo para os professores se adequarem aos novos formatos de educação era fazer com que eles reaprendessem a aprender e, para isso, era fundamental que eles se organizassem em redes.

“Esse é um dos desafios mais interessantes que temos hoje: como é que ajudamos os professores a entender o que está acontecendo fora das escolas e os deixamos aptos para preparar as crianças para essa realidade?”, pergunta o especialista, que já tem uma dica de qual seja a resposta. “Os professores têm que construir suas próprias redes e se tornar responsáveis pelo seu aprendizado, assim como se espera que os alunos façam”, afirma Richardson, que há seis anos vêm capacitando professores por meio do programa Powerful Learning Practice.


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Rescooped by Alessandro Wagner Pigossi from Inovação Educacional
Scoop.it!

Processo de aprender

Processo de aprender | Comentário hoje | Scoop.it

O aprendizado resulta na mudança de um comportamento através da experiência e exige como pré-requisitos, a aquisição de conhecimentos e capacidade de armazená-los. Ele leva em conta a codificação e a recuperação das informações.

Não restam dúvidas de que o processo da aprendizagem se processa no Sistema Nervoso Central (SNC), que é uma estrutura complexa.

Ainda no sistema embrionário, inicia-se uma cadeia de processos que levam à diferenciação e especializações das células. A partir de certo estágio de desenvolvimento, o fator ambiental aumenta sua importância na maturação do Sistema Nervoso. A experiência e o aprendizado desempenham um papel fundamental para a integração das regiões celulares e podem promover alterações estruturais celulares. Alimentar as células com informações e atividades eleva a capacidade de fazer conexões entre as células nervosas, aumentando a agilidade mental, e, portanto, a capacidade de aprender.

O processo de aprender, segundo Luiza Elena⊃1; pode ser de dois modos:

⇒ Informal – aprendemos, simplesmente vivendo, experimentando do nosso jeito, ou com o estiver ao nosso alcance naturalmente.

⇒ Formal – é quando se aprende utilizando experiências sistematizadas. Nesse caso, a aprendizagem ocorre a partir de um projeto pedagógico padronizado, dirigido pelo professor que dosa conteúdos e elabora procedimentos norteados pelas reações do grupo, por meio de avaliações. É um aprender objetivo, que também pode ser obtido através dos livros. Daí, a responsabilidade da formação dos professores para poderem eleger critérios adequados para selecionar conteúdos pertinentes à faixa em que estão atuando e elaborar avaliações que mensurem os conhecimentos dos alunos.

⇒ Tutorial – aprendido por recursos artificialmente monitorizados, e um tipo de software que utiliza métodos de Inteligência Artificial(IA) para representar o conhecimento.


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.