Notícias escolhidas
Follow
Find
7.2K views | +0 today
 
Scooped by Rita M.
onto Notícias escolhidas
Scoop.it!

Austrália, Douro, Vinho do Porto e reputação

Austrália, Douro, Vinho do Porto e reputação | Notícias escolhidas | Scoop.it

... Penfolds, um dos gigantes australianos, casa que acabou de lançar o Penfolds 50 Years Old Rare Tawny, edição rara e limitada de 330 garrafas. O vinho, um lote de diferentes anos com assumidamente uma ou outra pinguinha de um vinho de 1915 a que se juntaram vinhos dos anos 1940, 1945, 1959, 1960, 1961, 1965, 1969, 1971 e 1994, é proposto ao preço de 3.550 dólares australianos que equivalem aproximadamente a 2.350€.

Nada mau para um vinho que assume uma idade média de 50 anos e que nasce longe do vale do Douro, o berço do estilo. O que é menos compreensível é que as grandes, prestigiadas e históricas casas portuguesas sintam uma enorme dificuldade em vender vinhos bem mais velhos, de enormíssima qualidade, a metade do preço a que este Old Rare Tawny é proposto. O que é ainda menos compreensível é que alguns em Portugal critiquem esta política de elitizar as categorias especiais do Vinho do Porto, que censurem as casas por vender caro os grandes vinhos da região, vinhos que em muitos casos estiveram parados durante século e meio.

Por isso é tão importante que o sector aposte também nestes vinhos excepcionais e que os venda a preços condignos com a sua raridade e qualidade ímpar, vinhos como o Andresen 1900, Niepoort VV, Pintas 5G, Taylor’s Scion, Vallado Tributa ou Wiese & Krohn 1863, estandartes daquilo que o Douro faz de melhor.

more...
No comment yet.

From around the web

Notícias escolhidas
Notícias escolhidas
Notícias e dicas escolhidas por Wine & Shine sobre marketing de vinhos: wine marketing design, label design, packaging, wine advertising, branding,  digital wine marketing. Sobre como criar marcas de vinho,  rótulos,  websites, comunicação de adegas, vídeo e estratégias para  brilhar no mercado em Portugal e na exportação. Mais em www.wine-shine.com
Curated by Rita M.
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

John Hegarty: visão polémica sobre o futuro das marcas de vinho

John Hegarty: visão polémica sobre o  futuro das marcas de vinho | Notícias escolhidas | Scoop.it

O WSTA - Wine & Spirit Trade Association desafiou o guru da 
publicidade (e também produtor de vinho) John Hegarty para fazer o discurso inaugural da sua conferência anual.  O fundador da Bartle Bogle Hegarty foi responsável por alguns dos anúncios mais emblemáticos dos últimos 30 anos, dos jeans Levi's 501, Audi ao Johnny Walker #Keep walking".  O tema central da conferência foi "novas oportunidades em indústrias tradicionais" - como as empresas vitivinícolas podem  comunicar melhor com seu público-alvo. 

 

John Hegarty afirmou que nunca se deparou com um setor "tão terrível" pois "não tem marcas líderes" e luta constantemente  contra o facto de 90% dos consumidores não entenderem a qualidade. 

"A maioria das pessoas acha que pagar mais de £ 6 por garrafa é de loucos. A maioria das empresas acha que vinho a menos £ 6 é uma m.... Então é isso que estamos a vender: m... "

 

A solução? "Abrir mão do mistério, mas manter a magia". "

 

O problema da indústria é que, para o consumidor médio o vinho é um completo mistério". Precisamos de simplificar a mensagem e começar a falar das pessoas como "público" em vez de "consumidores".  As pessoas não estão à espera que lhes vendam algo como há 30 a 40 anos.. É uma mudança importante. Implica respeito, temos de envolver e entreter-los, porque isso é o que o público quer.

 

Rita M.'s insight:

Esta visão desencadeou polémica, com David Boyer, um blogger de vinhos do blog.classof1855.com a responder. "Será que a fidelidade à marca de vinho existe?" John está correto em dizer que a maioria das pessoas considera uma garrafa de vinho a $10 uma proposta louca. "Perder o mistério, manter a magia" é uma piada memorável, mas no final, a magia é apenas fumaça e espelhos. Infelizmente, para a maioria dos consumidores o gatilho para a compra resume-se a responder afirmativamente a três perguntas: a) posso inebriar-me rapidamente com isto, b) está dentro do meu orçamento e c) é bebivel? Para a grande maioria dos consumidores não há tal coisa como a fidelidade à marca, nenhum marketing irá obrigar um bebedor de vinho a comprar um vinho em detrimento de outro. Se a fidelidade à marca existe, é só porque alguns consumidores são avessos ao risco, alternando marcas, apenas para descobrir que o vinho novo  que prometia ser optimo (porque a "história" da garrafa disse que era), na verdade mostrou-se apenas potável. Se uma adega quer vender  simplesmente deve produzir melhor vinho do que a concorrência. Só temos uma chance de criar fidelidade à marca, e é a partir do primeiro gole. 

Além disso, o conceito de marca de vinhos de 'ocasião' é falho porque impõe limitações. Basta perguntar a qualquer château em Sauternes, que estão atrelados a ser apenas vistos como vinho de sobremesa. O Champagne para uma ocasião especial provavelmente iria reduzir as vendas em vez de expandi-las. Como sabe, Champagne é extremamente versátil. Por quê colocar as coisas numa caixa que iria levar a um esforço monumental para tirá-las? Mais uma vez, Sauternes está nessa posição nada invejável... Se quiser um maior mercado concentre-se em fazer melhor vinho, envolvendo os seus clientes experimentalmente, e promova mais oportunidades educacionais para aqueles que estão interessados em aprender mais"

 

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Vinhos e o poder do storytelling

Vinhos e o poder do storytelling | Notícias escolhidas | Scoop.it

"No mundo atual, onde a guerra por atenção é quase sanguinária, o que nos atrai é aquilo que se assemelha a nós, seja consciente ou inconscientemente. As histórias têm poder e quando as utilizamos no mundo corporativo, mais ainda. Principalmente quando são construídas de forma autêntica, com personagens com defeitos e fraquezas normais, mesmo que o cenário seja em uma floresta encantada ou em uma metrópole moderna. O cenário, a ambientação é muito importante, mas nada disso terá poder de fogo sem personagens factíveis"

 

Rita M.'s insight:

 Vale a pena ler o artigo que Evely Cordeiro escreveu para empresários sobre o poder do storyteling. O exemplo é de Casillero del Diablo de Concha y Toro, mas não só por isso é uma leitura útil para produtores vinícolas. Clique para ler.

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Rolha de cortiça valoriza preço do vinho?

Rolha de cortiça valoriza preço do vinho? | Notícias escolhidas | Scoop.it
Rita M.'s insight:

A utilização da rolha de cortiça nos vinhos ajuda no crescimento das vendas, de acordo com o mais recente estudo da AC Nielsen, que analisou os últimos quatro anos. A análise da evolução de vendas do TOP 100 de marcas premium nos EUA indica que foi registado um crescimento de 30% na quota de mercado dos vinhos com rolha de cortiça em comparação com 9% de aumento de vendas nos vinhos com vedantes alternativos.

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

O que faz um bom anúncio de vinho?

O que faz um bom anúncio de vinho? | Notícias escolhidas | Scoop.it
Rita M.'s insight:

A campanha "Wine Legend" da chilena Concha y Toro foi eleita recentemente "Melhor Campanha do Consumidor" 2014 pela  Drinks Business.  Centrada numa história em video e lançado num website próprio (www.winelegendmovie.com) é uma uma mega-produção que demonstra a ambição da marca, de ser um player global. Mas o que faz um bom anúncio no sector?

 

A consultora Wine Inteligence elege quatro campanhas favoritas:

Desde a abordagem clássica, cheia de glamour e nostalgia como a d’Arenberg’s ‘Choose your own adventure’ ou aos caminhos que usam o humor, como o Paso Wine Man (Vídeo do Ano, Wine Spectator de 2011 - http://www.pasowine.com/education/paso-wine-man-videos.php ) e "Chardonnay" da Magestic Wine (http://youtu.be/bTfoQmtWpAU),  abordagens cheias de humor, que dão aos enófilos o prazer de achar trocadilhos escondidos e eficazes em desmistificar a ansiedade de compra de uma forma que os consumidores possam se relacionar.

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Vinhos de conceito: há mais mundo para além do terroir e das castas

Vinhos de conceito: há mais mundo para  além do terroir e das castas | Notícias escolhidas | Scoop.it

"Criar uma marca centrada no terroir ou nas castas pode ser tradição, mas não é uma obrigação. Há cada vez mais vinhos que se afirmam através de “ideias” originais. E têm boas razões para isso.

 

Criar a marca para um vinho – do nome ao design do rótulo – tem sido um passo mais ou menos previsível e simples. Na Europa a maioria dos produtores usa o nome da quinta ou herdade, vendo o terroir como fonte de autoridade. Já no Novo Mundo, com uma tradição vinícola recente, e sem herdades e palácios históricos, a maioria baseia-se nas castas e nomes dos produtores.

Mas há mais mundo para lá das quintas e castas. Cada vez mais marcas encaixam numa nova categoria: a das marcas que não se centram nem na origem, nem nas castas, mas sim numa ideia - os chamados vinhos “de conceito”.

 

(clique na imagem para saber mais)

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Krug e a febre dos "pop up" wine bars

Krug e a febre dos "pop up"  wine bars | Notícias escolhidas | Scoop.it

Winebars e lojas "pop-up" são uma tendência no Canadá, Estados Unidos, Reino Unido e Austrália. Estes espaços temporários, que "aparecem" e desaparecem de um dia para outro em festas ou locais especiais, permitem criar um ambiente único, que envolve os clientes e gera um sentimento de pertinência e interatividade.

 

Krug é uma das marcas que tem usado o conceito "pop up" para desafiar a conhecer e experimentar novas harmonias. Depois da Krug Kreperie, a marca anuncia para Setembro em Londres a Krug & Krustacean, um pop up opulento em parceria com o restaurante Beast.

 

more...
No comment yet.
Rescooped by Rita M. from Copyrita
Scoop.it!

Novas palavras para descrever um vinho? A Tesco procura

Novas palavras para descrever um vinho? A Tesco procura | Notícias escolhidas | Scoop.it

As palavras usadas para descrever um vinho podem tornar-se complexas e afastar o consumidor menos conhecedor. Consciente deste problema,  a Tesco, cadeia britânica de supermercados, vai realizar no fim do mês uma prova de vinhos com o objectivo de descobrir formas mais amigáveis de descrever o vinho.

A prova será centrada em torno de 100 vinhos da loja, desafiando os clientes a contribuir com palavras para criar uma "nuvem" de palavras para cada um dos 100 vinhos. 

A ideia  é gerar um vocabulário mais coloquial e próximo que possam usar para comunicar com os clientes sobre o vinho."

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Vinho ou talvez não?

Vinho ou talvez não? | Notícias escolhidas | Scoop.it

"Vinho ou talvez não?" foi assim que dois designers russos Constantin Bolimond e Dmitry Patsukevich apresentaram o seu mais recente trabalho - um par de garrafas de vinho inspiradas por Homer e Marge Simpson, as famosas personagens dos Simpsons de Matt Groening.

O contra-rótulo desafia: "Esta bebida foi criada em ao mesmo tempo que as personagens de desenhos animados em 1987...Talvez seja  vinho, talvez não. Convidamos a descobrir por si. O conteúdo foi mantido em segredo por 26 anos." Um caso extremo de um "vinho de conceito" inspirado na estética de do artista holandês Piet Mondrian.

 

 

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Respostas para consumidores obsessivos?

Respostas para consumidores obsessivos? | Notícias escolhidas | Scoop.it

De acordo com a Wine Intelligence, os consumidores estão cada vez mais obsessivos; em busca de algo "retro", que os faça sentir-se bem ou misture referências, e à procura de experiências que possam partilhar, em busca de escolhas que transmitam segurança e conforto  num mundo cada vez mais mutável.

 

Num seminário sobre inovação na London Wine Fair, a presidente-executiva da Wine Intelligence Lulie Halstead destacou tais tendências quando se considera as inovações dentro e fora do comércio de bebidas.


Embora o universo dos vinhos seja mais conservador e lento do que outras bebidas, há exemplos como "Downton Abbey", o vinho criado para o mercado chinês que combina a experiência de vinificação de Bordeaux com a força da marca britânica da série televisiva - a série de televisão Downton Abbey tem mais espectadores na China do que em qualquer outra nação do mundo...na

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

A moda das garrafas brancas

A moda das garrafas brancas | Notícias escolhidas | Scoop.it

As garrafas brancas estão em ascensão no segmento dos espumantes. Novos produtos da Codorníu e Les Grands Chais de France sugerem que a tendência para a utilização de packaging com sleeves/mangas brancas estão em alta - e não só nos Champagnes.

 

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

CAAR desenvolve campanha solidária impulsionada no Facebook

CAAR desenvolve campanha solidária impulsionada no Facebook | Notícias escolhidas | Scoop.it

A Casa Agrícola Alexandre Relvas (CAAR) vai desenvolver uma campanha para apoiar o CADIn, Centro de Apoio ao Desenvolvimento Infantil, que dá assistência a crianças, adolescentes e adultos com necessidades especiais e às suas famílias. Durante todo o mês de junho, por cada garrafa comprada de Herdade São Miguel “Colheita Selecionada”, “Escolha dos Enólogos” ou “Reserva”, nos supermercados Continente, estará a contribuir com um 1 euro para a Bolsa Social do CADIn. 

 

Simultaneamente será lançado um passatempo no Facebook da Casa Alexandre Relvas (Herdade São Miguel), onde todos são convidados a brindar a esta causa. Para participar basta enviar a fotografia de um brinde com os vinhos Herdade de São Miguel em   https://a.pgtb.me/HSzMmq

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Gallo quer fazer dos Moscato um "must" no Reino Unido

Gallo quer fazer dos Moscato um "must" no Reino Unido | Notícias escolhidas | Scoop.it

E & J Gallo está apostada em replicar o sucesso que os vinhos "Moscato" têm tido nos EUA , agora no Reino Unido, com o lançamento de uma nova campanha.

O maior investimento da empresa até ao momento no segmento Moscato (vinhos moscatéis tranquilos), " Moscato: o "must" da estação" terá como alvo mulheres dos 25-34 anos, que apreciam um perfil de vinhos mais doce e refrescante.

Os moscatéis têm vivido um "boom" nos EUA, com um crescimento de 481% de vendas desde 2009, somando 323 milhões dólares na categoria. A tendência tem sido amplamente ligada à adopção da casta por númerosas estrelas da música.

No Reino Unido, a Gallo espera capitalizar sobre "uma tendência crescente para estilos mais doces e mais leves." Tendo lançado um Moscato rosé no início do ano. Esta aposta será apoiada por publicidade na imprensa e on-line, redes sociais social e promoções nas lojas, para atingir um total de 5,3 milhões de consumidores.

"É um momento muito emocionante para a Gallo Family Vineyards e o seu portfólio de Moscatos", disse Alexis Byron, gestor de marketing marca no Reino Unido e EMEA. "A nossa campanha Moscato é muito forte - queremos dar ao Moscato a sua própria persona, que irá ecoar fortemente no nosso público-alvo.

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Grão Vasco com nova imagem criada pela Myhre Design

Grão Vasco com nova imagem criada pela Myhre Design | Notícias escolhidas | Scoop.it

Grão Vasco tem uma nova imagem e a criatividade é da Myhre Design. O desafio criativo passou por simbolizar os mais de 50 anos da marca de vinhos do portefólio Sogrape.


Assim, o atelier de wine design liderado pelo norueguês Paal Myhre explorou o património da marca: o tipo de letra reinterpreta os primeiros logótipos, a origem no Dão, o "S.Pedro", obra prima de Vasco Fernandes que ilustra a cápsula dourada. As cores secundárias são ricas e densas: vermelho e verde.

Com esta nova imagem, a marca visa manter o seu estatuto como um dos vinhos mais consumidos de Portugal. Um posicionamento expresso na tagline "Desde 1958 a fazer história nas mesas de Portugal".


Ler mais: http://www.briefing.pt/criatividade/29793-nova-imagem-assinada-pela-myhre-design.html

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

As Origens Curiosas das Palavras do Vinho

As Origens Curiosas das Palavras do Vinho | Notícias escolhidas | Scoop.it

A etimologia de mais de uma dúzia de palavras do vinho tem uma história interessante! Veja como 13 palavras de vinho nasceram do francês antigo ao latim.

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Despidos de preconceitos no calendário da adega

Despidos de preconceitos no calendário da adega | Notícias escolhidas | Scoop.it

O Domaine Marcel Lapierre em  Beaujolais foi notícia à volta do mundo com a publicação de um calendário que mostra o destemido grupo de vindimadores a posar sem roupa durante a vindima...

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

10 vinhos com design desalinhado

10 vinhos com design desalinhado | Notícias escolhidas | Scoop.it
Rita M.'s insight:

A industria do vinho é conhecida pelo seu conservadorismo, desde o terroir até ao design de rótulos e embalagens, certo?  Mas algumas marcas desafiam a regra. A Drinks Business colheu 10 exemplosque vão da garrafa desenhada por arquitectos, garrafas de papel, vinhos em lata e mais... Clique na imagem para ver

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Vila Regia renova imagem

Vila Regia renova imagem | Notícias escolhidas | Scoop.it
A Sogrape Vinhos acaba de lançar no mercado as colheitas de 2013 de Vila Regia com uma nova rotulagem. O rebranding tem assinatura da agência Myhre
more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Como grandes a pequenas adegas medem o ROI nos meios digitais?

Como grandes a pequenas adegas medem o ROI nos meios digitais? | Notícias escolhidas | Scoop.it

Avaliar o retorno do investimento feito na comunicação (ROI) é sempre complicado, mas com os meios digitais torna-se mais fácil. A  jornalista Cathy Huyghe dedica uma série de artigos ao assunto na Forbes. Para tal compara duas empresas de dimensões muito diferentes: a gigante Constellation Brands e um pequeno produtor, a Cornerstone Cellars. O Facebook vem logo à baila: já  não basta colecionar "likes", é preciso investir: como obter resultados? 

 

"O que importa é o que a sua marca diz e onde diz. A Cornerstone Cellars chama-lhe construir relações; a Constellation chama-lhe gestão de comunidades. Equivalem à mesma coisa: entregar o conteúdo certo às pessoas certas, no momento certo e na plataforma correcta.

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Briefing - Uma imagem Wine & Shine

Briefing - Uma imagem Wine & Shine | Notícias escolhidas | Scoop.it
A Wine & Shine, especializada na imagem e comunicação do vinho, assina a nova identidade gráfica da Adega Fernão Pó, produtor da Península d
more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Adega Fernão Pó. O vinho como ele é.

Adega Fernão Pó. O vinho como ele é. | Notícias escolhidas | Scoop.it

"Em Fernando Pó o vinho era parte do quotidiano, um alimento, indissociável da gastronomia, vendido à porta da adega. Os visitantes chegavam em romaria ao fim de semana, paravam para se abastecer, partilhavam histórias e petiscos. E ficavam amigos. É esta herança que a Adega Fernão Pó mantem viva, criando vinhos pensados para a mesa, genuínos e gastronómicos." Este foi o conceito desenvolvido pela equipa da Wine & Shine para a família Freitas & Palhoça, produtor da região de Fernando Pó, na Península de Setúbal...

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Top 10 das mais poderosas marcas de vinho em 2014

Top 10 das mais poderosas marcas de vinho em 2014 | Notícias escolhidas | Scoop.it

Na edição de Junho a Drinks Business apurou mais uma vez o ranking das maiores marcas de vinho do mundo. O que está em causa aqui é, não o vinho em si, mas o poder da marca, a sua capacidade de cativar  consumidores para o seu universo próprio. Em 2014 a chilena Concha Y Toro lidera, batendo a concorrência da Austrália e dos EUA para se tornar mais poderosa marca de vinho do mundo em 2014.

 

Rita M.'s insight:

10. Lindeman’s, Austrália

9. Jacob’s Creek, Austrália

8. Beringer, Califórnia

7. Sutter Home, Califórnia

6. Yellowtail, Austrália

5. Barefoot, Califórnia

4. Hardys, Austrália

3. Robert Mondavi, Califórnia

2. Gallo, Califórnia

1. Concha Y Toro, Chile

 

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Quem conhece os vinhos portugueses?

Quem conhece os vinhos portugueses? | Notícias escolhidas | Scoop.it
É muito provável que nós, portugueses, estejamos entre os povos menos chauvinistas da Europa, entre aqueles que menos sentem os beliscões de um bairrismo nacionalista que com frequência ultrapassa a racionalidade. Podemos mesmo afirmar que com frequência nos situamos precisamente nas antípodas deste comportamento louvando à exaustão tudo o que soa a estrangeiro, endeusando e…
more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Nova imagem Mateus Signature assinada pela Myhre Design

Nova imagem Mateus Signature assinada pela Myhre Design | Notícias escolhidas | Scoop.it

Nova imagem Mateus Signature trabalhada pela Myhre Design destaca a história do momento fundador, quando Fernando Van Zeller Guedes criou a Sogrape com 15 amigos em 1942.

A gama de vinhos Mateus Signature nasceu há vinte anos, para celebrar o cinquentenário da Sogrape Vinhos  e tem o Canadá como mercado prioritário. É composta por duas referências: Mateus Signature Tinto e Mateus Signature Branco. Não se pretendia uma alteração disruptiva da imagem, para que o consumidor conseguisse identificar a referência no linear. Contudo foi necessário trazer a imagem para a actualidade, tornando-a mais moderna, premium e com maior destaque no linear. 

A nova imagem desenvolvida pela Myhre Design destaca a história do momento fundador em que Fernando Van Zeller Guedes criou a Sogrape. realçou o nome Mateus, a assinatura  do fundador, aliados a uma história cativante.

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

"Teste do gosto" e rótulos que guiam a escolha do vinho no supermercado

"Teste do gosto" e rótulos que guiam a escolha do vinho no supermercado | Notícias escolhidas | Scoop.it

A cadeia de supermercados Morrisons do Reino Unido criou a marca "teste de gosto ", um sistema de rotulagem que diz que irá ajudar a aumentar a confiança do cliente, o repertório de vinhos e o potencial de compra .

o "teste do gosto " online será a chave para o desenvolvimento da experiência de compra. No " teste do gosto " os clientes são convidados a responder a uma série de perguntas para determinar as suas preferências. Todos os vinhos da Morrison são categorizados como doces, frescos, suaves ou intensos numa escala numerada para  orientar as opções de compra.


"É sobre como ajudar o cliente a encontrar o vinho certo a cada ocasião. Se gosto de Sauvignon Blanc, há uma série de outros vinhos que podem funcionar para mim. Posso não ter ouvido falar da casta ou do país, mas o teste de gosto, orienta as suas necessidades."

Laura Sheen,  compradora da Morrison«s acrescenta : "Os clientes gostam de vinhos, mas acham comprá-los intimidante,  ficam realmente preocupados de comprar os produtos errados, sendo um produto caro ficam com medo de não gostar. Muitas compras limitam-se a escolhas seguras. O teste de gosto permite diversificar e explorar com confiança. " - o teste do gosto em: https://www.morrisonscellar.com/shop/taste-test

more...
No comment yet.
Scooped by Rita M.
Scoop.it!

Pensar global e preservar a identidade do Dão

Pensar global e preservar a identidade do Dão | Notícias escolhidas | Scoop.it

Durante a 4ª edição do “Dão Primores”, iniciativa  da Comissão Vitivinícola Regional (CVR) do Dão dirigida à Imprensa e a profissionais do setor Rafael del Rey, diretor-geral do Observatório Espanhol do Mercado do Vinho, foi convidado a intervir no evento e aproveitou o momento para alguns alertas aos produtores da região:

 

os vinhos europeus podem e devem ser competitivos no mercado global; quem produz vinho deve fazê-lo sempre com o intuito de o vender; os vinhos devem ser elaborados a pensar no perfil de um determinado mercado ou, por contraponto, devem ser encontrados nichos de mercado onde o vinho produzido seja bem aceite;

 

o mercado do vinho está fortemente segmentado; as denominações de origem aportam qualidade e notoriedade ao produto vinho; o enoturismo, a venda direta e a colocação de vinhos em lojas especializadas são oportunidades de negócio, muito em especial para os produtores de menor dimensão.

 

more...
No comment yet.