O computador e a família
35 views | +0 today
Follow
O computador e a família
Qual é a relação da familía com o computador, seu mais recente membro ? Cada vez mais se vê o computador como um membro demasiado ativo no meio familiar das crianças. Este novo membro trás com ele a Internet. Com o avanço acelerado da Tecnologia, é necessário perceber e colocar "as coisas" no seu devido lugar, dentro da família.
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Raquel Morias Barata
Scoop.it!

RCAAP - Interesses das crianças na utilização autónoma do computador, em contexto escol...

RCAAP - Interesses das crianças na utilização autónoma do computador, em contexto escol... | O computador e a família | Scoop.it
Raquel Morias Barata's insight:

As TIC já fazem parte da vida das crianças por via da utilização das tecnologias por parte dos restantes familiares. A escola tem como objetivo ensinar as crianças a viver na sociedade em que elas crescem, logo, tem de avançar como a tecnologia, para que não seja ultrapassada por esta.

Este artigo é apenas uma amostra de um texto de mestrado e parece-me muito interessante.

more...
Anabela CT Santos's comment, March 19, 2013 7:49 PM
Pode aceder à totalidade do documento e selecionar um dos capítulos. Este documento trata de assuntos relevantes para esta disciplina em, pelo menos, dois capítulos. Bom trabalho
Rescooped by Raquel Morias Barata from Inovação Educacional
Scoop.it!

Invisível, internet vai se incorporar a tudo e a todos

Invisível, internet vai se incorporar a tudo e a todos | O computador e a família | Scoop.it

Internet? Que internet?

Daqui a 30 anos, não se falará sobre a internet.

Não porque ela terá desaparecido, mas porque, como a eletricidade, será invisível.

Estará nas roupas, nos móveis, nos carros -e tudo e todos estarão interconectados.

A visão da chamada "internet das coisas", que já se desenha hoje, é encampada por futurólogos e por um dos pais da rede, Vint Cerf, atualmente "evangelista-chefe da internet" no Google.

Questionado pela Folha por e-mail sobre o futuro da rede, Cerf respondeu com uma enxurrada de previsões.

"A internet das coisas será a norma. Dispositivos móveis encolherão ainda mais. Usaremos voz e gestos e teremos conversas semânticas com nossas 'coisas'. A busca vai se transformar em um diálogo. Implantes oculares e espinhais serão prática normal. Você entrará em um carro que dirige sozinho e discutirá aonde quer ir e, talvez, sobre a rota que prefere."

Para Patrick Tucker, editor-adjunto da revista "The Futurist", nossa convivência ainda mais ostensiva com a internet nos fará sentir que a vida sem ela é "insuportável".

"Os dados que criaremos por meio de cada movimento, cada escolha e cada ação serão lembrados, e uma rede gigante usará essa informação em nosso benefício, para nos deixar mais saudáveis, mais confortáveis e mais produtivos. A internet se tornará parte do nosso mundo 'natural', como a luz do sol, a sombra e o vento.(...)


Via Luciano Sathler
Raquel Morias Barata's insight:

A Internet é importante mas pode ser um pau de dois bicos. O computador iniciou um processo que nunca para, nunca recua, nunca diminui e nunca deixa uma pessoa indiferente.

Os estudos não enganam: a internet, daqui a uns anos, estará em tudo o que temos e usamos.

Assutador, não é?

Então, preparemos as nossas crianças para esta nova  era de ovardose tecnológica, para que sejam conscientes utilizadores do computador e da Internet.

more...
Anabela CT Santos's comment, March 19, 2013 6:15 PM
"... um pau de dois bicos" > em que sentido?
Anabela CT Santos's comment, March 19, 2013 6:20 PM
Como devemos preparar as crianças para que sejam utilizadores conscientes?
Raquel Morias Barata's comment, March 19, 2013 8:16 PM
Primeiramente, a internet é um pau de dois bico pois pode ser utilizada corretamente, utilizando-a para fins construtivos e lúdicos, mas também pode ser utilizada de forma incorreta para o bullying, para a pirataria, para roubo.
As crianças devem ser preparadas para saberem trabalhar na internet sem que sejam desprotegidas, inconscientes e erradas, mostrando os dois bicos da mesma, mas sempre incentivando atitudes corretas. Procura-se que a escola seja um meio de ensinar as crianças a se defenderem e, ao mesmo tempo, serem capazes de usufruir das vantagens da utilização da internet.