Reading & Writing World - Tips and suggestions
35 views | +0 today
Follow
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Elsa Cruz
Scoop.it!

Operação "Na crista da micro-onda"

Operação "Na crista da micro-onda" | Reading & Writing World - Tips and suggestions | Scoop.it
No vigésimo primeiro dia de Novembro do ano de 2015 houve mais uma reunião do grupo, que teve lugar pelas 14h30, novamente no Cinema São Jorge, em Lisboa. A sessão deste mês teve uma o...
Elsa Cruz's insight:
Ontem foi dia de sessão do grupo Polícia Bom, Polícia Mau. Vejam os pormenores da Operação no link.
more...
No comment yet.
Scooped by Elsa Cruz
Scoop.it!

O Arranca-Corações. Petiscar ficção científica num bar steampunk

O Arranca-Corações. Petiscar ficção científica num bar steampunk | Reading & Writing World - Tips and suggestions | Scoop.it
[Leitura de Artigo Completo] Basta-nos um pé dentro do número 20 da Calçada do Cardeal, em Santa Apolónia, para ver Júlio Verne sentado ao balcão, entre papel, caneta e um cocktail, imaginamos nós. Tudo por aqui se traduz em madeira e ferro, lâmpadas de filamentos, rodas...
Elsa Cruz's insight:

Foi no Sábado passado que o grupo PBPM/Trëma se reuniu neste espaço.

 

Com uma decoração absolutamente fantástica (onde se recomenda vivamente que vá visitar as casas de banho) e um atendimento excepcional, eis que este espaço me apaixonou.

 

Discutir literatura num ambiente Steampunk foi a cereja no topo do bolo para terminar o ano de trabalho deste grupo em grande!

 

O espaço funciona também como petiscaria e recomendo vivamente as tibornas. Na minha opinião,há espaço para que a ementa cresça e que vão disponibilizando cada vez mais opções. Acredito que o tempo e os clientes ajudarão a afirmar o talento e a simpatia que por lá encontrámos.

 

Aproveito ainda este espaço para agradecer publicamente ao Vitor e ao Gonçalo a forma como nos receberam.

 

Sorte e sucesso é o que vos desejo.

Até breve!

more...
No comment yet.
Scooped by Elsa Cruz
Scoop.it!

Russian Artist Creates Steampunk Animals From Old Car Parts, Watches And Electronics

Russian Artist Creates Steampunk Animals From Old Car Parts, Watches And Electronics | Reading & Writing World - Tips and suggestions | Scoop.it
When working with metal, it takes a true master to breathe life into their artwork. Russian artist Igor Verniy does just that with his beautiful and elegant articulated steampunk animal sculptures. Their moving parts and Verniy's attention to detail makes them come alive.
Elsa Cruz's insight:

How cool is that???

more...
No comment yet.
Scooped by Elsa Cruz
Scoop.it!

Programa FF 2014

Programa FF 2014 | Reading & Writing World - Tips and suggestions | Scoop.it
Fórum Fantástico 2014 (9ª Edição) De 14 a 16 de Novembro Biblioteca Orlando Ribeiro, em Telheiras, Lisboa - 14 de Novembro, Sexta-feira 16:00 – Abertura Oficial (incluindo exposição CortázarFrames)...
Elsa Cruz's insight:

Foi no passado dia 08 de Novembro, na Fnac do Chiado, que foi finalmente desvendado o programa do Fórum Fantástico 2014.
O evento vai decorrer, como tem sido habitual, na Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, em Telheiras, entre os dias 14 e 16 de Novembro.
Este ano conta como convidado especial o escritor britânico Rhys Hughes (que vai ser o autor de quem irei falar hoje no blog, aproveitando a sua presença em Portugal).
Os painéis, como vem sendo habitual, abordam o panorama do Fantástico nas suas diferentes variantes (escrita, ilustração, filmes, videojogos...) e este ano conta ainda com os Prémios Adamastor, que se destinam a destacar o que por cá se tem publicado dentro deste género.
A mim, existem ali umas temáticas que tenho pena de perder mas, de facto, não se conjugam com o meu horário de trabalho. Ainda assim, conto estar presente no sábado, dia 15 para assistir a uma boa parte dos painéis. Contem com os meus comentários para a próxima semana ;)

more...
No comment yet.
Scooped by Elsa Cruz
Scoop.it!

The Periodic Table of Storytelling

The Periodic Table of Storytelling | Reading & Writing World - Tips and suggestions | Scoop.it
I think an excellent and challenging exercise for narrative writing would be to select at random a handful of elements from The Periodic Table of Storytelling* by James Harris. It’s wonderful:
[make...
Elsa Cruz's insight:

Muito engraçada, esta Tabela Periódica da escrita :)  Quando carregamos sobre cada um dos elementos, este remete para um artigo acerca do tema.

Acho que merece a pena ser explorada.

more...
No comment yet.
Rescooped by Elsa Cruz from The Funnily Enough
Scoop.it!

[Artigo do dia] 10 Ways A Writer Can Find More Energy

[Artigo do dia] 10 Ways A Writer Can Find More Energy | Reading & Writing World - Tips and suggestions | Scoop.it

Want to boost your energy? Recover your writing Mojo? Read on...


Via mooderino
Elsa Cruz's insight:

Desde que comecei a partilhar experiências com outras pessoas que escrevem - mesmo a nível "amador", como eu - reparo que sofrem do mesmo mal no que toca a escrever - a procrastinação.

É que nós amamos escrever e, quando nos predispomos a isso, limpamos todas as distracções e focamos a mente, conseguimos realmente criar e a coisa até corre bem.

O pior é quando a escrita não é a nossa actividade profissional e temos que arranjar um espacinho na agenda diária para o fazermos. Nem sempre é fácil (falo por mim), mas tenho posto em prática alguns "truques" (digamos assim) para conseguir disciplinar-me um pouco.

Este artigo fornece alguns conselhos válidos para quem precisa de se concentrar na escrita. Comer bem, dormir as horas necessárias ou exercitar o corpo fazem parte desta lista, porém eu acrescentaria mais alguns, adquiridos por experiência própria.

 

1) Se quiser escrever, faça-o e desligue-se de toda e qualquer distracção - quem é que resiste a dar um olho à sua rede social enquanto está a tentar resolver um bloqueio momentâneo? Uma pausa pode ser benéfica, mas o problema das redes sociais é que são uma distracção. E o que começa por ser apenas uma pequena pausa em busca de inspiração, acaba muitas vezes com o período do dia que reservámos para a escrita.

 

2) Arranje alguém com quem discutir ideias - Muita vezes achamos que estamos a ter a melhor ideia do mundo, mas quando a discutimos com alguém, um ponto de vista diferente muitas vezes ajuda-nos a perceber que não é bem assim. Também não é preciso exagerar e arranjar um grupo que extermine a sua auto-estima enquanto escritor, mas boas críticas ajudam a melhorar boas ideias e dão a sensação de não estarmos tão isolados.

 

3) Discipline-se - Escrever pode não ser o seu ganha-pão, mas se é algo que gosta de fazer, então reserve uma parte do dia para isso. Uma hora por dia pode ser o suficiente e fazer toda a diferença, caso queira conseguir realmente terminar algum texto. No início é complicado, mas depois de ganhar o hábito será tão simples como a hora que deidica ao seu treino diário. Simplesmente integra-se na rotina.

 

4) Perceba qual o horário em que a sua inspiração e concentração o ajudam a escrever - é, talvez, uma das coisas mais importantes, tão essencial como a auto-disciplina.

Por exemplo, para mim não funciona tentar escrever de manhã. O cérebro está demasiado estimulado, por isso geralmente ponho o trabalho em dia, porque é quando rende mais. Também é quando aproveito para ler alguns artigos e planear a actualização do blog, página do Facebook, etc.

Escrever à noite já é raro. Depois do jantar e das tarefas caseiras, o cérebro desliga-se e entra em modo standby até à manhã seguinte. A essa hora ou leio ou vou vegetar em frente à TV a pôr séries em dia.

O meu período criativo é ao fim da tarde, geralmente a partir das 17h00/17h30. É a essa hora que me desligo de tudo e todos (sempre que o trabalho mo permite) e consigo ficar extremamente produtiva. A essa hora, não há post no Face ou chat que me distraia e, se possível, evito chamadas telefónicas (sorry friends!) porque estou ali na escrita a 100%.

É importante perceber qual o horário que funciona para cada pessoa.

 

Por isso, já sabe - se gosta de escrever, faça-o. Mesmo que saiba que mais ninguém vai ler o que escreve ou que ficará fechado na gaveta ou perdido numa pasta no computador, não há melhor sensação do que a de voltar atrás e percebermos que chegámos realmente a concluir os nossos projectos literários.

more...
No comment yet.
Scooped by Elsa Cruz
Scoop.it!

Graffiti português eleito um dos melhores do mundo

Graffiti português eleito um dos melhores do mundo | Reading & Writing World - Tips and suggestions | Scoop.it
O “Rapaz dos Pássaros”, um graffiti pintado pelo português Sérgio Odeith, foi eleito um dos 24 melhores murais do mundo em 2014.
Elsa Cruz's insight:


Antes era uma arte marginal. Hoje salta das paredes para o mundo.
Quando bem feita é brutal, tanto pelos efeitos visuais como pela mensagem que passa.
Temos um cá no Barreiro que me fascina cada vez que por lá passo. Pena não ter fotos do sítio, porque merecia ser visto.
Para quem conhece a cidade, fica na Av. Escola Fuzileiros Navais, já próximo da rotunda do hipermercado Continente.

more...
No comment yet.
Scooped by Elsa Cruz
Scoop.it!

Horror Authors: How to Scare the Heck Out of Your Readers

Horror Authors: How to Scare the Heck Out of Your Readers | Reading & Writing World - Tips and suggestions | Scoop.it
Use sentence structure to evoke feelings of anxiety or fear in your reader.
Elsa Cruz's insight:

Adoro quando o universo conspira a meu favor e me envia artigos úteis para as coisas que tenho entre mãos.

Para quem conhece o que escrevo, sabe que o faço dentro do Fantástico/Paranormal. Mas dou comigo a gostar de escrever num tom cada vez mais sombrio, sem cenários luminosos nem finais cor-de-rosa. Mas, como em tudo, é necessário perceber que técnicas empregar de forma a prender os leitores.

Este artigo, para além de ser bastante claro, é também conciso. Nada de floreados e com exemplos práticos em quantidade suficiente para deixar perceber como empregar as técnicas.

Vou "arquivá-lo" aqui e no blog para não lhe perder o rasto e poder consultá-lo sempre que for necessário. Desconfio que, dentro em breve, me vai fazer falta :)

more...
No comment yet.
Scooped by Elsa Cruz
Scoop.it!

How To Motivate Yourself As A Writer

How To Motivate Yourself As A Writer | Reading & Writing World - Tips and suggestions | Scoop.it
Writerly motivation is a tough nut to crack. I go and I write a single tweet, I get immediate feedback. Maybe nothing happens, or maybe some people respond. Could be I get some retweets, some LOLs,...
Elsa Cruz's insight:

Deixem-me explicar uma coisa: escrever não é fácil.


Podemos ter todo o talento do mundo mas se não tivermos motivação e persistência não há ideia brilhante que resulte.

Por isso, mesmo quando existe o que se chama "bloqueio criativo" é preciso aplicar a técnica ABTC (apply but to chair). Por vezes, o simples acto de nos "forçarmos" a começar a escrever qualquer coisa porque sabemos que "tem que ser" faz com que, repentinamente, as ideias nos vão surgindo.

 

Adorei este artigo do Chuck Wendig, que de uma forma directa e bem humorada toca em alguns dos pontos essenciais a quem faz da escrita uma actividade (profissional ou não).

 

Pelo que me apercebo através das conversas com outros amigos que, tal como eu, abraçam esta actividade, um dos maiores problemas (para além de uma falta de tempo efectiva e real, já que ninguém faz da escrita a sua actividade profissional) é a procrastinação.

 

Não há ninguém que não prefira ir fazer outra coisa qualquer do que se sentar a escrever. Porque é muito bonito sentarmo-nos descontraídamente a ler ao fim do dia. Mas quando falamos de escrever, é outra coisa... Assim sendo, a não ser quando a ideia nos surge e estamos com o entusiasmo inicial, dar continuidade a uma história é difícil, arranjar um final quando não fazemos a mínima ideia do que queremos fazer com o enredo é o equivalente a engolir um esfregão de arame - arranha tudo cá dentro.

 

Mas escrever é - e deve ser - também algo que se faz por prazer. Quando digo que temos que nos forçar a ir escrever, não quero dizer que o façamos com o ânimo de quem vai para a forca. Caramba, nada disso!

 

Trata-se unica e exclusivamente de dar o primeiro passo e arregaçar as mangas. De encarar a escrita como uma tarefa qualquer. Quantas vezes me apetece limpar a casa? Exacto, nenhuma...mas depois arregaço as mangas, começo um pouco a cambalear, mas depois a coisa começa a fluir e quando termino fico super orgulhosa e relaxada.

 

Por vezes penso que não escrevo tanto quanto gostaria/poderia mas a verdade é que o processo em si demora tempo. E, se for a ver bem, já tenho algum material reunido. O problema é que as minhas histórias não são curtas e como vou pedindo feedback ao grupo de escrita de que faço parte, às vezes demoro meses a dar um conto por terminado. Nem sempre é fácil fazer com que as nossas ideias resultem. Por vezes é preciso alterar os textos ou algumas das nossas ideias para que o resultado seja perfeito, mas, no meio disto tudo, o importante é não desistir, é não baixar os braços.

 

A escrita é uma prática como outra qualquer que exige alguma disponibilidade e dedicação, mas que geralmente é renegada para o último ponto da lista de afazeres.

Da próxima vez que pensarem em fazer isso e quiserem procrastinar, façam o seguinte: agarrem num texto vosso, já acabado, e leiam-no com atenção. Vão ver que quando se começarem a perguntar "Uau, fui mesmo eu quem escrevi isto?" terão vontade de correr e fazer mais ;)

 

more...
No comment yet.
Rescooped by Elsa Cruz from Science Fiction
Scoop.it!

Best app for sci fi readers

Best app for sci fi readers | Reading & Writing World - Tips and suggestions | Scoop.it
Must go through this topic
Via Rolph Ellery, jnilz
Elsa Cruz's insight:
Confesso que, tendo chegado ao mundo da leitura de FC & F já bastante adulta, por vezes acabo por me sentir um pouco perdida aqui pelo meio. E se hoje em dia já existem nomes que associo a qualidade dentro do gênero, a verdade é que pouco ainda li desses autores até à data. Esta aplicação despertou-me a curiosidade porque, se funcionar correctamente, parece-me que nos permite não só guardarmos os nossos livros (talvez um pouco como a Goodreads?) mas também pesquisar os livros existentes dentro deste gênero literário. Definitivamente, é para ir à procura :)
more...
No comment yet.
Rescooped by Elsa Cruz from The Funnily Enough
Scoop.it!

Writers: 10 Ways To Stay Sane When You’re On A Deadline

Writers: 10 Ways To Stay Sane When You’re On A Deadline | Reading & Writing World - Tips and suggestions | Scoop.it
We offer ten ways to help writers stay sane while writing on a deadline. Great time and stress management tips for the writers.

Via mooderino
Elsa Cruz's insight:

Sim, escrever com prazos pode ser stressante, porém também é algo que nos força a criar auto-disciplina e pode ser benéfico para que realmente façamos algo, em vez de deixar os projectos a apodrecer na gaveta ou as ideias a evaporar do cérebro.

 

Q problema de a escrita não ser a minha actividade profissional, faz com que a dita disciplina seja ainda mais rigorosa, mas o que vale é que estou habituada a trabalhar sob stress e não me faz confusão.

more...
No comment yet.
Rescooped by Elsa Cruz from The Funnily Enough
Scoop.it!

Six Techniques Professional Writers Use to Get Started

Six Techniques Professional Writers Use to Get Started | Reading & Writing World - Tips and suggestions | Scoop.it
How many times have you gotten an idea for book, but when you sat down to write it you froze or started playing Words with Friends instead? The hardest part of any writing endeavor is getting started. You are turning a nebulous thought into something real and tangible—but that blank page or computer screen can be intimidating.
Via mooderino
Elsa Cruz's insight:
Embora não seja escritora profissional, levo este passatempo muito a sério. A pontos de estar sempre a tentar melhorar e de aprender novas técnicas. O maior problema para mim nem é escrever as primeiras linhas. O verdadeiro problema é dar continuidade às primeiras páginas escritas. A tendência pra ser perfeccionista, para estar constantemente à procura de gralhas no que já escrevi, de estar sempre a voltar atrás, basicamente impede-me de...andar para a frente! O facto de raramente conseguir arranjar o tempo para escrever dentro do meu horário de eleição também não ajuda, porque fora daquela janel horária torna-se complicado disciplinar a mente. Por isso, quando chego ao fim de mais uma história fico verdadeiramente realizada. No fundo, o que sinto é que venci a inércia que sempre sinto de cada vez que penso que tenho mesmo que acabar um texto. É quase como se me superasse a mim própria. E vocês, como conseguem dar a volta à procrastinação e escrever?
more...
No comment yet.