Projeto Alexandria - 2013
17 views | +0 today
Follow
Projeto Alexandria - 2013
Nomes: Alessandra Cabral, Amanda Ayres, Gabriella Victoria, Larissa Alcântara, Thais Pereira e Joyce Nunes - n° 2, 3, 16, 24, 40 e 46 - 2° ano B
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Alessandra, Amanda, Gabriella, Larissa, Thais e Joyce
Scoop.it!

Alexandria

Alexandria | Projeto Alexandria - 2013 | Scoop.it
Alessandra, Amanda, Gabriella, Larissa, Thais e Joyce's insight:

Atualmente a Biblioteca de Alexandria é um monumento bonito e vistoso, e quem olha para ela assim, sem saber sua verdadeira história, acha que ela sempre foi assim ou que não sofreu modificações, mas na verdade muitos coisas já aconteceram ali. A Biblioteca já foi queimada, teve grande parte de seu acervo destruído e agora a possuimos de novo, mas infelizmente muitas coisas se perderam com o tempo e por ações humanas. 

Aqui estão alguns vídeos e documentários sobre esta grandiosa construção:

 

http://www.youtube.com/watch?v=C0wTYvVk8sI

http://www.youtube.com/watch?v=rVCE0s_sgBk

http://www.youtube.com/watch?v=fVqz-IRck1I

http://www.youtube.com/watch?v=z9qUrL3q8bg

 

Outro monumento de destaque é o Farol de Alexandria, que está entre as 7 maravilhas do mundo antigo, por ser considerado uma das maiores construções da antiguidade e que por séculos se manteve entre as mais altas estruturas feitas pelo homem. Após um forte terremoto, o Farol foi destruído mas ainda assim existem muitas buscas, estudos e documentários sobre o Farol e aqui estão alguns:

 

http://www.youtube.com/watch?v=edtHQ7gtlA0

http://www.youtube.com/watch?v=SjWuiot016w

http://www.youtube.com/watch?v=NzEmx9lkmwY

http://www.youtube.com/watch?v=AdRd_xSCVG4

http://www.youtube.com/watch?v=L_0rN8lyWwA

http://www.youtube.com/watch?v=3GwN_myfBw4

more...
No comment yet.
Scooped by Alessandra, Amanda, Gabriella, Larissa, Thais e Joyce
Scoop.it!

Intolerância religiosa e social

Intolerância religiosa e social | Projeto Alexandria - 2013 | Scoop.it
Alessandra, Amanda, Gabriella, Larissa, Thais e Joyce's insight:

Antigamente, em Alexandria, as religiões existentes eram: o Judaísmo, que era originado da Bíblia Hebraica onde seus seguidores acreditavam que Deus revelou leis e mandamentos para Moisés no Monte Sinai, havia também o Cristianismo, que até pouco tempo naquela época era proibido e que foi ganhando força ao passar do tempo, seus seguidores acreditavam que a vida deveria ser baseada nos ensinamentos de Jesus de Nazaré, o filho de Deus. E havia o paganismo, onde os seguidores da antiga cultura greco-romana adoravam diversos ídolos, estátuas e imagens, sendo avessos a ideia da existência de um único deus.

Primeiramente o paganismo dominava a região de Alexandria, que possuia a maior biblioteca da Terra onde eram feitos os cultos aos deuses pagãos, estes cultos começaram a ser desafiados pela fé judaica e pelo Cristianismo. Os cristãos zombavam dos deuses pagãos, atacando suas estátuas e monumentos e os pagãos furiosos com esse desrespeito com sua crença declararam guerra contra os cristãos e, como muitas pessoas estavam se convertendo ao Cristianismo essa guerra foi logo vencida e foi estipulado que quem adorasse à imagens seria punido severamente. As religiões permitidas eram o Cristianismo e o Judaísmo. Ao passar do tempo começaram a haver brigas violentas entre os judeus e os cristãos e, a religião que antes era a intolerada virou a mais intolerante. Muitos judeus foram mortos, exilados e por fim o Cristianismo ganhou o poder, condenando qualquer tipo de divergência à suas crenças.

Hipátia, a astrônoma retratada no filme, não acreditava em nenhuma religião e, achava que nenhum ser humano deveria se dividir dessa maneira, que todos eram irmãos e deveriam se agarrar a isso. Ela acreditava na filosofia e nas ciências, abdicando de sua vida para entender um pouco mais sobre elas. Por conta desse comportamento, Hipátia sofreu acusações de ateísmo e bruxaria, foi condenada a morte por apedrejamento e queimada em uma pira.

Após os critãos tomarem o poder, foi instituído que todos deveriam ser batizados e deveriam crer e obedecer a tudo que havia no Novo Testamento e, quem não estivesse de acordo com isso seria punido com a morte. Havia também uma alta intolerância com as mulheres que, segundo a palavra dos cristãos, deveriam ser submissas ao homem, sem nunca questioná-lo ou contradizê-lo. Muitos registros que haviam na Biblioteca de Alexandria foram destruídos, sob o pretexto de que o que estava escrito ali não condizia com a palavra de Deus, então tudo aquilo não deveria existir.

Atualmente, existem inúmeras crenças e religiões, sendo que as mais "famosas" por assim dizer, são: o Cristianismo que é a religião que possui mais adeptos no mundo, que se divide em Protestantismo, a Igreja Católica Romana e a Igreja Ortodoxa. O Islamismo logo após o Cristianismo possui a maior quantidade de seguidores, logo após vem o Hinduísmo, as Religiões Chinesas, o Budismo, o Sikhismo e finalmente o Judaísmo, que perdeu grande parte de seus fiéis na época do Nazismo.

Um conflito religioso muito conhecido nos dias de hoje é a guerra entre Mulçumanos e Judeus. Este confronto entre o Judaísmo e o Islamismo adquiriu maior expressão com a criação do Estado de Israel logo depois da 2ª Guerra Mundial. Os mulçumanos nunca digeriram o que aconteceu com o povo palestino que vivia na região há muitos séculos e de repente se viram destituídos de suas casas, propriedades, trabalhos, etc. No Afeganistão existe um confilto entre mulçumanos e não-mulçumanos (Talibã X Aliança do Norte). A Aliança do Norte após os ataques terroristas do dia 11/09/2001 recebeu apoio militar dos EUA contra as forças do Regime Talibã e na perseguição do líder da Al-Qaeda, Osama Bin Laden, morto no dia 02/05/2011.

Até hoje há muita intolerância contra os homossexuais, mesmo com a "causa gay" ganhando espaço na sociedade ainda são mostrados na mídia muitos ataques e atitudes preconceituosas com relação a eles. Muitas pessoas ainda acreditam que existem raças humanas distintas e superiores e julgam pela sua cor e aparência se a pessoa é um ser digno de respeito ou compaixão. A mulher está ganhando espaço no mercado de trabalho e adquirindo seus direitos, mas ainda sofre muitas injustiças, é agredida moral e fisicamente por homens que se julgam no direito de ameaça-las e sobrepuja-las.

Para diminuir a intolerância na nossa sociedade seria necessário criar centros de inclusão cultural, logo as pessoas poderiam conhecer outros tipos de culturas ao invés de criticar aquela diferente da sua, e conhecendo o estilo musical, a religião e os fatores ideológicos de outras pessoas seria mais fácil entendê-las e respeitá-las.

more...
No comment yet.