Para pesquisador da UFSCar, Saresp deixa a desejar em avaliação do aluno
3 views | +0 today
Follow
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Marcela Ferreira
Scoop.it!

Escola acusada de fraudar Saresp vê nota cair de 9,3 para 2,6

Escola acusada de fraudar Saresp vê nota cair de 9,3 para 2,6 | Para pesquisador da UFSCar, Saresp deixa a desejar em avaliação do aluno | Scoop.it
A escola que ficou conhecida por ter fraudado o Saresp (Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) em 2011, alcançando na época a m...
more...
No comment yet.
Scooped by Marcela Ferreira
Scoop.it!

São Paulo divulga resultado de escolas estaduais no Idesp 2012

São Paulo divulga resultado de escolas estaduais no Idesp 2012 | Para pesquisador da UFSCar, Saresp deixa a desejar em avaliação do aluno | Scoop.it
A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo divulgou nesta quinta-feira o resultado do Idesp 2012 (Índice de Desenvolvimento da Educação de São Paulo) ...
more...
No comment yet.
Scooped by Marcela Ferreira
Scoop.it!

Um ano após resultado do Saresp 2011, alunos ainda aguardam premiação

Um ano após resultado do Saresp 2011, alunos ainda aguardam premiação | Para pesquisador da UFSCar, Saresp deixa a desejar em avaliação do aluno | Scoop.it
Após um ano da divulgação dos resultados do Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) 2011, os alunos que fizeram o exame ...
more...
No comment yet.
Rescooped by Marcela Ferreira from Inovação Educacional
Scoop.it!

Para pesquisador da UFSCar, Saresp deixa a desejar em avaliação do aluno

Para pesquisador da UFSCar, Saresp deixa a desejar em avaliação do aluno | Para pesquisador da UFSCar, Saresp deixa a desejar em avaliação do aluno | Scoop.it

Para o pesquisador na área de Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) José Carlos Rothen, o Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) deixa a desejar quando o assunto é efetivamente avaliar os estudantes. O exame será aplicado nesta terça (27) e quarta-feira (28) em todo estado. Na região Central, 54 mil estudantes farão a prova, entre eles, 33,7 mil de 131 escolas estaduais

“As pessoas não sabem quais questões caíram na prova de anos anteriores e só têm acesso ao resultado final. Então, por exemplo, nas questões de matemática não é possível saber que tipo de erro ou de acerto o aluno teve e qual sua real dificuldade. Então aquilo que se tem simplesmente é uma nota. A escola evoluiu ou não evoluiu”, justificou Rothen.


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.