A culpa é de quem?
35 views | +0 today
Follow
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by João e Caio
Scoop.it!

Planeta Maconha: Confira 11 argumentos para a legalização da Maconha

Planeta Maconha: Confira 11 argumentos para a legalização da Maconha | A culpa é de quem? | Scoop.it
João e Caio's insight:

 Esses onze argumentos resumem o porque a maconha deve ser legalizada.

 Primeiramente, devemos ter em mente de que a maconha não mata, pode ser usada como medicamento em diversas doenças, e além disso é uma droga leve em comparação com outras drogas como crack, heroína, cocaína, etc.

 Reforçamos que com a liberação da maconha, e até de outras drogas, o tráfico diminuiria, e com junto a ele toda a violencia causada por este comércio ilegal. 

Então perguntamos, porque a maconha não é legalizada, e outras drogas muito mais prejudiciais a saúde, como o alcool, o tabaco, podem ser usadas, e além disso, porque elas não sofrem todo esse preconceito como a cannabis?

 

 

 

more...
Rodrigo De Souza e Silva Falcão's comment, October 22, 2013 5:48 AM
Matéria muito interessante, principalmente por sintetizar os principais motivos para a legalização da maconha!
Dinho e Luis Samaia's comment, October 22, 2013 5:54 AM
Uma matéria muito legal e interessante pois quebra alguns preconceitos que pessoas tem hoje em dia sobre o uso da maconha mesmo não tendo argumentos para tal preconceito. Além disso mostra que a maconha não tem graves danos e, pelo contrario, pode ser até benéfica para seus usuários.
Rafael Monaco Monzillo's comment, October 22, 2013 8:34 AM
Eu discordo com a forma irônica do argumento 1,pois se a maconha fosse liberada o consumo iria aumentar ainda mais do que aumento nos últimos 10 anos. Em Amsterdam a liberação da maconha criou um aumento do numero de usuários na cidade, e nos países que a maconha e proibida esse numero e menor, além de que a legalização cria um fácil acesso para crianças e jovens.
Scooped by João e Caio
Scoop.it!

A verdade sobre a maconha - Superinteressante

A verdade sobre a maconha - Superinteressante | A culpa é de quem? | Scoop.it
A proibição da cannabis pode ter mais a ver com interesses morais, políticos e econômicos do que com argumentos científicos. Saiba mais sobre os efeitos dela e sua influência na história da civilização.
João e Caio's insight:

Para um segundo post, escolhemos esta redação que trata do porque  a maconha é proibida e tão mal vista hoje em dia. Após algumas pesquisas, descobrimos que na verdade a maconha foi proibida muito mais por fatores raciais e morais, já que antigamente, e até hoje existe esse preconceito contra os negros, mexicanos, arabes e chineses, que eram os maiores consumidores da erva.

Além disso, houve muita influencia  politica sobre a cannabis, além da midia reforçando sempre de que a maconha faz mal, de que a maconha mata, entre outros. Algumas destas historias estap contadas na redação postada acima.

more...
No comment yet.
Scooped by João e Caio
Scoop.it!

Efeitos da Cannabis no Cérebro

Efeitos da Cannabis no Cérebro Fonte: Documentário Cortina de Fumaça, http://www.youtube.com/watch?v=RAnFiyqcMb0
João e Caio's insight:

Nesse post, temos a intenção de acabar com esse mito de que a maconha só faz mal, que apenas drogados e "marginais" utilizam esta erva. 

Com esse video, mostramos que a maconha é muito útil no tratamento de diversas doenças, e além disso que a mesma pode trazer muito mais beneficios do que maleficios.

more...
No comment yet.
Scooped by João e Caio
Scoop.it!

Senado decide sobre maconha no Uruguai

http://hempadao.com
João e Caio's insight:

Como é nosso primeiro post, temos de deixar claro que viemos defender a legalização da maconha, e para isso vamos postar como esta ação poderá ser benéfica a população.

Como é dito no video, ao legalizar a maconha não estaremos promovendo, e muito menos criando um novo mercado, e sim apenas "corrigindo" este mercado já existente. Diminuindo o trafico da maconha, e além disso não deixando as pessoas correrem o enorme risco de comprar a maconha em lugares e com pessoas perigosas.

 

more...
No comment yet.