Gauche na vida
Follow
Find
228 views | +0 today
 
Scooped by JRazen
onto Gauche na vida
Scoop.it!

This Dad's Superhero Cape Is A Skirt

This Dad's Superhero Cape Is A Skirt | Gauche na vida | Scoop.it

I didn’t want to talk my son into not wearing dresses and skirts. He didn’t make friends in doing that in Berlin already and after a lot of contemplation I had only one option left: To broaden my shoulders for my little buddy and dress in a skirt myself. After all you can’t expect a child at pre-school age to have the same ability to assert themselves as an adult. Completely without role model. And so I became that role model...

more...
No comment yet.

From around the web

Gauche na vida
Porque nossos corações estão à esquerda.
Curated by JRazen
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by JRazen
Scoop.it!

"Abaixe sua plaquinha e levante um radar das suas atitudes"

"Abaixe sua plaquinha e levante um radar das suas atitudes" | Gauche na vida | Scoop.it
Temos muitos privilégios e querer "ser" a vítima está bastante aquém do que se pode fazer para minimizar esses crimes. A plaquinha feita no conforto dos seus lares é um jeito tímido de assumir que não se faz nada pelo outro. E parece ser suficiente para a maioria.
more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

Sete teses sobre Walter Benjamin e a teoria crítica

Sete teses sobre Walter Benjamin e a teoria crítica | Gauche na vida | Scoop.it
Por Michael Löwy. Traduzido do francês por Mariana Echalar. I – Walter Benjamin pertence à teoria crítica em sentido amplo, isto é, à corrente de pensamento inspirada em Marx que, a partir ou em to...
more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

Qual projeto de lei é mais urgente: casamento civil igualitário ou criminalização da homofobia? | Carta Capital

Qual projeto de lei é mais urgente: casamento civil igualitário ou criminalização da homofobia? | Carta Capital | Gauche na vida | Scoop.it

Que fique claro: o casamento civil igualitário não é apenas uma lei que reconhece direitos. É uma lei que diz que os casais homossexuais valem o mesmo que os casais heterossexuais, não são melhores nem piores e merecem o mesmo trato, a mesma proteção, o mesmo reconhecimento e a mesma celebração. Porque o casamento também é isso: uma celebração pública. E não há melhor forma de combater a homofobia que essa. A inclusão de gays e lésbicas numa instituição ordenadora na nossa cultura, o reconhecimento dos casados como casados e a celebração dos seus casamentos são também políticas educacionais. As crianças do amanhã nascerão num país em que essa barreira simbólica que nos deixava fora não existe mais e o Estado reconhece que somos cidadãos como qualquer um. Que, como cantava Cazuza, “eu sou mais um cara”.

more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

Dados apontam que ascensão da classe C incomoda consumidores da classe AB - Home - iG

Dados apontam que ascensão da classe C incomoda consumidores da classe AB - Home - iG | Gauche na vida | Scoop.it
Na elite, quase metade acha que qualidade dos serviços piorou com acesso da população...

 

De acordo com o levantamento, 55,3% dos consumidores do topo da pirâmide acham que os produtos deveriam ter versões para rico e para pobre, 48,4% afirmam que a qualidade dos serviços piorou com o acesso da população, 49,7% preferem ambientes frequentados por pessoas do mesmo nível social, 16,5% acreditam que pessoas mal vestidas deveriam ser barradas em certos lugares e 26% dizem que um metrô traria "gente indesejada" para a região onde mora.

 

"Durante anos, a elite comprava e vivia num 'mundinho' só dela", diz Renato Meirelles, diretor do Data Popular. "Nos últimos anos, a classe C 'invadiu' shoppings, aeroportos e outros lugares aos quais não tinha acesso. Como é uma coisa nova, a classe AB ainda está aprendendo a conviver com isso. Parte da elite se incomoda, sim", afirma Meirelles.

more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

Letter from Pussy Riot for Slavoj Zizek

Letter from Pussy Riot for Slavoj Zizek | Gauche na vida | Scoop.it

This has proven to be the continuation of the political liberation miracle-movement, whose birth for us now is unbelievable. I love miracles and their idiosyncracies. All of our activity is full of wonder.

more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

Leia a íntegra da fala de Tatiana Lionço no seminário

Leia a íntegra da fala de Tatiana Lionço no seminário | Gauche na vida | Scoop.it
Em vermelho, estão os trechos editados por Bolsonaro...

 

"Não se ensina o amor prescrevendo o amor como um mandamento, “amai-vos uns aos outros”, mas sim vivendo as relações na base do mútuo respeito, consideração e valorização das diferenças."

 

Segue no link o texto completo da fala da psicóloga Tatiana Lionço que foi maliciosamente editada pelo deputado Jair Bolsonaro.
Um ponto importantíssimo da fala da Tatiana, e que foi totalmente alterado pelo deputado é a compreensão da sexualidade como algo muito além do simples coito, mas toda uma dimensão da vivência e da identidade humanas. Se o Jair e seu fã-clube não entendem isso, talvez fique explicado um pouco desse recalque todo.

more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

Dominio público » ¿Es tan malo ser antisistema?

Dominio público » ¿Es tan malo ser antisistema? | Gauche na vida | Scoop.it
Noticias de última hora en español, actualidad nacional, internacional, economía, dinero, política, opinión, deportes, tecnología, cultura, sociedad, y mucho más. Además fotos, videos, infografias, entrevistas y charlas en directo.

 

Resulta por tanto difícil de entender que, en estas condiciones y en la situación en que estamos, antisistema siga empleándose como término peyorativo. Si analizando la crisis se llega a la conclusión de que el sistema es malo y hay que cambiarlo, no se ve el motivo por el cual ser antisistema tenga que ser malo. El primer principio de la lógica elemental dice que ahí hay una incoherencia, una contradicción. Si el sistema es malo, y hasta rematadamente malo, lo lógico sería concluir que hay que ser antisistema o estar contra el sistema. Tanto desde el punto de vista de la lógica elemental como desde el punto de vista de la práctica, es indiferente que el antisistema sea premio Nobel, economista de prestigio, okupa, altermundista o estudiante crítico del Proceso de Bolonia.

more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

#Véi, esses não rola

#Véi, esses não rola | Gauche na vida | Scoop.it

 Ivan Camargo e Sônia Báo, assim como ampla parte de seus apoiadores, tiveram papel de destaque nas gestões que levaram a UnB à degringolada ética, acadêmica e administrativa que veio à tona durante a crise de 2008. As chapas Volnei Garrafa / Bermudes e Gustavo Lins / Flávio Botelho também têm em suas composições e bases de apoio participantes decisivos daquele esquema de poder que dominava a universidade. Não por acaso, têm em comum também o fato de não se posicionarem favoravelmente à instalação do Congresso Estatuinte Paritário. Ivan Camargo, decerto com saudades dos seus tempos de Lauro e Timothy, chegou a anunciar ainda que quer voltar a reforçar os poderes do Conselho Diretor da FUB.

more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

» A força de Derrida: para pensar o Direito e a possibilidade da justiça

» A força de Derrida: para pensar o Direito e a possibilidade da justiça | Gauche na vida | Scoop.it
Site da Revista CULT
JRazen's insight:

"O leitor pensará agora que estou novamente me referindo à justiça ao que eu afirmaria, sim, mas também ao amor."

more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

Para garantir a alegria do Centro, toque de recolher na Periferia

Para garantir a alegria do Centro, toque de recolher na Periferia | Gauche na vida | Scoop.it
Passo boa parte do meu tempo livre na Vila Madalena. Mas fico irritado quando alguém age como se a região fosse o umbigo da cidade, o modelo de urbanidade ou a referência para o desenvolvimento da ...
JRazen's insight:

Nos grandes centros, o consumo da chamada cultura regional tradicional ganhou espaço entre os mais ricos e formadores de opinião. Virou cult. É em cima dessa análise que muitos querem resgatar, forçosamente, um passado “menos selvagem” em que a população de determinado lugar consumia esse tipo de arte da qual também gostamos. Sem se atentar que as coisas mudam, ou que a indústria cultural tem seus processos – que fazem ricos empresários que, ironicamente, bancam esses mesmos formadores de opinião. Para rico, forró e sertanejo (universitários) e samba de raiz é coisa “popular”, que merece sem incensada. Rap e funk, não, derivados de uma insistente subversão que ousa ir na contramão da política de contenção dos bárbaros que vivem além do fosso dos rios Tietê e Pinheiros.

more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

O custo social da especulação alimentar

O custo social da especulação alimentar | Gauche na vida | Scoop.it
A mercantilização deixa a segurança alimentar à mercê do mercado.

 

É um desafio crescente alimentar essa população que aumenta exponencialmente. Nós produzimos o bastante para todos na Terra terem o suficiente de comida, mas, apesar desta abundância, uma proporção significativa de pessoas não tem dinheiro para se alimentar de maneira adequada. Por quê?

 

Há três razões principais para isso. Em primeiro lugar, a distribuição desigual da riqueza. Em segundo lugar, o consumo de carne tem crescido à medida que a riqueza aumenta. A área de pastagem para a produção de carne, principalmente bovina, utiliza mais de um quarto da superfície livre de gelo da Terra. Além disso, mais de um terço de todas as terras é usado para cultivar colheitas para a alimentação do gado. Esta é produzida por meio de práticas agrícolas industriais com utilização intensiva de energia.

 

Em terceiro lugar, os riscos associados a fontes de energia não renováveis incentivou os governos ricos a promover a produção e o consumo de “biocombustíveis”. Estes são produzidos a partir de recursos agrícolas, como cana-de-açúcar, beterraba, milho, soja e oleaginosas, como o dendê e a canola.

more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

O Pão e Circo dos desfiles de 7 de setembro

O Pão e Circo dos desfiles de 7 de setembro | Gauche na vida | Scoop.it
Agradeço a Alá o fato de não ter interiorizado o que disciplinas como Educação Moral e Cívica e Organização Social e Política Brasileira, restolhos utilizados pela ditadura, tentaram me dizer...

 

[...] me pergunto se essas datas não poderiam ser, na verdade, um momento de reflexão sobre nós e como estendemos o direito à dignidade a todos que habitam este território. Ao invés de passarmos em revista nossas forças armadas – que ainda vivem sob a herança da ditadura, carregadas de algumas pessoas cheias de pó que se mantém feito gárgulas a tudo observar e criticar, cantando loas a feitos inexistentes – poderíamos nos juntar para discutir a razão de chamarmos indígenas de intrusos, sem-teto e sem-terra de criminosos, camponeses de entraves para o desenvolvimento e imigrantes bolivianos de vagabundos. Ou reivindicar que o terrorismo de Estado praticado durante os anos de chumbo seja amplamente conhecido, contribuindo – dessa forma – para que ele não volte a acontecer.

more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

This Dad's Superhero Cape Is A Skirt

This Dad's Superhero Cape Is A Skirt | Gauche na vida | Scoop.it

I didn’t want to talk my son into not wearing dresses and skirts. He didn’t make friends in doing that in Berlin already and after a lot of contemplation I had only one option left: To broaden my shoulders for my little buddy and dress in a skirt myself. After all you can’t expect a child at pre-school age to have the same ability to assert themselves as an adult. Completely without role model. And so I became that role model...

more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

Demoníacas: injúrias de fundamentalistas cristãos contra a luta das mulheres e contra o avanço na garantia de direitos humanos, sexuais e reprodutivos

Demoníacas: injúrias de fundamentalistas cristãos contra a luta das mulheres e contra o avanço na garantia de direitos humanos, sexuais e reprodutivos | Gauche na vida | Scoop.it

Em um Estado democrático de direitos, todas as pessoas merecem respeito e consideração. Isso não é o mesmo que afirmar que devemos acolher e tolerar sem resistência os abusos que vem sendo cometidos em nome de Deus. Para estes abusos, cabe a aplicação da lei dos homens, que inclui entre os crimes a expressa desqualificação do status moral das pessoas. O princípio ético da universalidade de direitos humanos e sociais orienta o reconhecimento e respeito à diversidade moral na sociedade, mas não prevê impunidade a infratores simplesmente por atuarem em nome de Deus.

more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

Gostaria que, em cada quarteirão, houvesse uma área verde

Gostaria que, em cada quarteirão, houvesse uma área verde | Gauche na vida | Scoop.it

Pessoas, como o pastor Silas Malafaia, dizem que não incitam a violência com seus sermões. Não é a sua mão que segura a faca, o revólver ou a lâmpada fluorescente, mas é a sobreposicão de seus argumentos ao longo do tempo que distorce o mundo e torna o ato de esfaquear, atirar e atacar banais. Ou, melhor dizendo, “necessários”, quase um pedido do céu. São pessoas assim que alimentam lentamente a intolerância, que depois será consumida pelos malucos que fazem o serviço sujo. A presença de igrejas não resolve o problema por si. É necessário algo mais.

 

Coloquemos a culpa na herança do patriarcalismo português, no Jardim do Éden e por aí vai. É mais fácil justificar que somos determinados pelo passado do que tentar romper com uma inércia que mantém homens, ricos, brancos, heterossexuais em cima e mulheres, pobres, negras e índias, homossexuais em baixo. A reflexão, aceitar conhecer o outro e entendê-lo, que é o caminho para a tolerância e para a percepção da própria exploração, é difícil para alguns. É mais fácil seguir a manada, ou melhor, o rebanho.

more...
No comment yet.
Scooped by JRazen
Scoop.it!

A medíocre elite social brasileira

A medíocre elite social brasileira | Gauche na vida | Scoop.it

Uma elite social que, intelectualmente, faça jus ao espaço que ocupa na sociedade, não apenas cumpre com o seu papel social de dar algum retorno ao meio que lhe deu as condições para uma vida melhor como, ainda, cumpre o seu papel de servir como exemplo – um exemplo do tipo “estude você também”, e não um exemplo do tipo “lute para poder comprar um automóvel tão caro quanto o meu”.

Tendo isso em mente, torna-se fácil perceber que o problema do Brasil não é que o nosso povo seja “mais ignorante”, pela média, do que a população dos Estados Unidos ou das maiores economias europeias. O problema, isso sim, é que o nosso país ostenta aquela que é talvez a elite social mais ignorante, presunçosa e intelectualmente preguiçosa do mundo, que repele qualquer espécie de intelectualidade autêntica precisamente porque acredita que seu status social lhe confere, automaticamente, o decorrente status de membro da elite intelectual pátria, como se isso fosse uma espécie de título aristocrático.

more...
No comment yet.