Afinal, chamar “campeão dos arguidos” a Pinto da Costa não devia ser crime | Futebol | Scoop.it
Tribunal Europeu dos Direitos do Homem diz que justiça portuguesa errou ao condenar antigo assessor da selecção nacional de futebol por difamar presidente do FC Porto.