Movimento defende que universidade não é o único caminho para sucesso | fabricioskyline | Scoop.it

Dale Stephens tem uma ideia e quer propagá-la pelo mundo: a universidade não é o único caminho para o sucesso. Aos 21 anos, o fundador do movimento UnCollege traça como objetivo ensinar alunos a "hackearem" a própria educação, ou seja, a tomarem as rédeas em sua trajetória acadêmica sem serem absorvidos por conceitos previamente formados. "Eu acredito na escolha. Os estudantes devem ser livres para optar pela melhor direção para eles sem que a sociedade lhes diga que só há uma possibilidade", defende. O jovem está entre os convidados do Nova: o curso de educação da Perestroika, em Porto Alegre, com início no dia 20 de abril, e ministra palestra no dia 29 de junho.

Fundado em janeiro de 2011, o UnCollege conta com uma lista de contatos que atinge aproximadamente 15 mil pessoas. A equipe também utiliza o site (www.uncollege.org) para disponibilizar recursos para a independência acadêmica, como sugestões de leitura, listas com possíveis patrocinadores de projetos e dicas para aprender código de programação - algo essencial no mercado de trabalho, segundo eles.

Além disso, Stephens dá palestras pelo mundo todo para divulgar o trabalho do movimento e apresentar exemplos de pessoas que tiveram sucesso sem seguir as convenções. "Se nós mudarmos a percepção de que a universidade é a única possibilidade para o sucesso, vai permitir que aprendizes livres tenham as habilidades e os conhecimentos necessários em suas áreas, em vez de simplesmente obter um diploma", declara.


Via Luciano Sathler