Engenharia Genética
41.3K views | +31 today
Engenharia Genética
A genética no nosso dia-a-dia...para o bem ou para o mal?
Curated by Olga Cação
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Inês Alves
Scoop.it!

Idade da Ovelha Dolly

Idade da Ovelha Dolly | Engenharia Genética | Scoop.it

Foi posta na aula de hoje a dúvida de quantos anos viveu a ovelha Dolly. (À uns dias postei informações sobre a colonagem de Dolly e reparei que não tinha posto a sua idade.)

 

Dolly nasceu no dia 15 de Julho de 1996 e teve de ser abatida devido a uma infecção pulmunar incurável no dia 14 de Janeiro de 2003. Sendo assim a Ovelha Dolly viveu duarnte 6 anos e 5 meses e meio.

 

Mais informações em: http://www.bioetica.ufrgs.br/dollyca.htm

 

more...
No comment yet.
Scooped by Olga Cação
Scoop.it!

Avanços na pesquisa da genética do autismo | VIVÊNCIAS ...

Avanços na pesquisa da genética do autismo | VIVÊNCIAS ... | Engenharia Genética | Scoop.it
Eles identificaram mais um dos diversos genes relacionados ao distúrbio comportamental, além de uma desordem genética que pode dar pistas para explicar a dificuldade que os autistas têm em interagir socialmente.
more...
No comment yet.
Scooped by Marta Braga
Scoop.it!

aplicações da tecnologia de Recombinação Genética

aplicações da tecnologia de Recombinação Genética | Engenharia Genética | Scoop.it

Algumas aplicações da tecnologia de Recombinação Genética:

Industria Farmacêutica
. Vacinas
. Reagentes de diagnóstico
. Agentes anti-tumorais
. Novas drogas

Agro-pecuária
. Animais e plantas resistentes a doenças
. Aumento do valor nutricional de animais e plantas
. Plantas resistentes a pragas
. Produção de espécies raras

Industria Alimentar
. Novos ingredientes
. Novos processos de manufactura
. Novos enzimas

more...
No comment yet.
Scooped by Ângela Gouveia
Scoop.it!

Fundamentos da Engenharia Genética

Fundamentos da Engenharia Genética | Engenharia Genética | Scoop.it

A engenharia genética permite manipular directamente os genes de determinados organismos com objectivos práticos. São várias as aplicações da Engenharia Genética e as técnicas utilizadas.O objectivo da engenharia genética consiste em isolar e transferir genes, responsáveis pela produção de certas substâncias (por exemplo, as proteínas), para outros seres vivos que não produziam estas substâncias, de modo a serem funcionais nestes seres.

Tecnologia de DNA recombinante

Permite combinar na mesma molécula de DNA genes provenientes de fontes diferentes, mas não necessariamente de espécies diferentes, dando origem a uma molécula de DNA recombinante (rDNA).

Quais os objectivos de clonar genes?

1)Produção de uma grande quantidade de um gene específico.

2) Produção de grandes quantidades de uma proteína codificada num gene

Enzimas de restrição

As primeiras enzimas de restrição foram obtidas a partir de microrganismos e têm um papel de defesa contra a invasão de DNA estranho (por exemplo, vírico).

more...
No comment yet.
Scooped by Pedro Daniel Pires Canas Belo Lopes
Scoop.it!

Para quem ainda estava na dúvida se era ou não manipulação genética aqui fica o esclarecimento...

Para quem ainda estava na dúvida se era ou não manipulação genética aqui fica o esclarecimento... | Engenharia Genética | Scoop.it

Um dos últimos grandes mamíferos descobertos pela ciência no século XX foi novamente localizado no Congo

 

É uma curiosa mistura entre a girafa e a gazela.

 

 

Foi encontrado no parque nacional Virunga na República Democrática do Congo, o primeiro Okapi (Okapia johnstoni ) selvagem desde 1959. O animal - da família da girafa -, que se julgava extinto, reapareceu naquele país africano, considerado por muitos como o seu único habitat natural.

Segundo o anúncio divulgado pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF), a descoberta deste espantoso exemplar (foto à direita) surgiu por mero acaso durante uma expedição realizada por especialistas do Instituto Congolês para a Conservação da Natureza (ICCN), e locais das comunidades de Bambabutti e Twa. Os peritos pretendiam avaliar o estado da floresta congolesa e saber se os elefantes e chimpanzés daquela região corriam risco de extinção. Durante a expedição acabaram por localizar 17 pegadas e alguns dejectos que indiciavam a presença de um Okapi na zona.
Segundo informou a WWF, o Okapi encontrado vivia num refúgio feito por grupos rebeldes, durante o conflito armado no Congo. A região não se encontrava sob influência do ICCN, razão pela qual se pode explicar porque há décadas não se observava um Okapi na floresta congolesa. Marc Languy, do programa regional da

O Okapi foi descoberto em 1901 e caracteriza-se por apresentar listas brancas nas suas quatro patas. Tem pêlo escuro e a forma do seu corpo assemelha-se à de um cavalo. O animal pode pesar entre 200 a 250 quilos e medir 2 metros de altura. O Okapi tem ainda a particularidade de possuir uma língua azul enorme e flexível, usada para limpar o focinho e para tirar as folhas das árvores, que são o seu principal alimento.

more...
Mariana Soares (loira)'s comment, February 3, 2012 3:33 PM
Ou seja os Okapis não são geneticamente modificados são uma espécie com características de outras espécies
Pedro Daniel Pires Canas Belo Lopes's comment, February 3, 2012 4:43 PM
Exactamente Mariana ao contrario do que mts pensam
Scooped by Pedro Daniel Pires Canas Belo Lopes
Scoop.it!

Em relação á Manipulação Genética desnecessária penso um pouco assim... Vejam o video e reflitam mesmo nao tendo fé em algo relegioso acho que este video se apropria a todas as idades...

Este vídeo foi feito por duas alunas no âmbito do Projecto de !Tecnologias de Informação e Comunicação"

more...
No comment yet.
Scooped by Carolina Valadas
Scoop.it!

Clonagem

Clonagem | Engenharia Genética | Scoop.it

A clonagem corresponde à manipulação genética que consiste na produção de organismos idênticos ao progenitor, ou seja, não há fecundação, logo, não existe mistura de genes.

 

A clonagem pode ter dois propósitos: a clonagem terapêutica (que é feita a partir de células estaminais e permite curar doenças) e a clonagem reprodutiva (que permite criar um indivíduo que é cópia do progenitor).

 

Contudo, a clonagem levanta várias questões de ordem ética e biológica, tais como: a perda da variabilidade genética da nossa espécie; a possibilidade de comprometer a individualidade; o envelhecimento precoce; o aparecimento de um grande número de malformações.

more...
No comment yet.
Scooped by Ângela Gouveia
Scoop.it!

A Colonagem

A Colonagem | Engenharia Genética | Scoop.it

A possibilidade de clonagem humana levantou intensas discussões, inicialmente centradas nos aspectos reprodutivos. A controvérsia pressupõe que, se a clonagem humana fosse segura, confiável e permitida, haveria uma demanda para ela. Do ponto de vista reprodutivo, a clonagem parece não ser a única resposta a nenhuma grande ou urgente necessidade humana, e seus benefícios parecem, em grande parte, ser limitados. Por outro lado, novas e interessantes perspectivas foram abertas com relação à utilização da técnica de clonagem para obter células-tronco embrionárias para a Medicina regenerativa humana.

more...
No comment yet.
Scooped by Henrique Tomé
Scoop.it!

O “Super Rato” geneticamente modificado da “Case Western Reserve University”

O “Super Rato” geneticamente modificado da “Case Western Reserve University” | Engenharia Genética | Scoop.it

O “Super Rato”
geneticamente modificado da “Case Western Reserve University”

Este “Super Rato” é o
produto de uma alteração genética realizada sobre o gene responsável pela forma
como o animal queima energia. A alteração produzida acelera a forma como o
organismo queima energia, e de uma forma que não cria colapsos musculares. O
rato, geneticamente modificado é capaz de correr por mais de 6 horas seguidas,
sem parar, mas come muito mais do que um rato normal e mantêm-se sexualmente
activo durante mais tempo. A parte má da coisa é que… o “Super Rato” fica muito
mais agressivo do que um rato normal, razão pela qual não seria uma boa notícia
dar de caras com uma criatura destas numa noite mais escura…

A criatura foi
“fabricada” na “Case Western Reserve University“, no Ohio (EUA) e o que é mais
curioso é que tudo gira em torno da forma como o corpo é capaz de queimar
calorias e, sobretudo, sem gerar “ácido lácteo”, aquela temível fonte de dor
muscular quando realizamos algum esforço mais intenso.

more...
No comment yet.
Suggested by Igor Correia
Scoop.it!

Alimentos Transgénicos e algumas das suas Importâncias

Alimentos Transgénicos e algumas das suas Importâncias | Engenharia Genética | Scoop.it

   Os alimentos transgénicos são constituídos ou admitem na sua composição material com origem em organismos geneticamente modificados – organismos transgénicos. Esta manipulação é levada a cabo pela engenharia genéticacom a sua enorme capacidade para criar espécies novas a partir da combinação de genes de espécies existentes, por tanto, combinando também as suas características.

   Culturas com genes de insectos para que produzam toxinas insecticidas, ou tomates com genes de peixes para atrasar a maturação são uma realidade que temos de enfrentar nos nossos dias, e que nos podem vir a ser muito utéis.

   A novas tecnologias de engenharia genética são da maior importância para os cientistas da alimentação porque são ferramentas poderosas para alterar as propriedades e condições de processamento dos alimentos.

more...
No comment yet.
Suggested by Igor Correia
Scoop.it!

Engenharia genética poderá ajudar a aumentar rendimento dos atletas

Engenharia genética poderá ajudar a aumentar rendimento dos atletas | Engenharia Genética | Scoop.it

  Os escândalos de casos de doping já se tornaram quase uma rotina nas competições desportivas modernas, inclusive nos Jogos Olímpicos. Mas muitos cientistas afirmam que as drogas usadas para melhorar a performance de um atleta poderão se tornar um recurso do passado.

   Em vez disso, cientistas na vanguarda da manipulação genética prevêem que, em um período de cinco a 15 anos, os atletas poderão usar a engenharia genética para superar seus adversários.
   As técnicas desenvolvidas a partir de pesquisas com animais na Universidade de Pittsburgh poderiam ser potencialmente empregadas na cura de ferimentos sofridos durante a prática esportiva e aumentar o rendimento do atleta.
  Atualmente, os cientistas estão injetando células-tronco nas células musculares, em uma tentativa de ajudar crianças com distrofia muscular.


"O fator de crescimento (como vitaminas ou hormônios) e as células-tronco que estamos usando e a terapia genética em que estamos trabalhando podem ser usados para aumentar a força de um músculo", disse Johnny Huard, do departamento de genética molecular da universidade.


   Se as experiências forem seguras para humanos, a técnica poderia ser empregada para aumentar a força e a resistência do atleta, suscitando novas questões perturbadoras para as autoridades esportivas.


"A engenharia genética apresentará alguns problemas espinhosos para o esporte, não apenas por ser difícil - se não impossível - de detectar", disse Larry Bowers, da Agência Antidoping dos Estados Unidos.


   Actualmente, para se detectar uma musculatura geneticamente modificada, seria necessária uma biópsia do tecido - o que não é uma hipótese viável para um atleta prestes a participar de uma competição. Mas os pesquisadores estão investigando formas de facilitar essa detecção.

more...
No comment yet.
Scooped by Nuno Gomes Santos Almeida
Scoop.it!

Mutações genéticas fazem descer a tensão arterial

Mutações genéticas fazem descer a tensão arterial | Engenharia Genética | Scoop.it

Foram identificadas por investigadores norte-americanos três mutações genéticas que mantêm baixa a tensão arterial, segundo um novo estudo publicado na revista científica Nature Genetics.

 

As pessoas portadoras destes genes (NCCT, NKCC2 e ROMK) «têm um risco 60 por cento menor de vir a sofrer de hipertensão», segundo Richard Lifton, investigador do Instituto Médico Howard Hughes e responsável pelo estudo, podendo assim as mesmas pessoas ainda estarem protegidas de vir a sofrer de doenças cardíacas e renais e de virem a ter acidentes vasculares cerebrais.

 

A descoberta dos genes que actuam no controle dos níveis de sal no corpo, interferindo directamente na pressão arterial, poderá possibilitar aos cientistas a concepção de novos medicamentos para controlar a tensão arterial, pois os cientistas ficam a compreender melhor como é que os rins lidam com o sal, regulando, no processo, a tensão - e é sabido que consumir sal a mais faz subir a tensão.

 

O estudo da equipa de Lifton foi feito com dados do Estudo Framingham sobre o coração, que analisa a evolução da saúde dos habitantes da localidade de Framingham, no estado do Massachusetts, desde 1948.

more...
No comment yet.
Scooped by Olga Cação
Scoop.it!

Portugal cultiva mais milho geneticamente modificado

Portugal cultiva mais milho geneticamente modificado | Engenharia Genética | Scoop.it
more...
Carlos da Fonseca's comment, October 29, 2014 3:47 PM
Olá Olga, eu comecei a estudar sobre a Engenharia Genética a uns dias, gostei muito do assunto até que hoje achei seu tópico, comecei a ler alguns artigos e pensei em começar a criar ratos transgênicos, o que não sei se é o correto, tenho 14 anos, então se você acha que não tem problema (por causa da minha idade jé estar querendo me aprofundar no assunto), você poderia me explicar como seria passado o DNA para outro rato (de forma que faça com que seus filhotes nasçam com uma diferença fisica, exemplo: eu queria fazer com que um Topolino uma especie de rato que é bem pequena, crescer um pouco mais, usando o DNA de um rato ou camundongo, então você sabe me dizer como faria para que os filhotes tenham uma extrutura celular diferente do que os topolinos normais, ou até que ele possa crescer mais do que o normal... ).O DNA deveria ser colocado na femea ou macho... Obrigado pela atenção, e desculpe se estou encomodando ou fazendo com que você perda seu tempo...
Scooped by Carlos Santos
Scoop.it!

História da engenharia genética

História da engenharia genética | Engenharia Genética | Scoop.it

Os pesquisadores norte-americanos George W. Beadle e Edward L. Tatum, na década de 1930, demonstraram a regulação pelos genes da produção de proteínas e enzimas e a consequente intervenção nas reações dos organismos dos animais. A partir destas pesquisas, teve início o progresso de descoberta da estrutura genética humana.
Oswald Avery em 1944, pesquisando a cadeia molecular do ácido desoxirribonucleico (DNA),ou (RNA), descobriu que este é o componente cromossômico que transmite informações genéticas.
Em 1953 os ingleses Francis H. C. Crick, Maurice Wilkins e o norte-americano James D. Watson conseguiram mapear boa parte da estrutura da molécula do DNA.
Em 1961 os franceses François Jacob e Jacques Monod pesquisaram o processo de síntese de proteínas nas células bacterianas. Descobriram que o principal responsável pela síntese é o DNA, que passou então a ser o elemento central das pesquisas de engenharia genética.
Em 1972, na Universidade de Stanford, na Califórnia, o norte-americano Paul Berg ligou duas cadeias de DNA. Uma era de origem animal, a outra bacteriana. Esta foi a primeira experiência bem sucedida onde foram ligadas duas cadeias genéticas diferentes, e que é considerada por muitos autores o início da criação sintética de produtos de engenharia genética.
Em 1978, o suíço Werner Arber e os norte-americanos Daniel Nathans e Hamilton O. Smith foram laureados com o Prêmio Nobel de medicina ou fisiologia por terem isolado as enzimas de restrição, que são substâncias capazes de cindir o DNA controladamente em pontos precisos. Juntamente com a Ligase, que consegue unir fragmentos de ADN, enzimas de restrição formaram a base inicial da tecnologia do ADN recombinante.                                                                                                                                                                                                                                                           fonte: wikipedia

more...
No comment yet.
Scooped by Ângela Gouveia
Scoop.it!

O que promete a engenharia genética?

O que promete a engenharia genética? | Engenharia Genética | Scoop.it

Permitir a fabricação dos conhecidos hormônios de crescimento, insulina e vacina contra a hepatite B, além de novas técnicas para curar as mais de 3 mil doenças de origem genética dos seres humanos. Modificando genes de células somáticas, as células do corpo poderiam funcionar como uma verdadeira oficina de conserto. Mas a técnica está ainda engatinhando. Seria um processo parecido com os atuais transplantes de medula óssea em pacientes com leucemia, em que se injeta a medula de uma pessoa sadia para que o corpo do doente volte a produzir células sanguíneas. Na engenharia genética, uma célula do próprio paciente seria modificada e devolvida ao seu corpo com os devidos consertos. A hemofilia, uma doença hereditária caracterizada pela falta de coagulação sanguínea, poderia ser curada através dessa técnica. As novas características do indivíduo que sofreu a modificação genética, porém, não seriam transmitidas hereditariamente. No caso da hemofilia, uma pessoa curada ainda transmitiria a doença aos descendentes.

Os cientistas começam a usar como instrumento o vírus da vacinia, um primo do vírus da varíola, que atinge o gado e é inofensivo ao homem. Neste é inserido um pedaço do gene do vírus contra o qual se deseja a imunização, o do sarampo por ex. Injetado em qualquer indivíduo, este vírus da vacinia modificado levaria o organismo a produzir anticorpos contra o sarampo e aí preparando suas defesas para combater o verdadeiro vírus. A Vantagem seria a de que embora a pessoa imunizada com esse vírus modificado sofra uma grande ferida no local da aplicação, ela “contamina” facilmente outras pessoas com esse vírus, imunizando-as também. Vacas inoculadas com esse vírus também transmitiriam a imunização a quem bebesse seu leite.

more...
Maria Conceição Garcia's comment, October 23, 2012 11:46 AM
É uma matéria interessante que já está revolucionando o mundo em todas as áreas e promete ainda mais inovações.
Scooped by Ângela Gouveia
Scoop.it!

Organismos Geneticamente modificados

Organismos Geneticamente modificados | Engenharia Genética | Scoop.it

Também chamados transgénicos, são organismos que sofreram alterações em relação ao seu património genético. Ou seja, através da tecnologia do ADN recombinante pode alterar-se o material genético, incluindo características genéticas num determinado organismo que, de outra forma, nunca as poderia possuir ou possuía em menor grau.
De um modo geral a inclusão de genes num novo organismo pretende conferir características relacionadas com a capacidade de resistir a doenças e pragas e com a melhoria do valor nutricional. Para se obter organismos geneticamente modificados recorre-se à técnica do ADN recombinante que utiliza ferramentas específicas tais como as enzimas de restrição, que funcionam como tesouras, pois cortam o ADN. No entanto, não o cortam ao acaso, mas sim em locais específicos, ou seja, permitem cortar a parte que contém o gene ou genes escolhidos. Outra ferramenta importante são as ADN-ligases, enzimas que permitem a colagem entre as pontas de dois segmentos de ADN. Os vetores são mais uma ferramenta importante para este processo, pois são eles que vão transportar o material genético a ser incluído no novo organismo. Os plasmídios e os vírus são os vetores mais utilizados: os primeiros usam-se mais para organismos vegetais e os segundos para animais. Por último temos os promotores, genes que acompanham o material genético a ser inserido, garantindo a expressão do gene ou genes que foram transferidos.
Os OGM apresentam vantagens e desvantagens. Destacam-se como vantagens, a resistência das culturas a pragas e doenças e consequente aumento de produção, e a melhoria nutricional dos alimentos. As principais desvantagens relacionam-se com a disseminação destes organismos, fazendo diminuir as espécies selvagens e provocando uma diminuição da biodiversidade, e com a possibilidade de poderem provocar alergias.
Com o desenvolvimento da capacidade de se produzir organismos geneticamente modificados, pensou-se que poderia estar resolvido o problema da fome, pois seria possível a produção em massa e com menores perdas, ao nível da produção, de mais e melhores alimentos. Este pressuposto está longe de ser conseguido uma vez que produção destes organismos levanta ainda muitas questões e é geradora de grandes controvérsias.
A soja, a colza e o milho foram os primeiros OGM a serem aprovados, na União Europeia, para consumo humano.

more...
No comment yet.
Scooped by Pedro Daniel Pires Canas Belo Lopes
Scoop.it!

E por hoje despeço-me com Video que tirar-vos-á quaisquer dúvidas em Relação ao caso da "Ovelha Dolly" Boa Noite! para todos bons Post's!!!

23 de Fevereiro de 1997 - O Mundo é Apresentado à Ovelha Dolly...

 

Para Mais Imformações sobre Dolly Consultem:

 

http://www.ghente.org/temas/clonagem/index_dolly.htm

more...
No comment yet.
Scooped by Pedro Daniel Pires Canas Belo Lopes
Scoop.it!

Engenharia Genética Defenição

Engenharia Genética Defenição | Engenharia Genética | Scoop.it

Bem estava eu a observar os vossos post's e reparei que ainda niguém se lembrou de indicar e refletir sobre o que é a "Engenharia Genética" Portanto aqui fica a defenição que acho bastante correta:

 

Engenharia genética e modificação genética são termos para o processo de manipulação dos genes num organismo, geralmente fora do processo normal reprodutivo deste. Envolvem frequentemente o isolamento, a manipulação e a introdução do ADN num chamado "corpo de prova", geralmente para exprimir um gene. O objetivo é de introduzir novas características num ser vivo para aumentar a sua utilidade, tal como aumentando a área de uma espécie de cultivo, introduzindo uma nova característica, ou produzindo uma nova proteína ou enzima.

Exemplos são a produção de insulina humana através do uso modificado de bactérias e da produção de novos tipos de ratos como o OncoMouse (rato cancro) para pesquisa, através de re-estruturamento genético. Já que uma proteína é codificada por um segmento específico de ADN chamado gene, versões futuras podem ser modificadas mudando o ADN de um gene. Uma maneira de o fazer é isolando o pedaço de ADN contendo o gene, cortando-o com precisão, e reintroduzindo o gene em um segmento de ADN diferente.

A engenharia genética oferece a partir do estudo e manuseio bio-molecular (também chamado de processo biológico e molecular), a obtenção de materiais orgânicos sintéticos. Os processos de indução da modificação genética permitiram que a estrutura de seqüências de bases completas de DNA fossem decifradas, portanto facilitando a clonagem de genes.

A clonagem de genes é uma técnica que está sendo largamente utilizada em microbiologia celular na identificação e na cópia de um determinado gene no interior de um organismo simples empregado como receptor, uma bactéria, por exemplo. Este processo é muito importante na síntese de alguns sub-produtos utilizados para o tratamento de diversas enfermidades.

 

 

more...
No comment yet.
Scooped by Marta Braga
Scoop.it!

Manipulação Genética

Manipulação Genética | Engenharia Genética | Scoop.it

É do conhecimento geral que qualquer organismo animal ou vegetal é constituído por células, dentro das quais cada uma existe um núcleo, onde se encontra armazenada a informação genética em estruturas designadas por cromossomas. Os cromossomas são disposições de DNA (ácido desoxirribonucleico) que contêm toda a informação sobre o organismo a que pertencem. Os genes, constituintes do DNA, representam cada um uma propriedade específica. A manipulação consiste em retirar os genes de uma cadeia de DNA, introduzindo no seu lugar novos genes. Uma pequena percentagem introduz-se no DNA. A partir daqui temos uma novo organismo geneticamente modificado, que irá reproduzir as características adquiridas.

more...
No comment yet.
Scooped by Ângela Gouveia
Scoop.it!

Prémio Nobel

Prémio Nobel | Engenharia Genética | Scoop.it

Prémio Nobel da Medicina e Fisiologia 2007 entregue em ex-aequo a três investigadores: dois norte-americanos e um britânico. O Nobel deste ano premeia as descobertas no desenvolvimento de tecnologia para a manipulação genética em ratos de laboratório.

more...
No comment yet.
Scooped by Íris C.
Scoop.it!

GMO (Organismos Geneticamente Modificados)

Neste video podemos perceber a engenheiria genética nas nossas vidas..

more...
No comment yet.
Suggested by Igor Correia
Scoop.it!

Objectivos de engenharia genética em plantas e animais

Objectivos de engenharia genética em plantas e animais | Engenharia Genética | Scoop.it

Objectivos de engenharia genética em plantas e animais

- Em plantas, trata-se de obter:

    -Resistência das colheitas aos herbicidas, insectos, doenças e seca;

    -Redução da fotorespiração em colheitas C3;

    -Fixação do azoto atmosférico por plantas de cultivo;

    -Tolerância aos solos salinos e às cheias;

    -Aumento do valor nutritivo das proteínas armazenadas;

    -Tolerância ao frio em colheitas tropicais e subtropicais;

    -Aumento do período de armazenamento de frutas e vegetais;

    -Aumento da produtividade em plantas ornamentais e alimentares;

    -Lípidos para utilização nutricional e industrial;

    -Vacinas contra doenças do homem;

    -Fibras de algodão poliester;

    -Plásticos biodegradáveis;

    -Lubrificantes industriais;

    -Componentes de sabões e detergentes;

    -Drogas e outros produtos farmacêuticos.

 -Em animais, trata-se de obter:

     -Características "humanas" (cobaias em pesquisas laboratoriais desenvolvendo doenças humanas)dadores de órgãos – xenotransplantes;produção de proteínas;

     -Produção de hormonas;

     -Produção de leite com proteínas para tratamentos de saúde.

more...
No comment yet.
Suggested by Igor Correia
Scoop.it!

A engenharia genética acelera o desenvolvimento de novos antibióticos - Science, 02/03/2001

A engenharia genética acelera o desenvolvimento de novos antibióticos - Science, 02/03/2001 | Engenharia Genética | Scoop.it

   O nosso mundo está repleto de vários tipos de bactérias: boas, ruins e inócuas. Na maioria das vezes, são as bactérias ruins que chamam nossa atenção com relação aos prejuízos à saúde. Aproveitando-se da maquinaria biossintética da bactéria, cientistas puderam criar antibióticos para eliminá-las.

     Engenheiros genéticos do laboratório Stanford inseriram os maiores genes ativos conhecidos na bactéria Escherichia coli, transformando-a em um microorganismo capaz de produzir em quantidade, com baixa qualidade, novos precursores da eritromicina, um antibiótico substituto da penicilina.

    A descoberta, publicada na edição de 2 de março da revista Science, demonstra uma ferramenta poderosa para o desenvolvimento de novos antibióticos para o combate a bactérias resistentes.

   Tradicionalmente, os fabricantes produzem comercialmente a eritromicina através de fermentação, utilizando a bactéria Saccharopolyspora erythraea, em um processo bastante trabalhoso. Para modificar a eritromicina e dar-lhe novas propriedades são necessários alguns processos químicos, elevando o custo.

   As modificações tornam os antibióticos mais capazes de combater as cepas de bactérias resistentes. Outras variações podem conferir propriedades terapêuticas além das funções antibióticas.

more...
No comment yet.