Um estudo norte-americano mostrou que alunos que assistem a aulas tradicionais têm notas mais baixas do que os que têm aulas dinâmicas. Saiba mais

Você acha as aulas teóricas chatas e acredita que não aprende muito com elas? Talvez você esteja certo. Um estudo feito nos Estados Unidos e divulgado pela Proceedings of the National Academy of Sciences(PNAS), no começo do mês de maio, mostrou que os estudantes que assistem a aulas tradicionais são mais propensos a conseguirem notas baixas quando comparados aos que têm aulas mais dinâmicas.

Para comprovar essa hipótese, um grupo de pesquisadores analisou 225 estudos que demonstram odesempenho de estudantes de graduação nas disciplinas de tecnologia, ciência, engenharia e matemática, conhecido como STEM nos Estados Unidos. Os números obtidos comprovaram um aumento de 6% nas notas de quem teve aulas participativas, enquanto aqueles que assistiram a aulas tradicionais se mostraram 1,5 vezes mais suscetíveis a falhas e notas ruins.

 

Também ficou provado que o aprendizado participativo, no qual os alunos podem fazer perguntas e contribuir com as aulas, pode ser utilizado com grupos de qualquer tamanho, mas funciona melhor em salas com menos de 50 alunos.

 

Este é o maior estudo publicado sobre a eficiência das aulas de ciências até então, e propõem uma reflexão sobre o sistema tradicional de ensino.


Via Luciano Sathler