Inovação Educacional
Follow
Find
107.8K views | +236 today
Inovação Educacional
Noticias, publicacoes e artigos de opiniao que abram caminhos para a inovacao educacional.
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

O impacto da pós-graduação nos salários dos executivos

O impacto da pós-graduação nos salários dos executivos | Inovação Educacional | Scoop.it

Aos olhos do mercado de trabalho brasileiro, fazer uma especialização deixou de ser diferencial - e se tornou pré-requisito. A conclusão é de um estudo feito pela consultoria Produtive com cerca de 400 executivos das regiões Sul e Sudeste.

A pesquisa demonstrou que a maior parte dos profissionais já tem pós-graduação“lato sensu”. Entre os executivos consultados, 68% fizeram uma ou mais especializações. Aqueles que não obtiveram títulos além da graduação são somente 23% .

“Ter uma especialização hoje virou commodity, já não serve para destacar ninguém”, afirma Rafael Souto, presidente da consultoria.

Com a popularização dos títulos e cursos de pós-graduação, comenta Souto, é preciso buscar universidades de primeira linha para conseguir “brilhar” aos olhos do mercado.

Outra forma de se destacar é apostar em cursos de pós-graduação “stricto sensu”, que compreendem programas de mestrado e doutorado. Segundo a pesquisa da Produtive, a parcela dos executivos que detém pelo menos um desses diplomas é de apenas 9%.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Harvard recebe equivalente a 15% do orçamento da USP em doação única

Enquanto a USP pede mais dinheiro para o governo porque o montante que recebe não dá nem para pagar salários, Harvard, a melhor universidade do mundo, acaba de receber o equivalente a 15% do orçamento uspiano em uma doação única.

É isso mesmo. Uma família rica do Hong Kong doou R$ 805 milhões para a Escola de Saúde Pública de Harvard, o que equivale a 15% do que a USP inteira deve receber neste ano do governo estadual paulista.

A bolada é o recorde já arrecado por Harvard desde a sua criação, no século 17, –e, talvez, seja o maior valor já recebido por uma universidade dos EUA de uma só vez. Somando-se ao montante que a universidade já arrecada em doações recorrentemente, algo em torno de R$ 1,1 bilhão ao ano, é possível que Harvard bata seu próprio recorde de doações.

Algumas dessas doações são mais genéricas, para a universidade. O dinheiro doado é usado em pesquisa científica, em bolsas de estudos, em contratações de bons profissionais –digo, ótimo profissionais: Harvard tem 44 prêmios Nobel no seu corpo docente.

Outras, como essa da família chinesa, têm um objetivo específico. Nesse caso, os chineses quiseram colocar o dinheiro exclusivamente na Escola de Saúde Pública de Harvard,conhecida internacionalmente por pesquisas importantes em áreas como câncer, alimentação e epidemias como a do vírus ebola –só para citar alguns exemplos.

Trocando em miúdos, a expectativa em longo prazo é que os recursos se revertam em curas de doenças ou em novos medicamentos, por exemplo.


É isso mesmo. Uma família rica...

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

O tema é....pais na escola (Globo TV 6'23")

O tema é....pais na escola (Globo TV 6'23") | Inovação Educacional | Scoop.it

Sandra Annenberg recebe o especialista em Educação, Mozart Neves Ramos

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

MEC planeja expandir Ideb para todas as escolas particulares do Brasil

Atualmente, nota é obtida por amostragem, método que alguns especialistas e o sindicato do setor criticam

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) quer tornar obrigatória a avaliação de todas as escolas particulares no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Segundo informou ao GLOBO o órgão ligado ao MEC, o assunto já foi discutido com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). O plano do Inep é regulamentar um mecanismo pelo qual as unidades privadas serão incluídas na avaliação, cujo método de análise atual, por amostragem, é motivo de controvérsia.

Os dados divulgados no último dia 5 mostraram a primeira queda na nota média das particulares, no ensino médio e nos anos finais do fundamental. Além disso, a rede privada não conseguiu alcançar as metas em nenhum nível avaliado. Nos anos iniciais do fundamental, houve melhora de 0,2 ponto, aquém do esperado. E o ensino médio chegou a ter queda de 5,7 para 5,4 na nota média dos alunos. A meta era chegar a 6,0.



Read more: http://oglobo.globo.com/sociedade/educacao/mec-planeja-expandir-ideb-para-todas-as-escolas-particulares-do-brasil-13945616#ixzz3DV0kpTgI

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Mapa do Ensino Superior no Estado de São Paulo

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Mãos à obra

Apesar de competir com tablets e computadores nas salas de aula, escrita à mão ajuda a fixar mais dados e é uma ginástica mental poderosa, apontam estudos

Estudos recentes mostram que tanto as crianças que estão sendo alfabetizadas quanto adultos podem ter vantagens no aprendizado quando colocam as palavras no papel, à maneira antiga.

No caso dos pequenos, traçar as letras com lápis e caneta parece ser uma ginástica mental mais poderosa do que simplesmente procurá-las num teclado, além de potencializar o aprendizado do vocabulário e ser mais útil contra problemas como a dislexia. Para os jovens, anotações feitas em cadernos têm mais potencial para ajudá-los a fixar o conteúdo da aula.

Ler e escrever, em especial do jeito tradicional, são tarefas cognitivas complexas. É preciso juntar numa única orquestra de neurônios áreas cerebrais de ação motora, de linguagem e de raciocínio.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

WISE anuncia os projetos mais inovadores de 2014

WISE anuncia os projetos mais inovadores de 2014 | Inovação Educacional | Scoop.it

Iniciativas de Austrália, Egito, Finlândia, Índia, Jordânia e Peru conquistam o WISE Awards

O WISE (World Innovation Summit for Education), iniciativa da Fundação do Qatar que busca inspirar, apoiar e divulgar pensamentos e práticas inovadores em educação, anunciou nesta segunda-feira, 15, os vencedores da premiação WISE Awards 2014. Os seis projetos são da Austrália, Egito, Finlândia, Índia, Jordânia e Peru.

“Alternate education for rural development in Peru” (“Educação alternativa para desenvolvimento rural do Peru”), do Peru, e “Me and my city” (“Eu e minha cidade”), da Finlândia, usam exemplos práticos para ensinar crianças a terem habilidades que vão ajudá-las a atender as necessidades de suas comunidades. O projeto “We love reading” (“Nós adoramos ler”), da Jordânia, treina mulheres para despertar em crianças o interesse pela leitura. No Egito, o “Street children: re-integration through education” (“Crianças de rua: reintegração por meio da educação”), tem o objetivo de reintegrar crianças e jovens à vida em sociedade e às escolas.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

A matemática que engaja, diverte e estimula

A matemática que engaja, diverte e estimula | Inovação Educacional | Scoop.it

Metodologia desenvolvida em Harvard que prioriza o raciocínio lógico no aprendizado chega a 7.800 alunos brasileiros

A matemática é uma das disciplinas vilãs durante os anos escolares. Grande parte dos alunos tem dificuldade em aprender seus conceitos e os professores acham difícil estimular e engajar suas turmas. Com o intuito de mudar este cenário, o projeto O Círculo da Matemática do Brasil propõe uma nova metodologia de ensino para a disciplina, que é lúdica, participativa e prioriza o raciocínio lógico.

O projeto é baseado no programa The Math Circle (Círculo da Matemática, em livre tradução), desenvolvido na Universidade Harvard pelos professores Bob e Ellen Kaplan, em 1994. A metodologia não envolve aulas expositivas e nenhuma informação é transmitida unilateralmente aos alunos. Em vez disso, os educadores os questionam e instigam a descobrir sozinhos as respostas.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Ideb não é parâmetro para discutir a qualidade da educação

Discutir qualidade da educação a partir do Ideb seria o mesmo que buscar uma definição da educação dentro de uma fábrica: estipular as tarefas, determinar a programação de ações, focar na execução dos serviços, providenciar a medição dos resultados e, claro, dar atenção especial à aferição do lucro. Acontece que professores não são robôs e os estudantes, tampouco, máquinas.

Ao contrário do que alguns possam imaginar, a educação é um direito, e não um serviço ou produto. Cada estudante tem um tempo e um modo de aprender e não há como definir que sua trajetória escolar siga padrões e regras pré-estabelecidos. O ambiente da sala de aula é diferente do chão de uma fábrica: enquanto operários manipulam máquinas os professores estimulam o desenvolvimento cognitivo de seres humanos.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

The Looming Talent Crisis: Research Shows Companies Unprepared for Future of Work

The Looming Talent Crisis: Research Shows Companies Unprepared for Future of Work | Inovação Educacional | Scoop.it

Workforce 2020 study by Oxford Economics & SAP shows companies recognize importance of managing an increasingly international, diverse & mobile workforce.

Businesses are facing the most diverse work environment that the world has ever seen with five different generations working together, across geographies — each with different skills, experiences and work habits. More of these workers will be freelancers and long-term contractors. All of this represents a major opportunity for productivity, talent development and employee engagement, but according to new wide-scale research from Oxford Economics, most companies are unprepared to capitalize on it.

As revealed in Workforce 2020, an independent, global study by Oxford Economics with support from SAP SE, most companies recognize the importance of managing an increasingly international, diverse and mobile workforce. However, the majority lack the strategy, culture and solutions to do so. Oxford Economics surveyed more than 5,400 employees and executives and interviewed 29 executives in 27 countries, finding that two-thirds of businesses have not made significant progress toward building a workforce that will meet their future business objectives. The announcement was made at SuccessConnect 2014, being held September 9-11 in Las Vegas.

“To gain advantage in the future, businesses must understand the workforce of tomorrow and its importance to bottom-line success — today,” said Edward Cone, managing editor of Thought Leadership at Oxford Economics. “Our research shows that the C-suite is out of touch with HR on business strategy and priorities, and workers are not getting what they want from their employers in terms of incentives, benefits and training.”

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Emoções atrapalham a carreira da geração Y, diz estudo

Emoções atrapalham a carreira da geração Y, diz estudo | Inovação Educacional | Scoop.it

Jovens ingressantes no mercado de trabalho sofrem com falta de objetivos claros. O que está faltando, afirma estudo, é inteligência emocional

O levantamento, que ouviu 102 jovens de 18 a 32 anos, pertencentes às classes A e B, concluiu que  boas escolas, vivência internacional e domínio das competências técnicas não são o suficiente para um ingresso tranquilo da geração Y no mercado de trabalho.

"Eles estudaram em ótimas escolas, tiveram experiências internacionais e possuem uma boa formação do ponto de vista técnico", explica Felipe Maluf, um dos sócios da consultoria. O problema, diz ele, está atrelado às competências emocionais.

"O jovem tem o diploma e a qualificação formal, mas também apresenta muitas fragilidades comportamentais, ligadas à experiência de vida", explica ele. Ansiosos e com grandes expectativas para suas carreiras, eles têm dificuldade em enxergar seus próprios objetivos e anseios profissionais.

Não por acaso, a falta de clareza quanto aos próximos passos da carreira, mencionada por 23% dos entrevistados pelo levantamento, é a maior dificuldade dos jovens.

O desejo de se realizar profissionalmente vem em seguida, citado por 21%. "O problema é que o jovem não percebe que realização profissional é uma construção a longo prazo, que só é possível vivenciar depois de passar por muitas etapas", afirma Maluf.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Matemática deve ser ensinada sem pressão, defendem professores de Harvard

O casal de professores Ellen e Bob Kaplan, da Universidade de Harvard, ministrou curso de preparação de educadores, no Instituto Brasileiro de Matemática Pura e Aplicada (Impa), no Rio. O objetivo foi capacitar os profissionais a desenvolverem as atividades do Círculo da Matemática, método desenvolvido pelos professores americanos para incentivar o interesse de crianças na disciplina e estimular o raciocínio lógico, por meio da discussão coletiva dos problemas.

"A matemática precisa ser ensinada em uma atmosfera sem pressão. Deve ser um diálogo entre amigos, tentando juntos chegar à solução de um problema", defendeu Ellen Kaplan. "Os matemáticos tendem a ser cooperativos, porque a matemática é difícil. Quanto mais as pessoas trabalham juntas, mais elas constroem juntas".

No Brasil, reuniões semanais do Círculo da Matemática, com sete a dez alunos cada,  ocorrem em 60 escolas de sete cidades desde o ano passado e devem chegar em breve ao Rio de Janeiro, a Duque de Caxias e a Porto Velho. Cerca de 7 mil estudantes participaram. A coordenadora do projeto no Brasil, Angels Varea, conta que os resultados aparecem em três níveis.

"Vimos impactos do ponto de vista de a criança se sentir com mais confiança para pensar e a descobrir, com maior conhecimento matemático e com uma melhor socialização, aprendendo a escutar o ponto de vista dos colegas. Elas começaram a participar mais", disse.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

MOOC gratuito de inglês já tem mais de 100 mil inscritos

A primeira experiência do British Council com MOOCs (Cursos Online Abertos e Massivos) já conta com 100 mil inscritos. Espanha, Burma e Rússia estão entre os países com mais representantes para as aulas de inglês que vão durar seis semanas. Mais de um terço dos estudantes vão seguir o curso por meio de seus smartphones.

“O inglês é falado por uma em cada quatro pessoas ao redor do mundo e sabemos que mais pessoas querem aprender”, diz Sara Pierson, responsável pelas parcerias do British Council.

Não é cobrada taxa e estudantes não precisarão fazer um exame final, mas os organizadores prometem fornecer um “certificado de participação”.

Inscrição

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Os salários dos engenheiros no Brasil

Os salários dos engenheiros no Brasil | Inovação Educacional | Scoop.it

De estagiários a profissionais de nível sênior, confira o mapeamento da remuneração dos engenheiros no Brasil. Salário pode passar de R$ 13 mil

De um lado o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aponta e projeta escassez de engenheiros (sobretudo civis) até 2020. Do outro, recém-formados relatam dificuldade em encontrar o primeiro emprego efetivo com o título de profissional da engenharia.

Confira os salários pagos, desde estagiários aos profissionais de nível sênior, em diferentes regiões do Brasil, segundo o levantamento da Carreira Muller:

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Programa Anual de Capacitação foca a qualidade do ensino a distância

Foi realizada nesta segunda-feira (15), no Anfiteatro da Morfologia, do Centro de Ciências Biológicas (CCB), a aula inaugural do Programa Anual de Capacitação Continuada (PACC), organizada pelo Núcleo de Educação a Distância (NEAD). O PACC visa formar coordenadores, docentes, tutores, profissionais multidisciplinares e técnicos dos cursos à distância de Material Didático, Tutorial Eletrônico e Ambiente Virtual, que são ofertados pela UEL. 

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Quanto custa estudar em uma universidade nos EUA, Canadá, Reino Unido e França?

Quanto custa estudar em uma universidade nos EUA, Canadá, Reino Unido e França? | Inovação Educacional | Scoop.it

Um viagem de estudos para países como os EUA, Canadá, Reino Unido ou Austrália pode chegar a R$ 100 mil por ano

Uma das principais questões que surgem para quem está planejando estudar no exterior é saber o valor total do custo da experiência lá fora. Sendo assim, com a ajuda de especialistas, confira o custo médio do investimento que deve ser feito para estudar nos principais países de destino dos alunos brasileiros. Lembrando que os valores são aproximados, confira:

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Escolas públicas integrais já trabalham com parcerias de universidades

Alunos de escolas estaduais integrais fazem pesquisa e têm aulas que vão além do currículo comum

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Salário dos professores brasileiros está entre os piores do mundo

Salário dos professores brasileiros está entre os piores do mundo | Inovação Educacional | Scoop.it

Dados da OCDE (Organização para a Cooperação Desenvolvimento Econômico) mostram que os salários dos professores brasileiros são extremamente baixos quando comparados a países desenvolvidos. 

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Engenharia da Univesp: um novo modelo de EAD

Engenharia da Univesp: um novo modelo de EAD | Inovação Educacional | Scoop.it

Novo curso é semipresencial e usa metodologias de aprendizagem baseada em problemas, projetos e design thinking

Em agosto desse ano, 1.300 alunos ingressaram na nova graduação de engenharia da Univesp(Universidade Virtual do Estado de São Paulo), que tem como proposta criar novos e inovadores cursos de educação a distância (EAD). Para isso, a instituição que conta com a colaboração de docentes das três maiores universidades públicas do estado (Unesp, Unicamp e USP), usa a metodologia de aprendizagem baseada em problemas (ou PBL, do inglês problem based learning), do ensino baseado em projetos e de design thinking para formar seus alunos. Este é o tema abordado nesta reportagem integrante da série “O futuro do ensino da engenharia”, publicada pelo Porvir em parceria com a Escola Politécnica da USP.

Na prática, a universidade se embasa em três eixos. O primeiro engloba o conteúdo que precisa ser transmitido aos alunos – entram aqui videoaulas, exercícios e textos complementares. O segundo tem como foco o trabalho colaborativo e cooperativo, no qual os alunos são colocados para trabalhar em grupos e estimulados a aprender entre pares (peer instruction). E o terceiro pilar é a parte de projetos e resolução de problemas.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Problemas reais são base de curso de especialização

Problemas reais são base de curso de especialização | Inovação Educacional | Scoop.it

Novo programa do Singularidades vai buscar soluções inovadoras para os desafios enfrentados por projetos de educação

Um novo curso de especialização, do Instituto Singularidades, de São Paulo, pretende solucionar problemas reais na área de educação. Chamada de Educação Inovadora: Didáticas, Tecnologias, Design e Autoria, a formação vai usar a metodologia de aprendizagem baseada em problemas (ou PBL, do inglês problem based learning) durante 16 meses do curso que foi concebido em parceria com o  Instituto C.E.S.A.R., centro de inovação de engenharia avançada em Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), do Recife (PE).

Na prática, vai funcionar assim: instituições da área de educação vão levar para a universidade problemas e desafios que gostariam que a academia os ajudassem a resolver. O instituto, então, vai selecionar quais deles serão estudados, levando em conta afinidades e interesses dos estudantes, que deverão analisar esses desafios, identificar o real problema e propor possíveis soluções.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Evento on-line discute uso das tecnologias na educação

Evento on-line discute uso das tecnologias na educação | Inovação Educacional | Scoop.it

Durante uma semana, o Senated transmitirá palestras sobre gamificação, ferramentas colaborativas e uso de dispositivos móveis

Como transformar o ensino com o apoio das tecnologias? Para estimular o desenvolvimento profissional de educadores e auxiliar na renovação de práticas educacionais, a primeira edição do Senated (Seminário Nacional de Tecnologias na Educação) irá apresentar ideias e estratégias que integram ferramentas tecnológicas na rotina da sala de aula. Realizado pelo blog Mais Cursos, com o apoio da Universidade Vale do Rio Doce e o Canal do Ensino, o evento irá acontecer on-line entre os dias 14 e 20 de setembro.

Durante uma semana, o Senated irá oferecer 27 palestras, ministradas por profissionais de todo o país. Entre os temas, serão apresentadas diversas tendências na área de educação como gamificação, uso de ferramentas de colaboração e tecnologias móveis. Além disso, o evento também irá trazer conteúdos voltados para o aprimoramento das práticas diárias do professor, incluindo o uso de Power Point, produção de videoaulas e o aprendizado de inglês.

Com duração entre 30 e 60 minutos, as palestras poderão ser visualizadas por qualquer dispositivo com acesso à internet. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas pelo site do Senated a qualquer momento ­– antes, durante e depois do evento. Na página é possível conferir a programação completa do evento, incluindo dia e horário de cada palestra, além de um minicurrículo do palestrante.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Jovem que fuma maconha fica mais exposto ao fracasso escolar

Jovem que fuma maconha fica mais exposto ao fracasso escolar | Inovação Educacional | Scoop.it

Estudo mostra que adolescentes que consomem maconha regularmente estão mais expostos ao fracasso escolar do que os demais

Os adolescentes de menos de 17 anos que fumam maconha todos os dias correm 60% a mais de riscos de não concluir oensino médio do que aqueles que nunca fumaram a substância.

Além disso, aqueles que fumam diariamente têm sete vezes mais riscos de uma tentativa de cometer suicídio e oito vezes mais riscos de utilizar outras drogas posteriormente, destaca o estudo.

"Estes resultados aparecem no momento oportuno, já que vários estados americanos e países da América Latina tomaram o caminho da descriminalização da maconha, o que poderia tornar mais fácil para os jovens o acesso a esta droga", afirmou Richard Mattick, da Universidade de Nova Gales do Sul (Austrália), um dos autores da pesquisa.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Empresas ainda não compreendem a geração Y, diz estudo

Empresas ainda não compreendem a geração Y, diz estudo | Inovação Educacional | Scoop.it

Segundo pesquisa da Oxford Economics e da SAP, companhias estão enganadas quanto ao que os jovens querem e, por isso, seguem despreparadas para lidar com eles.

estudo ouviu 5.400 funcionários e executivos de empresas de 27 países, incluindo o Brasil, e foi divulgado nesta quinta-feira no seminário SuccessConnect 2014, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

De acordo com o material, embora 51% dos executivos considerem que a geração Y provoca grandes impactos em suas estratégias empresariais, menos de um terço diz que está dando a devida atenção a ela. 

Essa desconexão, sugerem os resultados, acontece porque os jovens são mal compreendidos pelas companhias. Ao contrário do que se acredita, a pesquisa mostra que essa geração tem desejos e preocupações muito parecidas com as das anteriores. 

Independente da idade, por exemplo, a compensação (salários e incentivos financeiros) competitiva foi considerada o atributo mais importante que um trabalho pode oferecer por dois terços dos respondentes (68% trabalhadores da geração Y e 64% dos de outras gerações).

Em seguida, foram citados o cumprimento de metas (por 32% dos jovens e 30% dos veteranos) e o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal (por 29% dos mais velhos e 31% dos membros da geração Y). 

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

CNE estuda implantar competências socioemocionais no currículo escolar

CNE estuda implantar competências socioemocionais no currículo escolar | Inovação Educacional | Scoop.it

Habilidades como inovar, liderar e trabalhar em equipe afetam aprendizado. Capes oferece bolsas para profissionais que queiram estudar o tema.

O Conselho Nacional de Educação (CNE) estuda a implantação de diretrizes que desenvolvam as competências socioemocionais na educação básica. Essas competências, também chamadas de não cognitivas, estão relacionadas a caraterísticas como capacidade de resolver desafios, inovar, trabalhar em equipe, liderar, entre outras habilidades.
Estudos apontam que tais competências impactam no desempenho dos estudantes nas sala de aula. O CNE é um órgão normativo ligado do Ministério da Educaçãoque recomenda diretrizes para a construção dos currículos da educação básica. Segundo o conselheiro Francisco Cordão, o debate sobre as competências socioemocionais começou em outubro do ano passado na Câmara da Educação Básica e deve continuar até o fim deste ano.

more...
No comment yet.
Scooped by Luciano Sathler
Scoop.it!

Pais se unem e criam a escola ideal para os filhos

Pais se unem e criam a escola ideal para os filhos | Inovação Educacional | Scoop.it

Desafio para um pai é encontrar uma escola que considere perfeita para o seu filho. Se oferece alimentos saudáveis, nem sempre tem uma proposta pedagógica interessante. Se prioriza as brincadeiras, muitas vezes não oferece horários ideais para quem tem filhos pequenos.

É pensando nisso que cada vez mais pais têm se unido e criado a escola que consideram perfeita para seus pequenos. Em Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, pais e mães criaram em 2009 a Jardim Primavera, que é uma escola Waldorf.  Nesse tipo de ensino, é respeitado o tempo de cada criança, independente da idade que ela tem, fora que a arte, a música, a natureza são usados no dia-a-dia no aprendizado onde é trabalhado o lado emocional, social, cognitivo e espiritual da criançada.

“A escola trata o indivíduo como um ser integral e harmonioso, com corpo, alma e espírito. A pedagogia Waldorf respeita o tempo de desenvolvimento da criança, não antecipando conteúdos, fazendo a criança descobrir o mundo de forma gradual e encantadora, despertando assim dentro delas um interesse e amor pelo o mundo”, explica Raquel Nunes , professora da escola.

Essas escolas também fogem do tradicional pois a manutenção dela, como cuidar do jardim, é feito por meio de mutirões realizados pelos próprios pais e alunos, ou seja, a interação dos pais vai além de reuniões de pais e mestres.

Raquel diz que a ideia é que a escola cresça ainda mais no próximo ano e não fique mais restrita ao ensino infantil.  “Vamos ampliar a escola pois temos várias crianças, inclusive as crianças fundadoras da escola, que vão entrar no primeiro ano em 2015. Então, estamos trabalhando muito para que esse projeto se realize, pois acreditamos ser o momento certo”, diz. A escola recebe, por enquanto, crianças até sete anos que ficam na escola por um período de quatro horas.

Para conseguir ampliar a unidade, no entanto, foi criado uma crowdfunding (financiamento coletivo) para que possam ser construídas três salas de aula. O dinheiro é doado por meio da Benfeitoria e, se a meta de R$ 30 mil, não for alcançada, os colaboradores recebem de volta a quantia doada.  Em menos de 15 dias, a unidade já conseguiu arrecadar quase 80% do previsto.

A bióloga Fabiana Carvalhal, 40, tem quatro filhas que estudam na escola desde agosto de 2013. Ela  diz que o principal diferencial da unidade é que vira uma extensão da casa. “É um aspecto muito bom para a primeira infância. O cultivo à espiritualidade e aos rituais rotineiros me deixam muito feliz com esta escolha”, comenta a mãe de Morena, 6, Malu, 2, e das gêmeas Aimê e Inaiá, 4 anos. 

more...
No comment yet.