Ciência e ufologia
919 views | +0 today
Follow
Ciência e ufologia
Matérias sobre ciência e ufologia
Curated by Daniela Graner
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Liberação de arquivos é cortina de fumaça, diz Nick Pope

Liberação de arquivos é cortina de fumaça, diz Nick Pope | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

Nick Pope é ex-funcionário do UFO Desk, ou Projeto UFO do Ministério da Defesa Britânico (MoD), tendo trabalhado por anos a fio investigando todos os relatos sobre avistamentos ou incidentes ufológicos que eram informados às autoridades inglesas. Tornou-se mundialmente famoso como o "Fox Mulder da vida real", apelido que é menção ao personagem da série Arquivo-X.

Pope sempre afirmou não ter visto indícios de uma conspiração governamental para manter o assunto dos UFOs em sigilo, mas reconheceu a seriedade de inúmeros incidentes acontecidos na Grã-Bretanha ao longo dos anos. Entrevistado nas edições 174 (http://www.ufo.com.br/edicoes/ufo/ver/174) e 175 (http://www.ufo.com.br/edicoes/ufo/ver/175) da Revista UFO, Nick Pope já alertava: "A abertura ufológica é um fato, mas nunca se saberá toda a verdade sobre os UFOs". É o que parece estar sendo confirmado agora, diante da liberação do que se alega serem os últimos documentos secretos mantidos pelo MoD.

O Ministério da Defesa de Sua Majestade alegou, na declaração de grande repercussão de poucas semanas atrás, que o Projeto UFO foi fechado por representar um desperdício de recursos (http://www.ufo.com.br/noticias/ltimos-arquivos-ufologicos-britanicos-sao-revelados), que seriam melhor empregados na defesa do país. Também afirmou que ao longo de mais de cinco décadas de pesquisa não foi encontrada qualquer evidência de que os UFOs representem uma ameaça para a Grã-Bretanha. O pesquisador David Clarke chancelou as declarações do MoD, e além de Nick Pope, também Robert Hastings o criticou duramente por isso.

Hastings escreveu um elaborado artigo, concentrando-se no caso da Floresta de Rendlesham e da Base da Real Força Aérea (RAF), em Bentwaters, ocorrido em dezembro de 1980 e conhecido como o Caso Roswell Inglês, para desmontar os argumentos de Clarke e do MoD. Hastings afirma que, além do encontro com um UFO que os militares tiveram na floresta, o radar da base rastreou o intruso. Ainda mais grave, o objeto sobrevoou o depósito de armas nucleares táticas, mantido em Bentwaters na ocasião pela Força Aérea Norte-Americana (USAF), e emitido raios sobre as ogivas. Duas das armas teriam inclusive sido levadas, a bordo de um avião cargueiro C-5A, para a base da USAF de Kirtland, no Novo México, mas se desconhece as conclusões do provável exame pelo qual passaram.

Hastings também lembra que Jim Penniston, na época do incidente ocupando o posto de sargento técnico, foi interrogado por dois oficiais da USAF que não se identificaram, e na presença de enviados do Ministério da Defesa Britânico. Robert Hastings argumenta então que o Caso Bentwaters claramente mostra que os UFOs podem de fato ser uma ameaça a segurança nacional, em franca contradição com as recentes declarações do MoD.

Nick Pope foi ainda mais enfático em suas declarações, dizendo que o comunicado do Ministério da Defesa destina-se somente a abafar o interesse da imprensa, do Parlamento Britânico e da sociedade quanto aos documentos secretos que, segundo ele, ainda estão sendo mantidos bem longe dos olhos do público. Pope afirma que a Lei de Liberdade de Informações Britânica contém amplas isenções quanto a áreas como defesa, segurança e inteligência, e acusa que os documentos liberados já haviam sido designados para tanto bem antes de sua liberação.


Pope afirma que muitos dos documentos foram redigidos novamente antes de serem desclassificados ou simplesmente ocultos inteiramente. E alerta que isso não inclui os documentos, filmes e fotografias mais interessantes, que o MoD alega terem sido "acidentalmente destruídos ou perdidos", como Pope escreveu. Ele ainda explica o conceito de "necessidade de saber", dizendo que mesmo alguém que tenha alto nível de acesso a documentos classificados pode desconhecer completamente a existência de outras áreas dos arquivos. Nick Pope diz que mesmo em seu tempo como funcionário do Ministério da Defesa, não pode ter certeza de ter visto todos os documentos sobre UFOs que existiam.

Finalmente, a respeito de David Clarke, Nick Pope afirma que ele era conhecido, durante seu tempo no MoD, como tendo um interesse obsessivo nos UFOs. Pope comenta que Clarke era visto como um tipo estranho, que considerava alguns casos de UFOs e abduções como fenômenos sobrenaturais provocados por fadas e duendes ou outras explicações folclóricas. Pope diz que Clarke mantém isso em segredo, temendo que as pessoas o considerem um doido. Afirma também que Clarke teve acesso somente aos arquivos já liberados, que qualquer pessoa pode consultar, e que jamais trabalhou para o MoD ou teve qualquer credencial de segurança.

Pope lembra que Clarke era frequentemente convocado para dar entrevistas quando ele, Pope, não estava disponível, e que isso se acentuou, agora que vive nos Estados Unidos. Nick Pope diz que David Clarke não é um desses negadores sistemáticos tão conhecidos, mas somente alguém para quem a Ufologia é um hobby, que se limita a ler as declarações do governo. Pope encerra: "Alguns o chamariam de idiota útil para descrever seu papel de repetir o que o MoD diz sobre a Ufologia, de não ter importância para a defesa. E isso foi somente para fazer com que o Parlamento, a imprensa e o público percam o interesse nos UFOs".


(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

Baixe os últimos arquivos liberados pelo MoD:

(http://ufos.nationalarchives.gov.uk/)

Alguns casos ufológicos do Reino Unido descritos por Nick Pope:

(http://www.ufo.com.br/noticias/alguns-casos-ufologicos-do-reino-unido-descritos-por-nick-pope/)

Relevante testemunho de ex-oficial do Ministério de Defesa Britânico:

(http://www.ufo.com.br/noticias/relevante-testemunho-de-ex-oficial-do-ministerio-de-defesa-britanico/)

Publicado na Inglaterra documento com mais de 10 mil depoimentos ufológicos:

(http://www.ufo.com.br/noticias/publicado-na-inglaterra-documento-com-mais-de-10-mil-depoimentos-ufologicos/)

Saiba mais:

Livro: O Mistério dos Círculos Ingleses:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/o-misterio-dos-circulos-ingleses)

DVD: A Um Passo da Revelação Final:

(http://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/a-um-passo-da-revelacao-final)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Três planetas habitáveis são descobertos

Três planetas habitáveis são descobertos | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

A astronomia avança com impressionante rapidez na caça a planetas ao redor de outras estrelas. As pesquisas utilizando diversos instrumentos em terra ou no espaço já apoiam a existência de nada menos que 12 mundos potencialmente habitáveis. Cada um deles localiza-se na região Goldilocks ou habitável de sua respectiva estrela. Isso significa que, caso sejam mundos rochosos como o nosso, é grande a possibilidade de possuírem água líquida em suas superfícies, essencial para a existência de vida como a conhecemos.

Utilizando informações já recolhidas anteriormente, e estudando novos dados obtidos com o espectrógrafo HARPS do telescópio de 3,6 m de La Silla, no Chile, pertencente ao consórcio europeu ESO, os astrônomos afirmam ter certeza da existência de ao menos seis planetas no sistema da estrela Gliese 667C, existindo dúvidas quanto a um sétimo. Esse astro é uma anã vermelha com um terço do tamanho do Sol, situada a 22 anos-luz de distância na constelação Scorpius, e é um componente de um sistema triplo formado também pelas estrelas Gliese 667A e 667B.

Os três mundos potencialmente rochosos e habitáveis, Gliese 667C c, 667C f e 667C e, estão na categoria de super-Terras, planetas maiores que o nosso mas menores que Netuno. Como a estrela é menor e menos luminosa que o Sol, suas órbitas residem em uma região próxima, e os astrônomos dizem que são grandes as chances de os três exoplanetas manterem a mesma face permanentemente voltada para sua estrela. Assim, sempre seria dia em um hemisfério, enquanto o lado oposto estaria na escuridão perpétua. Contudo os cientistas afirmam que as atmosferas podem contribuir para distribuir o calor de forma uniforme, e consideram o planeta f o melhor candidato a abrigar vida.

De acordo com o artigo publicado pela equipe responsável pela descoberta, Gliese 667C f, situado bem no meio da região habitável, recebe menos energia que a Terra, e para manter condições favoráveis à vida deve possuir uma atmosfera mais espessa que a nossa. Outro detalhe é que as estrelas do sistema triplo proporcionam a esses mundos um nascer do sol único. As estrelas A e B do sistema devem brilhar de dia como astros brilhantes, e a noite exibem a mesma luminosidade da Lua cheia. A equipe igualmente afirma que não devem existir mais planetas na região habitável, já que os novos mundos a deixaram repleta, tornando impossível a existência de órbitas estáveis ali.

 

(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

Confira imagens e gráficos sobre os novos planetas:

(http://phl.upr.edu/press-releases/anearbystarwiththreepotentiallyhabitableworlds)

Site do ESO e do HARPS:

(http://www.eso.org/sci/facilities/lasilla/instruments/harps.html)

Catálogo de exoplanetas habitáveis:

(http://phl.upr.edu/projects/habitable-exoplanets-catalog)

Bilhões de planetas habitáveis em nossa galáxia são calculados por cientistas:

(http://www.ufo.com.br/noticias/bilhoes-de-planetas-habitaveis-em-nossa-galaxia-sao-calculados-por-cientistas/)

Civilizações extraterrestres podem ser denunciadas por atmosferas exoplanetárias:

(http://www.ufo.com.br/noticias/civilizacoes-extraterrestres-podem-ser-denunciadas-por-atmosferas-exoplanetarias)

Exoterras podem ser 4,5 bilhões na galáxia:

(http://www.ufo.com.br/noticias/exoterras-podem-ser-45-bilhoes-na-galaxia/)


Mais 503 mundos alienígenas descobertos:

(http://www.ufo.com.br/noticias/mais-503-mundos-alienigenas-descobertos)

Saiba mais:

Livro: Contato Final: O Dia do Reencontro:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/contato-final-o-dia-do-reencontro)

DVD: Destino Terra 2:

(http://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/destino-terra-2)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Cassini irá fotografar a Terra

Cassini irá fotografar a Terra | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

Em 1990 a nave Voyager 1, que estava a 6 bilhões de quilômetros da Terra, foi orientada a tomar uma série de imagens dos planetas de nosso sistema solar, como um retrato de família. A ideia foi do saudoso Carl Sagan e devido ao reflexo da luz solar sobre a nave, a Terra parece, de acordo com suas palavras, um pálido ponto azul sobre um raio de Sol. A icônica imagem tornou-se mundialmente famosa, resultando em um vídeo que deixa bastante claro nosso lugar no universo.

Outra nave da NASA, a Cassini, lançada em 15 de outubro de 1997 e que chegou à órbita de Saturno em 25 de dezembro de 2004, já realizou várias imagens do planeta anelado mostrando a Terra ao fundo (http://ciclops.org/view.php?id=2230&js=1), a cerca de 1,45 bilhões de km. Agora, relembrando o feito extraordinário da Voyager 1, a NASA destaca que em 19 de julho de 2013, pela primeira vez, a humanidade saberá com antecipação que uma nave espacial irá fotografar seu planeta a partir de uma distância tão grande. Mesmo que a Terra ocupe somente cerca de dois pixels na imagem da Cassini, a NASA está incentivando as pessoas a sair de casa, olhar e acenar para o alto, em uma inteligente campanha para celebrar a exploração espacial.

Levando em consideração que a luz refletida pela Terra demora 80 minutos para chegar a Saturno e a Cassini, a NASA pede que as pessoas acenem para o céu entre 14h27 e 14h42, no horário da costa norte-americana do Pacífico. No Brasil já será noite, mas mesmo assim o esforço para celebrar essa grande realização sem dúvida será compensador. Como disse Carolyn Porco, líder da equipe de imagens da Cassini: "Em mais de cinquenta anos de exploração espacial, além de nos darmos conta da complexidade do sistema solar, da enorme gama de ambientes onde processos biológicos podem estar ocorrendo, o mais profundo legado é a perspectiva, aquela visão clara e cristalina de nosso lugar cósmico, que apaga todas as ilusões e nos confronta com o reconhecimento de nós mesmos. Um reconhecimento que nunca falha em nos incentivar".

Carolyn complementa e faz um convite: "De todas as imagens que obtemos dos mundos do sistema solar, as que nos atingem mais profundamente são aquelas de nosso próprio planeta, pequeno e sozinho em meio à escuridão do espaço sem fim. A nave Cassini obteve uma dessas imagens em setembro de 2006, quando colocada na sombra de Saturno a fim de flagrar toda a glória dos anéis do planeta, permitindo também uma visão, a mais de um bilhão de quilômetros de distância, da Terra. Uma imagem inigualável, que pode fazer qualquer um chorar de alegria, amor, preocupação, um senso de companheirismo e uma indescritível admiração. Com a aproximação do final da missão Cassini, imaginamos uma oportunidade de repetir isso, e em 19 de julho de 2013 a Cassini irá olhar para a Terra. Então, no horário que sugerimos, saia e reuna-se com sua família e amigos, pense na beleza de nosso planeta, a maravilha de nossa existência e as coisas incríveis que já conseguimos fazer. Então, olhe para cima e sorria".

 

(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:


Página da NASA sobre a imagem Pálido Ponto Azul da Voyager 1:

(http://www.nasa.gov/mission_pages/voyager/voyager-20100212.html)

Vídeo O Pálido Ponto Azul narrado por Carl Sagan:

(http://www.youtube.com/watch?v=EjpSa7umAd8)

Convite da NASA para o dia 19 de julho:

(http://www.ciclops.org/view_event/193/A_Day_to_Celebrate_the_Pale_Blue_Dot?js=1)

Site da missão Voyager:

(http://voyager.jpl.nasa.gov/)

Site da missão Cassini:

(http://www.nasa.gov/mission_pages/cassini/main/index.html)

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/dossie-cometa)

DVD: 50 Anos de Exploração Espacial Parte 3:

(http://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/50-anos-de-exploracao-espacial--parte-3)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Chinês preso por criar falso ET

Chinês preso por criar falso ET | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

Li Kai postou uma notícia espantosa no Sino Weibo, o equivalente chinês do Facebook: ele alegou ter tido um contato imediato três meses atrás com um grupo de alienígenas, nas margens do Rio Amarelo. Li conta que cinco criaturas desceram de um UFO e uma delas dirigiu-se para uma armadilha de coelhos selvagens instalada pelo chinês, composta de fios eletrificados.

Li alega que o alienígena morreu e que os demais fugiram em sua nave. Assustado, ele teria retornado ao local horas depois com seu cachorro e, constatando que o ET estava morto, o levou até um galpão em sua casa, deixando-o em uma geladeira. As fotos do alegado corpo alienígena depressa se espalharam pela Internet e Li alega que combinou com um astrônomo de Pequim que o examinasse, após entregar-lhe uma caução em dinheiro.

Contudo, a polícia de Binzhou, a cidade onde Li mora, descobriu que o ET era falso, e o falsário acabou confessando que o fabricou com borracha, cola e outros materiais comuns. O chinês disse que queria enganar seus compatriotas a respeito da existência de alienígenas e que inspirou-se no filme Paul, O Alien Fugitivo. Ele acabou sendo preso por fraude e perturbar a ordem pública. O caso acabou sendo um exemplo para tantas fraudes (http://www.ufo.com.br/artigos/urandir-fernandes-de-oliveira-do-charlatanismo-ao-estelionato/)  que ainda surgem na Ufologia.

 

(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

Veja outras fotos do falso alienígena:

(http://www.huffingtonpost.com/2013/06/12/rubber-alien-hoax_n_3430786.html#slide=2564034)

Alegado cadáver alienígena é humano:

(http://www.ufo.com.br/noticias/alegado-cadaver-alienigena-e-humano/)

A fraude do Caso Barra da Tijuca completou 55 anos:

(http://www.ufo.com.br/noticias/a-fraude-do-caso-barra-da-tijuca-completou-55-anos/)

E o fim do mundo novamente não aconteceu:

(http://www.ufo.com.br/noticias/e-o-fim-do-mundo-novamente-nao-aconteceu/)

Paul, o alienígena: é a Evolução!:

(http://www.ufo.com.br/blog/renatoazevedo/paul-o-alienigena-e-a-evolucao)

Saiba mais:

Livro: Contatados:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/contatados)

DVD: Reflexões sobre Ufologia:

(http://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/reflexoes-sobre-ufologia)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Avião colide com objeto voador não identificado

Avião colide com objeto voador não identificado | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

Um Boeing 757 da Air China, companhia aérea daquele país, teve uma colisão com um objeto desconhecido enquanto voava a uma altitude de 8.000 m. A aeronave fazia o voo CA 4307, entre Chengdou e Guangzhou, e seu radome, na parte da frente do avião, ficou amassado pelo impacto.

As informações são de que o choque ocorreu após a decolagem, quando os pilotos ouviram um estrondo, mas sem conseguir perceber o que os atingiu. O comandante tomou a decisão de retornar ao aeroporto, quando foi percebido o amassado no nariz do Boeing. A empresa não se manifestou a respeito e ninguém conseguiu identificar o que causou o dano.

Algumas fontes dizem que uma colisão com uma ave foi descartada, enquanto outras defendem essa hipótese. Existem espécies de pássaros de maiores dimensões que voam a 8.000 m, tais como gansos, e já houve casos de choques destes com aeronaves. Mesmo diante da pouca massa de um pássaro como esse, com a velocidade de cruzeiro de um avião existe de fato a possibilidade de danos, como já ocorreram em inúmeras ocasiões.

Deve-se lembrar também que o radome das aeronaves comerciais cobre o radar meteorológico e é feito de um material mais fino e flexível que o restante da fuselagem, justamente para que as ondas do radar possam atravessá-lo. Deste modo, em caso de colisão com uma ave, a superfície amassaria e restariam poucos traços, ou mesmo nenhum, do corpo do animal. A superfície lisa igualmente não conseguiria reter materiais, tais como penas.

Outra possibilidade seria o avião da Air China haver encontrado nuvens de tempestade, como cúmulus, com formação de gelo. Um granizo de maiores dimensões poderia ser o responsável pelo estrago na aeronave chinesa, e pedras maiores já causaram danos muito mais sérios em aviões, como por exemplo em um caso em 2009 envolvendo um avião da TAM. Portanto, como de hábito na Ufologia, devemos analisar todas as possibilidades antes de evocar a presença de autênticos UFOs.

 

(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

Como foi o incidente com o avião da TAM em 2009:

(http://www.mafiadolixo.com/2009/06/aviao-airbus-%E2%80%98a320%E2%80%99-da-tam-enfrenta-%E2%80%98nuvem-cumulus%E2%80%99-e-sofre-perda-do-radome/)

Saiba mais:

Livro: O Pensamento da Ufologia Brasileira - Parte 2:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/o-pensamento-da-ufologia-brasileira---parte-2)

DVD: UFOs: Evidências Definitivas:

(http://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/ufos-evidencias-definitivas)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Alegado cadáver alienígena é humano

Alegado cadáver alienígena é humano | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

John B. Alexander, ex-coronel do Exército Norte-Americano e ex-boina verde que combateu no Vietnã, é Ph.D., autor de vários artigos para publicações militares incluindo a famosa Jane’s International Defense Review, e autor do livro UFOs: Mitos, Conspirações e Realidades [St. Martin's Griffin, 2012]. Em recente artigo em sua coluna no site Huffington Post, ele comenta a polêmica envolvendo a descoberta de um suposto cadáver alienígena, anunciada pelo controverso Steven Greer.

Após várias análises por especialistas, o corpo foi inequivocamente identificado como o de uma criança humana vítima de um severo caso de nanismo. Os crédulos procuraram trazer ainda mais confusão para a controvérsia, especialmente o filme Sirius produzido pelo grupo de Greer, utilizando a palavra humanóide. Alexander explica que o senso comum considera que um humano é humanóide, mas nem todo humanóide é humano. A maioria das pessoas, de acordo com o ex-militar, entende que humanóide é um ser similar, mas diferente de um humano. Alexander ainda lembra que o termo humanóide tem alguns usos para descrever robôs que se assemelham a humanos.

Steven Greer, principal figura do Disclosure Project e que já se envolveu em diversas polêmicas, passou muitos dos últimos meses anunciando de maneira sensacionalista o documentário Sirius, dando grande destaque eo caso do alegado alienígena. O pequeno cadáver teria sido encontrado no deserto do Atacama, no Chile, 10 anos atrás, e em trailers e prévias os produtores do documentário afirmavam que este traria revelações bombásticas a respeito.

O pesquisador Garry nolan, professor de microbiologia e imunologia da Escola de Medicina de Stanford, foi o encarregado de realizar a análise do alegado alienígena, de pouco mais de 15 centímetros de tamanho. As análises de DNA comprovaram que este é humano, e que o indivíduo teria vivido até 6 a 8 anos de idade. Os especialistas falam em alguma mutação, severa deformidade ou um caso extremo de nanismo, e Nolan comenta: "Não chegamos a uma conclusão quanto ao que causou a deformidade, e a discrepância mostrada pela idade aparente dos ossos. Mas todo nucleotídeo que pudemos examinar é humano".

O espécime foi submetido no outono de 2012 a fotografias de alta resolução, raios-X, tomografias e sequenciamento de DNA. Possui 10 costelas, enquanto um humano normal tem 12, e são nítidos os muitos defeitos e deformidades. A análise de DNA comprovou que 9 por cento não batem com o padrão humano, e isso pode se dever a degradação, a preparação ou manuseio do espécime, ou dados insuficientes. Seja como for, o documentário Sirius tem sido considerado, mesmo exibindo todas essas conclusões, devido ao sensacionalismo com que tratou da questão, mais um atentado contra a seriedade da Ufologia praticado por Steven Greer.

John Alexander, entrevistado na edição 196 da Revistra UFO (http://www.ufo.com.br/entrevistas/seria-apenas-uma-ilusao-a-politica-de-acobertamento-da-realidade-ufologica/), aponta esse episódio como um entre muitos enganos e fraudes que abalam a credibilidade da Ufologia, e alerta que é devido a este fato que a absoluta maioria dos cientistas reluta em dedicar-se a esse assunto e a outros, no campo dos fenômenos anômalos. Muito embora existam muitas evidências que serviriam para corroborar um estudo científico sério e sistemático a respeito, quase todo cientista recusa terminantemente participar de tais esforços. Alexander explica que a maioria absoluta deles depende de verbas para suas pesquisas, e ninguém arriscaria perder seu sustento colocando em perigo sua credibilidade estudando um campo tão controverso. O assunto se torna especialmente delicado quando se trata de um campo de estudo com potencial de questionar paradigmas largamente aceitos da ciência.

Um exemplo apresentado por John Alexander é o sensacionalismo que tomou conta do mundo em 1989, quando do anúncio da obtenção da fusão nuclear a frio. Stanley Pons e Martin Fleischmann, os cientistas da Universidade de Utah que anunciaram a descoberta de forma bombástica, o fato de nenhuma outra equipe científica obter os resultados alegados arruinou suas reputações, mesmo Fleischmann sendo um dos mais importantes eletroquímicos do mundo na ocasião. E assim a fusão a frio entrou na galeria das fraudes científicas, mesmo que alguns resultados tenham sido inconclusivos.

Alexander aproveita para alertar que, embora estejamos vivendo em um mundo repleto de produtos dos avanços científicos, incluindo alimentos e medicamentos, além de outras práticas que ampliaram grandemente a expectativa de vida, tem crescido em todo mundo um viés anticientífico preocupante. Financiamentos a grandes pesquisas são questionados, a política tem cada vez mais se esforçado por impedir ou limitar determinados campos de estudo por interesses escusos, e o mesmo tem sido feito por militantes de várias correntes ideológicas. Por sua vez, cresce o radicalismo e o fundamentalismo dos que querem acreditar, incluindo na própria Ufologia, e descobertas realizadas utilizando comprovados métodos científicos são relegadas como se fossem produto de infiéis.


Tanto na ciência quanto na Ufologia uma dose de ceticismo é saudável, colocando a necessidade das provas sobre aqueles que fazem as novas e espetaculares alegações. Contudo muitos são aqueles que se apresentam como céticos, mas que na verdade se revelam como negadores sistemáticos. Seu método é atacar indistintamente qualquer pessoa ligada à Ufologia, não distinguindo entre ufólogos e ufólatras, e aproveitam o menor indício que existe para negar todo um estudo ufológico. Se um caso se apresenta como uma fraude, como o discutido por John Alexander, então todo o campo da Ufologia é igualmente fraudulento, alegam os negadores sistemáticos.

Infelizmente o projeto Sirius de Greer segue explorando o tal suposto cadáver alienígena, apesar de pesquisas no DNA mitocondrial terem inequivocamente denunciado que a mãe do feto é natural do Chile. Infelizmente os crédulos usam o fato de parte do material genético ter permanecido não identificado para alegar, sem qualquer evidência, que o pai então seria um alienígena. O relatório da análise, entretanto, afastou por completo qualquer possibilidade de isso ser verdade, mas os que querem acreditar, ou enganar, a qualquer custo não se importam com fatos.

Infelizmente, apesar de veículos que apoiam a Ufologia terem denunciado a trama, o dano já está feito segundo Alexander. O objetivo de aumentar a credibilidade da Ufologia, permitindo a participação de cientistas no estudo sério, científico e metódico dos casos, sem que a reputação desses profissionais seja ameaçada no processo, tornou-se mais distante. E Alexander alerta que há muitos cientistas que genuinamente se interessam pelo fenômeno e secretamente estudam casos mais contundentes, e existem mesmo aqueles que já tiveram experiências ufológicas. O maior problema relacionado a alegações fantásticas e nunca provadas é a ajuda que isso representa aos negadores sistemáticos para atacar todo o campo da Ufologia.


(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

 

Confira a coluna de John Alexander no Huffington Post:

(http://www.huffingtonpost.com/john-b-alexander-phd/)

Sai resultado das análises da filmagem de suposto UFO no interior do Rio de Janeiro:

(http://www.ufo.com.br/noticias/sai-resultado-das-analises-da-filmagem-de-suposto-ufo-no-interior-do-rio-de-janeiro)

Lua Prometheus tem formato similar a disco voador:

(http://www.ufo.com.br/noticias/lua-prometheus-tem-formato-similar-a-disco-voador)

Cientista que trabalhou para a NASA fala sobre UFOs:

(http://www.ufo.com.br/noticias/cientista-que-trabalhou-para-a-nasa-fala-sobre-ufos)

Refutada alegação de vida alienígena em meteorito:

(http://www.ufo.com.br/noticias/refutada-alegacao-de-vida-alienigena-em-meteorito/)

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/dossie-cometa)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Asteroide passou pela Terra há uma semana

Asteroide passou pela Terra há uma semana | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

O asteroide 1998 QE2, com 2,7 km de extensão, passou na última sexta-feira a 5,8 milhões de km da Terra, retornando a seguir para as profundezas do espaço. O grande objeto não representou qualquer perigo para nosso planeta, nessa que foi a passagem mais próxima pelos próximos 200 anos.

Astrônomos utilizaram essa oportunidade para rastrear cuidadosamente a trajetória do astro, não somente para cálculos mais precisos quanto a sua órbita, mas também para determinar sua composição e estrutura. Foram utilizadas duas antenas para tanto, a Depp Space Network de 70 m de diâmetro em Goldstone, Califórnia, e o readiotelescópio de Arecibo, em Porto Rico, que mede 305 m. Graças a esses instrumentos, detalhadas imagens por radar puderam ser obtidas.

De acordo com Lance Bennet, principal investigador do complexo de Goldstone: "Com radar, podemos transformar um objeto de um mero ponto de luz em um pequeno mundo, com suas características únicas. Assim, fazer imagens por radar de asteroides próximos da Terra é fundamental para explorar essa classe de objetos do sistema solar".

As observações terão prosseguimento até 06 de junho, e já contribuíram para o anúncio, em 30 de maio, da existência de uma lua do asteroide, com 600 m de extensão. O 1998 QE2 foi descoberto em agosto de 1998, por astrônomos do projeto de Pesquisa de Asteróides Próximos da Terra Lincoln, do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT). Essa rocha é uma de 10.000 já identificadas, mas a população desses objetos próximos a nosso planeta é estimada em um milhão.

Em caso de impacto contra a Terra, um asteroide como o 1998 QE2 poderia ameaçar a existência da civilização humana, mas acredita-se que todos os objetos desse tamanho já foram localizados. Os astrônomos, entretanto, estimam que menos de 30 por cento daqueles com pelo menos 100 m tenham sido descobertos. Caso um destes atinga a Terra, pode destruir uma área equivalente a um estado. A pesquisa tem sido ampliada, e técnicas para desviar esses objetos estão sendo discutidas e elaboradas.

 

(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

Assista a um vídeo mostrando o tamanho do 1998 QE2:

(http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=Gp8576W8QHU)

Vídeo mostrando a lua do asteroide:

(http://www.space.com/21372-earth-crossing-asteroid-has-a-moon-video.html)

O meteoro, o asteróide e as mistificações:

(http://www.ufo.com.br/noticias/o-meteoro-o-asteroide-e-as-mistificacoes/)

Desviar um asteroide pode ser um problema político:

(http://www.ufo.com.br/noticias/desviar-um-asteroide-pode-ser-um-problema-politico/)

Congresso norte-americano discutiu ameaça de asteroides:

(http://www.ufo.com.br/noticias/congresso-norte-americano-discutiu-ameaca-de-asteroides/)

Saiba mais:

Livro: UFOs na Rússia:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/ufos-na-russia)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Sonda Planck pode ter encontrado evidências de outros universos

Sonda Planck pode ter encontrado evidências de outros universos | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

A missão Planck foi lançada em 2009 com o ambicioso objetivo de mapear a totalidade do céu, obtendo informações sobre a história e evolução do universo, mapear a quantidade de matéria nele existente e talvez conseguir respostas para os enigmas representados pela matéria escura e pela energia escura. Porém, algo mais pode surgir na torrente de informações captadas, incluindo o que podem ser as primeiras evidências da existência de universos paralelos.

A missão da Agência Espacial Européia (ESA), com apoio da NASA, mapeou a radiação cósmica de fundo de microondas, que os cientistas explicam como sendo a radiação reminiscente do Big Bang, o início do universo. A sonda conseguiu detectar emissões datando de somente 380.000 anos após o Big Bang. Antes dessa época, o universo era tão quente e denso que a luz não conseguia viajar sem ser detida por plasma ou partículas como prótons e elétrons. Somente quando o universo expandiu e esfriou para formar átomos a luz pôde viajar livremente.

A radiação cósmica de fundo foi descoberta acidentalmente em 1964, quando radiotelescópios captaram emissões eletromagnéticas que pareciam vir de todo o céu. Desde então tem sido estudada, e daí emergiu finalmente a teoria do Big Bang. Um de seus aspectos é não ser de fato uniforme em todas as direções, e o mapa construído a partir dos dados de Planck são os mais detalhados já produzidos. Alguns aspectos das teorias cosmológicas foram confirmados, enquanto outras descobertas intrigam os cientistas. Algum as das previsões do que os cientistas chamam de Modelo Padrão do Universo não foram confirmadas, contudo, o que de acordo com algumas fontes pode levar a novas descobertas na física.

As informações da sonda confirmaram a teoria da inflação, que postula ter o universo, em seus primórdios, expandido rapidamente, dobrando de tamanho a cada zero vírgula 10 elevado a 35º potência. O que o Planck descobriu, em termos de certas irregularidades na distribuição da radiação cósmica de fundo, foi que algumas áreas do universo expandiram mais ou menos que outras. Variações nessa radiação não se comportam em grandes escalas da mesma forma que em pequenas, e existe um ponto frio no mapa elaborado pelos cientistas que não foi explicado pelos modelos da inflação cósmica.

O mapa de Planck permitiu aos cientistas recalcular a idade do universo como 13,8 bilhões de anos, 100 milhões a mais que as estimativas anteriores. A respeito da expansão do universo, os cientistas esperam que os dados possam contribuir para desventar o enigma de sua aceleração, atribuída a um fenômeno ainda não precisamente entendido chamado energia escura. Finalmente, a distribuição da radiação cósmica de fundo no mapa divulgado pela ESA levou alguns cientistas a defender a existência de universos além do nosso. 


No mapa obtido com os dados da sonda Planck se pode observar uma concentração na distruição da radiação cósmica entre os hemisférios norte e sul do céu. De acordo com previsões publicadas em um artigo em 2005, de autoria de Laura Mersini-Houghton, física teórica da Universidade da Carolina do Norte, e Richard Holman, professor da Universidade Carnegie Mellon, tais anomalias resultariam da atrração gravitacional de universos paralelos sobre o nosso.

A hipótese da existência de outros universos poderia explicar por que o nosso é tão bem ajustado para permitir a existência de átomos, matéria, estrelas, planetas e vida. Qualquer variação nas quatro forças fundamentais, a nuclear fraca, nuclear forte, eletromagnetismo e gravitação, poderia impedir a formação de matéria. O problema poderia ser resolvido se admitirmos o nosso como um entre infinitos outros universos paralelos, alguns inóspitos, outros favoráveis à vida. Também a teoria da inflação cósmica pode resultar em diferentes áreas do universo primordial inflando a diferentes taxas, resultando em universos separados do nosso.

Tais hipóteses não são unanimidade na comunidade científica, mas vários concordam com Mersini-Houghton e Holman. Malcolm Perry, professor de física teória de Cambridge, concorda que os achados podem ser a primeira evidência de universos paralelos. Já george Efstathlou, professor de astrofísica da mesma universidade, afirmou: "Tais idéias podem soar estranhas agora, assim como a teoria do Big Bang há décadas. Mas quando conseguimos evidências, elas mudam completamente a forma como pensamos sobre o universo".


(Extraído de www.ufo.com.br)


Veja mais:


Missão Planck: site da ESA: 

(http://www.esa.int/Our_Activities/Space_Science/Planck)

Missão Planck: site da NASA:

(http://www.nasa.gov/mission_pages/planck/index.html)

Galeria da missão Planck:

(http://www.space.com/20332-cosmic-microwave-background-planck-discoveries-images.html)

Cientistas dizem que busca por universos paralelos é promissora:

(http://www.ufo.com.br/noticias/cientistas-dizem-que-busca-por-universos-paralelos-e-promissora/)

O universo vai acabar! Saiba como a ciência nos permite uma fuga espetacular:

(http://www.ufo.com.br/noticias/o-universo-vai-acabar-saiba-como-a-ciencia-nos-permite-uma-fuga-espetacular/)

Saiba mais:

Livro: O Pensamento da Ufologia Brasileira - Parte 1:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/o-pensamento-da-ufologia-brasileira---parte-1)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Grande impacto é filmado na Lua

Grande impacto é filmado na Lua | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

Cientistas da NASA e de outras entidades têm continuamente monitorado a Lua para flagrar impactos de corpos celestes. A agência espacial norte-americana está interessada em determinar a frequência com que tais eventos acontecem, com o objetivo de encontrar maneiras de proteger futuras bases e colônias lunares. No último 17 de março, um impacto foi filmado na região conhecida como Mare Imbrium e comprovado como o maior já descoberto.

O objeto responsável deveria medir entre 30 e 40 centímetros, e pesar cerca de 40 kg. Viajando a 90.000 km/h, resultou em uma cratera de 20 m de diâmetro, após uma explosão estimada em 5 toneladas de TNT. O impacto só foi percebido quando Ron Suggs, um analista no Centro de Voo Espacial Marshall da NASA, revisou um vídeo gravado com um telescópio de 14 polegadas, descobrindo um brilhante flash de luz na região descrita. Os astrônomos também descobriram sinais de outros eventos similares.

Bill Cooke, do escritório de meteoroides da NASA, disse: "O meteoro que caiu em 17 de março foi cerca de 10 vezes mais brilhante do que qualquer coisa vista antes. E nessa noite as câmeras da NASA e da Universidade de Ontário captaram vários meteoros aqui mesmo na Terra. Todas essas rochas espaciais viajavam em órbitas similares, entre a Terra e o cinturão de Asteroides". De fato, alguém observando a Lua no momento do impacto poderia vê-lo a olho nu.

A atmosfera da Terra nos protege contra esses impactos, mas como a Lua carece de uma camada como essa sua superfície fica completamente exposta. Desde 2005 a NASA flagrou mais de 300 impactos de meteoros no satélite. Rochas do mesmo tamanho daquela que atingiu a Lua penetram em nossa atmosfera a cada dia ou dois, mas normalmente se queimam ou partem em pedaços menores. Os astrônomos monitoram continuamente o satélite para verificar o quanto tais impactos se sucedem ao longo do ano, para montar estratégias de proteção para as futuras missões tripuladas.


O grande perigo para astronautas na superfície lunar não chega a ser rochas desse tamanho, mas micrometeoritos capazes de perfurar um traje espacial. Uma proteção precisa resistir aos mesmos e muitos concordam que uma habitação deve ser construída sob a superfície, a vários metros de profundidade. Com isso seria afastado o perigo das rochas espaciais e também o da prolongada exposição à radiação solar.

Essa também é uma preocupação para as missões a Marte, planeta para onde a NASA pretende enviar astronautas nos anos 2030. Um novo estudo sugere que cerca de 200 meteoritos atingem o Planeta Vermelho a cada ano, muitos deles não maiores que 1 a 2 metros. O problema não chega a ser tão sério quanto na Lua, já que a atmosfera marciana, mesmo com somente 1 por cento da espessura da terrestre, consegue fornecer alguma proteção. Sobre o evento de 17 de março, a NASA pretende fotografar e analisar o local do impacto com a sonda Orbitador de Reconhecimento Lunar (LRO).

 

(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

 

Assista a um vídeo sobre o impacto:

(http://www.space.com/21195-56-000-mph-space-rock-hits-moon-explosion-seen-video.html)



As mais importantes missões lunares:

(http://www.space.com/12836-marvelous-moon-missions.html)

O meteoro, o asteróide e as mistificações:

(http://www.ufo.com.br/noticias/o-meteoro-o-asteroide-e-as-mistificacoes/)

Saiba mais:

Livro: UFOs na Rússia:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/ufos-na-russia)

DVD: A Verdade Sobre a Lua:

(http://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/a-verdade-sobre-a-lua)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Opportunity quebra recorde de quilometragem em Marte

Opportunity quebra recorde de quilometragem em Marte | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:
O rover Opportunity, ainda funcionando bem mais de nove anos após o pouso em Marte, tornou-se o veículo norte-americano recordista de quilometragem percorrida em outro mundo. O robô percorreu somente na quarta-feira, 15 de maio, 80 metros, perfazendo um total de 35,760 km percorridos no planeta vermelho. Com isso, quebrou o recorde norte-americano de distância em outro mundo, que era do Lunar Rover da missão Apollo 17, a última expedição tripulada à Lua. Em dezembro de 1972, os astronautas Eugene Cernan e Harrison Schmith dirigiram por 35,744 km no satélite da Terra.

Cernan comentou, em recente conversa com Jim Rice, cientista da missão do Opportunity: "O recorde que estabelecemos há 40 anos foi atingido para ser batido, e estou feliz e orgulhoso por passá-lo ao Opportunity". De fato, o longevo rover é o recordista absoluto de quilometragem em outro planeta, mas se ampliaremos a discussão para outro mundo, incluindo a Lua e o recordista de distância ainda é o rover soviético Lunokhod 2, que viajou 37 km na Lua em 1973.

O Opportunity e seu gêmeo Spirit pousaram em Marte em janeiro de 2004 com a expectativa de cumprirem uma missão de 90 dias, buscando sinais da presença de água no planeta (http://www.space.com/16599-mars-rover-s-marathon-search-for-water-video-look-back.html). Integralmente cumprido, os dois robôs revolucionaram nosso entendimento acerca do mundo vizinho, obtendo mais pistas que auxiliaram inclusive o rover seguinte, o Curiosity, a recentemente provar que Marte teve capacidade de abrigar vida no passado (http://www.ufo.com.br/noticias/marte-teve-condicoes-de-abrigar-vida/). Lamentavelmente o Spirit parou de se comunicar com a Terrta em 2010, sendo declarada encerrada sua missão um ano depois, mas seu irmão segue brilhantemente, atuamente explorando a borda da Cratera Endeavour.

O rover tem explorado uma parte dessa região, chamada Cape york, desde a metade de 2011. Nesta semana, entretanto, começou uma nova viagem até uma área batizada como Solander Point, uma distância de 2,2 km. Se conseguir sucesso, irá então ultrapassar o Lunokhod 2, o que evidentemente agrada á equipe do valente rover. Evidentemente, é claro que o objetivo principal é continuar realizando o trabalho científico que é a prioridade da missão. A NASA divulgou há tempos um vídeo, intitulado A Primeira Maratona Extraterrestre (http://www.youtube.com/watch?v=VXAjDZUnenA), sobre a missão do Opportunity, e john Callas, gerente do projeto, afirmou quando o rover atingiu 34,4 km de distância percorrida: "Quero quebrar aquele recorde". A viagem prosseguirá, certamente com muitas novas descobertas.

 

(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Leia mais:

Site oficial da missão de Opportunity e Spirit:

(http://www.nasa.gov/mission_pages/mer/)

Notícia sobre o recorde do Opportunity no site da NASA:

(http://marsrover.nasa.gov/newsroom/pressreleases/20130516a.html)

Imagens de veículos elétricos no espaço:

(http://www.space.com/21194-electric-vehicles-space-exploration-images.html)

Rover Opportunity investiga local habitável em Marte:

(http://www.ufo.com.br/noticias/rover-opportunity-investiga-local-habitavel-em-marte/)

Eugene Cernan concedeu entrevista especial no RJ:

(http://www.ufo.com.br/noticias/eugene-cernan-concedeu-entrevista-especial-no-rj/)

Novo cometa não deve colidir com Marte:

(http://www.ufo.com.br/noticias/novo-cometa-nao-deve-colidir-com-marte/)

Novas Toadas para um Planeta Vermelho:

(http://www.ufo.com.br/blog/renatoazevedo/novas-toadas-para-um-planeta-vermelho)

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/dossie-cometa)

DVD: 50 Anos de Exploração Espacial Parte 3:

(http://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/50-anos-de-exploracao-espacial--parte-3)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Leia a declaração oficial do Comitê de Audiências Públicas de Abertura

Leia a declaração oficial do Comitê de Audiências Públicas de Abertura | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

Tradução de Luciano Vidotto


"Se o Congresso não fizer o seu trabalho, o povo o fará"

09 de Maio de 2013

PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA

O Comitê das Audiências Públicas de Abertura quer uma Conferência Mundial na ONU sobre a Possível Presença Extraterrestre

Washington, DC - Em 3 de maio de 2013 os membros do Comitê e as testemunhas das Audiências Públicas de Abertura representando dez nações membras da ONU, reuniram-se no Clube Nacional de Imprensa para elaborar uma declaração buscando uma  revisão das Nações Unidas das evidências de uma possível presença extraterrestre envolvendo-se com a raça humana . O resultado é o seguinte comunicado:

Audiências Públicas de Abertura
Comunicado de Washington
3 de Maio de 2013

De 29 de Abril de 2013 a 03 de Maio de 2013 pesquisadores, ativistas, líderes políticos e ex-membros dos serviços militares e agências governamentais representando dez países, deram testemunho em Washington, DC para seis ex-membros do Congresso dos Estados Unidos. Depois de ouvirem esse testemunho esses membros emitiram o seguinte comunicado:

Considerando que: dado ao conhecimento científico de desdobramento do número de planetas que potencialmente suportam vida dentro da galáxia lar da Terra, seria o cúmulo da arrogância afirmar que os seres humanos são os únicos seres conscientes dentro dessa galáxia;

Considerando que: uma vez que testemunhas de crédito trouxeram adiante provas científicas e esmagadoras que documentam a presença atual de naves aéreas não identificadas e inexplicáveis que muitos acreditam que refletem uma inteligência extraterrestre;

E Considerando que: dadas as enormes implicações globais se essas naves são, de fato, de origem extraterrestre, essa questão é um assunto para a Assembléia Geral das Nações Unidas;

Portanto, o pedido abaixo da Citizen Hearing Foundation vem através de seus escritórios, organizar os partidos interessados e levantar os fundos necessários para prosseguir uma campanha mundial para convencer uma ou mais nações à propor uma resolução na Assembleia Geral, pedindo o patrocínio das Nações Unidas para uma conferência mundial para abordar a possível evidência de uma presença extraterrestre envolvendo-se neste planeta.

Nós abaixo assinados pedimos o vosso apoio neste empenho.

Deputada Carolyn Kilpatrick
Senador Mike Gravel
Deputada Lynn Woolsey
Deputado Merrill Cook

Deputada Darlene Hooley
[Impossibilitada de assinar devido a restrições pós-empregatícias aos Membros do Congresso e Oficiais]

Deputado Roscoe Bartlett
[Impossibilitado de assinar devido a restrições pós-empregatícias aos Membros do Congresso e Oficiais]

A Fundação Audiência Cidadão não tem fins lucrativos, a qual irá lançar o seu website no final deste mês e imediatamente começará à angariar fundos na busca de patrocinadores nas nações por uma resolução para a Assembléia Geral da ONU.

CHD Website: www.citizenhearing.org

CHD Contato: Stephen Bassett
CHD@citizenhearing.org
(202) 215 8344

Contato com a Mídia: Janet Donovan

Paradigm Research Group
4938 Hampden Lane, #161, Bethesda, MD 20814
PRG@paradigmresearchgroup.org  202-215-8344
www.paradigmresearchgroup.org


(Extraído de www.ufo.com.br)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

ETs estão na Terra, diz ex-ministro canadense

ETs estão na Terra, diz ex-ministro canadense | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

Paul Hellyer, ex-ministro da Defesa do Canadá entre 1963 e 1967, foi um dos mais destacados participantes do evento Audiências Públicas sobre Abertura, realizado entre 29 de abril e 03 de maio em Washington. Em 2005 ele já havia surpreendido o mundo quando afirmou serem os UFOs reais.

Nos últimos anos Hellyer tem dado seguidas declarações quanto a estar a par de casos espantosos de contatos com extraterrestres, defendendo uma ampla abertura ufológica. Ele afirma que a sociedade terrestre já tem capacidade de lidar com a informação de não estarmos sozinhos no universo, dizendo ser a abertura um passo necessário para nossa sobrevivência.

Entretanto, o político dividiu opiniões ao afirmar, durante seu depoimento em Washington, que não somente existem seres extraterrestres na Terra, mas que dois deles trabalham em estreita cooperação com o governo dos Estados Unidos. Hellyer já havia dito, com base em um documento que chegou a seu conhecimento, que existem quatro espécies alienígenas nos visitando. Mas a afirmação dos dois ETs trabalhando para o governo norte-americano lançou a polêmica no meio ufológico.


(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:


Assista ao polêmico depoimento de Paul Hellyer: 

(http://www.youtube.com/watch?v=JN0hqnxVTLM&feature=youtu.be)

Paul Hellyer: Ex-ministro da Defesa canadense admite crer em UFOs e acusa os EUA de acobertamento:

(https://www.ufo.com.br/entrevistas/ex-ministro-da-defesa-canadense-admite-crer-em-ufos-e-acusa-os-eua-de-acobertamento)


Autoridades defendem fim do sigilo aos UFOs:

(https://www.ufo.com.br/noticias/autoridades-defendem-fim-do-sigilo-aos-ufos/)

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa: (https://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/dossie-cometa)

DVD: UFOs: Evidências Definitivas: (https://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/ufos-evidencias-definitivas)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Autoridades defendem fim do sigilo aos UFOs

Autoridades defendem fim do sigilo aos UFOs | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

Mike Gravel, ex-senador pelo estado do Alasca, Carolyn Kilpatrick, representante pelo estado de Michigan, o ex-ministro da defesa do Canadá Paul Hellyer e o astronauta da missão Apollo 14 Edgar Mitchell estão entre as notáveis figuras públicas que tiveram participação destacada no recente evento citizen Hearing on Disclosure, ou Audiências Públicas sobre Abertura, realizado entre 29 de abril e 03 de maio em Washington.

Gravel, entre outras coisas, disse: "Não sei se são homenzinhos verdes ou púrpura. O que sei é que ao redor do mundo há milhares e milhares de avistamentos. Alguns podem ser alucinações, mas sob cuidadosa investigação, existem casos reais. Existe alguma coisa que não conhecemos lá fora". O ex-senador, que também foi agente do serviço de contra-inteligência, em seus tempos no Congresso norte-americano insistia para que fosse revelada toda a verdade sobre a Guerra do Vietnã. E hoje faz o mesmo a respeito dos fatos sobre os UFOs.

"Sempre me opus, ao longo de minha carreira, ao complexo industrial-militar e ao fato de termos uma cultura de excessivo segredo, o que é um desserviço para o público", disse Gravel. Ele acrescenta: "A Casa Branca tem mantido a verdade sobre a investigação alienígena sobre nosso planeta afastada da sociedade. Assim, quando a própria Casa Branca diz que não sabe de nada, todo mundo que está abaixo na cadeia de comando fica livre para dizer o mesmo".

O político diz que as melhores evidências provêm de depoimentos de ex-militares, como os que participaram do evento em Washington garantindo terem observado UFOs sobre silos de mísseis balísticos em várias bases dos Estados Unidos. Mas Gravel também denuncia que setores da imprensa têm auxiliado, possivelmente de forma não intencional, na manutenção do segredo: "O que observamos é que tanto da parte do governo quanto da imprensa existe um esforço para marginalizar e ridicularizar as testemunhas e pessoas com conhecimentos específicos".

Colega de Gravel, Carolyn Kilpatrick afirmou o mesmo: "Não gosto do fato de este país tratar os UFOs como piada, enquanto outras nações levam o assunto a sério. Fui membro do comitê de Apropriações e do Comitê de Serviço Armado, além de servir no Corpo de Academia da força Aérea, e sempre tive interesse em UFOs. Quero ter acesso a fatos e à informação, e isso não deve ser tratado como piada. É algo muito sério".

Gravel acrescenta: "Creio que não precisamos aguardar o Congresso norte-americano realizar uma audiência oficial sobre UFOs. O fenômeno é global e deveria haver uma parte das Nações Unidas dedicada a estudá-los. Eu assinaria um documento para realizar isso agora mesmo". Conforme já noticiado, Gravel foi um dos participantes de uma reunião, ocorrida ainda no dia 02 de maio, após o painel dedicado à América do Sul, onde foi discutida uma maneira de levar o assunto da abertura ufológica para a ONU, onde o Brasil, representado pelo editor de UFO A. J. Gevaerd e o colabodaror Wilson Picler tiveram destacada participação.

Edgard Mitchell, também porta-voz do evento, disse: "Não sei dizer de onde vêm os visitantes, mas a evidência de sua presença é substancial, se as pessoas tiverem a mente aberta para examiná-las. Meu único palpite a respeito do embargo sobre a questão ufológica aponta para o fato de haver pessoas ligadas ao dinheiro envolvidas. É evidente que estão fazendo o máximo para manter o assunto em segredo, porque existe um lucro potencial imenso ligado à tecnologia que permite viagens para fora de nosso sistema solar. Precisamos espalhar a verdade sobre o universo que habitamos e de que não estamos sozinhos. Temos muitos mistérios a resolver e realmente não conhecemos todo o alcance de nossa existência".


Paul Hellyer, ex-ministro da defesa canadense, em 2005 tornou-se a primeira autoridade do grupo G8 de nações a reconhecer a existência dos UFOs. Ele afirma que desde então tomou conhecimento de casos espantosos, incluindo os narrados durante as Audiências Públicas sobre Abertura. O ex-ministro menciona um documento, possivelmente o mesmo descrito pelo ex-militar Robert Dean, que descreve ao menos quatro espécies alienígenas  (https://www.ufo.com.br/noticias/acobertamento-ufologico-razoes-que-o-levaram-a-ser-instalado-e-motivos-urgentes-que-determinam-seu-fim-imediato/) visitando a Terra. Hellyer comenta: "Este é meu ponto de vista. Eles são diferentes espécies e, consequentemente, têm diferentes objetivos. Não sei dizer se são similares, como não podemos afirmar que as agendas de Estados Unidos, Rússia e China são as mesmas. Nossos interesses podem ser parecidos, mas por enquanto os objetivos desses países diferem, como possivelmente os dos alienígenas também".

Hellyer prossegue: "Meu interesse é uma abertura total (https://www.ufo.com.br/artigos/segredos-inconfessaveis-comecam-a-ser-revelados/), ou quase, entre 95 a 98 por cento. Sei de uma ou duas coisas que não tenho certeza se a este ponto deveriam ser de domínio público. Um dia com certeza. Acredito que os cidadãos que pagam impostos são capazes de aceitar uma nova e muito maior realidade de vivermos em um Cosmos repleto de vida em várias formas. O fato de algumas civilizações serem mais avançadas que nós pode nos ensinar humildade. E isso pode ser um passo necessário para nossa sobrevivência".

Finalmente, Stephen Bassett, o organizador do evento, completou: "A mensagem ao Congresso norte-americano é que chegou o momento de investigar esse assunto novamente e é hora da mídia entender que esta é a maior notícia de todos os tempos. Acredito que temos uma chance mensurável de conseguir, ainda este ano, que o presidente dos Estados Unidos se apresente diante do povo norte-americano e finalmente reconheça que o fenômeno que temos visto pelos últimos 65 anos é, de fato, gerado por uma inteligência extraterrestre visitando o planeta Terra".


(Extraído de www.ufo.com.br)

 

O impressionante discurso de Paul Hellyer para o IUFOC 2011 (https://www.ufo.com.br/noticias/o-impressionante-discurso-de-paul-hellyer-para-o-iufoc-2011/)

O Fenômeno Extraterrestre será debatido por ex-congressistas dos Estados Unidos (https://www.ufo.com.br/noticias/o-fenomeno-extraterrestre-sera-debatido-por-ex-congressistas-dos-estados-unidos/)

O Brasil estará representado no maior movimento de abertura ufológica do mundo (https://www.ufo.com.br/noticias/o-brasil-estara-representado-no-maior-movimento-de-abertura-ufologica-do-mundo)

Brasil e América do Sul nas Audiências Públicas sobre Abertura (https://www.ufo.com.br/noticias/brasil-e-america-do-sul-nas-audiencias-publicas-sobre-abertura)

Tema da abertura ufológica deve ser discutido na ONU (https://www.ufo.com.br/noticias/tema-da-abertura-ufologica-deve-ser-discutido-na-onu)

Saiba mais:

Livro: UFOs: Arquivo Confidencial (https://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/ufos-arquivo-confidencial)

DVD: UFOs Aqui, Agora (https://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/ufos-aqui-agora)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Nesta sexta-feira, um novo episódio de Contato Extraterrestre

Nesta sexta-feira, um novo episódio de Contato Extraterrestre | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

A série Contato Extraterrestre é uma nova iniciativa do The History Channel para explorar o mistério da presença alienígena em nosso planeta. O canal, que já produziu Arquivos Extraterrestres e Extraterrestres no Passado, convocou para a nova produção vários ufólogos, testemunhas e especialistas, com um enfoque inédito na intensa casuística ufológica latino-americana e brasileira.

Na estreia, na sexta-feira dia 21 de junho, foram apresentados dois episódios em sequência, Segredos Militares e UFOs em Primeira pessoa. O grande destaque foi a participação de vários ufólogos brasileiros, incluindo o editor da Revista UFO A. J. Gevaerd, relatando os mais impressionantes casos ocorridos no Brasil. Cenas de arquivo ilustraram os extraordinários fatos ocorridos em 19 e 20 maio de 1986, que ficaram conhecidos como a Noite Oficial dos UFOs, incluindo a história coletiva de imprensa comandada pelo então Ministro da Aeronáutica, o saudoso brigadeiro Otávio Moreira Lima.

Gevaerd chegou inclusive a participar das gravações da série no começo de 2013 na Amazônia, entrevistando inclusive testemunhas do fenômeno chupa-chupa e da Operação Prato da Força Aérea Brasileira (FAB). Do episódio a ser exibido nesta sexta-feira, 28 de junho, o The History Channel divulgou o seguinte release:

EP. 3 – UFOs e Aviões
Relatos de UFOs captados por radares em terra e nos céus, e por pilotos civis e militares, são feitos constantemente. Neste episódio, vamos ouvir histórias de pilotos americanos e controladores de tráfego aéreo que viram voos ser colocados em risco a partir do aparecimento de luzes que não puderam explicar. Os incidentes que envolvem UFOs possuem testemunhas qualificadas, registro de evidências por aparelhos específicos para detectar objetos voadores, e investigações oficiais que nem sempre vêm à tona.  Mas como estas informações são ocultadas, nos perguntamos até que ponto estão em perigo os milhares de voos que transitam nos céus a cada dia.

A parceria entre o The History Channel, que já permitiu o lançamento da série Extraterrestres no Passado em DVD, disponível exclusivamente no Shopping UFO, chegou ainda mais longe com a exibição de Contato Extraterrestre. O editor A. J. Gevaerd assina uma coluna semanal, publicada no site do The History Channel no dia da exibição de cada episódio, onde narra os avanços mais importantes da Ufologia Brasileira e mundial. Na primeira coluna Gevaerd descreveu a bem sucedida campanha UFOs: Liberdade de Informação Já, além de outros eventos importantes que têm ocorrido na pesquisa ufológica do continente. É uma iniciativa inédita e abrangente, promovendo a Ufológia Brasileira como uma das líderes mundiais no assunto.

Contato Extraterrestre
Todas as sextas-feiras, às 22h00, no The History Channel.

Episódios de hoje:

UFOs e Aviões, às 22h00

 

(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

Visite o site do The History Channel:

(http://seuhistory.com/home.html)

Confira o site Mundo Desconhecido do The History Channel:

(http://www.seuhistory.com/mundo-desconhecido.html)

Site de Contato Extraterrestre:

(http://www.seuhistory.com/programas/contato-extraterrestre.html)

Trailer da série Contato Extraterrestre:

(http://www.youtube.com/watch?v=Ck7yQmAC57Q)

Leia a coluna de A. J. Gevaerd no site do The History Channel:

(http://noticias.seuhistory.com/discos-voadores-no-brasil-agora-sao-assunto-oficial)

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/dossie-cometa)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

VANT utilizado por jornal confundido com UFO durante protesto

VANT utilizado por jornal confundido com UFO durante protesto | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

Em meio aos protestos que tomaram conta de inúmeras cidades pelo Brasil, com a população saindo às ruas para exigir o término de anos de descaso nos serviços públicos nas três esferas governamentais, um vídeo obtido no dia 17 de junho em São Paulo chamou a atenção até mesmo no exterior. Durante uma manifestação no Largo da Batata, um pequeno objeto luminoso foi filmado pelas pessoas no local, e identificado por muitos como um UFO.

Na verdade trata-se de um drone ou Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT), utilizado pelo jornal Folha de São Paulo para obter imagens aéreas da manifestação. Operado pela empresa GoCam, o veículo é um helicóptero com quatro rotores que pode pairar e fazer imagens em alta definição, controlado remotamente. Luis Neto, dono da empresa, afirma que é necessário cuidado na operação do equipamento e recomenda aos interessados fazer um curso de aeromodelismo: "É preciso ter bastante prática e prestar atenção a detalhes como a carga da bateria e peculiaridades do local".

De fato, a utilização de drones civis vem crescendo não somente entre veículos da imprensa mas também com usuários particulares. Isso tem levado as autoridades de muitos países a considerar a regulamentação no uso desses robôs, como alerta Eric Bergeric, diretor da Idrone.tv, que realiza filmagens aéreas com VANTs de fabricação própria: "Tem muita gente comprando drones hoje e que acaba fazendo coisas perigosas, como voar sobre pessoas. Imagina se um equipamento de 5 kg cai na cabeça de alguém. É um perigo". Em sites de compras online é possível encomendar modelos com preços entre R$ 400,00 e R$ 15.000,00.

O uso de drones tornou-se mais conhecido no meio militar e todas as nações mais desenvolvidas estão adquirindo ou fabricando esses robôs. Antes restritos a operações de reconhecimento, os VANTs têm sido alvo de polêmicas quando passaram a realizar missões de ataque, disparando armamentos de alta precisão. Apesar dos protestos contrários, é provável que seu uso continue a crescer, já que por não terem um piloto a bordo são mais econômicos para operar.

A Força Aérea Brasileira (FAB) já utiliza na Base Aérea de Santa Maria (RS) vários exemplares do Elbit Hermes 450, VANT israelense especializado em reconhecimento. E recentemente foi formada a Harpia Sistemas S.A., uma associação da Embraer, AEL Sistemas S.A. (subsidiária da Elbit), e Avibrás para a produção de VANTs, o primeiro dos quais deve ser o Falcão. E conforme temos seguidamente alertado, o aspecto incomum de muitas dessas aeronaves, além de suas características de voo, pode fazer com que sejam facilmente confundidas com UFOs (http://www.army-technology.com/projects/unmanned-aerial-vehicles_gallery.html). Deste modo, manter-se atualizado com relação aos mais recentes avanços aeronáuticos é dever de todo interessado na Ufologia.

 

(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

Vídeo do drone da Folha gravado em manifestação:

(http://www.youtube.com/watch?v=-JyPsnumyVw)

Filmagem dos protestos em 17 de junho:

(http://www1.folha.uol.com.br/tec/2013/06/1300411-uso-de-drone-pela-folha-repercute-no-wsj-site-suspeitou-ser-um-ovni.shtml)

Filmagem dos protestos em 20 de junho:

(http://www1.folha.uol.com.br/multimidia/videocasts/2013/06/1298766-drone-registra-imagens-aereas-de-protesto-na-paulista-veja.shtml)

Site da Idrone.tv:

(http://www.idrone.tv/main/)

Site da GoCam:

(http://gocam.com.br/wp/)

Galeria com diversos modelos de VANTs:

(http://www.uavs.biz/images/)

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/dossie-cometa)

DVD: UFOs: Evidências Definitivas:

(http://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/ufos-evidencias-definitivas)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Ave pode ter colidido com avião chinês

Ave pode ter colidido com avião chinês | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

O caso do Boing 757 da air China, que treve seu radome amassado por um objeto não identificado, continua sendo debatido. Alguns insistem em defender a versão de que um autêntico UFO foi o responsável pelo impacto, contudo especialistas em aviação e veterinária propõem explicações muito diferentes.

Toni Inajar, conselheiro especial e coordenador de análise de imagens da Revista UFO, e que também é veterinário, em sua profissão de perito criminal já analisou diversos casos de impacto, principalmente automobilísticos. Contudo, já teve contato com incidentes aeronáuticos e afirma que as imagens do Boeing chinês são típicas da colisão com um objeto não muito rígido, como costumam ser corpos de animais, tais como aves.

Toni descobriu que uma espécie de ganso, de nome científico Anser Indicus, é migratória e costuma voar em grupo sobre o Himalaia, em altitudes que superam os 8.000 metros. Também lembrou o caso de um jato que, sobre a Costa do Marfim a 11.000 m de altitude, teve um abutre da espécie Gyps rueppelli sugado por uma das turbinas. O caso, ocorrido em 1975, felizmente terminou sem consequências quando a aeronave pousou em segurança. Os gansos da espécie mencionada anteriormente possuem um tipo de hemoglobina no sangue com alta taxa de absorção de oxigênio, permitindo o voo no ar rarefeito de grandes altitudes.

Vitorio Peret, especialista em aviação e piloto por 35 anos, também comentou o incidente do avião chinês. Ele afirmou ter visto vários casos de amassamento similares e listou quatro causas principais: fadiga nas hastes dos amortecedores que abrem e fecham o radome; radomes não estão livres de deformações durante turbulência severa, rachaduras, quebras ou furos provocados por raios e granizo; onda de choque posterior ao estouro de um trovão muito próximo; e choque com pássaros. Peret lembra que os radomes, que cobrem o radar meteorológico no nariz das aeronaves, são feitos de material composto de laminados de epoxi, fibra de carbono e kevlar, uma superfície mais "macia" que o alumínio normalmente utilizado nas fuselagens.

Inajar lembrou que o impacto provavelmente ocorreu em um período muito breve de tempo e como não existem arestas ou reentrâncias nessa região da aeronave é muito improvável que resíduos orgânicos, tais como sangue, fiquem no local do choque. Isso com certeza explicaria os danos do Boeing da Air China e a ausência de algum resíduo ou líquido deixado pelo objeto com o qual colidiu. O caso é uma lição para o essencial trabalho de separar fatos com explicações comuns daqueles envolvendo autênticos UFOs.

 

(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

Avião colide com objeto voador não identificado:(http://www.ufo.com.br/noticias/aviao-colide-com-objeto-voador-nao-identificado)

Avião da TAM em 2009 foi atingido por gelo:

(http://www.mafiadolixo.com/2009/06/aviao-airbus-%E2%80%98a320%E2%80%99-da-tam-enfrenta-%E2%80%98nuvem-cumulus%E2%80%99-e-sofre-perda-do-radome/)

Saiba mais:

Livro: UFOs: Arquivo Confidencial:

http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/ufos-arquivo-confidencial)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Novo telescópio deverá procurar civilizações extraterrestres

Novo telescópio deverá procurar civilizações extraterrestres | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

Para os que, dentro da Ufologia, criticam a astronomia, esta é uma notícia que pode alterar suas idéias: um projeto de telescópio do Instituto de Astronomia da Universidade do Havaí pretende em cinco anos construir um telescópio que poderá localizar civilizações extraterrestres em mundos distantes captando o calor que estas emitem.

Batizado como Colossus, o instrumento, se for construído, terá 77 metros de abertura, maior que qualquer telescópio atual. Com custo total na casa de um bilhão de dólares, o dispositivo será composto de vários espelhos, e concentrará suas buscas na região infravermelha do espectro. Seus defensores dizem que terá capacidade de detectar cidades alienígenas em mundos distantes até 60 ou 70 anos-luz da Terra.

De acordo com Jeff Kuhn, astrônomo do Instituto de Astronomia da Universidade do Havaí e parte da equipe que propôs a ideia: "Se tivermos um investidor que traga o financiamento adequado, podemos ter o telescópio pronto em cinco anos. Os defensores do Colossus afirmam que o método da Busca Por Inteligência Extraterrestre (SETI), depende de os alienígenas enviarem sinais de rádio. Eles podem usar frequências que não esperamos, e somente o famoso Sinal Uau (Wow Signal), em 1977, de fato parecia ser de inteligências alienígenas. Embora o SETI já tenha captado centenas de sinais candidatos, ainda não confirmou nenhum.

Existem também os que defendem que a Terra não deve alertar sua vizinhança sobre sua presença, como o físico Stephen Hawking. Daí a vantagem de um imenso telescópio como o colossus, que pode procurar pelos alienígenas sem alertá-los de nossa presença. A idéia básica foi proposta em 1960 pelo fisico Freeman Dyson, quuando afirmou que civilizações avançadas usariam imensas estruturas para captar toda a energia de seus sóis. O arranjo ficou conhecido como Esfera de Dyson, e de acordo com o físico, suas emissões infravermelhas, ou calor, poderia ser captado aqui na Terra por instrumentos sensíveis o bastante.

Kuhn explica que, casos nossos instrumentos captassem uma forte emissão infravermelha de uma estrela que opticamente não tivesse um brilho forte, isso seria indicativo da presença de imensas estruturas artificiais circundando-a. Ele completa: "De maneira similar, um exoplaneta escuro opticamente, mas brilhante no infravermelho, também seria evidência de uma civilização alienígena". Ele afirma que mesmo telescóipios construídos no futuro, até o próximo século, dificilmente conseguirão fazer imagens de cidades ou estruturas alienígenas nesses mundos distantes. 


Porém, fontes de intenso calor poderão ser detectadas pelo Colossus e outros instrumentos nos próximos anos. Kuhn explica: "Uma civilização que ocupe seu planeta fica restrita pelos continentes e pelo uso da terra, como agricultura e os centros populacionais. O calor produzido por uma civilização alienígena seria distribuído pelo planeta e não uniforme". Além disso, fontes de calor artificiais teriam emissões acima daquelas naturais do planeta, o que tornaria possível detectá-las.

Um dos locais propostos para a construção do Colossus é a região montanhosa de San Pedro Martir na Baja California, México. Em Ensenada, próximo dali, localiza-se a Universidade Nacional do México, um dos parceiros do projeto. Também aguardam o resultado da submissão de seis patentes relacionadas às tecnologias ópticas do projeto. Também são parceiros da iniciativa O Instituto de Física Solar Kiepenheuer da Alemanha, a Universidade Tohoku do Japão e a Universidade de Lyon da França.


(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

Visite o site oficial do Colossus:

(http://the-colossus.com/)

Veja os maiores telescópios da Terra:

(http://www.space.com/14075-10-biggest-telescopes-earth-comparison.html)

Astrônomo irá procurar por civilizações extraterrestres:

(http://www.ufo.com.br/noticias/astronomo-ira-procurar-por-civilizacoes-extraterrestres/)

Procurando estruturas alienígenas:

(http://www.ufo.com.br/noticias/procurando-estruturas-alienigenas/)

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/dossie-cometa)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Curiosity iniciará nova viagem em breve

Curiosity iniciará nova viagem em breve | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

O rover Curiosity da NASA pousou na imensa cratera Gale em 5 de agosto de 2012, iniciando o que pode ser uma década de prolíficas descobertas em Marte. O robô já tem seu lugar na história garantido, por ter em março último localizado no planeta vizinho compostos essenciais à vida como a conhecemos. Com os resultados das análises de amostras obtidas na perfuração de uma rocha batizada como John Klein, ficou comprovado além de qualquer dúvida que Marte foi habitável no passado.

A fim de confirmar a descoberta, os cientistas da missão comandaram o rover para realizar uma nova perfuração, em uma rocha batizada como Cumberland. As análises do material recolhido ainda estã sendo realizadas pelos instrumentos de bordo. O Curiosity ainda tem três tarefas agendadas para serem feitas nos arredores de sua localização atual, que envolvem uma investigação sobre dois outros leitos de rochas, chamados de Point Lake e Shaler.

Em meio a essas notícias, boatos acerca de supostos seres vivos em Marte tomaram sites conspiracionistas, que denunciaram fotos de alegados ratos em Marte. Por ignorância ou conveniência, esses mistificadores deixam de lado o fato de a tênue atmosfera marciana tornar impossível a sobrevivência em sua superfície de organismos complexos como um rato. Sem uma proteção equivalente a da camada de ozônio que existe na Terra, mesmo microorganismos seriam dizimados pela radiação solar que atinge a superfície do Planeta Vermelho. Como a absoluta maioria de supostas imagens de criaturas ou construções em Marte, essa também se revelou uma mera ilusão de ótica.

O robô agora parte para sua primeira grande viagem em Marte. Desde que pousou no planeta, o rover do tamanho de um carro Mini, pesando perto de uma tonelada, já rodou 733 metros. O principal objetivo da missão é a base do Monte Sharp, uma montanha de 5 km que se ergue quase no centro da Cratera Gale, local que preserva em suas camadas geológicas um registro da história passada de Marte. O alvo do Curiosity está a cerca de 8 km de sua localização atual, distância que o robõ deve percorrer em 10 meses ou um ano de viagem. Com sua velocidade máxima de 0,14 km/h, evidententemente o Curiosity irá fazer paradas e novas análises, sempre que um objetivo interessante surgir diante de suas múltiplas câmeras.


(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

 

Visite o site da NASA sobre o Curiosity:

(http://www.nasa.gov/mission_pages/msl/index.html)

Vídeo sobre os alegados "ratos" de Marte:

(http://www.space.com/21388-mars-rats-no-just-media-frenzy-video.html)

Fotos recentes do Curiosity em Marte:

(http://www.space.com/18027-mars-rover-curiosity-amazing-photos-red-planet.html)

Marte teve condições de abrigar vida:

(http://www.ufo.com.br/noticias/marte-teve-condicoes-de-abrigar-vida/)

Novo cometa não deve colidir com Marte:

(http://www.ufo.com.br/noticias/novo-cometa-nao-deve-colidir-com-marte/)

Opportunity encontra novas evidências de que Marte pode ter abrigado vida:

(http://www.ufo.com.br/noticias/opportunity-encontra-novas-evidencias-de-que-marte-pode-ter-abrigado-vida)

Saiba mais:

Livro: UFOs na Rússia:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/ufos-na-russia)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Telescópio espacial Kepler tem grave problema

Telescópio espacial Kepler tem grave problema | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

O prolífico telescópio espacial Kepler, que desde o lançamento em março de 2009 já localizou mais de 2.700 candidatos a exoplanetas, sofreu uma grave falha em dois de seus giroscópios. São esses dispositivos que o mantém estabilizado com precisão em sua órbita heliocêntrica, que acompanha de perto a da Terra, permitindo que foque em sua região alvo nas constelações Cygnus, Lyra e Draco.

O telescópio precisa de três giroscópios em funcionamento a fim de manter-se estabilizado, e foi construído com quatro desses instrumentos, a fim de ter um reserva. Contudo, em julho de 2012 um deles falhou, e no começo de maio um segundo giroscópio deixou de funcionar. Os cientistas da missão admitem que, se não conseguirem fazer com que ao menos um deles retorne ao normal, pode ser o fim da missão. O Kepler ainda poderia utilizar seus motores de reação a fim de manter sua posição, contudo a precisão desse método está aquém do necessário para a missão original.

Os cientistas da NASA pretendem realizar esforços para reativar ao menos um dos giroscópios, o que pode levar semanas ou meses. Contudo, mesmo que seja o fim da missão do Kepler, este já tem garantido um lugar nos livros de história pelas impressionantes descobertas. Procurando por trânsitos exoplanetários em milhares de estrelas em um pequeno setor de nossa galáxia, a Via Láctea, o telescópio não somente mostrou que quase todas as estrelas possuem planetas, como vários deles são mundos pequenos e rochosos como a Terra. Entre suas maiores descobertas, a dos mundos Kepler-69c, Kepler-62e e Kepler-62f, que até o momento são os mundos mais semelhantes à Terra já localizados.

Os cientistas comentam que mesmo que o Kepler pare de enviar informações, aquelas que já foram colhidas e ainda não analisadas podem conter dados incalculáveis a respeito de novos mundos. Inclusive aqueles habitados por avançadas civilizações cósmicas, e será essa a busca a ser realizada pelo conhecido astrônomo Geoff Marcy, que pretende buscar nos dados do Kepler informações a respeito de gigantescas estruturas construídas por povos cósmicos. 


A NASA, contudo, não para, e além do sucessor do telescópio espacial Hubble, o James Webb, acaba de aprovar a missão Satélite de Vigilância de Trânsito de Exoplanetas (TESS). Escalado para ser lançado em 2017, o novo telescópio TESS também se utilizará do método do trânsito a fim de vasculhar a maioria das estrelas próximas similares ao Sol ou menores, até um raio de dezenas de anos-luz do sistema solar. Um dos objetivos é investigar as 1.000 estrelas anãs vermelhas mais próximas de nós. Com a profusão de exoplanetas descobertos nos últimos anos por esses e outros instrumentos, os astrônomos cobram também novas missões para efetivamente estudar esses novos mundos, no molde do Localizador de Planetas Terrestres (TPF), projeto cancelado pela NASA. A astronomia exoplanetária promete grandes descobertas no futuro próximo.


(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

Vídeo: a procura por outra Terra:

(http://www.space.com/20400-the-search-for-another-earth.html)

Infográfico: como funciona o telescópio Kepler:

(http://www.space.com/17383-kepler-planet-hunting-nasa-telescope-infographic.html)

Astrônomo irá procurar por civilizações extraterrestres:

(http://www.ufo.com.br/noticias/astronomo-ira-procurar-por-civilizacoes-extraterrestres/)

Galáxia pode conter 100 bilhões de planetas:

(http://www.ufo.com.br/noticias/galaxia-pode-conter-100-bilhoes-de-planetas/)

Exoterras podem ser 4,5 bilhões na galáxia:

(http://www.ufo.com.br/noticias/exoterras-podem-ser-45-bilhoes-na-galaxia/)

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/dossie-cometa)

DVD: 50 Anos de Exploração Espacial Parte 3:

(http://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/50-anos-de-exploracao-espacial--parte-3)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Procurando estruturas alienígenas

Procurando estruturas alienígenas | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

ojeto SETI é conhecido por buscar sinais de rádio de civilizações extraterrestres avançadas. Muito embora já tenham sido detectados de acordo com um de seus diretores, Seth Shostak, centenas de sinais candidatos, nenhum deles se repetiu ou foi captado por outras equipes de radioastrônomos. Sendo assim, não são considerados como evidências de civilizações alienígenas. Contudo, vários dos membros da comunidade científica passaram a defender que a busca seja ampliada, acreditando que nossos instrumentos cada vez mais aperfeiçoados podem ser capazes de detectar sinais de estruturas alienígenas.

Já existe um termo para essa questão, astroengenharia. A idéia é que civilizações bem mais avançadas que a terrestre poderiam realizar projetos em escalas cósmicas, o que para nós ainda se resume a experimentos mentais, cálculos teóricos e ficção científica. Porém foi um físico, Freeman Dyson, quem em 1960 publicou um artigo intitulado Busca por Fontes Estelares Artificiais de Radiação Infravermelha. Ele defendeu que qualquer megaestrutura construída ao redor de uma estrela poderia ser detectada por sua emissão de calor. Dyson dizia que qualquer civilização avançada teria uma tremenda necessidade de quantidades cada vez maiores de energia, e por isso acabaria construindo uma rede de imensas estruturas ao redor de seu sol natal, com o propósito de recolher a maior parte da energia da estrela.

Mas descobriu-se depois que o Sol e outras estrelas são rodeadas por discos de matéria, poeira, rochas e asteróides, que emitem muito infravermelho. Encontrar estruturas artificiais envolveria procurar por frequências específicas do espectro infravermelho. Contudo, existe um projeto atual, liderado por Dick Carrigan do Fermilab, que regularmente vasculha o céu (http://home.fnal.gov/~carrigan/infrared_astronomy/Fermilab_search.htm) procurando pela assinatura infravermelha de estruturas tais como Dyson descreveu, Esferas ou Enxames de Dyson. Por enquanto nada foi encontrado, mas há incontáveis locais para procurar.

Esta não é a única busca acontecendo. Recentemente Geoff Marcy, conhecido por haver detectado 70 dos primeiros 100 exoplanetas, defendendo esse estudo em uma época em que era considerado como inviável, defendeu a procura por sinais de engenharia alienígena nos dados recolhidos pelo telescópio Kepler da NASA. Sua idéia é que as gigantestas estruturas orbitando uma estrela, formando um Enxame de Dyson, poderiam ser detectados da mesma maneira que planetas alienígenas, quando passassem diante de seu sol em um trânsito. 


Esferas ou Enxames de Dyson já foram explorados na ficção científica, e outra idéia surgida na arte seria uma estrutura artificial como uma Estrela da Morte, dos filmes Star Wars. No primeiro filme de 1977 a estrutura media 160 km, e a do terceiro filme, de 1983, tinha 900 km de diâmetro. Embora para a tecnologia atual tais feitos sejam impossíveis, mesmo que construões desse tamanho possam ser construídas por civilizações alienígenas avançadas, detectá-las seria um problema quase insolúvel, pois em uma escala estelar mesmo objetos desse tamanho seriam extremamente pequenos. Outras criações da ficção, entretanto, oferecem melhores possibilidades, como um anel construído ao redor de uma estrela.

Na série de videogames Halo uma estrutura assim é descrita, construída na região habitável de sua estrela como um Anel de Dyson, com uma superfície milhões de vezes maior que a de um planeta, podendo abrigar trilhões de seres. A comunidade científica também comenta a possibilidade de alienígenas construírem uma série de anéis de Dyson ao redor de sua estrela, com o mesmo propósito de habitação e recolher a totalidade da energia de sua estrela. Além de detectar tais colossais estruturas, nossos telescópios também estão se tornando capazes de estudar as atmosferas de exoplanetas, onde gases relacionados a presença de vida também podem ser detectados. Os cientistas, comprovando a evolução e a abertura inédita ocorrendo na astronomia, igualmente comentam a possibilidade de detectar gases artificiais como os clorofluorcarbonos (CLFCs). Com os novos telescópios que entrarão em serviço nos próximos anos, a busca por inteligência extraterrestre será grandemente ampliada.


(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

Leia o artigo de Freeman Dyson em inglês:

(http://www.sciencemag.org/content/131/3414/1667.abstract)

Civilizações extraterrestres podem ser denunciadas por atmosferas exoplanetárias:

(http://www.ufo.com.br/noticias/civilizacoes-extraterrestres-podem-ser-denunciadas-por-atmosferas-exoplanetarias/)

Astrônomo irá procurar por civilizações extraterrestres:

(http://www.ufo.com.br/noticias/astronomo-ira-procurar-por-civilizacoes-extraterrestres/)

Procura desenfreada por vida extraterrestre inteligente envolve brasileiros:

(http://www.ufo.com.br/noticias/procura-desenfreada-por-vida-extraterrestre-inteligente-envolve-brasileiros/)

Saiba mais:

Livro: Contato Final: O Dia do Reencontro:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/contato-final-o-dia-do-reencontro)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Opportunity encontra novas evidências de que Marte pode ter abrigado vida

Opportunity encontra novas evidências de que Marte pode ter abrigado vida | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

O rover Opportunity prossegue em sua missão, iniciada em janeiro de 2004 quando pousou em Marte. Investigando um local chamado Cape York, situado na borda da imensa Cratera Endeavour, o robô usou uma câmera e um espectrõmetro montados em seu braço mecânico para comprovar que uma rocha, batizada como Esperance, tem sinais de já ter sido imersa em água no passado marciano.

O achado complementa as informações do primo mais jovem do Opportunity, o Curiosity, que em março passado comprovou a presença de elementos essenciais à vida como a conhecemos em Marte, tais como enxofre, nitrogênio, hidrogênio, oxigênio, fósforo e carbono. De acordo com Steve Squyres da Cornell University, principal investigador do Opportunity: "A água que se moveu por fraturas ao longo da história dessa rocha propiciou condições mais favoráveis para vida alienígena que qualquer outra formação que o rover já investigou".

Outro cientista, Scott McLennan da Universidade de Nova York, complementa: "O que é tão especial sobre Esperance é que a água foi suficiente não somente para reagir e formar minerais de argila, mas também para limpar íons produzidos por essas reações. O Opportunity pôde claramente ver essas alterações". A rocha Esperance, comparada a outras investigadas, tem maiores quantidades de alumínio e sílica, e menores de cálcio e ferro.

No princípio da missão o Opportunity encontrou vários ambientes anteriormente mergulhados em água, mas com sinais de serem por demais ácidos para suportarem vida. O rover viajou até a Cratera Endeavour por quase dois anos após a sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), detectar sinais da existência ali de minerais de argila com pH relativamente neutro, um ambiente habitável como agora está sendo comprovado.

O Opportunity deve encerrar a exploração de Cape York até a próxima semana, para então se dirigir a Solander Point, também na borda de Endeavour. Se conseguir chegar, terá então batido o recorde absoluto de distância percorrida em outro mundo, ainda com o rover soviético Lunokhod 2, que viajou 37 km na Lua em 1973. O Opportunity até o momento percorreu 35,76 km em nove anos em Marte.

 

(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:


Vídeo: Marte teve condições de abrigar vida:

(http://www.space.com/20208-mars-once-had-all-the-right-conditions-to-support-life-nasa-says-video.html)

Site oficial da missão de Opportunity e Spirit:

(http://www.nasa.gov/mission_pages/mer/)

Fotos de Marte por Opportunity e Spirit:

(http://www.space.com/27-latest-mars-shots-spirit-opportunity.html)

Opportunity quebra recorde de quilometragem em Marte:

(http://www.ufo.com.br/noticias/opportunity-quebra-recorde-de-quilometragem-em-marte)

Marte teve condições de abrigar vida:

(http://www.ufo.com.br/noticias/marte-teve-condicoes-de-abrigar-vida/)

Novas Toadas para um Planeta Vermelho:

(http://www.ufo.com.br/blog/renatoazevedo/novas-toadas-para-um-planeta-vermelho)

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/dossie-cometa)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Cientista que trabalhou para a NASA fala sobre UFOs

Cientista que trabalhou para a NASA fala sobre UFOs | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

Em uma apresentação em 2010, sob o assunto de controle gravitacional, propulsão de dobra e novas fronteiras para métodos avançados de propulsão espacial, o Dr. Eric W. Davis respondeu a vários questionamentos sobre UFOs. PhD em Astrofísica pela Universidade do Arizona, ele foi consultor do Projeto de Física de Propulsão Inovadora, conduzido pela NASA entre 1996 e 2002.

O evento de 2010 foi patrocinado pela Sociedade de Exploração Científica, e ao final de sua apresentação, após a abertura para perguntas, uma pessoa da platéia perguntou se as propriedades dos UFOs influenciavam os estudos naquele projeto. Davis respondeu: "Secretamente sim e abertamente não. UFOs não possuem credibilidade perante os pesquisadores acadêmicos, e as pessoas que tomam as decisões políticas, programáticas e econômicas não querem ouvir falar neles. Então, oficialmente não levantamos o assunto ufológico, mas sob a mesa os consideramos, sim".

Eric W. Davis é co-autor, ao lado de Marc G. Millis, do livro Frontiers of Propulsion Science (http://www.amazon.com/Frontiers-Propulsion-Progress-Astronautics-Aeronautics/dp/1563479567) [AIAA, 2009], que foi o tema principal da apresentação, e também publicou inúmeros artigos sobre física do vácuo do ponto zero, teletransporte e o potencial de buracos de minhoca transitáveis. Continuando a sessão de perguntas e respostas, ele comentou: "Alguns membros do projeto da NASA investigavam eventos e descrições físicas de casos ufológicos, que nos eram enviados por pesquisadores como George Hathaway. Jacques Vallee e outros".

O cientista mencionou até mesmo eventos observados no afamado Rancho Skinwalker, desde 1996 propriedade do bilionário robert Bigelow e onde paira uma suspeita aura de segredos. O local também é conhecido como Rancho NIDS, sigla de Instituto Nacional oara a Descoberta da Ciência, e declaramente serve a estudos de longo termo de fenômenos incomuns. De acordo com Davis, naquele local um cientista e um pesquisador observaram em certa ocasião algo que de fato se assemelhava a um wormhole, ou buraco de minhoca, de onde saiu uma criatura.

Em outro evento, Davis afirma que os donos do rancho observaram um tipo de abertura no céu em plena luz do dia, de onde saiu uma nave de formato triangular. o Dr. Davis compara essas observações com a física conhecida dos buracos de minhoca: "Estes são exemplos de informações que indicam a possibilidade de um wormhole. A geometria nos aponta como é a aparência desses túneis na estrutura do espaço-tempo contínuo quando fazem uma intersecção em nosso espaço. Se assemelham a um ponto de luz intensamente brilhante, e conforme a intersecção se alarga, também se abre e podemos ver o buraco". Nesse ponto o cientista afirma que o buraco de minhoca se torna transitável.


A respeito de UFOs e dobras espaciais, o método de viagem espacial tornado famoso pelo seriado Star Trek (http://www.ufo.com.br/noticias/star-trek-e-a-ufologia), ou Jornada nas Estrelas, Davis disse não terem indicações disso nos casos que estudaram, e que deve ser algo restrito a viagens interestelares, mas afirmou: "As pessoas testemunham UFOs fazendo curvas de noventa graus, ou movimentos muito rápidos. Eles desaparecem e reaparecem. Ainda é indeterminado como conseguem fazer isso".

A respeito de anti-gravidade, Davis comenta: "Nós temos anti-gravidade na Teoria Geral da Relatividade de Albert Einstein. Há espectos da anti-gravidade, da energia negativa de vácuo, que poderiam criar forças repulsivas que permitiriam levitar objetos. e os UFOs exibem esse comportamento". Ele mencionou na explicação o Modelo de Vácuo Polarizado elaborado pelo Dr. Hal Puthoff, dizendo: "Ao invés do tradicional espaço-tempo da Relatividade, podemos divisar o espaço-tempo como um vácuo polarizado de flutuações quânticas de ponto zero. Se inserirmos um campo nesse meio, as flutuações são polarizadas e criamos um efeito de dobra no espaço-tempo, similar ao de buracos de minhoca e propulsores de dobra".

Eric W. Davis, após o encerramento do programa da NASA por cortes de financiamento, tornou-se físico pesquisador do Advanced Studies-Austin, e CEO da Warp Drive Metrics. Também deverá se apresentar noSimpósio da MUFON, Ciência, UFOs e a Busca por ETs (http://www.mufonsymposium.org/speaker/dr-eric-w-davis-physicist/), entre 18 a 21 de julho proximos, com o tema "Voo Interestelar e Dobras Espaciais Mais Velozes que a Luz: O que é Isso?".


(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Leia mais:

Assista a conferência de Eric W. Davis sobre novas fronteiras de propulsão, controle de gravidade e dobra espacial:

(http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=xDx1po_apZU)


Baixe o artigo Wormhole-Stargates: Tunneling Through The Cosmic Neighborhood, de Eric W. Davis:

(http://www.zamandayolculuk.com/cetinbal/pdfdosya/wormholesp.pdf)

Navegando pelo hiperespaço:

(http://www.ufo.com.br/artigos/navegando-pelo-hiperespaco)

 


Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/dossie-cometa)

DVD: Revelando os Segredos da Área 51:

(http://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/revelando-os-segredos-da-rea-51)

 
more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Reentrada de satélite filmada na Argentina

Reentrada de satélite filmada na Argentina | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

Em 09 de maio último, os moradores da cidade de Temuco, na Argentina, foram surpreendidos pelo que parecia uma corrente de objetos brilhantes cruzando o céu. Vídeos foram obtidos e a maioria considerou serem meteoros entrando na atmosfera terrestre.

O que foi visto na verdade foi o protótipo da nave Cygnus, da empresa Orbital Sciences, em seu primeiro voo de teste. A nave foi colocada em órbita pelo foguete Antares, também construído pela Orbital, que tem um contrato de 1,9 milhões de dólares com a NASA, a fim de realizar oito missões de abastecimento da Estação Espacial Internacional (ISS).

Nesse primeiro teste, a Cygnus carregou somente uma massa inerte, com o mesmo peso das cargas que levará até a ISS. O módulo pode levar até 2.700 kg internamente e é o quarto tipo de nave cargueira a servir a estação, após a Progress russa, o ATV da Agência Espacial Europeia (ESA), o HTV da Agência Espacial japonesa e a Dragon, da empresa Space X, também norte-americana. Assim, a Cygnus é a segunda nave de uma empresa privada a servir a ISS.

É importante lembrar que à exceção da Dragon, que retorna à Terra pousando de paraquedas no Oceano Pacífico, as demais naves cargueiras são projetadas para se queimar na atmosfera. Disso resulta que, caso sua trajetória passe por regiões povoadas, as pessoas irão testemunhar a reentrada e sua destruição na atmosfera. Objetos como naves e satélites reentrando na atmosfera se movem a uma fração da velocidade de meteoros, o que pode ajudar a distinguir se o que está sendo visto é um fenômeno natural ou artificial.

 

(Extraído de www.ufo.com.br)


Vídeo gravado em Temuco mostrando a reentrada da Cygnus:

(http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=nldOYk7QcI0)

Fotos e vídeos do primeiro lançamento do foguete Antares:

(http://www.space.com/20712-private-antares-rocket-launch-success.html)

Imagens da nave Cygnus e do foguete Antares:

(http://www.space.com/15252-photos-antares-rocket-cygnus-spaceship-orbital-sciences.html)

Infográfico das naves cargueiras que servem a Estação Espacial Internacional:

(http://www.space.com/12033-spacex-dragon-space-capsule-infographic.html)

Saiba mais:

Livro: O Pensamento da Ufologia Brasileira - Parte 2:

(http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/o-pensamento-da-ufologia-brasileira---parte-2)

DVD: 50 Anos de Exploração Espacial Parte 3:

(http://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/50-anos-de-exploracao-espacial--parte-3)

more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Declaração final das Audiências Públicas sobre Abertura

Declaração final das Audiências Públicas sobre Abertura | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

Realizado entre 29 de abril e 03 de maio de 2013 em Washington, o evento Citizen Hearing on Disclosure, ou Audiências Públicas sobre Abertura, contou com a participação de autoridades, políticos, ativistas e pesquisadores da Ufologia para vários dias de debate sobre a presença alienígena em nosso planeta.

Diante de uma mesa formada por políticos que exerceram vários mandatos no Congresso norte-americano, e realizado nos moldes de uma audiência pública do Senado daquele país, o evento contou com mais de 40 participantes, entre pesquisadores, militares e ex-agentes governamentais que descreveram em primeira mão os contatos que tiveram com nossos visitantes.

Dos membros da mesa o maior destaque foi para o ex-senador norte-americano Mike Gravel, que acusou a Casa Branca de conivência para manter o assunto UFO em total segredo, em uma campanha de acobertamento de informações que já dura 60 anos. Gravel criticou duramente a cultura de segredos de seu país, considerada por ele como excessiva, e realizada em prejuízo da sociedade norte-americana e mundial.

O ex-senador também tomou parte de uma das mais importantes iniciativas ocorridas nos bastidores do evento, uma reunião na quinta-feira, 02 de maio, da qual participaram também o organizador do evento, Stephen Bassett, e os representantes do Brasil, A. J. Gevaerd, editor da Revista UFO, e Wilson Picler. A discussão, que girou em torno da proposta de levar o tema da abertura ufológica para a Organização das Nações Unidas (ONU) foi proveitosa, prevendo grande ênfase na união de pesquisadores de vários países com o objetivo de levar o assunto UFO para aquele fórum global.

A participação sul-americana, ocorrida horas antes no mesmo dia 02 de maio, foi considerada pela imprensa internacional uma das mais significativas de todo o evento. Gevaerd entregou para a mesa um grande volume intitulado UFOs in the Amazon, contendo documentos traduzidos da Operação Prato, realizada pela Força Aérea Brasileira no Pará em 1977. O editor da Revista UFO também descreveu minuciosamente os resultados da campanha UFOs: Liberdade de Informação Já, que conseguiu a liberação de mais de 4.500 páginas de documentos e centenas de fotos por parte do governo brasileiro, além de falar da histórica reunião entre ufólogos e militares no Ministério da Defesa, ocorrida em 18 de abril. A atuação dos ufólogos brasileiros foi considerada em Washington um exemplo para seus colegas do resto do mundo.

Após o final do evento, no dia 09 de maio o comitê organizador das Audiências Públicas sobre Abertura divulgou um documento com as conclusões do evento, apresentando também suas propostas para o estabelecimento de um debate mundial sobre a presença alienígena na Terra. conforme acertado na reunião de 02 de maio, a carta assinada pelos membros da mesa defende que o assunto seja debatido na ONU, e que toda a sociedade terrestre deve ser engajada nessa campanha.

 

(Extraído de www.ufo.com.br)

 

Veja mais:

 

Site oficial do Citizen Hearing on Disclosure:

(http://www.citizenshearing.org/)

Ministério da Defesa e ufólogos acertam canal de comunicação inédito no mundo:

(https://www.ufo.com.br/noticias/ministerio-da-defesa-e-ufologos-acertam-canal-de-comunicacao-inedito-no-mundo/)

Brasil e América do Sul nas Audiências Públicas sobre Abertura:

(https://www.ufo.com.br/noticias/brasil-e-america-do-sul-nas-audiencias-publicas-sobre-abertura)

Tema da abertura ufológica deve ser discutido na ONU:

(https://www.ufo.com.br/noticias/tema-da-abertura-ufologica-deve-ser-discutido-na-onu)

Autoridades defendem fim do sigilo aos UFOs:

(https://www.ufo.com.br/noticias/autoridades-defendem-fim-do-sigilo-aos-ufos/)

Saiba mais:

Livro: UFOs: Arquivo Confidencial:

(https://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/ufos-arquivo-confidencial)

DVD: A Um Passo da Revelação Final:

(https://www.ufo.com.br/loja/videoteca/ver/a-um-passo-da-revelacao-final)
more...
No comment yet.
Scooped by Daniela Graner
Scoop.it!

Avião comercial quase colide com UFO

Avião comercial quase colide com UFO | Ciência e ufologia | Scoop.it
Daniela Graner's insight:

A UK British Board é o órgão que avalia a segurança de voo nos aeroportos da Grã-Bretanha, e liberou um relatório descrevendo o caso de um avião comercial Airbus A320. Em 02 de dezembro de 2012, essa aeronave envolveu-se em um caso de quase colisão com um objeto voador não identificado durante o procedimento de pouso no aeroporto de Glasgow, na Escócia.

O avião, com as luzes de pouso acesas e a cerca de 1200 metros de altitude, enfrentava condições meteorológicas boas quando a tripulação repentinamente viu um objeto à sua frente, em direção oposta a qual viajavam. O UFO passou abaixo da aeronave, a aproximadamente 90 metros de distância, sem que a tripulação pudesse ter tempo de tomar qualquer medida, sequer de identificar a natureza do instruso.

Pilotos e tripulantes só conseguiram determinar que o objeto parecia ser amarelo e azul, ter peguena área frontal e ser maior que um balão. Segundo os controladores do aeroporto o UFO não apareceu no radar. O piloto questionou a torre de controle quanto a estar em contato com outra aeronave, mas a resposta foi negativa. Uma busca na região feita após o ocorrido não teve qualquer resultado.

No aeroporto de Prestwick, ao lado do de Glasgow, informou que seu radar identificou o que chamaram de rota não identificada, a 2,4 km do A320, cerca de 28 segundos atrás dessa aeronave. De acordo com o piloto envolvido: "Parece que escapamos por algumas centenas de metros, veio diretamente abaixo de nós. O objeto estava a cerca de 10 segundos de distância, e não posso dizer em qual direção estava indo". Questionado, o piloto disse que o objeto poderia ser um ultraleve, pois lhe pareceu grande demais para um balão.

O relatório da UK Airprox Board comprova que os investigadores não foram capazes de determinar a natureza do objeto: "A investigação das fontes de vigilância disponíveis não foi capaz de rastrear qualquer atividade que corresponda àquela descrita pelo piloto do A320. Adicionalmente, não havia nenhuma outra informação que indicasse a presença de outra aeronave ou atividade na área". O órgão também considera ser muito improvável que o instruso fosse uma aeronave de asas fixas, helicóptero ou balão de ar quente, já que todos esses objetos aparecem no radar.

Sobre a possibilidade de ser um balão meteorológico, além deste também ter uma assinatura no radar não seria lançado naquela região. Um planador seria uma possibilidade, mas a área de Glasgow não prevê a presença dessas aeronaves, e as condições meteorológicas da época, com temperaturas baixas, não eram as necessárias para um planador, que precisa de atividade térmica. Igualmente, uma asa delta e veículos similares também apareceriam no radar de acordo com o órgão.

 

(Extraído de www.ufo.com.br)

Relatório da UK Airprox Board sobre o incidente (http://www.airproxboard.org.uk/docs/423/20130320-2013.03Reports.pdf

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa (https://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/dossie-cometa)

more...
No comment yet.