Biologia- Resumo ...
Follow
Find
87 views | +0 today
Biologia- Resumo Aulas e Diversos
sintese das aulas e posts sobre biologia
Curated by Luisa Schwyter
Your new post is loading...
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Globo Repórter - NOTÍCIAS - Cientistas aprendem com o conhecimento popular

Globo Repórter - NOTÍCIAS - Cientistas aprendem com o conhecimento popular | Biologia- Resumo Aulas e Diversos | Scoop.it
  Encontrá-las pode ser tarefa árdua. A busca por plantas medicinais raras requer olhar de mestre e esforço físico. O 'ali' parece longe à beça! Na região de Maquiné, na Serra do Caraça, fica Catas A...
Luisa Schwyter's insight:

Na último aula de biologia aprendemos sobre a relação entre conhecimento cientifico e conhecimento popular. Mas primeiro, o que é conhecimento? É um processo que se modifica e um saber que vem da natureza.

O conhecimento popular é adquirido com o tempo e através de mitos estabelecidos por diferentes culturas tradicionais. Não há comprovação de que funciona, mas com o tempo as pessoas iam descobrindo que "certa planta" fazia bem para tal doença. Assim passando esta informação de geração em geração.

O conhececimento científico utiliza com base o conhecimento popular, de forma que a ciência estude se realmente funciona e porque, analisando-a em laboratório minuciosamente.

 O conhecimento científico parte uma pergunta sobre um conhecimento popular e em cima dela se cria uma hipótese a partir de fatos. Depois ocorre uma coleta de dados evidênciais para se fazer análises e pesquisas. Juntando todas estas informações é necessário relacionar todas para chegar em uma conclusão, para divulgar como uma lei e para que outros cientistas possam ve-la e testa-la.

A relação entre a notícia que scolhi com nossa última aula é que ela é uma prova concreta de que o conhecimento popular é a base do conhecimento científico, pois foi exatamente o que a pesquisadora fez.

more...
Luisa Schwyter's curator insight, February 12, 7:31 PM

Na último aula de biologia aprendemos sobre a relação entre conhecimento científico e conhecimento popular. Mas primeiro, o que é conhecimento? É um processo que se modifica e um saber que vem da natureza.

O conhecimento popular é adquirido com o tempo e através de mitos estabelecidos por diferentes culturas tradicionais. Não há comprovação de que funciona, mas com o tempo as pessoas iam descobrindo que "certa planta" fazia bem para tal doença. Assim passando esta informação de geração em geração.

O conhecimento científico utiliza com base o conhecimento popular, de forma que a ciência estude se realmente funciona e porque, analisando-a em laboratório minuciosamente.

 O conhecimento científico parte uma pergunta sobre um conhecimento popular e em cima dela se cria uma hipótese a partir de fatos. Depois ocorre uma coleta de dados evidenciais para se fazer análises e pesquisas. Juntando todas estas informações é necessário relacionar todas para chegar em uma conclusão, para divulgar como uma lei e para que outros cientistas possam ve-la e testa-la.

A relação entre a notícia que escolhi com nossa última aula é que ela é uma prova concreta de que o conhecimento popular é a base do conhecimento científico, pois foi exatamente o que a pesquisadora fez

Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Sucessão ecológica 2

f

Luisa Schwyter's insight:

A sucessão ecologica pode ser primária e secundaria. A primeira ocorre em um local com ausencia total de vida, virgem de vida. Pode ocorrer de aparecer espécies primarias, sendo elas as pioneiras, mas as intermediárias, em raros casos, também podem dar conta de viver no local.

A sucessão secundária porque não são áreas virgens, tem resquísios de vida. Teve uma perturbação e esta se recuperando, pois tem a intervenção do homem (por exemplo) e estão se recuperando. Perderam sua mata pioneira e estão construindo outra,nova.

O conceito de clímax é questionavam, pois nao tem como saber se atingiu seu climax ou nao, porque todos os ambientes estao em modificacao.  

As dinamicas de manchas, são um mosaico em miniatura. É uma mesma área que esta crescendo em épocas diferentes.

Carac de especies envolvidas na sucessao, sao que, as primaras sao bastante ferteis, boa capacidade de dispersão, crescimento rapido e lento e baixa sobrevivencia. Já as especies tardias tem grande capacidade de crescer, sobre viver e competir quando os recursos sao poucos.

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Aula dia 19/08- Dinâmica das Populações

a

Luisa Schwyter's insight:

Nesta aula aprendemos sobre a dinâmica das populações são uma comunidade, que é feita de uma única espécie, e uma população é feita de vários espécies diferentes. Os seres vivos tem uma relação Harmônia, onde ninguém se prejudica, e desarmônica, quando alguém sai prejudicado. As relações entre a população humana com eles mesmos são trabalhos, organização social, relação social, relação de transporte. Já a relação do ser humano com o ambiente é que eles a modificam.

more...
Carla Wanessa's comment, September 7, 2013 9:02 PM
População- um conjunto de indivíduos de uma única espécie. Uma comunidade reuni várias populações.
Carla Wanessa's comment, September 7, 2013 9:02 PM
Entre os seres humanos podemos notar relações que são harmonicas (p.ex. cooperação) e outras desarmonicas (p. ex. competição)
Carla Wanessa's comment, September 7, 2013 9:03 PM
A relação do ser humano com o ambiente é bastante complexa e nao pode se resumir a "eles a modificam"
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Aula do dia 09/08

a

Luisa Schwyter's insight:

Na aula do dia 09/08 fomos apresentados ao projeto de nossa tarefa complexa. A proposta é elaborar um vídeo de cerca de 5 minutos, com o proposito de mostrar a relação intra e interespectiva entre um ecossistema brasileiro. O meu grupo escolheu a Catinga (um dos ecossistemas que tinha a opção de escolher).

Neste mesmo dia fizemos uma elaboração de como será o vídeo do meu grupo. Vamos fazer um vídeo como se fosse um documentário, mais artístico.

more...
Luisa Schwyter's comment, August 18, 2013 9:45 AM
http://www.youtube.com/watch?v=5CaHk4wwlxE
Luisa Schwyter's comment, August 18, 2013 9:48 AM
este vídeo é um bom exemplo de como mostrar biomas brasileiros e forma sucinta, mas conta somente em uma parte do vídeo sobre o meu tema, somente entre 2:45 até 3:25
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Aula do dia 05/08

a

Luisa Schwyter's insight:

Na aula do dia 05/08 vimos sobre os ciclos biogeoquimicos, que são processos que envolvem substâncias químicas seres vivos e água.

Também vimos sobre o ciclo do carbono, que está disponível no ar em forma de CO2 para a realização da fotossíntese e transforma este e o C6H12O6 (glicose) e disponobiliza o carbono em forma de glicose para os consumidores.

Os consumidores transformam em energia por meio da respiração, liberando CO2 para a atmosfera.

Por último estudamos sobre o efeito estufa, que é uma consequência do aumento de gás carbonico na atmosfera.

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Aula dia 20/05

a

Luisa Schwyter's insight:

Na aula de segunda-feira olhamos a Origem da Vida a partir da Ecologia, que vimos que é a ciência que estuda a relação do ambiente com os seres vivos.

A vida na Terra surgiu, porque a condição ambienta proporcionou a vida na Terra. Primeiro surgiu os Coacervados (ainda não eram seres vivos), vindos da separação dos aminoácidos que depois começaram a se reproduzir, formando cópias deles mesmo, formado um padrão repetitivo. Já os que não se tornaram cópias faziam cópias deles, e este foi o começo da Seleção Natural, fazendo assim com que as moléculas mais fracas desaparecessem. Isso formou moléculas anaeróbicas e heterotróficas.

Após o surgimento dos seres vivos, eles se dividiram em duas classificações, os seres autótrofos (que produzem o próprio alimento) um exemplo seria as plantas, porque fazem a fotossíntese. A outra classificação seria os seres heterotróficos (que não conseguem produzir seu próprio alimento, então se alimentam de outros seres) um exemplo seria os seres humanos.

Também vimos sobre dois fatores, abióticos e bióticos. Os fatores abioticos são todas as influências ao qual seres vivos possam receber dentro de um ecossistema, de seres não vivos, como o asfalto e um carro. Já os fatores bióticos são todos os elementos gerados por organismos em um ecossistema que condicionam as populações que o formam, como os seres vivos, plantas e peixes. Fazendo assim com que o fator biótico afete o abiótico.

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Universitários criam jogo de tabuleiro baseado em lendas de MG

Universitários criam jogo de tabuleiro baseado em lendas de MG | Biologia- Resumo Aulas e Diversos | Scoop.it
Daniel Favero
Luisa Schwyter's insight:

Este jogo foi criado com a mesma propósta que meu grupo irá realizar.

more...
Carla Wanessa's comment, May 20, 2013 8:22 AM
Luisa, faltam os posts da viagem de estudo do meio. Deixe sua atividade em dia e evite prejuízos com a nota.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Anexo:Lista de símbolos religiosos – Wikipédia, a enciclopédia livre

Este anexo é uma lista de símbolos religiosos. Nela são descritos símbolos de algumas religiões. Esta lista não inclui todas as religiões, pois nem todas adotam um símbolo para representá-la. Em alguns casos abaixo também explica-se o porquê da religião ser representada por esse símbolo.

Luisa Schwyter's insight:

Estes são símbolos de várias religiões, ou seja, de cada tradição, no qual cada um tem sua crença da origem do universo.

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Carnavais latino-americanos mesclam tradições indígenas e africanas | Agência Brasil

Carnavais latino-americanos mesclam tradições indígenas e africanas | Agência Brasil | Biologia- Resumo Aulas e Diversos | Scoop.it
Luisa Schwyter's insight:

Esta reportagem conta sobre as tradições latino-americanas, que algumas delas foram

e que algumas delas foram mostradas no clipe do Calle 13.

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Tradições ciganas

Vida cigana Por resistência das próprias comunidades e por falta de políticas públicas, a identidade cultural das populações ciganas sofre com o preconceito,...
Luisa Schwyter's insight:

este vídeo é longo, eu sei, mas assisti e vale a pena, porque além de estar relacionado a nossas aulas de biologia, conta o mito cigano da origem do mundo e também a tradição desenvolvida a paritr do mito cigano.

more...
Carla Wanessa's comment, April 16, 2013 6:07 AM
Muito bacana você relacionar com a palestra do Divino sobre cultura e resistência do povo cigano.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Somos Todos Poeira das Estrelas

Blog Eu, Ateu: http://www.euateu.com/ "Quando conseguimos nos livrar de nossos mitos e lendas, nossas superstições e crenças irracionais conseguimos enfim ol...
Luisa Schwyter's insight:

video sobre aula 11/03

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Que Treta!: A crença na ciência.

Que Treta!: A crença na ciência. | Biologia- Resumo Aulas e Diversos | Scoop.it
more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Segunda Aula

aula 2

Luisa Schwyter's insight:

A segunda aula foi dividida em duas partes na primeira agente leu o Plano de Estudos e na segunda parte assistimos um vídeo sobre o conhecimento ciêntifico e a ciência popular.

more...
Carla Wanessa's comment, March 17, 2013 1:03 PM
e o que você aprendeu???
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

esquema_sucessao.jpg (392x232 pixels)

esquema_sucessao.jpg (392x232 pixels) | Biologia- Resumo Aulas e Diversos | Scoop.it
Luisa Schwyter's insight:

Esta é uma imagem explicativa do processo de sucessão ecológica da mata

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Pantanal - Um Tesouro do Planeta

Como objetivo principal a equipe da Código Solar, dirigida por Marcelo de Paula, produzia o longa "Pantanal no Ar". E o Jornal da Noite do SBT, com narração ...
Luisa Schwyter's insight:

Este scoop.it irá tratar do bioma brasileiro Pantanal. Seus dados geográficos são: boa parte de sua extenção de 250.000 mil km2 é alagada, está localizada no  Sul e Noroeste Mato Grosso (e arredores, mas estes estão fora do Brasil). Sua Biodiversidade inclui fauna e flora. Sua temperatura tem quatro estaçōes vazantes, chuvas, secas e inundações. Com mais de 2.000 espécies diferentes.

O material escolhido referente ao bioma pantanal é um vídeo sobre o 

 

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Aula do dia 12/08

a

Luisa Schwyter's insight:

Vimos sobre o ciclo do oxigênio, que é feito a partir da respiração, sendo anaeróbica, que é feita pelos vírus e bactérias, ou aeróbica, que é feita por outros seres vivos. Vimos sobre a fotossíntese e sua fase clara e escura. E por último sobre o Nitrogênio, que está em nosso DNA e fixado nas plantas em formato de gás, em nitrato ou nitrito. Além de estar no ar e ser essencial para a manutenção da vida.

more...
Carla Wanessa's comment, September 7, 2013 9:06 PM
Não há relação entre produção de oxigênio e respiração anaeróbica.
Carla Wanessa's comment, September 7, 2013 9:07 PM
plantas nao absorvem gás nitrogenio.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Sucessão Ecológica, Tipos, O que é Sucessão Ecológica - Página 14

Sucessão Ecológica, Tipos, O que é Sucessão Ecológica - Página 14 | Biologia- Resumo Aulas e Diversos | Scoop.it
Sucessão Ecológica, Tipos, O que é, Fases, Primária, Secundária, Bioma, Sere, Líquens, Fluxo, Ecossistema, Produtividade, Evolução Sucessão Ecológica - Página 14
Luisa Schwyter's insight:

Neste site está presente uma imagem no fim da pagina explicativa que diz como funciona o ciclos do carbono!

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Aula do dia 24/05

a

Luisa Schwyter's insight:

Na aula do dia 24/05 aprendemos sobre as relações ecológicas, primeiramente sobre a Cadeia Alimentar. As Plantas (autótrofas) seriam os produtores, o Boi (heterótrofo), que come as plantas, seria o consumidor e o Homem (heterótrofo), porque se alimenta tanto das Plantas como do Boi. O Produtor produz sua própria matéria orgânica a partir da matéria inorgânica. O Consumidor consome o produtor, pois não consegue produzir seu próprio alimento. Em aula também olhamos sobre Níveis Tróficos, que cada um dos grupos componentes de uma cadeia alimentar constitui um Nível Trófico.

No fim da aula assistimos o começo de alguns documentários para realizarmos um seminário sobre alimentação, que a partir um deles cada grupos irá realizar uma apresentação e um texto

more...
Carla Wanessa's comment, August 1, 2013 8:12 AM
Scoop.it incompleto!!
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Aula 05/04

a

Luisa Schwyter's insight:

Nesta aula fomos apresentados a algumas teorias sobre a origem da vida e a evolução biológica. Aristóteles tiveram a primeira idéia, depois Paracelso, em seguida Van Helmont, os dois acreditavam na abiogênese, que é a geração espontânea vigoroza, como se o ser fosse criado a partir de uma seleção natural.

Depois veio a biogênese acredita na evolução do Homem, como se ele tivesse se desenvolvido com o tempo. Francisco Redi, Needhan, Spallazani e Pasten acreditavam nesta teoria.

more...
Carla Wanessa's comment, April 16, 2013 6:12 AM
Needhan e Spallazani, nao defendiam a mesma ideia. "John Needham, em 1745, realizou novos experimentos que vieram a reforçar a hipótese de a vida poder originar-se por abiogênese. Consistiam em aquecer em tubos de ensaio líquidos nutritivos, com partículas de alimento. Fechava-os, impedindo a entrada de ar, e os aquecia novamente. Após vários dias, nesses tubos proliferavam enormes quantidades de pequenos organismos. Esses experimentos foram vistos como grande reforço a hipótese da abiogênese.
Mas em 1768, Lazzaro Spallanzani criticou duramente a teoria e os experimentos de Needham, através de experimentos similares, mas tendo fervido os frascos fechados com sucos nutritivos durante uma hora, que posteriormente foram colocados de lado durante alguns dias. Examinando os frascos, não encontrava-se qualquer sinal de vida. Ficou dessa forma demonstrado que Needham falhou em não aquecer suficientemente a ponto de matar os seres pré-existentes na mistura." retirado de http://vivendociencias.blogspot.com.br/2008/09/needham-e-spallanzani.html.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Aula 01/04

a

Luisa Schwyter's insight:

Nesta a professora Carla nos contou como que será realizada a nossa Tarefa complexa, que será a criação de um jogo, o tema do meu grupo será mitos.

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Aula 22/03

a

Luisa Schwyter's insight:

Nesta aula fomos ao laboratório fazer um trabalho sobre os mitos e para representar um mito, atravéz da argila. Eu fiz um olho grego, um elefante, uma mão de fátima. E uma cruz, porque acredito em um Deus. Todas estas representações que fiz fazem parte de mitos e tradições. E a cruz principalmente porque acredito em um Deus.

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Aula 19/03

a

Luisa Schwyter's insight:

Nesta aula vimos a relação entre ecologia eo clipe da banda Calle 13. Arelação é que os dois mostram a importância de preservar as tradições, as mostradas no clipe são tradições latino-americanas. Além de mostrar o valor destas tradições, o sentido, o como o humano e sua tradição se relaciona com o meio ambiente.

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Aula 15/03

a

Luisa Schwyter's insight:

Nesta aula discutimos o que são os mitos de origem. Nossa conclusão foi que os mitos de origem foram feitos como um meio amplo de explicar surgimento do univero, que é exatamente o que a ciência faz.

Os mitos em geral são importantes para a sociedade, pois faz parte da

a religião católica, que para manter a sua tradição seus fiéis vão a missa.

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

Aula do dia 11/03

aulas

 

Luisa Schwyter's insight:

Aprendemos sobre a relação dos mitos de origem com a ciência/ecologia.

more...
No comment yet.
Scooped by Luisa Schwyter
Scoop.it!

08/03

aula

Luisa Schwyter's insight:

Na última aula cada grupo de tres ou quatro pessoas fez sua apresentação sobre a representação de diferentes crenças, a minha foi a hindu. Ao assistirmos as apresentações tinhamos que ver a relação do mito de origem com a ciência.

more...
No comment yet.