Banco de Aulas
Follow
Find tag "Ensino Técnico"
7.1K views | +2 today
Banco de Aulas
Educational resources by teachers for teachers.  Recursos educacionais por professores para professores.  
Curated by Luciana Viter
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Rescooped by Luciana Viter from Inovação Educacional
Scoop.it!

Educação superior é garantia de emprego formal, indica estudo da OIT

A educação superior é um pré-requisito para que milhões de jovens de países em desenvolvimento encontrem um trabalho decente, aponta um estudo da Organização Internacional do Trabalho (OIT) divulgado hoje (16). O relatório, feito com base em dados coletados em 28 países em 2012 e 2013, comprova que a educação superior “serve como uma garantia bastante confiável” de emprego formal.
De acordo com o levantamento, oito em cada dez jovens (83%) com qualificação acima do ensino médio (que cursaram uma universidade ou outro tipo de curso técnico profissionalizante) estão em empregos não vulneráveis. Enquanto isso, a conclusão do Ensino Médio, apenas, não é garantia suficiente para encontrar melhores condições no mercado de trabalho.
“Está claro que continuar a empurrar jovens menos qualificados para o mercado de trabalho é uma situação de perda, tanto para os jovens, que são destinados a trabalhar para sobreviver, como para a economia, que não ganha em termos de incentivar o potencial produtivo de seu mercado de trabalho”, disse Theo Sparreboom, autor do estudo.


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Rescooped by Luciana Viter from Inovação Educacional
Scoop.it!

População brasileira acredita que educação profissional abre portas para o mundo do trabalho

População brasileira acredita que educação profissional abre portas para o mundo do trabalho | Banco de Aulas | Scoop.it

“O desafio do país agora é montar uma rede de informações sobre oportunidades de cursos e oferta de empregos, e assim auxiliar a população na hora de fazer suas escolhas para entrar no mercado de trabalho”, diz Lucchesi. Ele faz esse alerta porque ainda são poucos os brasileiros que optam pela educação profissional. “Mudar esse quadro é responsabilidade de toda a sociedade, incluindo os governos, as instituições educacionais, as famílias. O Brasil registra um percentual muito baixo de pessoas na educação profissional”, avalia Lucchesi. Ele se refere aos dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) que mostram que, na média dos países mais ricos, o índice de pessoas que passam pela educação profissional é de 46%, quase o dobro do registrado na pesquisa em relação ao Brasil.


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Rescooped by Luciana Viter from Inovação Educacional
Scoop.it!

Mão de obra precária

Dois estudos recentes comprovam que já se tornou crônica a escassez de mão de obra qualificada no Brasil, o que pode comprometer ainda mais a capacidade produtiva nos próximos anos. Se nada for feito urgentemente para começar a reverter esse quadro, o País estará condenado a ter por muito tempo ainda o crescimento econômico pífio que apresenta hoje - com efeitos negativos na distribuição de riqueza.

Um dos estudos, elaborado pelo IBGE, indica que as pessoas de 14 anos ou mais que não tinham terminado o ensino fundamental representam 26,9% dos 90,6 milhões de trabalhadores ocupados, segundo dados do segundo trimestre de 2013. Os ocupados com nível superior são apenas 14,9% do total, e os que não dispunham de nenhuma instrução chegam a 5,4%.

Tais números são próximos daqueles que compõem o perfil educacional do País. Dos brasileiros acima dos 14 anos, isto é, em idade de trabalhar, 31,6% não têm o fundamental completo, 10,7% têm o superior completo e 9,4% não têm nenhuma formação.

As informações constam da nova Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, que mostra dados trimestrais sobre emprego. Desde 2012, conforme o levantamento, o número de trabalhadores menos escolarizados diminuiu, mas os indicadores apontam que a escolarização ainda segue sendo muito precária, insuficiente para atender à demanda cada vez maior por parte das indústrias e mesmo dos setores de serviços e da construção civil, que tradicionalmente exigem menos especialistas na hora de contratar.

Outra pesquisa, esta da Fundação Dom Cabral, mostra que 91% das 167 empresas consultadas manifestaram dificuldades para contratar em 2013. Trata-se de uma situação estável em relação aos 92% verificados na primeira pesquisa, em 2010. No entanto, a fundação alerta que cresceu o número de empresas que mencionaram um conjunto maior de profissões com falta de mão de obra. Isso significa que, antes, a escassez de trabalhadores era mais acentuada em apenas alguns setores; hoje, no entanto, a gama de atividades que enfrentam dificuldade para contratação ampliou-se, com a escassez praticamente generalizada.


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Scooped by Luciana Viter
Scoop.it!

Para especialistas, é preciso ampliar ensino profissionalizante

País vai precisar de 5,5 milhões de trabalhadores qualificados até 2015
more...
No comment yet.
Scooped by Luciana Viter
Scoop.it!

Sisutec vai ofertar 239,7 mil vagas gratuitas em cursos técnicos

Podem participar do programa candidatos que realizaram o Enem em 2012. Inscrições começam à 0h desta terça-feira (6) e vão até o dia 12.
more...
No comment yet.
Scooped by Luciana Viter
Scoop.it!

Câmara aumenta carga horária dos cursos do Pronatec

Câmara aumenta carga horária dos cursos do Pronatec | Banco de Aulas | Scoop.it
Proposta amplia de 160 para 200 horas a carga mínima dos cursos
more...
No comment yet.
Scooped by Luciana Viter
Scoop.it!

Por que é dificil melhorar a educação? - 07/12/2014 - Mercado - Folha de S.Paulo

Por que é dificil melhorar a educação? - 07/12/2014 - Mercado - Folha de S.Paulo | Banco de Aulas | Scoop.it
É necessário, sobretudo, vencer interesses corporativos; sociedade precisa deixar de ser tolerante e exigir resultados



No ensino técnico, empresas precisam ajudar a formular os currículos, oferecer equipamentos, dar certificação
more...
No comment yet.
Rescooped by Luciana Viter from Inovação Educacional
Scoop.it!

70% de ex-alunos de cursos técnicos têm emprego em um ano pós curso

70% de ex-alunos de cursos técnicos têm emprego em um ano pós curso | Banco de Aulas | Scoop.it

Pesquisa feita pelo Ibope ouviu mais de 2 mil pessoas com mais de 16 anos. Apesar da boa avaliação, procura pela educação profissional ainda é baixa.

Pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) ao Ibope mostra que mais de 70% dos ex-alunos de cursos técnicos de nível médio conseguem emprego no primeiro ano depois do curso. O estudo foi divulgado nesta terça-feira (25).

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas com mais de 16 anos em 143 municípios sobre a educação profissional. Os resultados darão subsídios para definir a oferta de vagas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

De acordo com o levantamento, 90% dos entrevistados concordam que quem faz ensino técnico tem mais oportunidades no mercado de trabalho e 82% afirmam que os profissionais com certificado de qualificação profissional têm salários maiores.


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Scooped by Luciana Viter
Scoop.it!

‘Se não for neste momento, não se colhe mais’, diz demógrafo

Segundo José Eustáquio Alves, outros países aproveitaram janela favorável para enriquecer. Aqui, falta planejamento
more...
No comment yet.
Scooped by Luciana Viter
Scoop.it!

Com baixa qualificação, país pode desperdiçar força de trabalho jovem na próxima década

Com baixa qualificação, país pode desperdiçar força de trabalho jovem na próxima década | Banco de Aulas | Scoop.it
Nos últimos 10 anos, desempenho dos jovens no mercado de trabalho ficou aquém da média nacional
more...
No comment yet.
Rescooped by Luciana Viter from Inovação Educacional
Scoop.it!

Empreendedorismo é disciplina obrigatória para cursos de nível técnico

A partir do próximo semestre, estudantes de 15 cursos da rede pública de ensino técnico passam a ter a disciplina de empreendedorismo em seus currículos.

A medida é resultado de acordo de cooperação técnica entre o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas) e o Ministério da Educação, que cria no país o Pronatec Empreendedor, assinado nesta terça-feira (28), durante o Encontro Nacional de Educação Empreendedora, em Brasília.

A meta é chegar a cerca de 1,5 milhão de estudantes de todo o país. A parceria prevê também a capacitação de sete mil professores até 2014 e a oferta de aproximadamente mil bolsas de estudo para os professores interessados em cursos de especialização e/ou mestrado em educação empreendedora

A assinatura do convênio contou com a presença do vice-presidente da República, Michel Temer, do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e do presidente do Sebrae, Luiz Barretto. Temer destacou que a parceira incentiva o ensino técnico e o crescimento econômico do país.


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Rescooped by Luciana Viter from Inovação Educacional
Scoop.it!

A salvação está no ensino técnico

A salvação está no ensino técnico | Banco de Aulas | Scoop.it

País sofre com a falta de profissionais para atuar em áreas que exigem conhecimento específico. Faltam mecânicos, soldadores e responsáveis pela manutenção de máquinas. Sem escolas suficientes, empresas se encarregam de formar o próprio pessoal.

Do total de 22,5 milhões de jovens entre 18 e 24 anos, apenas 3,3 milhões cursam ensino superior. Outros 19,2 milhões estão fora da faculdade. “Esse pessoal que vai para a universidade segue o seu caminho de um jeito ou de outro, mas 85% vão fazer o quê?”, questiona o diretor de Educação e Tecnologia da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Rafael Lucchesi, diretor-geral do Senai.
No entender dele, esse é o grande problema da matriz educacional brasileira, de “ser voltada fortemente para o modelo de educação regular, academicista, sem orientação para a educação profissional”. O professor Daniel Cara, coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, concorda e acrescenta que a educação regular ainda está gritando por socorro.
“O objetivo é uma aprendizagem medíocre, que não colabora com a formação de um cidadão nem de uma liderança no mercado de trabalho”, diz. Isso resulta em baixa produtividade desses futuros trabalhadores e, consequentemente, em empregos informais ou de salários menores. Daniel Cara lembra que o maior problema hoje do Brasil é a falta de técnicos. Mas as escolas técnicas federais hoje atendem apenas a minoria deles


Via Luciano Sathler
more...
Arlete's comment, December 27, 2012 2:00 PM
Bastante oportuna a reportagem! Investimento nas duas frentes de educação, principalmente na educação profissionalizante onde o mercado de trabalho apresenta carência, resolveria grande parte do problema.
Rogério Rocha's comment, December 28, 2012 9:38 PM
O Brasil sempre desprezou ou desmereceu a formação técnica em prol da meramente teórica. Precisamos preencher essa lacuna. No mais, também é uma forma de qualificar profissionais para o mercado de trabalho. Concordo, com você Arlete.
Arlete's comment, December 30, 2012 3:29 PM
Concordo Rogério. A educação teórica deve caminhar junto com a prática, essa lacuna não pode existir!