Aulas de Biologia - 2013
1.5K views | +0 today
Follow
Aulas de Biologia - 2013
Diário das aulas de biologia de 2013 - 1°B
Curated by Joana Reis
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

Recuperação de área degradada de Cerrado

Trabalho de conclusão de Pós-Graduação em Perícia Ambiental - Luana Ferreira - pela Faculdade de Meio Ambiente e Tenologias - FAMATEC. Estudo de caso de parc...
Joana Reis's insight:

Esse vídeo é um TCC de pós-graduação em perícia ambiental e mostra como é feito o trabalho para a recuperação da área degradada de cerrado. Os estudos feitos e as possíveis alternativas para recuperação do ecossistema. 

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

APRES. MANGUE E PANTANAL

Ecossistemas

Joana Reis's insight:

As primeiras apresentações da classe sobre os biomas brasileiros foram sobre os ecossistemas: pantanal e manguezais. 

 

O Pantanal é um dos ecossitemas mais ricos do Brasil, localizando-se na região do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraguai e Bolivia (80% deste bioma se localiza em território brasileiro). Sua localização  torna o ecossistema muito propício a alagamentos em tempos de chuva, sendo considerada a planície mais alagável do mundo. Essa é a característica mais marcante da região, o

nde o ano é divido em período de seca e período de alagamento. Outro fato além das chuvas é a umidade que marca o clima do Pantanal, caracterizada pelo número de rios existentes em sua região. Durante o verão, o clima é quente e úmido e no inverno a temperatura é mais baixa devido a umidade presente.

O Pantanal apresenta uma rica biodiversidade, com muitas espécies de aves e mamíferos adaptados ao seu clima, como o jacaré, a onça, as araras-azuis; animais de todos os tamanhos e cores. A flora também é diversificada e se altera conf

orme o solo e altitude. Porém, as gramíneas predominam, o que torna a pecuária a principal atividade econômica da região, esta que oferece imensos pastos para o gado. Porém, durante o período de chuvas, essa mesma característica que beneficia a atividade econômica também se volta contra ela. Pois, pelos melhores pastos ficarem nas regiões mais baixas, qu

ando estas alagam tem que mover todo o gado de região e procurar outro pasto, perdendo-se muitos animais ao longo do caminho para a fome, a água e os diversos predadores.

 

O Mangue se localiza em regiões de água salobra, ou seja, de transição da água salgada do mar e água doce dos rios. O solo pobre em oxigênio (devido ao sal do mar) e o lodo que o forma fez com que a vegetação existente se adaptasse a procurar oxigênio na superfície, expondo suas raízes que se emaranham de tal forma que caracterizam o mangue como um lugar difícil de se movimentar e assim restringindo a fauna e flora presentes. O mangue é visto como um "berçário de espécies", pois essa características da vegetação dificulta a caça dos predadores e torna o local propício para a desova de peixes e moluscos. Além disso, o solo é rico em nutrientes (por conta da maré que traz matéria orgânica que fica presa no emaranhado de árvores), o que facilita a nutrição das espécies presentes. Os manguezais se encontram por todo o litoral brasileiro e se encontravam em muito mais quantidade, porém com a expansão das cidades muitos foram enterrados para que se pudesse construir na região. 

A pesca e a coleta de moluscos são as atividades econômicas das comunidades que vivem nesse ecossistema, porém para realizá-las os pescadores devem respeitar o período de desova dos animais, o chamado período de defeso, para que a coleta seja feita com controle impedindo a extinção das espécies.

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 19 - CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

Segunda-feira, 5 de agosto
Joana Reis's insight:
Na aula de hoje vimos o funcionamento dos ciclos biogeoquímicos, que são reações em cadeia e que se repetem englobando substâncias químicas, seres vivos, água, solo e ar. Também observamos o funcionamento do Ciclo do Carbono; o carbono está primariamente na atmosfera como gás carbônico (CO2), sendo absorvido pelas plantas por meio da fotossíntese, disponibilizando o carbono para os consumidores, em forma de glicose e biomassa. O carbono é devolvido para a atmosfera através da respiração de todos os seres vivos e através da queima de combustíveis fósseis.
more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 17 - CADEIA E TEIA ALIMENTAR

Segunda-feira, 3 de junho

Joana Reis's insight:

Cadeia alimentar é o termo usado para definir o fluxo de energia que flui através das interações entre os seres vivos de um ecossistema. Essa interação começa com as plantas, os seres vivos autótrofos que conseguem energia através de uma reação química que utiliza a luz do sol. Depois, seres ditos como consumidores primários, os herbívoros, conseguem sua energia após consumirem as plantas. Os consumidores secundários obtém sua energia comendo o consumidor primário, de modo que o fluxo de energia flui através de três seres vivos. Essas interações podem continuar indefinidamente, até se fecharem com os decompositores e se iniciar outra.

Teia alimentar é o conjunto de várias cadeias alimentares que se interligam, pois as relações alimentares entre alguns seres vivos não se restringem a apenas um animal.

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 16 - RELAÇÕES BIÓTICAS E ABIÓTICAS

Segunda-feira, 20 de maio

Joana Reis's insight:

Discutimos sobre as relações bióticas e abióticas que permeiam nosso planeta. Podemos classificar os conceitos abióticos e bióticos, sendo um que agrupa todas as coisas não vivas que fazem parte do ambiente, como o ar, a eletricidade, a temperatura, o solo etc, e o outro como todos os seres vivos que ocupam o ambiente discutido como plantas, animais, insetos. Esses conceitos são indissociáveis, pois em um ambiente ambos são interdependentes. Não se pode ter animais sem o ar do mesmo modo que não há umidade sem a existência das plantas. Esses conceitos também podem ser aplicados no ambiente urbano, e especificamente neste, os seres humanos interferem contínuamente no conceito abiótico, causando poluição do ar com o invento dos carros, alterando a paisagem do ambiente e a existência ou permanência de outros seres vivos neste mesmo ambiente.

more...
Carla Wanessa's comment, August 2, 2013 4:15 AM
"Não se pode ter animais sem o ar do mesmo modo que não há umidade sem a existência das plantas". A água em nosso planeta nao é gerada pelas plantas. Cuidado com esta afirmação!
Rescooped by Joana Reis from Biologia 1° Tri
Scoop.it!

Viagem do Rio - capitalismo e ecologia

Relação entre


Via Paula Turra
more...
Paula Turra's curator insight, May 13, 2013 11:56 AM

No nosso estudo no Rio de Janeiro pensamos bastante sobre o sistema imposto na sociedade do país: o capitalismo. Vimos bastante como esse sistema interfere na vida das pessoas e um modo de interferência é a partir da mudança no solo a partir de obras ( na maioria das nossas observações, realizadas somente com o estimulo de "melhorar" o país para os grandes eventos). 

Portanto, reparando nessa interferencia que acontece na vida das pessoas relacionada ao solo urbano conseguimos encontrar total relação com o estudo de Ecologia que vamos vir a estudar no segundo trimestre, pois, a partir da mudança e valorização do solo no Rio de Janeiro, percebemos a interferencia na vida de grupos sociais ( indios e pessoas de classe mais baixa) que são obrigados a mudar do local onde vivemonde, na cultura indigena, é muito importante e na vida das pessoas de classe baixa dificulta o acesso a trabalho, saúde, escolaridade, etc. e percebemos que as mudanças que causam todas essas coisas na vida desses grupos acontecem com intuito de reproduzir o capitalismo pela cidade.

Portanto, o capitalimo interfere totalmente na Ecologia da região da cidade que adota esse sistema, pois influencia muito no solo e, portanto, na vida das pessoas.

Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

VIAGEM RIO

O Rio de Janeiro está em obras. Literalmente, regiões da cidade estao sendo totalmente modificadas, reconstruídas e reescritas. As placas ao redor do estádio Maracanã, por exemplo, citam os conceitos de sustentabilidade, utilização de energia solar, reutilização da água da chuva. O que está acontecendo hoje em dia é o mesmo processo de "deusificação" que ocorreu com a ciência, como estudamos no trimestre anterior. O valor da coisa sustentável é mais alto do que algo de mesma utilização que nao possui um "selo" ou "garantia" sustentável. Isso é extremamente contraditório se pensarmos que o foco da sustentabilidade é justamente equilibrar os conceitos econômicos, sociais e ambientais; favorecendo apenas o econômico ao usar de uma melhora dos conceitos ambientais e limitando o acesso da sociedade, pois não são todas as classes sociais que podem usufruir de algo sustentável.
more...
Carla Wanessa's comment, May 27, 2013 10:20 AM
Paula, faltam os posts da semana de 20 a 25 de maio.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 12 - Evolução Química

Sexta-feira, 12 de abril

Joana Reis's insight:

Nessa aula nos aprofundamos mais sobre a teoria da evolução química. Ela se baseia no ínicio da Terra, quando tudo ainda era instável e sujeito a muitas alterações climáticas e geológicas. Nesse meio, haveriam somente os elementos CHON, que portanto seriam os elementos que compõe tudo a nossa volta, inclusive nós. É inteligente, então, pensar que esses elementos de alguma forma estariam vinculados ao início da vida. A teoria acredita que, no meio dessas instabilidades e mudanças constantes, esses elementos combinaram-se de diversas maneiras até que surgiu o coacervado, que são estruturas de matéria orgânica capazes de reprodução; assim tem-se os elementos capazes de dar forma e as estruturas capazes de reproduzir, dando origem a vida.

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 10 - Abiogênese e Biogênese

Sexta-feira, 5 de abril

Joana Reis's insight:

Na última aula discutimos sobre a origem da vida. Na Grécia Antiga, Aristóteles já pensava sobre isso, e sua teoria era a de que o Éter, elemento presente no espaço, vindo atráves do calor do Sol, gerava vida espontânea a partir de objetos inanimados. Essa teoria foi aceita por muitos anos e era chamada de "teoria da geração espontânea", ou Abiogênese. A partir do século XVII essa teoria começou a ser questionada e no século XIX foi finalmente refutada por Louis Pasteur, que realizou um experimento que comprovava que a vida não surgia espontaneamente e que a existência de micro seres vivos acontecia por haverem deixado o objeto ou alimento exposto ao ar.

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 8 - Teoria do mundo

AULA 8 - Teoria do mundo | Aulas de Biologia - 2013 | Scoop.it
Sexta-feira, 22 de março
Joana Reis's insight:
Fizemos a apresentação das nossas esculturas de argila, cada um explicando qual o seu ponto de vista sobre o surgimento do mundo. Vários acreditam nas teorias estudadas como o criacionismo e o hinduísmo. Minha escultura é uma nave espacial, pois uma teoria que eu acho muito interessante é de que seres de outro planeta possam ter intervido na nossa evolução e no mundo ou mesmo criado este. Os deuses seriam as nossas diversas representações dessas criaturas.
more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 6 - Mitos de origem e a Ecologia

Segunda-feira, 11 de março

Joana Reis's insight:

No power point "Mitos de origem e criação e a Ecologia" percebemos a relação que os mitos tem com a nossa identidade cultural. A crença em que acreditamos nos constrói, dita a identidade e os valores morais que as pessoas de determinada região terão. Os mitos são constituídos a partir da relação que o homem tem com a natureza, que começa sempre com a dependência, pois no passado éramos todos do campo, não havia um conceito urbano forte.

A ecologia no caso seria as mudanças sociais em escala nacional e mesmo global, que junta sociedades e compartilha conhecimento entre estas. Teme-se que as identidades culturais se percam, pois com a globalização a nossa relação com a região em que moramos vai se alternando cada vez mais. Porém, é quase impossível perder totalmente essa conexão, já que durante gerações essas raízes foram formadas e intensificadas.

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

Os Filósofos Gregos

Os Filósofos Gregos | Aulas de Biologia - 2013 | Scoop.it
Joana Reis's insight:

Um site sobre as principais descobertas dos principais filósofos gregos, que contribuíram muito para a forma atual da ciência ocidental.

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

O TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES É O TERCEIRO MAIOR NEGÓCIO ILEGAL DO MUNDO

O TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES É O TERCEIRO MAIOR NEGÓCIO ILEGAL DO MUNDO | Aulas de Biologia - 2013 | Scoop.it
CONAMA aprova Resolução que permite a posse, pela população, de animais silvestres de origem ilegal
Joana Reis's insight:

Esse artigo discute a nova lei aprovada pelo CONAMA, uma resolução que gerou muitas controvérsias, pois de certo modo poderia favorecer o tráfico de animais silvestres. Achei interessante colocar algo sobre o tema, pois o tráfico de animais acontece, por exemplo, no Pantanal e causa um desequilíbrio no ecossistema, além de ser terrível para as diversas espécies que o habitam.

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 18 - BROTO DE FEIJÃO

23 de agosto, sexta-feira

Joana Reis's insight:

Estamos realizando um experimento com o broto de feijão para reconhecer e analisar as características necessárias para a produção e manutaenção de um ecossistema.

Meu grupo, assim como os outros, possui quatro copos de plastico nos quais foram colocados sementes de feijão e em cada copo um tipo de "solo": terra, algodão, cascalho e areia. Já em outros quatro copos repetimos o procedimento porém tampamos todos os copos para evitar a entrada de luz. Devemos ir em todos os dias determinados regar os copos, porém apenas os quatro primeiros. Ao final da experiência concluiremos as condições necessárias para o crescimento da planta.

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 18 - TEIA ALIMENTAR

AULA 18 - TEIA ALIMENTAR | Aulas de Biologia - 2013 | Scoop.it

Sexta-feira, 7 de junho

Joana Reis's insight:

Saímos do ambiente de sala de aula nesse dia e realizamos uma atividade lúdica, em que cada um se denominava com um nome de ser vivo (de todas as categorias: autótrofos, decompositores, consumidores). Com um barbante para simbolizar o fluxo de energia relacionamos todas as interações dos seres vivos montando uma teia alimentar. Acima a foto de todos com os papéis que diziam seu respectivo ser vivo.

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 16 - RELAÇÕES ENTRE OS SERES VIVOS

Joana Reis's insight:

Na aula discutimos sobre os seres autótrofos e heterótrofos e retomamos conceitos que havíamos estudado. Assistimos um tercho de um documentário sobre a alimentação e comportamento dos seres vivos e isso me lembrou do vídeo acima, que fala sobre o comportamento do "honey badger", ou ratel em português, um animal que tem por instinto (ao contrário de um coiote que aparece no documentário que vimos) não ter medo, e enfrentar animais as vezes mais fortes e perigosos do que ele. O vídeo acima é uma dublagem cômica em inglês por cima de um trecho de algum documentário sobre o animal.

more...
Carla Wanessa's comment, May 27, 2013 10:18 AM
Muito legal!
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 15 - ANÁLISE DOS JOGOS

Sexta-feira, 17 de maio
Joana Reis's insight:
Nessa aula analisamos, isto é, jogamos, os jogos didáticos que construímos. Foi uma aula bem divertida, meu grupo jogou o Jogo das Crenças e o Trunfo Divino e depois fizemos um relatório do que achamos de cada jogo. O primeiro, Jogo das Crenças, não gostamos muito, achamos um pouco confuso. O segundo, Trunfo Divino, gostamos bastante e jogamos até o fim da aula. Ambos os jogos estavam muito bem construídos, a diferença foi na jogabilidade e no manual de instruções, que estava confuso e incompleto no primeiro jogo por isso dificultou na hora de jogarmos.
more...
No comment yet.
Rescooped by Joana Reis from Biologia 1° Tri
Scoop.it!

Poluição

.


Via Paula Turra
more...
Paula Turra's curator insight, May 13, 2013 12:07 PM

Um problema constante existente em cidades grandes como o Rio e São Paulo é o problema da poluição. A partir do nosso estudo no Rio, percebemos como a cidade é poluída e isso interferena vida das pessoas, pois estas estão sempre diretamente conectadas com o espaço onde vivem e como este está totalmente repleto de poluição, as pessoas estão vivendo dentro dessa sujeira, contraindo doenças, deixando a cidade feia e causando impactos ambientais relacionados a camada de ozonio que interferem na vida das pessoas a partir do calor e etc. 

Apesar de ser poluída, o fato de ser uma cidade litorânea ameniza essa situação e esconde um pouco a poluição, pois quando vamos a praia no Rio temos a sensação de que não há poluição. São Paulo, por outro lado, possui poucos espaços onde sentimos isso e a concentração de pessoas, prédios altos e falta de áreas verdes agrava essa sensação de presença constante da poluição.

Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULAS 13 E 14 - Questões do livro didático

Segunda e Sexta-feira, dias 15 e 19 de abril

Joana Reis's insight:

Nessas aulas corrigimos os exercícios de lição de casa do capítulo 1 do livro didático. Durante a correção, discutimos sobre cada questão e tivemos uma noção maior de como será a prova trimestral e o que ela requererá.

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

VÍDEO-SÍNTESE SOBRE A EVOLUÇÃO QUÍMICA E OS COACERVADOS

Síntese das idéias de Oparin e Haldane
Joana Reis's insight:

esse vídeo apesar de ser um pouco complexo, mostra e sintetiza as experiências e os cientistas que descobriram sobre os coacervados e afirmaram a evolução química como a teoria correta para a origem dos seres vivos.

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 11 - Panspermia e Evolução Química

Segunda-feira, 8 de abril

Joana Reis's insight:

Na aula 10 havíamos estudado sobre a Biogenêse e a Abiogênese, até a refutação da teoria da geração espontânea. A partir dessa conclusão, outras teorias surgiram, como a panspermia e a evolução química. A panspermia era a teoria de que, em certo momento alguma substância, através de meteoros, tenha caído na Terra e originou vida. Essa idéia remete as crenças de algumas pessoas de que a vida tenha surgido do espaço, ou de outras formas de vida deste talvez, assim como a teoria que eu acredito, explicada na aula de argila. A outra teoria, evolução química, acredita que substâncias químicas presentes na Terra tenham se combinado e recombinado até que, em algum momento, formou vida.

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 9 - Jogo Didático

Segunda-feira, 1 de abril

Joana Reis's insight:

Nesta aula montamos grupos e criamos jogos didáticos relacionados às apresentações sobre os mitos de criação das aulas anteriores. A idéia era criar um jogo que ensina-se um pouco do que aprendemos sobre as culturas e suas ideias de origem do universo. A idéia do meu grupo foi de fazer uma espécie de "porco", porém, ao invés de usar combinações de números usarmos combinações de figuras que contassem o mito de criação de alguma cultura que estudamos e ao formar toda a história teria que montá-la na ordem cronológica correta. Junto do jogo haveria um encarte que contasse direitinho os mitos. O coringa do jogo seria uma carta com a foto de Darwin, pois ele refutou todas essas teorias de criação e portanto não se encaixaria em nenhuma delas.

more...
No comment yet.
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 7 - ARGILA

Segunda-feira, 18 de março

Joana Reis's insight:

Na aula de hoje realizamos esculturas de argila com a representação que achámos ser a da origem do universo, a partir das apresentações das aulas anteriores. Fiz uma seguindo o mito de criação de mundo formulado pelo hinduísmo, a de que o deus criador deles, Brahma, saiu de uma flor de lótus e criou o universo. Moldei a argila com uma flor de lótus e um homenzinho em cima, representando Brahma. Cheguei a fazer uma segunda escultura, de uma nave espacial, pois apesar de não termos tido uma apresentação com uma teoria sobre alienígenas acho que talvez seja possível que seres de outro planeta possam ter caído aqui de alguma forma e evoluído formando todos os seres vivos.

 

more...
Carla Wanessa's comment, April 21, 2013 11:27 PM
Bom!!!
Scooped by Joana Reis
Scoop.it!

AULA 5 - Apresentações

Sexta-feira, 8 de março

Joana Reis's insight:

Nessa aula realizamos as apresentações sobre os mitos de origem do mundo de várias religiões seculares. As apresentações foram dos grupos das religiões Grega, Hindu e Azteca. Ambas religiões são politeístas, isto é, "adoram" vários deuses, porém há deuses de maior importância e outros de menor relevância. Percebi nessa aula que muitas religiões são baseadas no modo de vida do povo, do conhecimento deles e da região em que vivem. Por exemplo, em certo momento da criação do mundo segundo os aztecas, um deus se transforma em um jaguar e devasta o mundo. Ele se transformou em um jaguar, que é um animal específico da região e não poderia se transformar em um urso polar, por exemplo, pois não há esse animal na região.

Outra coisa que percebi foi que em ambas religiões há uma humanização dos deuses (eles possuem defeitos e qualidades) e que eles sempre "criam" um modo de haver mais de um humano, pois a interação social do Homem precisa acontecer, os humanos não podem viver sozinhos. Além disso, em todas as religiões podemos estabelecer alguma relação com o que sabemos pela ciência. Por exemplo, em certo momento da mitologia hindu, é dito que Brahma (o deus da criação) forma uma camada para que o céu e a terra não se misturem. Na ciência, conhecemos essa camada por atmosfera, mas essa percepção dos hindus aconteceu muito antes da palavra atmosfera existir, e isso é interessante de se pensar.

more...
No comment yet.