CoAprendizagens 21
Follow
Find
8.9K views | +0 today
 
CoAprendizagens 21
Educações & Aprendizagens XXI #cibercult #tech #internetcomoDireito, #InclusãoDigital #LI #educaçãoAberta #REAs
Curated by paula ugalde
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

in Educações & Aprendizagens XXI

in Educações & Aprendizagens XXI | CoAprendizagens 21 | Scoop.it

#doforno livro "Coralizando: um guia de colaboração para a economia criativa". Um livro REA, escrito colaborativamente na Plataforma Corais.org @corais_platform  

Poderá apreciar conhecer o making off http://corais.org/colabor/blog ;

O livro pode ser adquirido sob demanda, no Clube de Autores http://goo.gl/xy7LPT ou baixado na versão 1.1 aqui http://goo.gl/cSD4pF

 

Boa leitura!! #Gratitude aos coralizadores pela rica experiência e aprendizagens! Agradecemos feedbacks! 

more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Problemas globais demanda conversas globais, acredita acadêmico do MIT

Problemas globais demanda conversas globais, acredita acadêmico do MIT | CoAprendizagens 21 | Scoop.it
2014 marca a transição da internet comercial para o início da sua fase adulta. Ela já passou pela tradicional instabilidade da adolescência, cresceu e ganhou músculos, mas vinte anos depois de seu surgimento muitas de suas promessas não foram concretizadas.

Os ciberutopistas acreditavam que a web colocaria as pessoas em pé de igualdade e diminuiria as distâncias e as barreiras culturais. Entretanto, na opinião de Ethan Zuckerman, diretor do Center for Civic Media do MIT, professor da instituição e autor do livro “Digital Cosmopolitan in the Age of Connection”, esses desejos não se concretizaram. 

“Me decepciona o fato de a internet não ter conectado as pessoas da forma que esperávamos. Ela não ‘diminuiu’ o mundo”, sentencia Zuckerman, que abriu a segunda edição do IT Forum Expo/Black Hat 2014, realizado no final do ano, em São Paulo. Para ele, a internet deveria ser um espaço altamente colaborativo, de construção coletiva, mas falha na busca desse objetivo. 

“O Brasil, no entanto, tem dois bons exemplos de mudança desse cenário com o Marco Civil da Internet e o Programa de Metas do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, compartilhado na web”, observa
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

8 Dicas Para Webwriting: Conteúdo De Texto Para Web

8 Dicas Para Webwriting: Conteúdo De Texto Para Web | CoAprendizagens 21 | Scoop.it
Os Textos Para Internet Compilam Características Do Género Jornalístico E Publicitário.
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

CGI.br lança série de livros sobre governança da Internet - Espírito Livre

CGI.br lança série de livros sobre governança da Internet - Espírito Livre | CoAprendizagens 21 | Scoop.it
O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) inicia uma nova série de publicações com importantes edições sobre temas relacionados à governança da Internet. Com esta série o CGI.br espera editar...
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Mídias sociais: e-book lista as principais tendências para 2015

Mídias sociais: e-book lista as principais tendências para 2015 | CoAprendizagens 21 | Scoop.it

O que será tendência no campo das mídias sociais em 2015? Quero Ser Social Media reuniu parecer de especialistas  com projeções em:

 

Real time marketingSegunda tela Plataformas proprietárias de conteúdo Plataformas de SAC 3.0 Social media + paid media  
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

CERT.br lança fascículo sobre verificação em duas etapas

CERT.br lança fascículo sobre verificação em duas etapas | CoAprendizagens 21 | Scoop.it

Um recurso simples e opcional disponível nos mais populares serviços de webmail, redes sociais, Internet Banking e armazenamento em nuvem oferece uma proteção extra para suas contas na Internet e pode prevenir eventuais ataques. A verificação ou autenticação em duas etapas, recurso ainda desconhecido por muitos brasileiros, é o assunto de mais um fascículo (http://cartilha.cert.br/fasciculos/) da Cartilha de Segurança para Internet produzida pelo Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (CERT.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br)."

"Os usuários podem ter sua senha descoberta nas mais diversas situações, seja ao usar computadores infectados ou invadidos, ao acessar sites falsos (phishing), por tentativas de adivinhação, por meio do acesso ao arquivo que armazena a senha, pela observação da movimentação dos seus dedos no teclado ou dos cliques do mouse em teclados virtuais ou a senha pode, ainda, ser capturada enquanto o usuário trafega na rede. A verificação ou autenticação em duas etapas adiciona uma segunda camada de proteção no acesso a uma conta....."

more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Lançado o Índice Global de Dados Abertos de 2014

Lançado o Índice Global de Dados Abertos de 2014 | CoAprendizagens 21 | Scoop.it
A Open Knowledge Internacional lançou hoje o Índice Global de Dados Abertos de 2014, que mostra que apesar de haver progressos, a maioria dos governos ainda não está disponibilizando informações chave e em formato acessível para seus cidadãos e...
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Critical Digital Literacy Explained for Teachers

Critical Digital Literacy Explained for Teachers | CoAprendizagens 21 | Scoop.it
December, 2014
Critical digital literacy is one of the essential required competencies for the 21st century educator. In an era of unprecedented personal publishing, infobesity (information obesity)...
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Superbusca da Educação - Social Good Brasil

Superbusca da Educação - Social Good Brasil | CoAprendizagens 21 | Scoop.it

SUPERBUSCA DA EDUCAÇÃO é uma iniciativa da Fundação Victor Civitta. Um buscador que usa o motor de pesquisa do Google para trazer os conteúdos mais relevantes de sites que passaram por uma curadoria de especialistas em todas as áreas da educação. Funciona como uma busca do Google. Retorna conteúdos confiáveis dos sites listados.
O objetivo é trazer conteúdo de qualidade contributivo a formação de educadores no Brasil. Potencializa opções de união da teoria a prática.



more...
No comment yet.
Rescooped by paula ugalde from Educación 2.0
Scoop.it!

Curación de contenidos en la formación docente

Curación de contenidos en la formación docente | CoAprendizagens 21 | Scoop.it

Via Raúl Luna
more...
Lorena Acosta's curator insight, December 8, 2014 5:31 PM
10 tareas imprescindibles del curador de contenidos en 

http://papelesdeinteligencia.com/10-tareas-imprescindibles-del-curador-de-contenidos/

Carlos Rodrigues Cadre's curator insight, December 9, 2014 7:08 AM

adicionar a sua visão ...

Vivianne Amaral's curator insight, December 11, 2014 1:40 PM

Três eixos para desenvolver simultaneamente.

Rescooped by paula ugalde from E-Learning-Inclusivo (Mashup)
Scoop.it!

[Infographic] 11 effective ways to use Twitter in education

[Infographic] 11 effective ways to use Twitter in education | CoAprendizagens 21 | Scoop.it
Twitter is a social network of huge importance for us in education. We have posted several articles about it here inEducational Technology and Mobile Learning and here is a resourceful section where you can access all the educational tools, tips, and ideas to help you to effectively leverage Twitter in your teaching and learning.

There are several ways we can use Twitter in education and here is a brief overview of some of them.

Via Edumorfosis, juandoming
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Colaboratorio Educa. "2015: O que muda na Inclusão Digital?" by @coletivodigital

Colaboratorio Educa. "2015: O que muda na Inclusão Digital?" by @coletivodigital | CoAprendizagens 21 | Scoop.it

Incorporamos o post que segue, por compartilharmos das ideias e questões comuns pontuadas pelo autor, sobre os dos telecentros do país, quanto as políticas públicas de inclusão digital, qualificação das unidades, democratização do conhecimento, cultura livre, etc.

by Coletivo Digital

"Para os telecentros, para todas as regiões do país, para aqueles que estão desconectados, o que queremos saber é para onde vai a Inclusão Digital a partir de 2015.  
Vamos superar a desconstrução dessa política pública em nosso país?  
O Plano Nacional de Banda Larga vai ter a amplitude, qualidade e chegar ao país todo?  
Vamos ter apoio e infraestrutura para ampliar programas, ainda hoje limitados, em todas regiões?  
(...)  
Enfim, qual a prioridade que será dada as políticas e programas de combate à exclusão digital?  
Qual o montante de investimento e recursos disponíveis para a manutenção e implantação destes Programas?  
E como serão tratados compromissos, entregas, recuperação que não foram cumpridos na gestão passada?  
Já começamos a dar nossas respostas no debate que fizemos sobre a nossa prática e o nosso percurso nas ações de inclusão digital e cultura digital.  
Em artigo publicado na revista A Rede (que por falta de recursos teve que acabar com sua versão impressa), nosso diretor Wilken Sanches já adiantou por que caminhos vão nossas reflexões.  
Somente para pontuar destacamos:  
- Para além da modernização da infraestrutura dos telecentros, precisamos pensar em uma readequação da própria concepção e a missão desses espaços públicos. Montagem de espaços vocacionados, participação popular, estímulo a micro redes territoriais e o foco na produção de conteúdos deveriam nortear as falas que pretendem apresentar um novo modelo para a inclusão digital.  
- Pouco ou nenhum investimento na infraestrutura desses equipamentos fez com que telecentros se tornassem depósitos de computadores obsoletos, com velocidades de conexão insuficientes para que os usuários possam fazer uso de serviços básicos na rede, como assistir a um vídeo. Projetos que se resumem a doação de computadores para entidades do terceiro setor, tornaram-se um meio eficiente de empresas privadas e estatais descartarem seu lixo eletrônico.  
A falta de investimentos não se restringe apenas à infraestrutura dos projetos, a cada nova versão lançada dos telecentro, o Estado tenta se eximir mais das despesas de custeio desses espaços, transferindo a manutenção de equipamentos, conexão e funcionários para entidades parceiras. A falta de investimentos principalmente na formação dos profissionais que atuam nos telecentros fez com que as atividades oferecidas por estes espaços envelhecessem junto com os equipamentos que estão a disposição dos usuários. Com raras exceções, os cursos oferecidos pelos telecentros Brasil a fora, são basicamente os mesmos que eram oferecidos em 2002. Seja porque o hardware ou a conexão do telecentro não permitem inovações ou porque os profissionais da unidade não possuem treinamento adequado para fornecerem novos cursos.  
Por último, fica também a pergunta se o governo federal vai continuar sendo parceiro da promoção e realização das Oficinas de Inclusão Digital e Participação Social.  
(...)

Para o movimento telecentrista, importa mais reabrir os espaços de conversa com o Poder Público, importa mais ter incidência real na definição dos caminhos que serão trilhados. (...) estaremos prontos e dispostos a fazer o debate, a pensar junto e, principalmente, agir para tirar nosso país da exclusão digital."

  _Coletivo Digital

more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Empreendedorismo social é destaque na Campus Party

Porvir selecionou as principais atividades que podem servir de inspiração para estudantes, educadores e empreendedores
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

‘Boa parte da teoria é feita por quem está fora da sala de aula’, diz educador americano

Reportagem traz entrevista com o educador americano Doug Lemov, autor do livro “Aula Nota Dez”, onde relata a experiência de ter observado por cinco anos a atuação de bons professores em sala de aula.
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Google - Google Acadêmico - Ressource Info

Google - Google Acadêmico - Ressource Info | CoAprendizagens 21 | Scoop.it
Conheça a ferramenta Google Acadêmico e aprenda a buscar artigos, teses, autores, citações e a realizar cálculos simples ou até complexos. rated:
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Big data puxa projeto de Internet das Coisas no Brasil - Convergência Digital

Cloud Computing
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Google Acadêmico: faça artigos e trabalhos com ele!

Google Acadêmico: faça artigos e trabalhos com ele! | CoAprendizagens 21 | Scoop.it
Não perca mais tempo! Veja agora mesmo como Acessar o Google Acadêmico e como usar a ferramenta em seus trabalhos acadêmicos, trabalhos escolares, TCC e Monografias.
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Relatório da CNV busca verdade histórica durante período da ditadura » Blog do Planalto

Relatório da CNV busca verdade histórica durante período da ditadura » Blog do Planalto | CoAprendizagens 21 | Scoop.it

dez 2014 

O relatório aponta a comprovação da ocorrência de violações de direitos humanos durante o período compreendido entre 1946 e 1988, mais notadamente durante a ditadura militar, que se estendeu entre 1964 e 1985. O trabalho da CMV focou em quatro condutas graves: tortura - inclusive violência sexual; morte em execução sumária, arbitrária ou extrajudicial e outras mortes imputadas ao Estado; desaparecimento forçado e ocultação de cadáver.

A CNV acrescentou ao rol "a prisão ou detenção ilegal e arbitrária, a despeito da não inclusão explícita dessa conduta no texto da lei, por considerá-la como grave violação de direitos humanos, seja porque já é assim considerada, como proibição imperativa para todos os Estados, seja porque foram tidas como uma espécie de porta de entrada do sistema repressivo do regime militar e um facilitador para a prática de outras graves violações".

Fatos apurados em 1.121 depoimentos e 80 audiências e sessões públicas, é que "criaram condições para confirmar 434 mortes e desaparecimentos de vítimas do regime militar, sendo 191 os mortos, 210 os desaparecidos e 33 os desaparecidos cujos corpos tiveram seu paradeiro localizado – um deles durante os trabalhos da CNV".

A CNV - acompanhada de peritos e vítimas da repressão, percorreu sete unidades militares e locais usados pelas Forças Armadas, no passado, para a prática de torturas e outras violações de direitos humanos.

O relatório, de três volumes, descreve "atividades da Comissão, na busca pela verdade histórica do período ditatorial investigado; relata a vida e as circunstâncias das mortes das vítimas e. ainda, o andamento da investigação sobre cada um dos casos".

Leia mais...

more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Comunicação também é direito humano fundamental

Comunicação também é direito humano fundamental | CoAprendizagens 21 | Scoop.it
Na semana em que o mundo comemora mais um aniversário da Declaração Universal de Direitos Humanos, é preciso reafirmar: a comunicação é elemento central para a constituição de uma sociedade efetivamente democrática
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Lançado novo livro do CEGOV sobre governança digital

Lançado novo livro do CEGOV sobre governança digital | CoAprendizagens 21 | Scoop.it
Acabou de ser lançado uma coletânea sobre governança digital organizada por Marcelo Soares Pimenta e Diego Rafael Canabarro.
more...
No comment yet.
Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Dez tendências de TI em 2015, segundo a IDC - CIO

Dez tendências de TI em 2015, segundo a IDC  - CIO | CoAprendizagens 21 | Scoop.it

International Data Corporation (IDC) acaba de divulgar as dez principais previsões para a área de Tecnologia da informação e Telecomunicações em todo o mundo, em 2015. A força motriz por trás de todas as previsões da IDC continua sendo a transição acelerada da indústria para Terceira Plataforma, construída sobre os pilares da computação móvel, dos serviços em nuvem, das redes sociais, do Big Data e Analytics, gerando inovação e crescimento.

Ao longo dos próximos anos, esperamos ver uma explosão de inovação e de criação de valor em cima da Terceira Plataforma. Esta etapa será impulsionada por uma nova onda de tecnologias de base - aceleradoras de inovação - que estenderão radicalmente as capacidades e aplicações da Terceira Plataforma a todos os setores.
Entre as previsões da IDC para 2015, apresentadas por Gens em uma conferência neste início de dezembro, estão:

1. O crescimento dos gastos globais com TIC 
2. Entre os gastos com serviços de telecomunicações, os serviços de comunicação de dados sem fio responderão pelo segmento de mais rápido crescimento.
3. Os dispositivos móveis e os aplicativos continuarão crescendo em 2015, mas não no ritmo frenético registrado nos últimos anos.
4. Os gastos com serviços em nuvem continuarão a ser um foco de atividade em 2015.
5. Gastos com soluções de Big Data e Analytics crescerão muito em 2015, envolvendo software, hardware e serviços.
6. A Internet das Coisas é um dos aceleradores de inovação mais importantes para o crescimento e a expansão de valor baseados na Terceira Plataforma de TI.
7. Data centers estão passando por uma transformação fundamental na era da Terceira Plataforma, com as capacidades de computação e armazenamento movendo-se para a nuvem. Explosão de inovações de hardware "cloud-first" e uma maior consolidação entre os fornecedores de servidores, armazenamento, software e redes.
8. A Terceira Plataforma está transformando não apenas a indústria de tecnologia, mas todos os setores da economia.
9. Além da Internet das Coisas, sistemas de aprendizado de máquina e de computação cognitiva serão outros dois aceleradores de inovação que se tornarão drivers de crescimento importantes em 2015.
10. A China será mais influente no mercado global de TIC em 2015.

more...
Vivianne Amaral's curator insight, December 11, 2014 1:36 PM

Do ciberespaço aos espaços híbridos: a computação  e a conexão móveis predominam e configuram novas experiências culturais e sociais.  Acabei de ler artigo instigante de  Adriana de Souza e Slva, na perspectiva do celular como computador e não como telefone, analisando os impactos culturis e sociais das tecnologias móveis.

 

Explica  que espaço híbrido é um espaço conceitual (acho que a expressão virtual, no sentido que Levy usa, caberia aqui) criado pela fusão das bordas entre espaços físicos e digitais. 

 

Chama a atenção para o fato que um espaço híbirido não é construído por tecnologia , mas pela conexão de mobilidade e comunicação, e atualizado por redes sociais desenvolvidas simultaneamente  em espaços fisicos e digitais. Pessoas atuando e interagindo,interfaciadas por tecnologias e ambientes. 

 

No livro IMAGEM (IR) REALIDADE: comunicação e cibermídia, organizado por Denize Correia Araújo, que recomendo.

Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

O protagonismo do Brasil no futuro da governança da internet

O protagonismo do Brasil no futuro da governança da internet | CoAprendizagens 21 | Scoop.it
O Brasil e a América Latina poderão contribuir de forma efetiva na futura formatação de uma internet realmente livre e democrática.
more...
No comment yet.
Rescooped by paula ugalde from Educación a Distancia (EaD)
Scoop.it!

Un MOOC, est-ce un cours ?

Un MOOC, est-ce un cours ? Si oui, pourquoi ne pas y intégrer les éléments d'un "bon cours", ceux que les enseignants ont plaisir et fierté à utiliser dans leu…

Via Gilles Le Page, L. García Aretio
more...
Gilles Le Page's curator insight, December 5, 2014 7:09 AM

présentation/bilan par Christine Vaufrey du Mooc d'Orange sur l'impressionnisme

Scooped by paula ugalde
Scoop.it!

Las 33 Competencias Digitales que todo profesor(a) del siglo XXI debiera tener

Las 33 Competencias Digitales que todo profesor(a) del siglo XXI debiera tener | CoAprendizagens 21 | Scoop.it

El docente del siglo XXI ha de ser capaz de:

1 – Crear y editar audio digital
2 – Utilizar marcadores sociales para compartir los recursos con/entre los estudiantes
3 – Usar blogs y wikis para generar plataformas de aprendizaje en línea dirigidas a sus estudiantes
4 – Aprovechar las imágenes digitales para su uso en el aula
5 – Usar contenidos contenidos audiovisuales y vídeos para involucrar a los estudiantes
6 – Utilizar infografías para estimular visualmente a los estudiantes
7 – Utilizar las redes sociales para conectarse con colegas y crecer profesionalmente
8 – Crear y entregar presentaciones y sesiones de capacitación
9 – Compilar un e-portafolio para su autodesarrollo
10 – Tener un conocimiento sobre seguridad online
11 – Ser capaz de detectar el plagio en los trabajos de sus estudiantes
12 – Crear videos con capturas de pantalla y vídeo-tutoriales
13 – Recopilar contenido Web apto para el aprendizaje en el aula
14 – Usar y proporcionar a los estudiantes las herramientas de gestión de tareas necesarias para organizar su trabajo y planificar su aprendizaje de forma óptima
15 – Conocer el software de votación: se puede utilizar, por ejemplo, para crear una encuesta en tiempo real en la clase
16 – Entender las cuestiones relacionadas con derechos de autor y uso honesto de los materiales.
17 – Aprovechar los juegos de ordenador y videoconsola con fines pedagógicos
18 – Utilizar herramientas digitales para crear cuestionarios de evaluación
19 – Uso de herramientas de colaboración para la construcción y edición de textos
20 – Encontrar y evaluar el contenido web
21 – Usar dispositivos móviles (p.ej., tablets o smartphones)
22 – Identificar recursos didácticos online seguros para los estudiantes.
23 – Utilizar las herramientas digitales para gestionar el tiempo adecuadamente
24 – Conocer el uso de Youtube y sus potencialidades dentro del aula
25 – Usar herramientas de anotación y compartir ese contenido con sus alumnas y alumnos
26 – Compartir las páginas web y las fuentes de los recursos que ha expuesto en clase
27 – Usar organizadores gráficos, online e imprimibles
28 – Usar notas adhesivas (post-it) en línea para captar ideas interesantes
29 – Usar herramientas para crear y compartir tutoriales con la grabación fílmica de capturas de pantalla
30 – Aprovechar las herramientas de trabajo online en grupo/en equipo que utilizan mensajería
31 – Buscar eficazmente en internet empleando el mínimo tiempo posible
32 – Llevar a cabo un trabajo de investigación utilizando herramientas digitales
33 – Usar herramientas para compartir archivos y documentos con los estudiantes

(REVISTA DE eDUCACIÓN Y CULTURA) 

http://www.educacionyculturaaz.com/educacion/las-33-competencias-digitales-que-todo-profesora-del-siglo-xxi-debiera-tener/#sthash.w0atzoFL.dpuf

 

more...
No comment yet.