CoAprendizagens XXI
10.6K views | +0 today
Follow
 
Scooped by Paula Ugalde
onto CoAprendizagens XXI
Scoop.it!

Design thinking chega às salas de aula

Design thinking chega  às salas de aula | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
Michael Schurr, professor do 2º ano do ensino fundamental de uma escola de Nova York, percebeu que nunca tinha perguntado a seus alunos o que poderia ser feito para deixa-los mais confortáveis na sala de aula.
more...
Paula Silva's comment, March 4, 2014 1:25 PM
Will you check this scoop? Thank you so much. http://sco.lt/5okJ17
CoAprendizagens XXI
#design #education #cyberculture #technology #eduonline #empowerment #citizen #ID #LI #educaçãoAberta #REAs #collaboration
Curated by Paula Ugalde
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

in Educações & Aprendizagens XXI

in Educações & Aprendizagens XXI | CoAprendizagens XXI | Scoop.it

#doforno livro "Coralizando: um guia de colaboração para a economia criativa". Um livro REA, escrito colaborativamente na Plataforma Corais.org @corais_platform  

Poderá apreciar conhecer o making off http://corais.org/colabor/blog ;

O livro pode ser adquirido sob demanda, no Clube de Autores http://goo.gl/xy7LPT ou baixado na versão 1.1 aqui http://goo.gl/cSD4pF

 

Boa leitura!! #Gratitude aos coralizadores pela rica experiência e aprendizagens! Agradecemos feedbacks! 

more...
Rescooped by Paula Ugalde from Inovação Educacional
Scoop.it!

Biblioteca do Século XXI: desafios e perspectivas

Biblioteca do Século XXI: desafios e perspectivas | CoAprendizagens XXI | Scoop.it

Biblioteca do Século XXI: desafios e perspectiva. Uma publicação do IPEA.


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Rescooped by Paula Ugalde from El rincón de mferna
Scoop.it!

Evaluar rúbricas con Google

Como avaliar as formas simples com formulários e as folhas de cálculo do Google


Via Teresa Torné, Mariano Fernandez S.
more...
No comment yet.
Rescooped by Paula Ugalde from Educacion, ecologia y TIC
Scoop.it!

Muere Zygmunt Bauman, padre de la "educación líquida" - Aika Educación

Muere Zygmunt Bauman, padre de la "educación líquida" - Aika Educación | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
“Cuando el mundo se encuentra en constante cambio, la educación debería ser lo bastante rápida para agregarse a este. Estamos ante la educación líquida” Zigmunt Bauman El sociólogo y filósofo polaco Zygmunt Bauman, fallecido hoy a  los 91 años, fue uno de los pensadores más influyentes de nuestros tiempos y acuñó el concepto de “modernidad líquida”. …

Via Ramon Aragon
more...
No comment yet.
Rescooped by Paula Ugalde from Dênia Falcão - IPE - Inova Práticas Educacionais
Scoop.it!

A colaboração é a Nova Vantagem Competitiva - Excelência Inovação

A colaboração é a Nova Vantagem Competitiva - Excelência Inovação | CoAprendizagens XXI | Scoop.it

É por isso que  a economia de hoje é uma economia social , com a colaboração no seu centro. No passado, poderíamos dominar pela acumulação de recursos e eficiência de condução, mas agora agilidade e interoperabilidade que governam o dia. Precisamos mudar nosso foco para mídias e as capacidades de empatia, design e organizações em rede.


Via Dênia Falcão
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Acesso aberto revisado: critérios mais rígidos preservam a credibilidade | SciELO em Perspectiva

Acesso aberto revisado: critérios mais rígidos preservam a credibilidade | SciELO em Perspectiva | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
O mais completo índice de periódicos de acesso aberto, Directory of Open Access Journals (DOAJ), anuncia a revisão de seus critérios de inclusão, tendo em vista
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Livros eletrônicos – mercado global e tendências – Parte II: A publicação do livro impresso e digital no contexto mundial | SciELO em Perspectiva

Livros eletrônicos – mercado global e tendências – Parte II: A publicação do livro impresso e digital no contexto mundial | SciELO em Perspectiva | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
O informe Global de livros eletrônicos (ebook) mostra que depois de vários anos de crescimento, as empresas comerciais encontram um mercado desacelerado, onde
more...
RenataSbrogio's curator insight, August 24, 2016 8:24 AM
Sobre livros eletrônicos.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Universidades, redes e escolas são essenciais para qualificar formação docente

Universidades, redes e escolas são essenciais para qualificar formação docente | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
Professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Fernando Luiz Abrucio avalia os caminhos institucionais necessários
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

WISE apoia propostas educacionais inovadoras que usam tecnologia

WISE apoia propostas educacionais inovadoras que usam tecnologia | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
Programa WISE Accelerator seleciona e oferece mentoria de um ano a projetos ou soluções digitais que unam educação e inovação
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Curso prepara youtubers mirins para criar um canal de sucesso

Curso prepara youtubers mirins para criar um canal de sucesso | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
Crianças e adolescentes aprendem etapas da produção de vídeos e recebem orientações sobre como criar conteúdos para internet
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Pesquisa quer saber o que estudantes pensam do projeto Escola Sem Partido

Pesquisa quer saber o que estudantes pensam do projeto Escola Sem Partido | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
Adultos costumam esquecem de ouvir a opinião dos estudantes sobre políticas e metodologias educacionais, apesar de serem os principais beneficiados com as medidas. Por isso,...
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Acesso Aberto na América Latina livre de periódicos predatórios | SciELO em Perspectiva

Acesso Aberto na América Latina livre de periódicos predatórios | SciELO em Perspectiva | CoAprendizagens XXI | Scoop.it

Por Lilian Nassi-Calò
Foto: Tax Credits.
"A comunicação de resultados de pesquisa acadêmica em periódicos arbitrados passou por relevante transformação com o advento da Internet. O modelo dominante de negócios das publicações impressas – onde os leitores pagam para ter acesso aos artigos – passou a dividir espaço com periódicos eletrônicos e novas formas de acesso. Os elevados custos de subscrição de periódicos impulsionou o movimento de acesso aberto (AA) iniciado nos anos 90, e o surgimento de publicações online livres de barreiras de acesso e da maior parte das barreiras de copyright existentes anteriormente."

"O programa SciELO, lançado em 1998, foi pioneiro na adoção do acesso aberto antes mesmo da consolidação desta forma de publicação através do movimento AA. Como resultado, a América Latina, tornou-se a região com maior número de periódicos avaliados por pares disponível em texto completo."
(...)

"A popularização de periódicos em acesso aberto que preconizam publicação expedita e utilizam a facilidade da plataforma na Web fez surgir uma classe de periódicos que não conduz avaliação por pares formal e que tem por objetivo apenas coletar APC de quem pretende inflar sua lista de publicações rapidamente. A esta classe de periódicos deu-se o nome de ‘pseudo journals’ e às editoras que os publicam de ‘publishers predatórios’.


O dilema dos publishers predatórios foi ilustrado por um estudo conduzido em duas universidades da Nigéria2, no qual os acadêmicos entrevistados revelaram a dificuldade de publicar em periódicos ‘ocidentais’ ao mesmo tempo que eram solicitados a publicar em periódicos internacionais. Este fato pode ter impulsionado o surgimento de periódicos predatórios na África e também em outros países como Paquistão, China e Índia.

"Os publishers predatórios causam um enorme dano à imagem de periódicos AA que cobram APC devido, principalmente a artigos sensacionalistas publicados na literatura científica alegando que AA é sinônimo de publicações de baixa qualidade, metodologia discutível e sem avaliação por pares. Consequentemente, muitos autores relutam em enviar seus artigos à periódicos AA, e faz com que seu ingresso em bases renomadas como o Web of Science seja gravemente dificultado."

“Importantes publishers AA reputáveis não ficaram em silêncio quando o AA foi difamado por culpa dos predadores. Ao invés de elaborar listas, como fez Jeffrey Beall, a estratégia foi definir critérios de qualidade e acreditação de periódicos que os cumpram”, afirmam Shen e Björk, citando iniciativas como DOAJ e a Open Access Scholarly Publishing Associations (OASPA), que atuam em prol da qualidade e credibilidade da publicação em acesso aberto. “Um número crescente de periódicos AA reputáveis está hoje indexado no WoS.”

more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Professor que discutir gênero e sexualidade na escola poderá ser preso - Portal Aprendiz

Professor que discutir gênero e sexualidade na escola poderá ser preso - Portal Aprendiz | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
Projeto de Lei prevê que a discussão de gênero e outros temas tabus dentro da sala de aula podem ser considerados “doutrinação política e ideológica”.
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Como as empresas te espiam pela internet para te mandar anúncios – e o que fazer para evitar isso - BBC Brasil

Como as empresas te espiam pela internet para te mandar anúncios – e o que fazer para evitar isso - BBC Brasil | CoAprendizagens XXI | Scoop.it

Cada vez que você compra um produto online, empresas coletam informações sobre seus hábitos de consumo; isso pode ajudar na busca por ofertas, mas há formas de ter mais privacidade na rede.


"Se quiser ter um pouco mais de privacidade quando navegar pela rede, pode seguir os seguintes passos: 


Limpar seu histórico e ativar a navegação privada. Seu histórico de navegação guarda todas as páginas que visitou, mas você pode apagá-lo nas opções de configuração do seu navegador. Você também pode ativar a navegação privada para usar a internet incógnito. Apagar os cookies e não aceitar cookies de terceiros. Outra medida eficiente está na opção "apagar dados de navegação" para apagar cookies, que são arquivos que reúnem informações sobre você. Desativar a localização. Para evitar que as páginas web saibam onde está, você pode desativar a geolocalização dentro das opções avançadas de seu navegador. Controlar quem te segue ou bloqueá-lo. Existem ferramentas como Ghostery, Disconnect ou Do Not Track Me para evitar que te sigam na internet.

more...
No comment yet.
Rescooped by Paula Ugalde from Inovação Educacional
Scoop.it!

Nova safra de escolas (caríssimas) forma cidadão do século 21

Nova safra de escolas (caríssimas) forma cidadão do século 21 | CoAprendizagens XXI | Scoop.it

A escola em questão é a Concept, do grupo SEB, que tem unidades em Salvador e Ribeirão Preto, no interior de São Paulo — mas é possível encontrar escolas com jeitão muito parecido em São Paulo e no Rio de Janeiro. Elas seguem as técnicas de ensino adotadas em algumas das escolas tidas como as mais modernas do mundo, muitas delas localizadas na Finlândia e nos Estados Unidos. Como dá para ver pelo exemplo acima, a rotina dos alunos é bem diferente do dia a dia das instituições tradicionais — e empresários do setor de educação no Brasil estão tentando montar um modelo de negócios em torno disso. 
Diferentemente do que aconteceu no mercado brasileiro de ensino superior na última década, quando a meta das principais empresas era crescer e sair comprando concorrentes (com uma bela ajuda do financiamento estudantil público), a grande onda do momento nos grupos de educação básica é convencer os pais de que estão colocando seus filhos na escola do futuro. O jogo, portanto, não é de escala, mas de qualidade, preço alto e rentabilidade idem.
Nesse modelo, ganha-se dinheiro cobrando caro — as mensalidades variam de 4 000 a 6 500 reais —, e não por meio das sinergias geradas pela escala. “Na educação básica, os alunos podem ficar até 17 anos na escola e há menos desistências do que nas faculdades, porque os pais fazem questão de manter os filhos estudando em boas instituições”, diz Chaim Zaher, fundador do grupo SEB. Ele vendeu sua participação acionária na rede de ensino superior Estácio para a concorrente Kroton no ano passado (o negócio ainda aguarda a análise do Cade) e vai investir ao todo 270 milhões de reais na Concept, hoje sua grande aposta — já foram investidos 170 milhões.
O plano é abrir, em 2018, unidades em São Paulo (onde já comprou e está reformando o imóvel onde ficará a escola), no Rio de Janeiro e até em Palo Alto, no Vale do Silício. “Queremos que nossos alunos tenham essa experiência internacional, que deve se tornar cada vez mais importante para definir a vida profissional”, diz Thamila Zaher, diretora executiva do SEB e uma das filhas de Chaim. Uma de suas concorrentes — que segue um modelo de ensino bastante parecido — é a Eleva, que fica no Rio de Janeiro e pertence ao grupo Eleva Educação, cujo sócio majoritário é o fundo Gera Venture Capital, controlado pelo empresário Jorge Paulo Lemann. A escola foi aberta em 2017, tem 360 alunos e a meta é dobrar de tamanho até o próximo ano.
O surgimento de mais opções para filhos de pais dispostos a apostar em modelos educacionais novos está acirrando a competição nesse nicho. Novas escolas estão sendo inauguradas e quem já estava nesse mercado decidiu investir para crescer. É o caso da Lumiar, do empresário Ricardo Semler. Fundada em 2002, a escola foi eleita uma das mais inovadoras do mundo pela Unesco em 2007 e passou mais de uma década com três unidades, uma na cidade de São Paulo e duas em Santo Antônio do Pinhal, no interior paulista.
Em 2016, Daniel Castanho, presidente da rede de ensino Anima, tornou-se sócio da Lumiar, e ele e Semler colocaram em andamento um plano de expansão. Em um ano, foram inauguradas duas novas unidades (em Porto Alegre e mais uma em Santo Antônio do Pinhal). “Estamos avaliando se é melhor continuar abrindo escolas ou criar um sistema de ensino e vender para as instituições que querem seguir nosso modelo”, diz Castanho.
Outra pioneira é a Beacon, de São Paulo. Começou em 2010 com 16 alunos no bairro Alto de Pinheiros, hoje tem quatro unidades com  620 alunos e está fazendo um investimento de 30 milhões de reais — cerca de 60% são financiados pelo BNDES — para construir um campus com capacidade para 1 200 alunos. Hoje, a Beacon só atende crianças até 12 anos. O plano é abrir uma nova série por ano para atender até o ensino médio. “Existe uma grande demanda dos pais por um ensino diferente e de alto nível. Mas a contratação de professores qualificados que falem dois ou três idiomas é um de nossos maiores de-safios”, diz Maria Eduarda Sawaya, uma das sócias da Beacon.


Via Luciano Sathler
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Morre Zygmunt Bauman. Leia entrevista inédita em que ele defende a redenção pelo diálogo

Morre Zygmunt Bauman. Leia entrevista inédita em que ele defende a redenção pelo diálogo | CoAprendizagens XXI | Scoop.it

Zygmaunt Bauman + 09-01-2017

Nós, os residentes do planeta, somos interdependentes, conscientemente ou não, queiramos ou não. (...) Nós continuamos com os mesmos instrumentos concebidos no passado para resolver problemas impossíveis de resolver, que emergem das condições de interdependência, erosão e diluição da autonomia territorial e das soberanias nacionais." 

Paula Ugalde's insight:
Share your insight
more...
No comment yet.
Rescooped by Paula Ugalde from Dênia Falcão - IPE - Inova Práticas Educacionais
Scoop.it!

As universidades devem mudar a forma de ensinar

As universidades devem mudar a forma de ensinar | CoAprendizagens XXI | Scoop.it

As universidades brasileiras, definitivamente, precisam mudar a forma de ensinar seus alunos. Não podem continuar atuando da mesma forma, como há 40 ou 50 anos, para uma geração com características e aptidões totalmente diferentes.
Uma das primeiras providências inovadoras consistiria na diminuição das atividades do estudante exclusivamente em sala de aula e em contato direto com o professor, substituindo parte delas por propostas extra-classe que exijam pesquisa e auto-motivação dos alunos.
Com 30 a 40 horas de aula/semana, os alunos não conseguem parar para pensar e refletir sobre os ensinamentos que recebem. Muitos tiram cópias das melhores anotações de colegas para estudar/decorar um dia antes da prova, enquanto outros criam arquivos de fotos, feitas com o celular, dos textos e figuras apresentadas em PowerPoint pelo professor.
As aulas teóricas e práticas não devem ser extintas, porém podem ter uma limitação de tempo por disciplina, até porque, no mundo atual, é impossível ‘esgotar a matéria’ em sala de aula. Esse período não deve ser superior a 2 horas-aula/semana/disciplina, atingindo um total de, no máximo, 20 horas-aula/semana para disciplinas do semestre ou ano.
Dessa forma, é possível que, no período restante, os alunos possam ter tempo para ‘ligar’ o que estão aprendendo na teoria a algumas das suas realizações na prática. Podem se dedicar mais definitivamente às suas pesquisas de campo e/ou laboratórios, fazer estágios concomitantes e mais precoces e se dedicar à leitura de bons livros-textos e à consulta de sites e de informações confiáveis, disponibilizadas na internet a serem indicadas e, posteriormente, discutidas com o professor, aumentando significativamente o período de uso das bibliotecas que, atualmente, são muito melhor equipadas para atendê-los.
Atualmente, os imprescindíveis smartphones não podem continuar a ser fonte de discórdia entre quem ensina e quem aprende, mas sim um forte aliado nessa interação, podendo ajudar no desenvolvimento de alunos com espírito de liderança. Esse processo de formação começa com os ensinamentos adquiridos no curso e continua com a busca de informações fundamentais dentro do grupo de trabalho em que ele está atuando, seja uma empresa, universidade ou empreendimento autônomo.
Dessa forma, as 40 horas ou mais de aulas da semanais continuarão preenchidas, porém de maneira menos ‘massacrante’ e ainda atendendo o Currículum Mínimo exigido pelo MEC e entidades profissionais, desde que se considere as ações extraclasse como períodos de ensinamento que atendem o aprendizado de um respectivo período do semestre/ano.
Em visitas às melhores universidades do mundo, várias delas presentes entre as 20 primeiras em quaisquer rankings, é possível constatar essas novas concepções e paradigmas de ensino. Os nossos alunos que lá se encontram, frente a essas novas experiências, seguramente são mais felizes e realizados dentro da dinâmica a eles oferecida.
Precisamos, portanto, rapidamente estabelecer novos projetos-modelo de ensino dentro de cada uma das grandes áreas do conhecimento (Biológicas, Exatas e Humanidades). Devemos enfrentar o conservadorismo e o corporativismo universitários que barram, já no nascimento, as novas concepções salutares de ensino aqui apresentadas.


Via Luciano Sathler, Dênia Falcão
more...
RenataSbrogio's curator insight, August 24, 2016 8:24 AM
Reflexões necessárias!
Rescooped by Paula Ugalde from Dênia Falcão - IPE - Inova Práticas Educacionais
Scoop.it!

Professor 3.0

Professor 3.0 | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
Propomos uma mudança para um tipo de ensino em que parte do tempo de aula é dedicado aos estudantes aprofundar a compreensão das ideias essenciais que o conhecimento. A mudança para as classes mais interativas e participativas centrado no aprofundamento e praticar o mais essencial, detectando e esclarecer equívocos dos estudantes e resolver essas questões mais difíceis de entender.

A literatura mostra que o desenvolvimento de competências é muito pobre no ensino superior com as metodologias tradicionais (Arum & Roksa 2011, Bok 2006 Blaich & sábio 2011) e também que a aprendizagem melhorar significativamente com a adição de aprendizagem mais ativa e encorajadora estudo anterior, a aprendizagem activa nas aulas e avaliação formativa (Mazur 1997 Karpicke 2011, Deslauriers 2011, Freeman 2014).

Via Dênia Falcão
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Curso internacional atualizou profissionais da Rede SciELO na nova versão da plataforma metodológica | SciELO em Perspectiva

Curso internacional atualizou profissionais da Rede SciELO na nova versão da plataforma metodológica | SciELO em Perspectiva | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
A Rede SciELO de coleções nacionais de periódicos de qualidade opera de forma descentralizada em 15 países seguindo objetivos, princípios, metodologias e
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Como se relacionam pesquisadores e jornalistas no Brasil? | SciELO em Perspectiva

Como se relacionam pesquisadores e jornalistas no Brasil? | SciELO em Perspectiva | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
Os cientistas admitem que tratar de temas complexos referente à sua pesquisa com jornalistas não é tarefa das mais fáceis. Porém há muito eles perceberam que
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Nova versão da Escola Digital amplia interação com o usuário

Nova versão da Escola Digital amplia interação com o usuário | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
Além de simplificar a busca por objetos digitais, a plataforma passa a contar com grupos de discussão, planos de aula e curso online sobre tecnologia na educação
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

O #DOTdigitalgroup traz ao #CONARH2016 tecnologias inovadoras na área de EAD e M…

O #DOTdigitalgroup traz ao #CONARH2016 tecnologias inovadoras na área de EAD e M… | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
O #DOTdigitalgroup traz ao #CONARH2016 tecnologias inovadoras na área de EAD e Martech -> https://t.co/xAVi9wdGKU https://t.co/bxvxcp8yj9 Fonte por DOT
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Harvard lidera ranking das 500 melhores universidades do mundo

Harvard lidera ranking das 500 melhores universidades do mundo | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
Pelo 14º ano seguido, Harvard aparece no topo da lista das 500 melhores universidades do mundo, segundo o ranking Xangai, elaborado pelo escritório independente Shanghai...
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

e-Book Educação e tecnologia: parcerias. Volume 4 - publicado!

e-Book Educação e tecnologia: parcerias. Volume 4 - publicado! | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
Anunciamos, com muita alegria, a publicação de nosso e-book anual, Educação e tecnologia: parcerias. Volume 4. A coletânea deste ano inclui 9 capítulos que, utilizando uma variedade de abordagens t...
more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Como as plataformas digitais modelam as nossas vidas?

Como as plataformas digitais modelam as nossas vidas? | CoAprendizagens XXI | Scoop.it

novembro 10, 2015 em Destaque, transparência

 

"O texto abaixo é uma tradução de How digital platforms shape our lives?

Nós agora vivemos em um mundo de separação algorítmica e de tomada de decisão; plataformas de mídia social colhem os nossos dados e apresentam e obscurecem conteúdo de formas diferentes nos nossos feeds; algoritmos de recomendação são utilizados para publicidade segmentada; algoritmos de busca mostram resultados sob medida; e algoritmos de previsão podem influenciar nossas chances de conseguir um empréstimo ou moldar o quanto pagamos no seguro de saúde."

O que se esconde dentro dessas “caixas pretas”? Como elas podem ser entendidas, governadas e responsabilizadas para a prestação de contas? Estas são questões societais desafiadoras, necessitadas de um debate público urgente. Abaixo apresentamos doze cenários potenciais para a prestação de contas e governança algorítmica.

Sobrecarregando os inconscientes
Os usuários devem ficar atentos
Painel de interface
Contrato inteligente
Lucros compartilhados
Acordo público de valores

Governança privada
Responsáveis perante um orgão do governo nacional
Órgão de governos internacionais
Órgão supranacional de múltiplas partes interessadas
Algoritmos como uma utilidade pública
Jornalistas como agentes de prestação de contas
(...)
Autores: Pia Mancini, Director, Net Democracy, and Farida Vis, Director, Visual Social Media Lab, Faculty Research Fellow, Information School, University of Sheffield. Both are members of the World Economic Forum’s Global Agenda Council on Social Media.

Paula Ugalde's insight:

Excelente!

more...
No comment yet.
Scooped by Paula Ugalde
Scoop.it!

Discussão sobre Base Nacional Curricular deve focar no aluno

Discussão sobre Base Nacional Curricular deve focar no aluno | CoAprendizagens XXI | Scoop.it
Especialistas ouvidos pelo Porvir recomendam que ponto de partida da construção de currículo nacional deve ser o perfil desejável de cidadão que o país quer formar
more...
No comment yet.