APOIO E INVESTIMENTO SÃO ESSENCIAIS PARA A FORMAÇÃO DE NOVOS ATLETAS DE COMUNIDADES COM POUCOS RECURSOS
0 view | +0 today
Follow
APOIO E INVESTIMENTO SÃO ESSENCIAIS PARA A FORMAÇÃO DE NOVOS ATLETAS DE COMUNIDADES COM POUCOS RECURSOS
Através do esporte, jovens talentosos podem ter a chance de uma vida melhor Com a chegada de duas importantes competições ao Brasil - a Copa do Mundo e as Olimpíadas, é natural que surja a expectativa por vitórias e medalhas. Porém, a seguinte pergunta vem à mente: o que foi e está sendo feito para a formação de novos atletas? Diversas crianças e jovens possuem potencial e habilidade, mas no contexto geral, poucas são as oportunidades e investimentos para desenvolvê-las e aperfeiçoá-las a níveis competitivos, ainda mais em locais de baixa renda, onde o "patrocínio" ou investimento inicial não pode vir das famílias, devido as suas condições financeiras. Pensando nisso, quatro instituições - Fundação Gol de Letra, Centro de Formação de Atletas de Basquetebol Vânia & Vanira, Craques de Sempre e Instituto Por Mais Alguém fazem um excelente trabalho focado no desenvolvimento de novos talentos esportivos encontrados em comunidades carentes. A Fundação Gol de Letra, com sedes na Vila Albertina (São Paulo) e Caju (Rio de Janeiro), tem o objetivo de dar uma perspectiva de vida diferente para crianças e jovens de comunidades socialmente vulneráveis. Criada pelos ex-jogadores de futebol Raí e Leonardo, a ONG contribui para o desenvolvimento pessoal, social, cultural e educacional dos participantes. Seu projeto Jogo Aberto oferece a prática de diferentes esportes para crianças e jovens entre oito e 16 anos. “Nossa missão é contribuir para a formação educacional e cultural de crianças e jovens, para que possam atuar com autonomia na transformação de suas realidades”, diz Raí de Oliveira, presidente da Fundação Gol de Letra. O Centro de Formação de Atletas de Basquetebol Vânia & Vanira, fundado pelas irmãs e ex-jogadoras da seleção brasileira Vânia e Vanira Hernandes de Souza, possui atualmente nove núcleos de atendimento instalados e distribuídos nas cidades paulistas de Bauru, Cotia, Novo Horizonte, Mairinque, Salto, Sorocaba e Votorantim. A Associação leva os fundamentos da modalidade a crianças e jovens, além de auxílio alimentar, uniforme e material de treinamento, passeios culturais, atendimento de urgências e emergências médicas de remoção e pré-hospitalares, orientação psicológica, pedagógica e sobre os cuidados com a saúde e higiene pessoal. O CFA também possibilita a participação dos pais e da comunidade nos festivais esportivos e culturais organizados por ele. “O nosso grande ideal começou há 12 anos com o objetivo em poder doar e oportunizar às crianças através de nossas ações, tudo o que recebemos de bom e construtivo através do esporte além das quadras, quando absorvemos e compreendemos o que estava nos transformando enquanto cidadãs e nos preparando para a vida”, comentam Vanira e Vânia Hernandes de Souza. Um dos principais atrativos da associação Craques de Sempre, fundada pelo ex-jogador de futebol Basílio, é a assistência direta de importantes difusores, nomes como Badeco, Wilsinho, Flávio Minuano, Edmilson, Deodoro, Leivinha e outros 60 craques do passado, que comandam os treinos e passam seus ensinamentos às crianças. Com a vasta experiência que possuem, a transmissão de exemplos é essencial para que o desafio de preparar meninos sem nenhuma informação possa se concretizar. “Uma ação muito importante que fizemos foi a palestra na Polícia Federal em 2011. Com a presença de policiais, delegados e 200 crianças, mostramos o perigo das drogas. Não focamos apenas na prática do esporte, passamos também informações e valores importantes para a construção de jovens conscientes”, declarou Cláudio Franzolin, responsável pelo Administrativo da Craques de Sempre. A associação possui 24 unidades, que atendem as quatro regiões de São Paulo – leste, oeste, norte e sul. Com a criação do projeto Um Passe para a Educação, do Instituto Social Por Mais Alguém, 100 jovens de 8 a 17 anos, da Paraisópolis, recebem aulas de futebol, além de uniformes, alimentação, transporte, atendimento nutricional, psicológico e odontológico. O principal objetivo é promover a inclusão social. Fundado em 2007, o Instituto Por Mais Alguém acredita ser possível contribuir para a melhoria da sociedade ao valorizar o ser humano e ajudá-lo a superar suas limitações. Isso levou o P+A a descobrir o talento esportivo dessas crianças e investir no futebol como sua primeira ação social na comunidade. “Acreditamos que o esporte é uma opção de caminho construtivo para a vida dessas crianças, uma oportunidade. Além de tirá-los da ociosidade ou da rua, temos a oportunidade de ensinar valores como meritocracia, companheirismo, responsabilidade e disciplina, através de momentos de diversão - o esporte é uma ferramenta de inclusão social”, afirma Ana Rosa Enriquez, diretora de projetos do P+A. Informações para a imprensa: Spin Comunicação Beatrice Teizen – beatrice@spin.ag – 11 4314.1985 Sueli Gomes – sueli@spin.ag – 11 4314.1987
No scoops have been published yet. Suggest content to its curator!