Ana Beatriz Rivelli
56 views | +0 today
Follow
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Rescooped by Bia Rivelli from thamara-ferreira
Scoop.it!

Homossexualismo no Futebol Brasileiro

Homossexualismo no Futebol Brasileiro | Ana Beatriz Rivelli | Scoop.it

Via Thamara Ferreira
more...
Ana Leão's comment, June 30, 2014 6:48 PM
Deixo claro: Nao podemos NATURALIZAR os fatos, temos que problematiza-los!!!
Thamara Ferreira's comment, July 1, 2014 1:32 PM
Assim como a @Ana Leão disse tudo que acontece no futebol e nos esportes é reflexo do que nos vivemos no dia-dia, assim como o preconceito, machismo etc... Exemplos disso são os preconceitos de cor e raça que vem ocorrido com mais frequência nos estádios. Se acontece do lado de fora do campo porque não irá la dentro né? Outro exemplo é o machismo que, cometido não só pelo os homens mais por toda sociedade. Crescemos com um senso comum de que a mulher deveria cuidar da casa e dos filhos e de que tudo que homem faz é impossível de ser feito por nós. Apesar de estarmos demonstrando o contrario, a grande maioria da população não naturalizou isso. Digo não só para o futebol como meio profissional mais como outras profissões como caminhoneiro(a) por exemplo!
Ana Leão's comment, July 8, 2014 8:57 AM
;)
Rescooped by Bia Rivelli from Futebol Society
Scoop.it!

Futebol 7 Society Regras Nacionais


Via Thamara Ferreira
more...
Ana Leão's comment, June 20, 2014 8:29 PM
Vcs podem me falar das semelhanças e diferenças? Brevemente...
Ana Leão's comment, June 20, 2014 9:22 PM
@Thamara Ferreira o post está apenas mto copiado! Favor refazer o tema com suas palavras e propor um debate, discussão.
Ana Leão's comment, July 8, 2014 8:59 AM
X(
Rescooped by Bia Rivelli from A História do Futebol no Brasil
Scoop.it!

Vídeo história do futebol brasileiro - Museu do Futebol


Via Lucas Silva
more...
Bia Rivelli's comment, June 6, 2014 6:44 PM
De fato acontecem brigas, racismo e violência fora dos estádios, mas acredito que dentro de campo as coisas acontecem com mais intensidade . Os nervos estão à flor da pele e cada coisinha é motivo para que explodamos. Mas vamos concordar que, essas manifestações de racismo "mancham" o jogo e, de certa forma, o deixam menos interessante, fazendo com que muitas famílias deixem de comparecer nos estádios por medo e, consequentemente, o time é prejudicado, porque sem o apoio da torcida é mais difícil. Sem contar que os clubes são penalizados quando acontecem brigas.
Thamara Ferreira's comment, June 13, 2014 8:09 PM
De acordo com a nossa vida cotidiana esses atos podem sim influenciar no futebol, pois o futebol é uma maneira de manifestar não só a habilidade dos jogadores mais tbm a união de seu grupo, torcida ou pais, se acontece no seu grupo na sua torcida e no seu pais, porque não dentro do estadio?¹ Isso afeta muito o futebol, prejudica o time o jogador e a torcida!
Ana Leão's comment, July 1, 2014 8:22 AM
Como esses atos podem ser contidos? Creio que qq tipo de violencia deve ser prevenida e punida caso aconteça...
Scooped by Bia Rivelli
Scoop.it!

Futebol Feminino no Brasil- A História

É fato que o futebol feminino no nosso país já é um esporte popular, apesar da falta de um campeonato mais organizado e de patrocinadores para o esporte. As últimas conquistas da seleção nas Olímpiadas e no Pan, além do tetracampeonato de Marta como a melhor jogadora do mundo, contribuíram muito para o desenvolvimento da modalidade.

Mas como foi o início do futebol feminino no país? Muitas atletas antes de Marta suaram a camisa para promover um esporte que até hoje sofre muito preconceito e já foi até proibido por lei. Se o futebol masculino foi, por muito tempo, motivo de polêmica, maior ainda foi com o futebol feminino.

O primeiro registro que se tem sobre futebol feminino vem obviamente da Inglaterra, onde o esporte nasceu, numa partida entre Inglaterra x Escócia acontecida em 1898, em Londres. No Brasil, existem registros de partidas mistas, com homens e mulheres juntos, em 1908 e 1909. Durante muito tempo um evento beneficiente ocorrido em 1913 foi considerado a primeira partida de futebol feminino no Brasil, mas anos depois foi descoberto que, na verdade, o time “feminino” era formado por jogadores do Sport Club Americano, campeão paulista daquele ano, vestidos de mulher, misturados a “senhoritas da sociedade”.

Sendo assim, então, oficialmente a primeira partida de futebol feminino no Brasil ocorreu em 1921, entre senhoritas dos bairros Tremembé e Cantareira (que hoje seria Santana), na zona norte de São Paulo. Essa partida foi noticiada pelo jornal A Gazeta como uma atração “curiosa”, quando não “cômica”, em meio às festas juninas. Isso porque, naquele tempo, as mulheres tinham um papel secundário no esporte, particularmente no futebol. Em geral, limitavam-se à torcida e a concursos de madrinhas de clubes. Em campo, no máximo, davam o pontapé inicial ou disputavam tiros livres.

O preconceito era muito grande e o futebol era visto como um esporte bruto, impróprio para damas. O exagero era tanto que jogadores de uma partida ocorrida na década de 40, em São João da Boa Vista (SP), mereceu excomunhão da Igreja Católica. Já em 1941, aconteceu o primeiro jogo masculino apitado por uma mulher, num amistoso entre o Serrano de Petrópolis contra o América do Rio. Na ocasião, o árbitro passou mal e uma atleta da partida preliminar ao amistoso assumiu o apito.

Entretanto, o futebol de mulheres no Brasil não agradava às famílias conservadoras, o que gerou a criação de um decreto-lei do Estado Novo, na década de 40, proibindo a “prática deesportes incompatíveis com a natureza feminina”. Essa lei durou até 1979 e, além do futebol (tanto de campo como de salão), impedia que as mulheres praticassem lutas de qualquer natureza, pólo e halterofilismo.

Imediatamente após a lei ser revogada, várias equipes e ligas foram sendo criadas pelo Brasil, dentre elas a equipe carioca do Radar, que a partir de 1982 conquistou diversostítulos nacionais e internacionais. O SAAD de São Paulo também surgiu com força máxima, dando um toque especial de rivalidade no esporte.

A primeira seleção Brasileira de futebol feminino foi “convocada” pela CBF em 1988. As aspas existem porque, na realidade, a seleção era composta apenas por jogadoras do Radar, que cedeu 16 atletas para a seleção vencer o “Women’s Cup of Spain” , derrotando seleções como Portugal, França e Espanha. Era o primeiro título internacional da nossa seleção.

Depois disso, o futebol feminino cresceu muito e a Fifa passou a organizar os eventos da modalidade, realizando inclusive a primeira Copa do Mundo em 1991, na China (o  Brasil foi o nono colocado). Em seguida, vieram a inclusão da modalidade nas Olímpiadas de Atlanta-1996, consolidando um esporte que sofreu muito.

Mesmo assim, apesar das conquistas, o futebol feminino ainda precisa superar muito preconceito para ser praticado. A sociedade discrimina muitas atletas e, por questão cultural, a menina ainda ganha uma boneca ao invés de ganhar uma bola. Neste caso, somente as conquistas e os idolos poderão levar a modalidade ainda mais longe, fugindo deste “destino” discriminatório.

more...
Bia Rivelli's comment, June 21, 2014 2:13 PM
É fato que apesar de termos ótimas jogadoras, ainda há um certo preconceito em relação à prática de Futebol por mulheres, há um certo descaso e desinteresse também. Se a mídia começar a divulgar os torneios, já será um grande passo para tornar o Futebol Feminino mais conhecido a apreciado
Thamara Ferreira's comment, June 21, 2014 5:08 PM
Entre as mulheres o futebol ganhou muito importância nos ultimos anos, mas no Brasil esse esporte continua predominante do sexo masculino sendo assim a seleção feminina é muito prestigiada no exterior mas tem pouco incentivo nos torneios nacionais. É praticado por mulheres mas não deixa de ser um esporte e merece seu reconhecimento pela mídia e pela população!!
Ana Leão's comment, July 1, 2014 8:54 AM
Será que as escolas nao tem um grande papel nisso?
Scooped by Bia Rivelli
Scoop.it!

Futebol para Cadeirantes

Futebol para Cadeirantes | Ana Beatriz Rivelli | Scoop.it
Bia Rivelli's insight:

O Futebol em cadeira de rodas elétrica, também conhecido como Power Soccer é um desporto colectivo que está em pleno desenvolvimento, e que provoca muita adrenalina. É necessário o domínio de si próprio, uma boa destreza de movimentos.  É um desporto competitivo para pessoas com deficiência que utilizam cadeiras de rodas eléctricas. Pode ser jogado num campo de basquetebol pois tem as mesmas dimensões. Duas equipas de quatro jogadores usam cadeira de rodas eléctricas equipadas com Pára-choques frontal para atacar, defender e chutar uma bola de futebol adaptada, na tentativa de marcar gols.

more...
Bia Rivelli's comment, June 18, 2014 5:47 PM
O Futebol é uma paixão nacional. Nada mais justo e coerente do que ser praticado por todos, sem exceção.
Lucas Silva's comment, June 20, 2014 6:17 PM

Acho isso muito bom, pois como foi citado é uma forma de inclusão, que permite pessoas com deficiencia praticar esse esporte, pessoas que na maioria das vezes são excluídas.
Ana Leão's comment, July 1, 2014 8:55 AM
Otimos exemplos! Todos sao olimpicos, menos o de cadeirante...