Avaliação na Educação Infantil Unicep
395 views | +0 today
Follow
Avaliação na Educação Infantil Unicep
Assim deverá ser feita a avaliação em crianças da Educação infantil
Your new post is loading...
Your new post is loading...
Scooped by Avaliação na Educação Infantil Unicep
Scoop.it!

Melhor que boletim | Pré-escola - 4 e 5 anos | Nova Escola

Melhor que boletim | Pré-escola - 4 e 5 anos | Nova Escola | Avaliação na Educação Infantil Unicep | Scoop.it
Reportagem sobre a elaboração de avaliações que tomem como base a observação em salas de Educação Infantil.
Avaliação na Educação Infantil Unicep's insight:
Postado por Thaisa Solfa.
more...
Sonia Antunes's comment, June 12, 2013 8:49 AM
Sem comentários
Scooped by Avaliação na Educação Infantil Unicep
Scoop.it!

INEP de olho na avaliação infantil

INEP de olho na avaliação infantil | Avaliação na Educação Infantil Unicep | Scoop.it
avante | Notícias
Avaliação na Educação Infantil Unicep's insight:

A Educação Infantil em breve poderá contar com instrumentos e indicadores de avaliação. Para cumprir esta tarefa reuniu-se, na última sexta-feira, 10 de maio, em Brasília, o Grupo de Trabalho de Avaliação da Educação Infantil, proposto e coordenado pela Diretoria de Avaliação da Educação Básica, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira  (INEP), mediante portaria

O GT é formado pela Diretoria de Avaliação Básica e Diretoria de Dados Estatísticos do INEP, Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, Associação Nacional de Pesquisadores em Educação (ANPED), Associação Nacional pela Formação dos Profissionais da Educação (ANFOPE), União Nacional de Secretários Municipais de Educação (UNDIME), União dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME), Confederação Nacional dos Trabalhadores de Educação (CNTE) e Associação Brasileira de Avaliação Educacional (ABAVE), Movimento Interforuns de Educação Infantil (MIEIB), Coordenação de Educação Infantil (COEDI/MEC), Fundação Carlos Chagas. A Rede Nacional Primeira Infância (RNPI) também participa do GT, representada por Vital Didonet da Secretaria Executiva da Rede e Maria Thereza Marcílio, gestora institucional da Avante- Educação e Mobilização Social.

Para Maria Thereza, o GT representa a concretização das recomendações feitas junto ao INEP e a possibilidade para dar continuidade ao trabalho iniciado anteriormente no GT instituído pelo MEC no ano de 2012. Este GT recomentou que o INEP ocupasse a função de órgão responsável para a definição e construção dos instrumentos. A expectativa do atual grupo é desenvolver estratégias e instrumentos de avaliação para Educação Infantil por meio do delineamento de uma proposta de referencial teórico, metodológico e de abrangência. O grupo contará também com a participação de especialistas que contribuirão diretamente para instrumentalizar o INEP para executar a proposta de avaliação da educação infantil.

O trabalho do GT terá a duração de dez meses e os participantes deverão elaborar um cronograma de implementação, após a proposição de instrumentos e metodologia de análise.

POSTADO POR MICAELA 2º apresentação 
more...
No comment yet.
Scooped by Avaliação na Educação Infantil Unicep
Scoop.it!

Espaço da Criança - O Cantinho da Educação Infantil: Avaliação na educação infantil

Espaço da Criança - O Cantinho da Educação Infantil: Avaliação na educação infantil | Avaliação na Educação Infantil Unicep | Scoop.it
Avaliação na Educação Infantil Unicep's insight:

 

“ Professor nenhum é dono de sua prática se não tem em mãos, a reflexão sobre a mesma. Não existe ato de reflexão, que não nos leve a constatações, dúvidas e descobertas e , portanto, que não nos leve a transformas algo em nós, nos outros e no mundo”
Madalena Freire

Assim deverá ser feita a avaliação em crianças da Educação infantil.

 

 

 

Não deve ser realizada como forma de medir conhecimentos, mas como ponto de partida para novas descobertas, servirá como diagnóstico das necessidades dos alunos, ao mesmo tempo que será usada pela educadora como forma de transformar sua prática.

 

A avaliação deve ser feita com base no acompanhamento, observação e registro do educador em relação ao desenvolvimento e progressos de seus alunos. Não deve possuir caráter rotulador ou quantitativo, deve sim, servir como fonte de reflexão e análise, para que possamos perceber até onde chegamos e o que ainda precisamos buscar.
Para o aluno a avaliação é apenas um modo de conhecê-lo melhor, suas habilidades e suas deficiências, para o educador ela deve ser uma forma de percepção de sua prática e deve apontar modos de aprimorá-la, ao avaliar não devemos nos deter nesta ou naquela área, mas em todas as competências dos nossos pequenos.

 

JAMAIS, NUNCA, EM MOMENTO ALGUM, o aluno pode ter suas habilidades comparadas ou julgadas, cada criança serve de parâmetro para si mesma e jamais pode ser comparada com outra, mesmo que da mesma faixa etária.

 

Na avaliação de uma criança, deve constar a trajetória de suas descobertas e aprendizados, seus crescimentos e suas dificuldades, sempre referindo-se a como a criança foi no passado e como está no presente momento.

 

 

 

Algumas escola padronizam a avaliação, usando um "x" ou marcando as habilidades que os alunos possuem ou não, em um "boletim". Eu, particularmente, abomino este método, pois nenhuma criança pode ser avaliada com parâmetros pré definidos, logo que a avaliação deve ser única, pessoal e intransferível.

 

 

 

Hoje, baseado nas teorias de Howard Gardner, sabemos que há pelo menos, 7 tipos diversificados de inteligências (sendo que a 8ª, a ambiental, já está sendo estudada). Portanto, avaliar todos alunos de uma única forma, pode comprometer de forma significativa o desenvolvimento dos pequenos.

 

Cabe ao educador, um olhar atento e reflexivo sobre o desenvolvimento de cada um dos seus alunos, perceber cada criança na sua individualidade, com suas limitações e suas habilidades, dando ênfase a suas qualidades e ao seu crescimento durante o decorrer do ano.

 

 

 

A forma mais correta de avaliar na educação infantil é o parecer descritivo ou o portfólio individual do aluno.

 

Para conseguir realizar de forma satisfatória esta avaliação, é preciso manter um caderno ANEDOTÁRIO, onde cada criança terá seu espaço, para que o professor possa DIARIAMENTE ( ou sempre que possível), relatar acontecimentos pertinentes ao amadurecer de cada um.

 

Abaixo, sugiro alguns itens que devem ser observados e registrados no anedotário, que depois, contribuirão na elaboração da avaliação.

 

 

 

SUGESTÕES DE ITENS A SEREM OBSERVADOS:

 

 

 

Novidade
Participação
Interação
Autonomia
Preferências
Colaboração
Característica
Como se comporta nas atividades
Como se relaciona com colegas/educadora
No que se destaca ( no pátio, na dança, nas atividades matemáticas, ativ. De linguagem, nas atividades artísticas ou musicais etc...)


1.Como chega à escola?
2.Como se adapta ao ambiente?
3.Como se alimenta?
4.Como brinca?
5.Como se relaciona: colegas/educadora
6.Como está se movendo?
7.Como se comunica?
8.Atende as solicitações da educadora?(guarda-guarda)
9.O que faz quando contrariado?
10.Identidade:Reconhece os colegas?
11.Se identifica pelo nome,sua imagem no espelho?
12.Gosta dos colegas e os identifica?
13.Tem capacidade de resolver conflitos e tomar iniciativas?
14.É crítica e criativa?Curiosa e inventiva?
15.É participativa e cooperativa?

 

 

 

Um bom ano a todos!!!

 

 

 

Márcia O. Soares

 

Professora, apaixonada pela profissão

 

Postano por: Andréia 2ª apresentação.

more...
No comment yet.
Scooped by Avaliação na Educação Infantil Unicep
Scoop.it!

❤ESPAÇO EDUCAR❤: A avaliação na Educação Infantil passo a passo - Como avaliar na Educação infantil?

❤ESPAÇO EDUCAR❤: A avaliação na Educação Infantil passo a passo - Como avaliar na Educação infantil? | Avaliação na Educação Infantil Unicep | Scoop.it
Avaliação na Educação Infantil Unicep's insight:

 

 

A avaliação na Educação Infantil passo a passo 

 

  

• Observar e compreender o dinamismo presente no desenvolvimento infantil é 
fundamental para redimensionar o fazer pedagógico. Essa compreensão 
influenciará diretamente na qualidade da interação dos professores com a infância. 

• O conhecimento de uma criança é construído em movimento de idas e vindas, portanto, é fundamental que os professores assumam seu papel de mediadores na ação educativa; mediadores que realizam intervenções pedagógicas no 
acompanhamento da ação e do pensamento individualizado infantil. 

• Ainda hoje, na prática cotidiana, é comum, não só na Educação Infantil, 
como nos demais níveis de ensino, os avaliados serem só os alunos. É 
necessário que a clássica forma de avaliar, buscando “erros” e “culpados", 
seja substituída por uma dinâmica capaz de trazer elementos de crítica e 
transformação para o trabalho. 

• Nesse processo, todos – professores/recreadores, coordenação pedagógica, direção, equipe de apoio e administrativa, crianças e responsáveis – devem, sentir-se comprometidos com o ato avaliativo. 

• Para focar o olhar em como se avalia, sugere-se atenção aos pontos abaixo, 
nos espaços de educação infantil: 
Análises e discussões periódicas sobre o trabalho pedagógico. 
Estas ações são realizadas nos encontros periódicos. Elas fornecem elementos 
importantes para a elaboração e reelaboração do planejamento. Igualmente
importante é dar voz à criança. Nesse sentido, a prática de avaliar 
coletivamente o dia-a-dia escolar, segundo o olhar infantil, traz 
contribuições fundamentais e surpreendentes para o adulto educador, ao mesmo tempo que sedimenta a crença na concepção de criança cidadã.

Observações e registros sistemáticos. 
Os registros podem ser feitos no caderno de planejamento, onde cada professor/ recreador registra acontecimentos novos, conquistas e/ou mudanças de seu grupo e de determinadas crianças; dados e situações significativos acerca do trabalho realizado e interpretações sobre as próprias atitudes e sentimentos. 
É real que, no dia-a-dia, o professor/ recreador não consiga registrar 
informações sobre todas as crianças do seu grupo, mas é possível que venha a 
privilegiar três ou quatro crianças de cada vez e, assim, ao final do período, terá observado e feito registro sobre todas as crianças. 

Utilização de diversos instrumentos de registro. 
Para darmos espaço à variada expressão infantil, podem-se utilizados como 
instrumentos de registro de desenvolvimento arquivos contendo planos e materiais referentes aos temas trabalhados, relatórios das crianças e 
portfólios. 
O professor/recreador deve organizar um dossiê de cada criança, guardando aí 
seus materiais mais significativos e capazes de exemplificar seu 
desenvolvimento. 
Também durante a vivência de um projeto de trabalho, cada grupo deve ter
como meta a produção de um ou mais materiais que organize o conhecimento 
constituído acerca do assunto explorado. Assim sendo, o arquivo de temas é o 
dossiê do projeto realizado pelos grupos de uma mesma instituição. 

Construção de um olhar global sobre a criança 
A fim de evitar um ponto de vista unilateral sobre cada aluno, é fundamental 
buscar novos olhares: 
- Recolhendo outras visões sobre ela. 
- Contrastando a visão dos responsáveis com o que se observa na escola/ creche. 
- Conhecendo o que os responsáveis pensam sobre o que a escola/creche diz. 
- Refletindo sobre o que a família pensa em relação aos motivos de a criança 
comportar-se de determinada forma na escola/creche. 
- Ouvindo a família sobre como pensa que poderia auxiliar a criança a avançar em seu desenvolvimento.

Hábitos e Atitudes:

Está sempre atento na sala de aula
Relaciona-se bem com os colegas e professores.
Ouve com atenção e espera a sua vez de falar.
Faz a tarefa com capricho e é pontual na sua entrega
Porta-se no momento da merenda e higiene.
Colabora com a limpeza da sala de aula.
É cuidadoso com o material escolar.
Confia nas tarefas que realiza.
Comporta-se bem nas atividades desenvolvidas.
A conversa está interferindo no rendimento.
Reparte os brinquedos com os colegas

Linguagem:

Entende bem o que lhe é falado.
Expressa-se com clareza.
Articula bem as palavras.
É desinibido e gosta de participar das atividades musicais e teatrais.
Dialoga sobre suas vivências espontaneamente.
Na hora da história, está disposto a ouvir e participar.

Desenvolvimento Cognitivo:

Apresenta bom raciocínio matemático.
Tem facilidade em compreender as noções matemáticas.
Compõe quebra-cabeça.
Consegue concentrar-se na realização das atividades.
Demonstra interesse e criatividade na execução dos trabalhos.
É responsável na execução das atividades.

Desenvolvimento Psicomotor:

Consegue movimentar-se bem (pular, correr, saltar, arrastar...).
Quando modela cria formas diferentes.
Apresenta boa motricidade fina (recortar, pintar, colar...).
Tem consciência do seu corpo e consegue expressar-se graficamente.
Orienta-se bem no espaço e tempo.


Orienta-se bem no espaço e tempo.
Sobre o Autor
Nome Completo: Samuel de Sousa Santos 
Formação: Contabilidade 
Especialização: Administração de Empresas Atividades realizadas: 6 anos como Gerente do antigo Banco Bemge, 3 anos como Gerente do Banco Itaú. Gerente de Vendas do Grupo Martins, e atualmente Diretor da Escola Inglês Curso Escola de Idiomas Ltda. Conhecimentos: Conhecimentos avançados de técnicas de SEO, conhecimento avançado em redes, internet, Criação e gerenciamento de sites com Joomla, e oscommerce.

  

Postado por: Andreia.

more...
No comment yet.
Scooped by Avaliação na Educação Infantil Unicep
Scoop.it!

EMEI PARQUE SÃO ROQUE: FICHAS DE AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

EMEI PARQUE SÃO ROQUE: FICHAS DE AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL | Avaliação na Educação Infantil Unicep | Scoop.it
Avaliação na Educação Infantil Unicep's insight:
Este blog oferece vários exemplos de ficha de avaliativa desde Berçario até educação infantil II.
Postado por Micaela Prenholato 
more...
Avaliação na Educação Infantil Unicep's comment, April 17, 2013 8:37 AM
Quem tiver interesse é muito bom esse material.
Scooped by Avaliação na Educação Infantil Unicep
Scoop.it!

Avaliação na Educação Infantil - legislação, pesquisas e práticas

Programa do Curso de Pedagogia Unesp/Univesp, integrante da disciplina de Educação Infantil D13 -- Abordagens Curriculares. O programa aborda as leis e os do...
Avaliação na Educação Infantil Unicep's insight:

Esse vídeo mostra com clareza a importancia de registrar e avaliar na Ed, Infantil.


Assistam.. é muito bom!


Postado por : Thaísa Solfa

more...
No comment yet.
Scooped by Avaliação na Educação Infantil Unicep
Scoop.it!

Educação Infantil

Educação Infantil | Avaliação na Educação Infantil Unicep | Scoop.it
Portal do Ministério da Educação
Avaliação na Educação Infantil Unicep's insight:

Educação Infantil: Subsídios para construção de uma sistemática de avaliação - Este documento sintetiza a produção do Grupo de Trabalho (GT) de Avaliação da Educação Infantil instituído pela Portaria Ministerial nº 1.147/2011 (Anexos 1 e 2), que teve como atribuições propor diretrizes e metodologias de avaliação na e da Educação Infantil, analisar diversas experiências, estratégias e instrumentos de avaliação da Educação Infantil e definir cursos de formação sobre avaliação na educação infantil para compor a oferta da Rede Nacional de Formação Continuada de Professores. O Grupo foi coordenado pela Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação (MEC).

A criação do GT decorreu da necessidade de subsidiar a inclusão da educação infantil nas formulações sobre a Política Nacional de Avaliação da Educação Básica, considerando as especificidades da educação na faixa etária de até 5 anos de idade. É oportuna também em face do que prevê o Plano Nacional de Educação (Projeto de Lei n° 8035/10, em tramitação no Congresso Nacional) em estratégia própria sobre avaliação (estratégia 6) , na meta que trata da educação infantil (meta 1).

 

POSTADO POR MICAELA 2º APRESENTAÇÃO

more...
No comment yet.
Scooped by Avaliação na Educação Infantil Unicep
Scoop.it!

Selma Carvalho: NOVA LEI N 12.796 ALTERA ARTIGOS DA LDB FAVORECENDO O ATENDIMENTO À EDUCAÇÃO ESPECIAL E AOS SUPERDOTADOS

Selma Carvalho: NOVA LEI N 12.796 ALTERA ARTIGOS DA LDB FAVORECENDO O ATENDIMENTO À EDUCAÇÃO ESPECIAL E AOS SUPERDOTADOS | Avaliação na Educação Infantil Unicep | Scoop.it
Avaliação na Educação Infantil Unicep's insight:

Portanto, conforme a nova Lei, , em resumo, fica estabelecido que a educação infantil será organizada de acordo com as seguintes regras:
- Avaliação mediante acompanhamento e registro do desenvolvimento das crianças, sem o objetivo de promoção, mesmo para o acesso ao ensino fundamental;- Carga horária mínima anual de 800 horas, distribuída por um mínimo de 200 dias de trabalho educacional;- Atendimento à criança de, no mínimo, 4 horas diárias para o turno parcial e de 7 horas para a jornada integral;- Controle de frequência pela instituição de educação pré-escolar, exigida a frequência mínima de 60% do total de horas;- Expedição de documentação que permita atestar os processos de desenvolvimento e aprendizagem da criança.

Postado scoop.it por Danielle R C Ferro.

more...
No comment yet.
Scooped by Avaliação na Educação Infantil Unicep
Scoop.it!

Para Além do Cuidar: A OBSERVAÇÃO E A AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Para Além do Cuidar: A OBSERVAÇÃO E A AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL | Avaliação na Educação Infantil Unicep | Scoop.it
Avaliação na Educação Infantil Unicep's insight:

 

 

A OBSERVAÇÃO E A AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL



A observação não é apenas um instrumento descritivo, mas um recurso de investigação e planejamento. È indispensável a quem acompanha o desenvolvimento da criança valorizar o momento onde ela durante sua manifestação espontânea ou não, pode revelar ou desvelar saberes, desejos e intenções sobre si mesma e sobre o mundo.

 

Postado por: Danielle.

more...
No comment yet.
Scooped by Avaliação na Educação Infantil Unicep
Scoop.it!

Sugestões de atividades para avaliação diagnóstica inicial para educação Infantil...

ESCOLA: _________________________________________________DATA: ____________________________________________________PROFESSORA: _________________________________
Avaliação na Educação Infantil Unicep's insight:

Neste site encontrei várias atividades, que podem ser feitas com as crianças como forma de avaliação Diagnóstica, alguns exemplos que podemos observar,que de uma maneira simples o professor consegue avaliar a criança.

 

Postado por Micaela Prenholato

more...
No comment yet.
Scooped by Avaliação na Educação Infantil Unicep
Scoop.it!

Cantinho das Sugestões.: avaliação na educação infantil

Cantinho das Sugestões.: avaliação na educação infantil | Avaliação na Educação Infantil Unicep | Scoop.it
Avaliação na Educação Infantil Unicep's insight:

A AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

“ Professor nenhum é dono de sua prática se não tem em mãos, a reflexão sobre a mesma. Não existe ato de reflexão, que não nos leve a constatações, dúvidas e descobertas e , portanto, que não nos leve a transformar algo em nós, nos outros e no mundo”
Madalena Freire


Como avaliar


DICAS:



1 - Tenha sempre em mãos, um caderno que funcionará como "anedotário", não conte apenas com suas lembranças, pois, esquecemos de detalhes.



2- Leia, entenda e reflita sobre as fases do desenvolvimento da linguagem, da fala, da escrita, do desenho, etc... Pois, para avaliar é preciso entender como estes processos funcionam e como a criança elabora seu pensamento, do contrário, podemos fazer uma análise equivocada.



ALGUNS ITENS PARA COLOCAR NO ANEDOTÁRIO


1. Novidade 


2. Participação


3. Interação


4. Autonomia


5. Preferências


6. Colaboração


7. Característica


8. Como se comporta nas atividades


9. Como se relaciona com colegas/educadora


10. No que se destaca (no pátio, na dança, nas atividades matemáticas, atividades. De linguagem, nas atividades artísticas ou musicais etc...)


11. Como chega à escola?


12. Como se adapta ao ambiente?


13. Como se alimenta?


14. Como brinca?


15. Como se relaciona: colegas/educadora


16. Como está se movendo?


17. Como se comunica?


18. Atende as solicitações da educadora?(guarda-guarda)


19. O que faz quando contrariado?


20. Identidade: Reconhece os colegas?


21. Identifica-se pelo nome, sua imagem no espelho?


22. Gosta dos colegas e os identifica?


23. Tem capacidade de resolver conflitos e tomar iniciativas?


24. É crítica e criativa?Curiosa e inventiva?


25. É participativa e cooperativa?


Os itens a serem observados são muitos, mas podem ser sintetizados entre área motora, afetiva e cognitiva. Dentro destes três itens podem ser observados vários outros subitens. Ainda é possível agregar uma parte sobre o comportamento (higiene e saúde).



1. ASPECTOS FÍSICOS: expressão corporal, harmonia, equilíbrio, ritmo, coordenação, organização espacial ampla, uso e aplicação da força.



2. ASPECTOS SOCIAIS: interatividade, participação compartilhada, regras, disciplina, organização, trabalho em equipe, responsabilidade.



3. ASPECTOS EMOCIONAIS: experienciar muitos e novos sentimentos, desde a alegria das vitórias e conquistas até o sabor da derrota e da perda, sendo valorizada cada manifestação e expressão dos sentimentos.



O que avaliar dentro das áreas temáticas?

A Criança e o Movimento: primeiramente deve-se levar em consideração que cada criança é diferente e se adapta ao meio de forma individual. Neste contexto, ao avaliar a criança, deve o professor procurar observar se a mesma possui certo domínio do eu corporal, se a criança não demonstrar domínio nesta área, intensifica-se as atividades de esquema corporal, de lateralidade, de ritmo e de conhecimento dos segmentos corporais.
O que observar em movimento: os jogos, as brincadeiras, a dança, a imitação, coordenação sensório motora, as interações sociais, a expressividade, o equilíbrio.



Artes: A partir do momento em que a criança está em contato com materiais, produções artísticas, natureza, ela tem a possibilidade de criar, imaginar e desenvolver o pensamento artístico. Por meio deste contato, procura-se observar estes aspectos na criança, nas produções individuais e coletivas.
O que observar em artes: o pensamento, a sensibilidade, a imaginação, a percepção, a intuição, a criação artística, a simbolização, a leitura de imagens, o equilíbrio, o ritmo, a interação, a imitação, a expressão, a comunicação, a diversidade das produções artísticas.

 


Conhecimento Lógico-Matemático: Diariamente, interagindo com o meio a criança vai adquirindo conhecimento lógico matemático.
O que observar em matemática: noções de espaço e tempo, conservação, atrito, medidas, conceito de quantidade, expressividade, interação social, jogos, situações problemas, raciocínio lógico, representações mentais e gestuais, músicas, brincadeiras, desenhos, movimento, manipulação e exploração de objetos.

 


Alfabetização – Linguagem Oral e Escrita: Observando a criança no contexto escolar, nas situações cotidianas, nota-se as características quanto ao uso da linguagem oral, se ela consegue expressar seus desejos e necessidades, relatar experiências vividas e se possui domínio ao recontar histórias e participar de atividades que desafiam o conhecimento oral.
O que observar em linguagem oral e escrita: A forma de se expressar, concentração, sensibilidade, percepção, interações sociais, faz-de-conta, reconto de histórias, relatos de vivências cotidianas.

 


Música: É a linguagem que se traduz em formas sonoras capazes de expressar e comunicar sensações, sentimentos e pensamentos. É uma das formas importantes de expressão humana, o que por si só justifica sua presença no contexto escolar, de modo geral, e na educação infantil particularmente, pois vem auxiliar nas atividades diárias, ajudando a atingir os objetivos propostos.
O que observar em música: exploração reconhecimento dos sons, intuição, gestos, interação, expressão corporal e verbal, imitação, domínio rítmico, reprodução de movimentos.

 


Brincadeira: é uma das atividades fundamentais para o desenvolvimento da identidade e da autonomia da criança. A brincadeira faz com que ela desenvolva sua imaginação, imitando a realidade. Ao brincar as crianças recriam e repensam os acontecimentos. Nas brincadeiras elas transformam os conhecimentos que já possuem em conceitos gerais, com os quais brinca.
O que observar em brincadeira: imaginação, sensibilidade, pensamento, imitação, recriação, oralidade, concentração, percepção, gestos, expressividade, equilíbrio, linguagem corporal, faz-de-conta, ritmo, afetividade, coordenação sensório motora, interação social, raciocínio, manipulação e exploração de objetos.

 


Natureza e Sociedade: O mundo onde as crianças vivem se constitui um conjunto de fenômenos naturais e sociais. Desde muito pequenas, pela interação com o meio, as crianças aprendem sobre o mundo, fazendo perguntas e procurando respostas às suas indagações.
O que observar: interação social, percepção das diversidades sociais históricas e culturais, imaginação, conhecimento prévio ou senso comum da criança, representação de mundo, faz-de-conta, diversas linguagens, afetividade, diálogo, curiosidade, jogos, músicas, habilidades físicas, motoras e perceptivas, leitura de imagens e de sons.

  Postado por Micaela Prenholato
more...
Avaliação na Educação Infantil Unicep's comment, April 17, 2013 8:18 AM
Achei esse blog muito interessante pois além das dicas de avaliação, mostra como observar os aspectos físicos, sociais e emocionais da criança.